15 de janeiro de 2015

Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven

Lido em: Dezembro de 2014
Título: Por Lugares Incríveis
Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Gênero: YA/Drama
Ano: 2015
Páginas: 392
Nota
Sinopse: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

Resenha: Por Lugares Incríveis é um YA escrito pela autora Jennifer Niven e publicado no Brasil pela Seguinte. A história apresenta Theodore Finch e Violet Markey, dois jovens adolescentes que estudam na mesma escola e mesmo sendo o oposto um do outro, têm um objetivo em comum: eles querem se matar.
Violet tinha uma vida perfeita até que ela e a irmã sofrem um acidente de carro. Violet sobrevive mas sua irmã, Eleanor, não teve a mesma sorte. Ela conta os dias para a formatura e ela poder ir embora de onde mora deixando tudo aquilo para trás e desde então a garota, que costumava ser bastante popular, se isola, se sente culpada por ter escapado com vida do acidente, tenta levar a vida, mas tudo deixa de fazer sentido sem a irmã, que também era sua melhor amiga, ao seu lado. Ela decide subir na torre do colégio e estava prestes a pular...
Theodore "Aberração" é o esquisito da escola, depressivo, ansioso, se veste diferente, fala diferente, vive pensando em como morrer e acreditou que aquele dia em especial seria um bom dia para isso... Ele sobe na torre e encontra Violet, e em vez de pularem, ele impede que ela faça isso, por mais que os boatos que corram pelas testemunhas presentes no local sejam de que Violet foi quem o salvou. E é assim que os dois se conhecem, e depois, aproveitando a oportunidade, Finch acaba convidando Violet para ser sua parceira no trabalho de geografia. O trabalho consistia em visitar pontos famosos de Indiana. Violet reluta um pouco mas acaba cedendo e a medida que vão se conhecendo melhor, encontram o que buscavam um no outro.

A narrativa se alterna entre Finch e Violet e é feita em primeira pessoa pelos dois de uma forma bastante reflexiva. Ao mesmo tempo em que há bom humor a fim da leitura de tornar leve, a escrita chega a ter um toque bastante melancólico devido ao assunto que trata.
Finch conta os dias que se passam após um "apagão" que teve, enquanto Violet faz uma contagem regressiva até o dia da formatura. Por mais que ele sofra de depressão e tenha seus problemas que são ignorados pela família, é ele o responsável por animar Violet com seu carisma e jeitinho único de se aproximar de alguém, mas ainda assim continua sofrendo dos problemas que o afetam desde há muito tempo...
Ao visitarem os locais de Indiana, lugares lindos, que carregam histórias e significados, eles se envolvem um com o outro e o romance é um dos mais adoráveis dos quais pude acompanhar. Finch, mesmo sendo imprevisível, vivia surpreendendo Violet, fazendo com que ela se sentisse amada e querida, até que ela deixa de contar os dias e passa a vivê-los intensamente junto com ele. Após a morte da irmã, Violet se tornou uma pessoa triste e fechada e Finch foi quem conseguiu lhe trazer a vida de volta.
A autora criou sentimentos controversos e fez uma inversão de papeis ao meu ver, e levando todo o contexto em consideração, junto com os demais personagens, foi algo que me fez pensar em como existem problemas dos quais preferimos ignorar ou esconder a fim de manter as aparências ou bem estar.
É uma leitura que pode ajudar quem passa por problemas com depressão do tipo e que pode deixar os mais fortes completamente estarrecidos, mas ainda assim satisfeitos por terem tido a oportunidade de acompanhar uma história triste, mas tocante e bonita.
Por Lugares Incríveis é o tipo de livro que lida com transtornos psicológicos e suicídio de uma forma muito particular, expondo o bem e o mal, a cura e a destruição, o comum e o incomum, mostrando os personagens como pessoas reais, com sentimentos intensos e que convencem, e através de seus pensamentos e atitudes conseguem fazer com que o leitor acredite na história - história esta que é capaz de tocar nossos corações de uma forma intensa e emocionante. A história e a lição que veio com ela fica pra sempre.
Ao final, mesmo que com dor no coração, é formidável como tudo se entrelaça para trazer uma mensagem forte e que causa um enorme impacto na vida de qualquer um.
Fiquei imensamente agradecida por poder ter tido o prazer de embarcar nessa leitura e de poder ter "conhecido" personagens admiráveis, incríveis e inesquecíveis como Finch e Violet.
Nem tudo é perfeito na vida real, e minha satisfação maior foi saber que nada também pode ser perfeito na ficção...


23 comentários

  1. Que ótimo jeito de se conhecer alguém! Esse livro parece uma gracinha, já estou querendo ele loucamente.

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
  2. Preciso ler esse livro urgentemente, se não vou des-mai-ar!

    ResponderExcluir
  3. Uma estória triste? ai ai eu gostei muito da narrativa da leitura e da resenha fez meu coração dividir querer ler.
    Obrigada pela resenha fiquei totalmente fascinada e querendo ler o livro muitoo, mesmo que eu não goste de estórias tristes....
    Beijos
    Ceci

    https://maniacaporlivros.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Este livro parece ser muito bom, uma história muito interessante. Amei a resenha bjs.
    www.opsespalhei.com.br

    ResponderExcluir
  5. Me vi um pouco nesse livro, só que sem o acidente.
    http://www.livrosechocolate.com.br/2015/01/por-lugares-incriveis-jennifer-niven.html

    ResponderExcluir
  6. A sua resenha de Por Lugares Incríveis está a melhor das melhores que já li até agora. PRECISO DESSE LIVRO TIPO PRA NOW. Não vejo a hora de me apaixonar pelo Finch e torcer por ele e Violet. Aguardando ANSIOSAMENTE o momento de ter All The Bright Places nas mãos. Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Eu li esse livro faz algumas semanas e fiquei encantada, com certeza está na minha lista de favoritos. Tem toda a razão, a forma como a autora trata do suicídio e dos transtornos psicológicos é bem particular, numa narrativa bastante tocante que me fez refletir. Ás vezes deixamos de tratar de certos assuntos e resolvemos maquiá-los de alguma forma, como se fosse uma máscara para fingirmos que estamos bem quando na verdade não estamos. Fiquei impressionada como a família de Finch lidava com ele, era como se eles nem vivessem na mesma casa e nem fossem da mesma família. Ainda bem que Violet pode dar momentos de alegria a ele, apesar de tudo, e vice versa. Li em pdf e estou louca para ter esse livro pra mim ♥ Ótima resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Acho esse livro uma graça e penso que seja bem relfexivo e tocante. Está na minha listinha, mas estou adiando até me preparar para receber essa melancolia de forma mais externa, difícil não sofrer com os personagens.
    Adorei a resenha. Beijinhos.

    paixaodeleitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro livros desse tipo, que nos fazem pensar. Ótima resenha, deu mais vontade ainda de ler.

    ResponderExcluir
  11. Muito interessante o tema, e claro, lançamento da Seguinte? OPA, já tava ansiosa.
    Sua resenha ta ótima, mas como retrata desse tema suicídio, eu fiquei com um pé atrás.
    Não que eu não goste, mas sim pela carga emocional que livros assim levam, eu costumo fugir. (Comecei a ler Cartas de Amor aos Mortos e estanquei).
    Eu me envolvo bastante, e acabo sofrendo junto. kkk

    ResponderExcluir
  12. Flávia!
    Bom poder ler um livro que aborda o aspecto psicológico de transtornos mentais, principalmente sobre o suicídio.
    E que coincidência logo os dois querem cometer suicido e acabam se encontrando nessa triste decisão e se apoiam.
    “Tudo na vida acontece em função do melhor!Acredite, a sua amargura de hoje é, com certeza, a sementinha da sua alegria de amanhã!”(Mariluci Carvalho)
    Semaninha cheia de luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Já ouvi falar desse livro por vários lugares (incríveis) huahaha. A resenha dele me fez querer ler, é um tipo de história que realmente me interesso. :3

    ResponderExcluir
  14. Já ouvi muito minhas amigas falando sobre esse livro! Ele está na minha lista de leitura desse mês. Adorei a resenha e seu blog. Ele é muiiiiiiito fofo!!!! De verdade, parabéns!
    Vou deixar aqui um convite para que você conheça meu blog > http://gabiworldofbooks.blogspot.com.br/
    Beijocas <3

    ResponderExcluir
  15. E mais uma vez o companheirismo e a amizade se transforma e amor e salva Theodore e Violet do suicídio. Gostei demais do enredo e da resenha. Preciso ler.

    ResponderExcluir
  16. Estou muito curiosa pra ler esse livro, sobre um assunto que leva realmente milhares de pessoas a cometer o suicídio, gosto de leituras assim nem tudo é perfeito na vida rela por que tem que ser num livro não é mesmo ? A amizade é muito importante e as vezes a gente pode ser salva com o carinho de alguém, quero muito saber o que vai acontecer por esses lugares.

    ResponderExcluir
  17. Absolutamente TODAS as resenhas que eu li desse livro foram positivas.
    A capa não me chamou a atenção logo que vi, mas quando comecei a ler sobre ele, fui me apaixonando mais e mais. Adoro quando aspectos psicológicos são abordados em livros de forma tão direta e real.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. A resenha me fez querer ler o livro por ele parecer ser tão diferente. Não parece ser um simples romance clichê - que pra todos os efeitos, eu adoro - mas parece ter um "Q" a mais com uma narrativa mais psicológica, e acho livros assim muuuuito interessantes. Fiquei ansiosa para conhecer a história e ver no que vai dar - e já com medo de uma tragédia no final, já que o livro parece abordar assuntos tão reais...parece muito interessante, rs.

    ResponderExcluir
  19. Eu não me interessei de cara por esse livro, mas cada comentário que leio sobre ele me deixa mais encantada. Foge totalmente dos livros que gosto de ler, por ser triste e "real" demais (sigo a filosofia de que de triste já basta a vida, por isso prefiro livros de fantasia e com finais felizes). Mas quero conhecer mais sobre a história desses jovens e de como foi abordada a depressão e o suicídio, apesar de ter quase certeza de que eles não tiveram o seu "felizes para sempre".

    ResponderExcluir
  20. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser mesmo ótima.

    ResponderExcluir
  21. Terminei de ler hoje. Impressionante essa história, tocante e nos mostra como o ser humano é (in)sensível com relação á seu semelhante. E hj, coincidentemente, infelizmente, um ator global falece afogado... Juntou td e ainda mais meus hormônios de grávida, chorei muito...

    ResponderExcluir
  22. Adorei a resenha, parabéns!
    Li o livro recentimrnte e estou em ruinas, esse livro definitivamente tocou o mais profundo do meu Eu. Ficou em primeito lugar da minha lista de livros TOPs! A forma que a autora fala sobre a depressão entre outros transtornos é facinante. Um assunto bastante delicado e complexo na minha opinião, mas ela consegue aborda de uma forma leve e marcante ao mesmo tempo. A forma como ela descreve o sentimentos dos personagens principais é muito forte (estou em tratamento para depressão, anorexia nervosa e sindrome do pânico)e teve muitas passagens que me vi ali no lugar do personagem. É um livro muito reflexivo.

    ResponderExcluir