Quotes que Inspiram #2 - O Oceano no Fim do Caminho

12 de junho de 2019


Voltando com essa coluna há muito tempo esquecida, trago alguns quotes super legais e cheios de mensagens maravilindas de um dos livros mais interessantes que já li: O Oceano no Fim do Caminho, do ilustre Neil Gaiman. Bora conferir?

"Livros eram mais confiáveis que pessoas, de qualquer forma."
- pág. 18
"As plaquinhas que explicavam quem eles eram também me informaram que a maioria havia assassinado a família e vendido os corpos para a anatomia. Foi aí que, para mim, a palavra anatomia ganhou um quê de pavor. Eu não sabia o que era anatomia. Só sabia que a anatomia fazia as pessoas matarem os filhos."
- pág. 27
"A porta estava trancada. Portas trancadas impediam que outras pessoas entrassem. Uma porta trancada era sinal de que você estava lá dentro e, quando as pessoas queriam entrar no banheiro, elas mexiam na maçaneta e a porta não abria, e elas diziam 'Perdão!' ou gritavam 'Você vai demorar aí?' e..."
- pág. 85
"Vou dizer uma coisa importante para você. Os adultos também não se parecem com adultos por dentro. Por fora, são grandes e desatenciosos e sempre sabem o que estão fazendo. Por dentro, eles se parecem com o que sempre foram. Com o que eram quando tinham a sua idade. A verdade é que não existem adultos. Nenhum, no mundo inteirinho. - Ela pensou por um instante. Então sorriu. - Tirando a vovó, claro."
- pág. 130
"Eu era uma criança normal. O que significava dizer que eu era egoísta e não estava totalmente convencido da existência de coisas que não eram eu, e tinha certeza, uma certeza sólida e inabalável, de que eu era a coisa mais importante da criação. Não havia nada mais importante para mim do que eu."
- pág. 177

Despertar - Nina Lane

11 de junho de 2019

Título: Despertar - Espiral do Desejo #1
Autora: Nina Lane
Editora: Paralela
Gênero: Romance
Ano: 2018
Páginas: 320
Nota:★★★☆☆
Sinopse: Um casamento baseado no amor, no desejo e na confiança. Um segredo guardado com a melhor das intenções. Um relacionamento — intenso e imperfeito — colocado à prova.
Dean West é o grande amor e o porto seguro da vida de Olivia. Um marido dedicado, um parceiro intenso e, acima de tudo, um homem completamente apaixonado por sua mulher. Conhecedor dos segredos mais obscuros da esposa, Dean a possui por completo — hoje, amanhã e sempre.
Mas o casamento aparentemente perfeito dos dois é abalado quando Olivia descobre uma faceta até então desconhecida do passado do marido. Será que a força dos sentimentos que eles têm um pelo outro será capaz de prevalecer sobre a dor da decepção?

Resenha: Dean West é aquele tipo de marido que, a primeira vista, a maioria das mulheres mais conservadoras sonham em ter: um provedor bem sucedido, dedicado, carinhoso, companheiro, apaixonado e super protetor. Ele é casado com Olivia, uma mulher que, depois de sofrer muito na infância e ter aprendido a não confiar em ninguém, encontrou em Dean um verdadeiro porto seguro. O casamento é sólido e o relacionamento não poderia ser mais perfeito, principalmente por Olivia se sentir segura e confortável em falar sobre tudo com o marido. Ela confia em Dean de olhos fechados por acreditar que ele é a única pessoa que nunca desistiu dela e sempre irá protegê-la.
Mas nem tudo são flores... Quando Olivia decide dar um passo maior em sua vida, Dean demonstra uma posição contrária, e por estar acostumada a sempre ser apoiada por ele, Olivia, meio nonsense, fica decepcionada com a atitude do marido diante de algo que sequer aconteceu. E como se isso não bastasse para deixá-la arrasada e morta de desgosto, um segredo do passado de Dean vem à tona e ela não sabe lidar com a descoberta. A confiança sempre fora a base do relacionamento dos dois, e só de imaginar que o marido foi capaz de esconder alguma coisa, Olivia passa a se questionar sobre o quanto o conhece, desencadeando uma crise conjugal estratosférica.

O livro é dividido em três partes, e narrativa se alterna entre passado e presente para um maior entendimento dos fatos, principalmente por termos o ponto de vista de Dean ao final. Esses flashbacks acabam mostrando como era a vida de Olivia e o quanto ela era infeliz antes de Dean entrar em sua vida, além da versão de Dean para que possamos compreender (ou não) suas escolhas. Talvez o diferencial da trama se dê pelo casal de protagonistas já viverem casados há alguns anos e ainda consigam manter as chamas da paixão bem acesas, o que rende algumas cenas mais calientes (mas nem tanto).

Aqui temos Olivia, uma personagem que sempre fora bastante reservada, e isso acabou fazendo com que ela se tornasse uma esposa submissa e que tem a vida controlada pelo marido, mesmo que as intenções dele sempre tenham sido as melhores. A ideia era sempre proteger e cuidar da esposa, fazê-la se sentir sempre feliz, amada e respeitada, mas isso impediu que ela tomasse decisões por conta própria e sua vida ficou estagnada e dependente já que Olivia nunca teve iniciativa para tomar qualquer tipo de controle, e isso acaba fazendo dela uma personagem muito chata. A forma como ela coloca o marido num pedestal, como se ele fosse um deus, chega a ser irritante, e a quantidade de vezes que ela repete que Dean a "salvou" para se sentir protegida, dá um vislumbre meio doentio de ser o lado mais "frágil" desse relacionamento.

Confesso que algumas situações que Olivia enfrentou em seu passado mexeram comigo em vários momentos, mas a trama e o romance propriamente ditos envolvendo o casamento e a crise que surgiu, são exageradas ou não condizem muito bem com a idade dos personagens, que muitas vezes tem atitudes extremas demais para o que parece ser muito pequeno, ou se comportam como adolescentes que mereciam uns tabefes por ficarem insistindo na mesma coisa por muito tempo sem chegar a lugar algum. Eu morria de desespero de ver que em vez de conversarem feito pessoas normais para resolverem seus conflitos, eles iam embora e seja o que Deus quiser.

O título do livro, acredito eu, tem relação com a ideia de Olivia, enfim, conseguir enxergar que nada é realmente perfeito dentro de um relacionamento, e que, inevitavelmente, cedo ou tarde, irão surgir algumas situações das quais o casal vai ter alguma dificuldade em lidar. E é aí que ela percebe que seu casamento, seu marido, e ela mesma, tem falhas, mas nunca é tarde para tentar reparar, desde que os envolvidos estejam dispostos.

A escrita da autora é leve e bastante simples, e acaba fazendo jus à história. O livro tem algumas cenas mais quentes, mas pra quem está acostumado com romances eróticos vai sentir falta de maiores detalhes e mais "emoção" na hora do vamos ver. Achei que a história careceu de mais drama e de personagens mais maduros, e poderia ser um pouco melhor desenvolvida para sair do mesmo assunto, talvez assim o enredo fosse mais envolvente. Mas para um volume introdutório do que parece ser uma trilogia (?) a leitura é válida.

Pra ser sincera, eu não gostei muito da capa do livro. Não estou desmerecendo nem nada, mas achei que o estilo remete a esses romances de banca que fogem do padrão da editora. Em contrapartida, só tenho elogios para a diagramação e revisão da obra.

No mais, a história acaba mostrando que um relacionamento não pode ser perfeito. Duas pessoas, por mais que se completem, em algum momento terão suas divergências e precisarão aprender a lidar com os problemas que irão surgir. Não digo que o amor vai superar tudo, pois um casamento é construído e mantido com muito mais do que amor, mas se o casal reconhece que não é possível atingir a perfeição e que em muitos casos é preciso ceder, dar espaço ao outro e respeitar algumas de suas vontades e sonhos, as coisas tem muito mais chances de dar certo.


Wishlist #71 - Funkos de The Big Bang Theory

6 de junho de 2019

Acho que a série The Big Bang Theory dispensa maiores apresentações, visto que chegou ao fim agora, depois de 12 temporadas super incríveis. É uma das maiores e melhores séries da TV e só acabou por causa da saída de Jim Parsons, que interpreta Sheldon Cooper. Os personagens nerds, super inteligentes - e encalhados -, Sheldon, Leonard, Howard e Raj, acabam conhecendo Penny, a vizinha descolada, que vai tirá-los totalmente de suas zonas de conforto. A medida que a série avança, outras personagens peculiares vão aparecendo, tornando a história ainda mais engraçada e super genial.
A Funko já havia lançado os pops dos personagens (alguns com várias versões diferentes) uns anos atrás, mas o tempo acabou tornando todos eles raríssimos e com valores muito altos, e por serem de modelos bem antigos, eu acabei passando ilesa por eles (sempre achei eles bem judiados, tadinhos). Porém agora com o fim do seriado, os personagens foram relançados, alguns deles em versões de situações bastante cômicas (a Penny desleixada parecendo um bicho no episódio em que ela fica viciada num jogo online é impagável), e já fiquei de olho. Além de serem mais bonitos e com detalhes bem legais, estão com preço de pops regulares (na faixa dos 8 dólares em média). Quero todos, até o pobre coitado do Stuart (782) que também não ficou de fora dessa wave nova.


Games - Fabulous: Angela's Wedding Disaster

5 de junho de 2019

Título: Fabulous: Angela's Wedding Disaster
Desenvolvedora: GameHouse
Plataforma: Android e iOS
Categoria: Estratégia/Drama/Casual
Ano: 2018
Classificação Indicativa: Livre
Nota: 
Sinopse: Diga sim para o vestido nesse jogo de gerenciamento de tempo, com temática de casamentos!
Prepare-se para dominar a cena dos casamentos de Nova Iorque!
Trabalhando com um novo mentor, noivazillas e até mãezillas, as habilidades da Angela de criar modelitos são testadas em Fabulous – Angela’s Wedding Disaster! Angela vai encarar seu maior desafio até agora, quando ela e suas amigas, o Quarteto Fabuloso, se unem para planejar um casamento. Será que ela consegue lidar com o estresse? Ou isso vai acabar num desastre? Descubra nesse jogo hilário de gerenciamento de tempo, com temática de casamentos!
Após seu sucesso com a linha 'Rainha por Um Dia', Angela continua a desenhar vestidos para deixar as mulheres se sentindo Fabulosas! Agora, ela vai entrar no mundo atribulado de butiques para noivas. Quando se trata de casamento, você só precisa de amor e... do vestido perfeito, é claro! Angela dependerá de sua ajuda para deixar todas as noivas lindas em seu dia especial!
O casamento mais importante será para o seu amigo, Fran. Angela e o resto do Quarteto Fabuloso se unirão para dar a ele a mais incrível festa possível. No entanto, como tudo que a Angela faz, as coisas não seguirão bem como planejadas. Será que Angela poderá salvar o casamento de Fran do desastre ou será que só vai piorar as coisas?

Eu adoro joguinhos de gerenciamento de tempo com uma mecânica simples, e o diferencial dos da Game House são que eles vem com histórias divertidas, engraçadas, cheias de drama, e até emocionantes, o que torna os jogos envolventes e difíceis de largar.


Dessa vez escolhi o Angela's Wedding Disaster, o quarto da franquia Fabulous. Ele gira em torno do universo da moda em geral, e este, cuja história tem foco num casamento bastante especial, traz Angela Napoli como a protagonista. É divertido acompanhá-la em sua jornada para realizar seu sonho de se tornar uma estilista, e embora ela tenha bastante potencial, seja super competente e tenha Sebastian Worth, um renomado guru da moda, como seu mentor, ela também tem suas inseguranças, erra, reconhece e se esforça para que tudo fique perfeito.
Às vezes ela não sabe o que fazer diante de alguns pepinos, e é engraçado vê-la dividida entre suas mini versões do bem e do mal lhe dando conselhos, mas o bacana é que ela tem amigas que, juntas, formam o Quarteto Fabuloso, e sempre estão dispostas a ajudá-la, mesmo que entrem em algumas enrascadas junto com ela.

O jogo tem 60 fases e 24 desafios que complementam a história, e se dividem em 6 locais diferentes, todos eles com novos e simpáticos (ou não) personagens secundários. Cada local também conta com uma fase bônus e infinita, onde é possível jogar sem limite de tempo ou pontuação para quebrar records (não consegui mais do que 2 estrelas nessa peleja hahahaha). As histórias são individuais e envolvem relacionamentos e dramas com os moradores locais que, indiretamente, estão ligados com alguma das meninas do Quarteto, mas sem deixar de lado a história do casamento principal que gira em torno de Fran, o dono de um Café frequentado pelo Quarteto, e sua paixão por Caroline. Com ajuda das amigas, Angela começa a dar um jeitinho de reparar um grande prejuízo, preparar o casamento de Fran e criar o glorioso vestido para a noiva, mas até lá as meninas passam por lugares com estilos e cultura própria, o que acaba sendo bem interessante de se ver.


Confesso que o funcionamento em si não tem muita diferença dos demais jogos do gênero. Basicamente é pegar ou montar o item solicitado pelas clientes em tempo hábil o bastante para que elas não fiquem nervosas e não desistam do atendimento, pontuar, ganhar dinheiro e trocar por recompensas que vão facilitar a jogabilidade e o trabalho de Angela. Há também uma área exclusiva para coleções de roupas que podem ser iniciadas a partir dos diamantes coletados nas fases, ou um scrapbook descolado montado a partir de conquistas no jogo. O diferencial é o roteiro da história, é acompanhar a trajetória de Angela e suas amigas para saber o desfecho, que é bem bacana inclusive.


As fases são desbloqueadas assim que a anterior é completada, e uma grande vantagem é que, embora seja possível pagar para não assistir anúncios, é possível desbloquear o jogo por completo desde que os anúncios sejam assistidos. Basta ter internet disponível no celular para assisti-los (que variem entre 30 e 5 segundos) poder avançar nas fases e se divertir bastante.
No mais, é um joguinho viciante pra quem curte o gênero e quer passar passar o tempo! Super recomendo!