6 de janeiro de 2015

De flores e amores - Ana Maria Patrone

Lido em: Janeiro de 2015
Título: De flores e amores
Autora: Ana Maria Patrone
Editora: Matrix
Gênero: Contos
Ano: 2014
Páginas: 144
Nota
Sinopse: Dezessete contos. Dezessete relatos que têm a particularidade de ser todos absolutamente reais. Histórias verdadeiras transformadas em peças literárias.
Como dizia garcia Márquez, "a realidade supera amplamente a ficção". Por mais loucos e estranhos que possam parecer esses textos, todos nasceram de um fato real e insólito.
As flores são o leitmotiv, ora como adereço romântico, ora como elemento fúnebre.
E, juntamente com o amor, entrelaçam esta magnifica obra.

Resenha: De flores e amores, escrito pela autora uruguaia Ana Maria Patrone e publicado no Brasil pela Editora Matrix, tráz 17 contos que abordam o amor de uma forma muito profunda, poética e, principalmente, realista.
Os contos são curtos e diretos, com começo, meio e fim, e o melhor disso tudo é que fluem bem e são maravilhosamente bem escritos. Me prendi em alguns contos imaginando que eles poderiam ter um livro dedicado somente a eles devido a profundidade dos sentimentos e pela trama que envolvia os personagens.
Através dos contos, narrados em terceira pessoa, a autora mostra diversos tipos de amor, vindo dos mais diferentes tipos de pessoas... O platônico, o amor a primeira-vista, o proibido, o obsessivo, o egoísta, o puro, o dependente, o não correspondido, o tolo, o doentio e até mesmo o amor eterno... aquele que fica pra sempre, além da vida... As histórias tem algumas cidades brasileiras como pano de fundo e os cenários são detalhados de tal forma que é possível sentir como se estivéssemos lá, vendo cores e formas, sentido cheiros e as texturas de objetos ou até mesmo ouvindo o canto de um sabiá. As características físicas dos personagens também são feitas com bastante precisão e objetividade. Todos os detalhes são dados com poucas palavras mas ilustram e fazem o leitor imaginar perfeitamente todo aquele ambiente.
Alguns contos são acompanhados de trechos de músicas conhecidas, como se as músicas fizessem parte da história, se encaixando com perfeição a cada detalhe e situação vivenciada pelo personagem da vez. Pra mim, esse misto foi uma surpresa admirável visto que todos nós temos uma música pra chamar de nossa e que, de certa forma, consegue captar e resumir nossa história...
Outros servem para reflexão, principalmente aqueles que não trazem um final feliz, ou que a princípio não fazem muita lógica devido às escolhas tomadas... Mas quem disse que o amor precisa ser entendido? Seja ele delicado e lindo, ou cruel e perverso, o amor sempre é sentido...

A capa é simples e bonita e por abordar diversas histórias não poderia ser melhor, dessa forma não foca em apenas uma história em particular. É o tipo de livro que dá pra ler em poucas horas.
A revisão está ótima, as páginas são amareladas, não encontrei erros e só tenho elogios a obra. Pra quem gosta de contos narrados de forma tão peculiar, super recomendo a leitura.



4 comentários

  1. Oiie
    Achei bem interessante a capa e os contos que a autora parece apresentar, ás vezes é legal ler livros assim para fugir um pouco da mesmice e eu fiquei bem curiosa pela leitura, espero ler em breve.
    Muito legal a resenha, adorei.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2015/01/resenha-just-listen-sarah-dessen.html

    ResponderExcluir
  2. Oii!
    Primeiramente, o livro me ganhou pela capa. Sério, que capa mais lindaaaaa <3
    Segundamente, eu amo toda e qualquer história de amor, então, fiquei ainda mais curiosa e o livro já entrou para a minha wishlist.
    Adorei a resenha!
    Beijão
    http://thais-monte.blogspot.com.br/
    http://acrrosstheuniverse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O que mais me chamou atenção no livro foi você falar que ele conta sobre o amor de forma realista e vamos combinar que isso ultimamente está um pouco em falta em alguns livros né?! :(
    A capa também é muito linda, carrega a beleza na simplicidade :)
    Enfim, muito boa a sua resenha!
    Beijos.
    Blog Palavrear-se:)

    ResponderExcluir
  4. A capa do livro tá linda mesmo, como já disseram e - o que é isso? - música no meio do livro? Sério mesmo? Deve ser um encanto só!
    Além do mais, já me ganhou na sinopse: Quem cita o Gabriel Garcia Marquez tem totalmente meu afeto! rsrs...

    Lindo blog! Devidamente seguido (Twitter e GFC) e curtido!
    Beijos!

    http://porumlivronavida.blogspot.com

    ResponderExcluir