22 de janeiro de 2015

Voos e Sinos e Misteriosos Destinos - Emma Trevayne

Lido em: Janeiro de 2015
Título: Voos e Sinos e Misteriosos Destinos
Autora: Emma Trevayne
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia/Steampunk/Juvenil
Ano: 2014
Páginas: 306
Nota
Sinopse: Nesta fábula moderna, com gosto das aventuras clássicas que encantam os jovens leitores há tantos anos, conhecemos a história de Jack Foster, um garoto de dez anos que, como qualquer um da sua idade, sonhava viver grandes aventuras. Ele morava em Londres mas estudava em um colégio interno, voltando para casa apenas nas férias, quando ficava completamente entediado.
Mas, um certo dia, Jack atravessa uma porta mágica e, do outro lado, encontra uma cidade ao mesmo tempo muito parecida e muito diferente daquela que conhecia. Em Londinium, apesar de reconhecer as ruas e prédios, ele encontra um cenário steampunk, com engrenagens e fuligem por todos os lados. Por ali era raro encontrar alguém que não tivesse nenhuma parte do corpo feita de metal. E era justamente isso que a Senhora - uma mulher rígida e temperamental que governava a cidade desde sempre - buscava: um filho de carne e osso.
Jack logo descobre que aquele lugar era extremamente perigoso, e que voltar para casa não seria tão fácil quanto tinha sido chegar até ali...

Resenha: Voos e Sinos e Misteriosos Destinos é um steampunk voltado ao publico juvenil escrito pela autora Emma Trevayne e publicado no Brasil pela Seguinte.
A história se passa na Londres vitoriana de 1899. Jack Foster é um garotinho que estuda num colégio interno e por só voltar pra casa durante as férias, é sempre ignorado pelos pais. Em casa, o tédio tomava conta dele, pois sua mãe vivia preocupada em dar festas para as damas da alta sociedade e parecia nem perceber a presença do garoto. Jack tinha como sonho viver uma grande aventura um dia para sair desse tédio. Até que um dia, Lorcan, um homem misterioso, faz uma visita em sua casa a fim de entreter os convidados, mas ele quer levar Jack embora para Londinium, uma Londres num universo paralelo onde Senhora dita as regras como rainha no Império das Nuvens. Lá existem máquinas animadas por mágica, muita fuligem e híbridos de engrenagens e metal, e Lorcan havia sido enviado por ela para buscar Jack, pois Senhora ansiava por uma criança humana para poder criar como filho. Jack, após seguir Lorcan até o Big Ben e entrar numa porta mágica, acaba indo para Londinium em busca de aventura. A princípio, o garoto fica deslumbrado com aquele mundo tão parecido mas ao mesmo tempo tão diferente do seu, mas depois, como tudo pareceu um grande erro, ele quer voltar para casa...

Narrado em terceira pessoa, a leitura de Voos e Sinos e Misteriosos Destinos é muito fácil e dinâmica, e a construção e os detalhes acerca do mundo steampunk são dados com bastante perfeição. A premissa é muito bacana e fica a ideia no ar de que queremos o que não temos, mas só sabemos se é algo que vale a pena depois da experiência... Jack é muito curioso, e apesar da pouca idade, é corajoso e conquista a simpatia do leitor. Acabamos torcendo para que sua aventura tão almejada, enfim, seja conquistada, mesmo que ele tenha usado a raivinha pela mãe pra fazer o que foi alertado para não fazer. Ele passa a buscar pelo Pássaro, que pode levá-lo de volta a Londres e essa procura é acompanhada de personagens bem divertidos, mas não muito aprofundados, como o Dr. Cataplasma, que é muito inteligente e mostra várias verdades para Jack sobre o Império das Nuvens, e a boneca Beth, feita de engrenagens mas muito alegre.
A história é um pouco rasa, não vou negar, e tem alguns trechos que são mais arrastados, mas com certeza ela brinca com a imaginação do leitor devido ao mundo de metal que é Londinium, principalmente pelo misto que faz com fantasia e magia.
Durante a leitura, cheguei a comparar a história com outras, como Alice no País das Maravilhas, O Mágico de Oz e Coraline devido a vontade que Jack tem de explorar as coisas que despertam a curiosidade dele como forma de compensar a ausência e a falta de atenção dos pais, e até mesmo devido ao universo "sombrio" que ele adentra.
A edição da Seguinte ficou impecável, a capa aveludada com aplicação de verniz no titulo deram um charme todo especial a obra. A diagramação é simples e alguns capítulos possuem ilustrações de alguma cena em particular. No início do livro há também o mapa de Londres seguido pelo de Londinium e a única diferença entre eles é o dirigível e uma engrenagem enorme atrás do parlamento.

Para quem quer uma leitura despretensiosa e divertida para passar o tempo, ou que procura por livros que exploram o universo steampunk, mesclando mistério com fantasia, Voos e Sinos e Misteriosos Destinos é uma boa pedida!


3 comentários

  1. Me apaixonei por essa capa logo de cara! *-*
    Com a resenha, me lembrei de Boneca de Ossos, pelo fato da aventura e a fuga do cenário real por algo "mágico" por assim dizer rs
    Esse é um livro que gostaria de ler em 2015! =]


    Beeijos :*
    http://bela-lunatica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Essa capa é fabulosa, e com certeza, só ouvir sobre a descrição de Londinium já dá vontade de ler o livro. Admiro muito os steampunks, os autores se superam na imaginação.

    Beijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, td bom?

    Eu já tinha ouvido falar que esse livro era meio raso mesmo, mas não sei - continuo fascinada pelo título e sinopse hehe
    Gostei das comparações que vc fez, com Alice, realmente lendo a resenha, lembrou bastante :D

    Beijos!
    Arrastando as Alpargatas

    ResponderExcluir