5 de novembro de 2018

Uma Coisa Absolutamente Fantástica - Hank Green

Título: Uma Coisa Absolutamente Fantástica
Autor: Hank Green
Editora: Seguinte
Gênero: Jovem Adulto/Sci-fi
Ano: 2018
Páginas: 344
Nota:
Sinopse: Enquanto volta para casa depois de trabalhar até de madrugada, a jovem April May esbarra numa escultura gigante. Impressionada com sua aparência — uma espécie de robô de três metros de altura —, April chama seu amigo Andy para gravar um vídeo sobre a aparição e postar no YouTube. No dia seguinte, a garota acorda e descobre que há esculturas idênticas em dezenas de cidades pelo mundo, sem que ninguém saiba como foram parar lá. Por ter sido o primeiro registro, o vídeo de April viraliza e ela se vê sob os holofotes da mídia mundial.
Agora, April terá de lidar com os impactos da fama em seus relacionamentos, em sua segurança, e em sua própria identidade. Tudo isso enquanto tenta descobrir o que são essas esculturas — e o que querem de nós.
Divertida e envolvente, essa história trata de temas muito relevantes nos dias atuais: como lidamos com o medo e o desconhecido e, principalmente, como as redes sociais estão mudando conceitos como fama, retórica e radicalização.

Resenha: April é uma jovem de vinte e poucos anos que mora em Nova York. Ela divide o apartamento com Maya, cujo relacionamento amoroso ela não assume de jeito nenhum, trabalha numa start-up que prefere manter anônima depois de ter assinado um contrato absurdo, se endividou fazendo faculdade de design, e assim vai levando sua vida.

Um dia, ao sair do trabalho de madrugada pra ir pra casa, ela se depara com uma estátua de três metros de altura que parece ter surgido do nada, bem no meio da rua. A escultura gigante, que é bem parecida com um Transformer, a deixou impressionada. Pra ela, que sempre gostou de belas-artes, se tratava de alguma obra de arte digna de admiração e amor, e, mesmo que fosse três horas da manhã, ela não hesitou em ligar para Andy, seu amigo da época da faculdade, para levar sua parafernália de audio visual ao local e gravarem uma "entrevista" para postarem no Youtube. Esta poderia ser a tão almejada oportunidade de Andy aparecer na internet, mas por ser mais carismática, April é quem conduz a entrevista enquanto ele fica responsável pela gravação e edição do vídeo.

No dia seguinte, April, que havia chamado o robô de Carl, descobre que várias outras esculturas apareceram em diversos lugares do mundo, e descobre também que, por ter feito o primeiro registro de um contato direto com o robô misterioso, o vídeo viralizou de tal forma que ela ficou famosa, e agora está sob holofotes da mídia e no mundo inteiro, ganhando dinheiro fácil, reunindo fãs - e, claro, haters também.

Assim, além de precisar lidar com a fama repentina e as consequências disso em sua vida e na vida das pessoas ao seu redor, April também se vê envolvida no mistério das aparições desses "Carls". E quando toda a humanidade começou a ter o mesmo sonho em que tudo parece ter a ver com essas figuras, April irá buscar respostas para o que elas são, e o que querem.

A história é narrada em primeira pessoa pelo ponto de vista de April, e logo no início ela já deixa uma observação um tanto petulante, deixando claro para o leitor o quanto ela não é lá muito confiável e muito menos humilde.
Embora a premissa soe familiar, a história é conduzida de forma bastante satisfatória, principalmente quando começam a surgir questões que remetem a atualidade. Dessa forma, Carl, e todos os outros Carls, acaba sendo um elemento que aparece para desencadear os demais acontecimentos, fazendo com que alguns comportamentos e atitudes venham à tona, e mostrando as pessoas da forma como elas são de verdade e do que são capazes. O que ficou evidente pra mim foi a questão da reação das pessoas ao desconhecido, o quanto o medo desencadeado por aquilo que não se conhece pode afetar suas vidas, e como tais elementos combinados podem ser o estopim para unir a humanidade de uma forma bastante peculiar...

O autor também trabalha no polêmico tema envolvendo a fama de youtubers, o desespero de alguns para se tornarem famosos, terem milhões de visualizações, e, assim, ganharem dinheiro "fácil" somente para aparecer nessa plataforma, independente do que o vídeo trate, e como isso se torna um vício. A fama acaba subindo pra cabeça, a necessidade de atenção aumenta, a sensação de estar acima dos meros mortais também, e a presença de haters é um verdadeiro tormento, pois nem todos entendem que é impossível agradar todo mundo e que as pessoas podem - e devem - discordar das outras. Um ponto bem interessante sobre isso é que as pessoas começaram a ficar divididas entre April e um outro youtuber, Peter, que pensa diferente dela. Isso desencadeia uma enorme polarização entre o povo. Peter é intolerante, ele ataca com discursos de ódio, espalha mentiras, faz as pessoas sentirem medo criando pânico, acusa April de traidora, e, ainda assim, muitos o idolatram e estão ao seu lado lutando a seu favor em prol da destruição dos Carls que April tanto defende... Do lado de April temos os Sonhadores, pessoas que acreditam que os Carls estão alí para unir a humanidade e fazer o bem, e do lado de Peter, os Defensores, que acham que os Carls são verdadeiras ameaças que devem ser combatidas. Não é um mero acaso que isso tenha uma ligação nada sutil com a a Esquerda e a Direita na política, e como as pessoas escolhem seu lado com base no que se identificam, no acreditam e o que querem para o futuro.

Ainda dentro desse tema, o autor trabalha a inclusão das minorias, orientação sexual, raça, credo e afins, e como muitos são perseguidos, sofrendo com intolerância e preconceito com base no que são levados a acreditar. As pessoas são iguais, merecem respeito e devem ter os mesmos direitos e deveres que qualquer um, mas sempre existem aqueles que acreditam que são melhores e que suas causas estão acima de tudo e de todos, e quando são estimulados por determinados discursos, acabam se sentindo invencíveis e intocáveis, como se pudessem sair por aí fazendo o que querem, como querem...

April é uma protagonista bem difícil, e desde o início o revirar de olhos é inevitável. Acompanhamos seu processo de se tornar famosa, de precisar ter mais seguidores, da necessidade de ter mais visualizações e mais fãs clamando por ela, de lidar com opiniões contrárias e rejeição, e mesmo que ela fique obcecada em desvendar o mistério de Carl, ela acaba mostrando o quanto ela se torna irresponsável, egoísta, o quanto se distancia dos amigos e o quanto coloca o que pode ganhar em cima dos outros em primeiro lugar. E há um caminho razoavelmente longo até que ela caia em si.
Ela se acha "única", e seu "autoendeusamento" e carência extrema acerca da fama repentina que consegue é de matar qualquer um de preguiça, e pelo fato da narrativa partir do ponto de vista dela, não temos outra escolha a não ser engolir sua chatice e ver o mundo da forma como ela vê.

Enfim, o livro superou minhas expectativas e teve questões mais profundas e relevantes do que pensei. Não nego que existem, sim, algumas pequenas inconsistências e situações meio WTF na trama, mas a ideia de trazer reflexões acerca de um tema tão importante e atual, de forma leve e muito inteligente, é algo absolutamente fantástico.

4 de novembro de 2018

Novidades de Novembro - Arqueiro

Justiça a Qualquer Preço - John Grisham

Mark, Todd e Zola ingressaram na faculdade de Direito porque queriam mudar o mundo e torná-lo um lugar melhor. Fizeram empréstimos altíssimos para pagar uma instituição de ponta e agora, cursando o último semestre, descobrem que os formandos raramente passam no exame da Ordem dos Advogados e, muito menos, conseguem bons empregos.
Quando ficam sabendo que a universidade pertence a um obscuro operador de investimentos de alto risco que, por acaso, também é dono de um banco especializado em empréstimos estudantis, os três se dão conta de que caíram no grande golpe das faculdades de Direito.
Então eles começam a bolar uma forma de se livrar da dívida esmagadora, desmascarar o banco e o esquema fraudulento e ainda ganhar alguns trocados no caminho. Mas, para isso, precisam abandonar a faculdade, fingir que são habilitados a exercer a profissão e entrar em uma batalha contra um bilionário e o FBI.
Arranje uma poltrona bem confortável, porque você não vai conseguir largar Justiça a qualquer preço.

Ilha de Vidro - Os Guardiões #3 - Nora Roberts

Nerezza, a deusa da escuridão, ainda não desistiu de obter as Estrelas da Sorte e destruir todos os mundos. As Estrelas de Fogo e de Água já foram recuperadas pelos seis guardiões, mas resta a Estrela de Gelo, e a batalha atingirá seu clímax.
Doyle McCleary, o espadachim imortal, prometeu nunca mais voltar para casa. No entanto, quando a procura pela última estrela o leva ao condado de Clare, na Irlanda, ele deve encarar o passado. Três séculos atrás, uma tragédia o obrigou a fechar o coração para o amor, sobrando em seu peito apenas morte e solidão. Sua natureza selvagem só não é mais intensa que a de Riley... e da loba que há dentro dela.
Arqueóloga e licantropa, a Dra. Riley Gwin não se rebaixa a ninguém. Fechada em sua biblioteca, em busca da misteriosa Ilha de Vidro, ela tenta negar a forte atração que sente por Doyle. Afinal, a última coisa de que precisa é uma distração.
À medida que o último desafio dos guardiões se aproxima, a loba e o imortal têm que unir forças pela vida de seus amigos. Com Nerezza recuperada e furiosa, os dois vão descobrir que a melhor arma para dar fim à escuridão talvez seja o amor.

A Irmã da Lua - As Sete Irmãs #5 - Lucinda Riley

Em A irmã da lua, quinto volume da série As Sete Irmãs, duas jovens separadas por um século têm suas vidas entrelaçadas numa emocionante história sobre fé, tradição, paixão e sobrevivência.
Entre as filhas adotivas de Pa Salt, Tiggy D’Aplièse é conhecida como a instintiva e sensível. Envolvida em sua carreira na proteção de animais selvagens, ela não sabe se está preparada para seguir as pistas de suas origens, deixadas pelo pai.
Ao aceitar um novo emprego nas belíssimas Terras Altas escocesas, Tiggy fica apaixonada pela remota propriedade, administrada pelo enigmático Charlie Kinnaird. O belo cirurgião cardíaco acabou de herdá-la e enfrenta problemas para reerguê-la e transformá-la em um santuário para as espécies nativas.
Em seu novo lar, Tiggy encontra o velho cigano Chilly, que altera totalmente seu destino. Ele conta que ela não só possui um sexto sentido, proveniente dos ancestrais, como há tempos foi previsto que ele a levaria até suas origens na Espanha, nas montanhas sagradas de Sacromonte, à sombra da magnífica Alhambra.

Os Tambores do Outono - Outlander #4 - Diana Gabaldon

Após tomar a difícil decisão de deixar a filha no século XX e viajar no tempo novamente para reencontrar seu grande amor, Claire Randall tem mais um desafio: criar raízes na América colonial do século XVIII ao lado de Jamie Fraser. Eles partem rumo à Carolina do Norte para achar um novo lar e contam com a ajuda de Jocasta Cameron, tia de Jamie e dona de uma propriedade na região.
Enquanto isso, em 1969, Brianna Randall se une a Roger Wakefield, professor de história e descendente do clã dos MacKenzie, para descobrir as respostas sobre as próprias origens e sobre Jamie, o pai biológico que nunca conheceu.
Em meio às buscas, ambos encontram indícios de um incêndio fatal envolvendo os pais de Brianna. Mas Roger não pode lhe contar isso, porque sabe que a namorada tentaria voltar no tempo para salvá-los. Por outro lado, Brianna também não compartilha sua descoberta, pois tem certeza de que Roger tentaria impedi-la.
Nesse livro emocionante, repleto de ação, intrigas e detalhes históricos, as barreiras do espaço e do tempo são postas à prova pelo amor de um casal e pela coragem de sua filha em mudar o destino.

Um Acordo Pecaminoso - Os Ravenels #3 - Lisa Kleypas

Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.
Para alcançar seus objetivos, os dois fazem um acordo curioso, e entram em uma batalha de vontades divertida e sensual, como só Lisa Kleypas é capaz de criar.


3 de novembro de 2018

Os Portais da Casa dos Mortos - Steven Erikson

Título: Os Portais da Casa dos Mortos - O Livro Malazano dos Caídos #2
Autor: Steven Erikson
Editora: Arqueiro
Gênero: Alta Fantasia
Ano: 2018
Páginas: 816
Nota:
Sinopse: Já se passaram dez anos desde que Laseen tomou o trono com um ardil traiçoeiro, mas, à medida que o Ano de Dryjhna se aproxima, o Império Malazano se vê à beira da anarquia, enfraquecido pelos acontecimentos na cidade de Darujhistan. Muitas das regiões controladas pelo punho de ferro da imperatriz ameaçam acender a fagulha da revolução.
No meio do vasto domínio das Sete Cidades fica o Deserto Sagrado Raraku, onde estão os resquícios de incontáveis civilizações extintas há muito tempo. Nesse lugar repleto de segredos e magia, a Vidente Sha’ik e os seguidores do Apocalipse preparam um levante contra o poderoso império, conforme previsto nas antigas profecias.
Enquanto as forças convergem contra Laseen, ela reúne um exército de assassinos, feiticeiros e espiões para combater a rebelião e ampliar seu império cruel. Em meio a uma fúria e um poder jamais vistos, o mundo está prestes a mergulhar em uma guerra sangrenta, capaz de mudar os destinos de homens e civilizações, criando lendas que atravessarão os séculos.

Resenha: A história da série "O Livro Malazano dos Caídos" gira em torno da rebelião nas Sete Cidades. Enquanto o primeiro livro foi ambientado em Genabackis, este se passa dez anos depois dos acontecimentos anteriores, em Raraku, um outro continente. A maior parte do grupo de personagens permeneceu em Genabackis após os eventos finais do livro anterior, assim, Fiddler e Kalam seguiram para as Sete Cidades, onde uma rebelião estava prestes a eclodir devido a uma profecia que previa o Apocalipse. Quando a profetisa do Deserto Sagrado de Raraku receber o Livro de Dryjhna, ela receberá o espírito da deusa e a rebelião que visa libertar as Sete Cidades contra os Malazanos irá se erguer.
Dessa forma, com o Império prestes a se rebelar, as forças de Malazan são lideradas por Coltaine, um líder militar lendário e experiente que já havia liderado uma rebelião em outra ocasião.

Embora se trate de uma série, este volume é bem independente do anterior, já que traz novos personagens, se passa num lugar diferente e tem um plot diferente. Ainda assim, não acho que a leitura deva ser feita fora de ordem, pois é com o primeiro volume que somos apresentados a este universo fantástico para que, no segundo, já possamos estar habituados e tudo possa fluir melhor. Mesmo que seja mais complexo, a história acaba sendo mais fácil de seguir, principalmente devido a construção dos personagens cujo desenvolvimento de caráter, sentimentos e personalidades foram excelentes.

Narrado em terceira pessoa, a história aborda todos os aspectos de uma guerra, com batalhas sangrentas e jornadas de buscas pessoais que movimentam a trama e fazem com que o leitor mergulhe nesse universo surpreendente. A construção de mundo é fascinante, a forma como os plots se entrelaçam para que tudo faça sentido é incrível, e os elementos que compõe o enredo no que diz respeito a cultura e a atmosfera só enriquecem a trama.

As Sete Cidades retratam uma civilização desolada e em desespero devido às ruínas. E em meio a esse cenário de devastação, temos cinco histórias acontecendo paralelamente ao que se passa no Deserto Sagrado de Raraku.

Ainda topamos com alguns personagens vistos no primeiro livro, mas o foco recai sobre os novos. Não vou me aprofundar em cada personagem, mas posso afirmar que além de serem muito humanos, há momentos envolvendo amizade, coragem, determinação, honra, respeito e lealdade que acabam tornando a história ainda mais profunda e cheia de significados, principalmente quando contrastam com o desespero, a tristeza causadas por traições e falta de esperança desencadeadas pela profecia, e as ações de todos eles são memoráveis e dignas de admiração. São suas atitudes e escolhas que definem o desfecho.

As cenas de batalha são impressionantes, principalmente pelas táticas militares e magia. A escrita do autor remete a algo cinematográfico, então é possível visualizar as belezas e os horrores de cada detalhe. O cenário é vívido e parece ser um personagem a parte. Sangue, carnificina, caos, magia e uma avalanche de cenas de ação estão ali para ajudar no desenvolvimento da trama e causar diversos tipos de reações no leitor.

Faz vários meses que recebi esse livro, e depois de fazer a leitura dele em parcelas a perder de vista, eis que posso comemorar essa vitória de ter finalizado mais de 800 páginas de uma trama complexa, intrincada, sombria e genial o bastante para se tornar uma das melhores séries de alta fantasia já publicadas até então, e que é indispensável para quem é fã do gênero. Em suma, Os Portais da Casa dos Mortos oferece um enredo fantástico e envolvente, onde os leitores irão embarcar numa jornada épica e inesquecível.

2 de novembro de 2018

Wishlist #57 - Funkos de Tom & Jerry

Tom e Jerry, os de meados dos anos 40 até final dos anos 60, é um dos meus desenhos de Hanna Barbera favoritos da vida. Antigamente era comum a gente assistir essas animações, livres de preconceito e taxação, cheias de violência, insinuações diversas, humor negro, e outras barbaridades, que hoje não existem mais nos desenhos infantis. E mesmo sendo tão infame, o desenho é engraçado, divertido e, quase 70 anos depois, ainda consegue ser melhor que muito desenho da atualidade. Se eu quero os popinhos? Nããããão... imagina...

Pra quem tem dúvidas, segue a linha do tempo, através dos traços do Tom, dos episódios da animação: