4 de fevereiro de 2016

TAG: Viciados em Séries


Ei, gente!
O Matheus do blog Vida de Leitor me indicou pra responder a tag Viciados em Séries e acho que essa vai ser a primeira vez que falo sobre esse tema aqui no blog *o*
Não digo que sou uma viciada em seriados pois meu tempo é super curto e quando tenho algum livre geralmente aproveito pra por as leituras em dia, mas sempre que posso assisto, sim, algumas séries.
Bora conferir um pouquinho sobre as séries que gosto?

1 - Qual sua série favorita?
¡Ay, caramba! Os Simpsons, com certeza é minha série favorita.
As sátiras e críticas que são feitas sobre o estilo de vida da classe média dos Estados Unidos, assim como a cultura e a própria condição humana através de uma família que, na teoria, deveria ser tradicional é simplesmente hilária. Não é a toa que a série está no ar há quase 30 anos!
Confesso que deixei de acompanhar a série pela televisão, mas sou tão fã que vou comprando as temporadas assim que são lançadas para poder ver e rever sempre que quiser. Do'h!

2 - Qual série você indica para todo mundo?

Breaking Bad foi uma das séries que mais me surpreenderam até o momento. Comprei o box pra presentear minha filha e nunca tive curiosidade para assistir por pensar que um seriado que envolvesse o mundo das drogas não seria algo interessante. Mas, pra minha surpresa, quando decidi acompanhar a série um ano depois de ter comprado, quebrei a cara ao perceber que a história não se concentra apenas nesse universo e vai muito, muito além, tratando principalmente dos dramas familiares enfrentados por Walter White, um professor de química genial - mas muito malsucedido em sua carreira - que descobre ter câncer e decide usar seus conhecimentos para produzir metanfetamina e abraçar a vida do crime pensando no bem estar financeiro de sua família. Não posso deixar de citar que há também os dramas psicológicos vividos por Jesse Pinkman, viciado e traficante, que se torna seu parceiro. O espaço aqui é muito pequeno para poder falar sobre a grandiosidade da série e o quanto ela é empolgante, viciante e super inteligente!

3 - Qual série tem o melhor figurino?
The Walking Dead é uma das melhores séries que já vi, não só pela excelente história e desenvolvimento dos personagens, mas pela caracterização e pelos zumbis que conseguem ser grotescamente incríveis e realistas!

4 - Qual foi a última série que você assistiu?
Better Call Saul é um spin off do seriado Breaking Bad e quem protagoniza a série é o advogado Saul Goodman. Se o personagem já esbanjava carisma na série principal com suas picaretagens e seu jeito excêntrico de ser, em Better Call Saul é possível conhecer o personagem mais a fundo e saber de suas origens e seus feitos anos antes de se tornar advogado - e cúmplice - de Walter White.
Better Call Saul é uma excelente pedida principalmente por trazer personagens que ficaram conhecidos em Breaking Bad, assim podemos saber um pouco da vida deles também, como Mike e até o psicótico traficante Tuco!

5 - Já ficou triste com o final de alguma série?
Eu e meio mundo sofremos quando Friends acabou e acho que essa série ter chegado ao fim dispensa comentários...

6 - Qual personagem você gostaria de ser?

Acho que se fosse pra eu escolher uma personagem que eu pudesse ser, seria Carol Peletier, de The Walking Dead.
Carol é uma personagem que vivia oprimida pelo marido abusivo mas após sua morte ela foi capaz de se transformar, se tornando determinada e muito forte em meio a um mundo sem leis em que a sobrevivência é o que move as pessoas. Ela inclusive deixou de ser uma personagem secundária e sem sal para fazer parte do grupo dos mais fortes, sendo uma das que lideram ou tomam decisões importantes sem abaixar a cabeça pra homem nenhum. Foram suas dores que a motivaram a ser alguém que segue em frente, sem olhar pra trás.

7 - Qual série você tem vontade de assistir?
Na verdade são duas...

Apesar de ser uma adaptação e a história ter sofrido várias alterações para que se tornasse um drama cheio de toques praticamente eróticos, The Tudors é baseada na história de Henrique VIII da Inglaterra, um monarca que não colocava os assuntos de Estado entre suas prioridades e chegou a desafiar a Igreja Católica em nome de seus desejos carnais que ele não fazia questão de esconder. Tenho o box em casa, já tentei assistir por diversas vezes mas nunca consigo. Minha experiência com The Tudors se resumiu a episódios aleatórios que pegava na TV, mas o pouco contato que tive já serviu pra eu ter gostado e ficado curiosa pra terminar de assistir. É impossível assistir alguma coisa que contenha cenas de sexo quase explícito quando se tem crianças em casa...


Outra série que tenho muita vontade de assistir é Game of Thrones. As críticas são super positivas mas fico em dúvida se parto pra série sem ter lido os livros. Não conheço muito da história e nem procuro saber pra evitar spoilers, mas assim que puder quero assistir, com certeza.

8 - Qual série você não tem vontade de assistir?

The Vampire Diaries não me atraiu, tanto pela premissa quanto pelo elenco... Acho que existem tantas histórias do mesmo estilo, seja em livros ou filmes, que acabei ficando saturada e perdi o interesse quando trouxeram a série...

9 - Você assistiu uma série só por assistir?
Eu faço parte do minúsculo grupo de pessoas nesse país que não assistem novelas, mas não nego que Desperate Housewives era uma enorme novela em forma de seriado. Eu não sei o que acontecia com minha pessoa quando algum episódio passava mas, lá estava eu, envolvida com os dilemas e confusões daquelas donas de casa desesperadas cheias de problemas e que viviam bolando planos mirabolantes pra qualquer tipo de situação. O problema era que minha empolgação se resumia somente ao episódio em questão e. por mais que ele acabasse em alguma situação desesperadora que só seria resolvida sabe-se lá quando, eu não me via na obrigação de assistir aos outros. Se desse pra assistir, bem, se não, bem também. Num episódio futuro era possível captar o que aconteceu, mesmo que eu tenha perdido algum detalhe anterior.

10 - Pense em alguém, diga o nome dessa pessoa e fale uma série que vocês gostam em comum.
Não costumo conversar muito sobre séries, mas sei que a Chrys, do blog Todas as Coisas do Meu Mundo também curte muito The Walking Dead :)

Vou deixar a tag em aberto, então se quiserem responder, sintam-se a vontade ;)
3 de fevereiro de 2016

Uma Vez na Vida - Marianne Kavanagh

Título: Uma Vez na Vida
Autora: Marianne Kavanagh
Editora: Única
Gênero: Romance
Ano: 2015
Páginas: 288
Nota
Onde comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: Uma história de amor, encontros e.... desencontros!
Conheça Tess. Obcecada por roupas vintage, ela está sempre enrolada no emprego que detesta e em dúvida sobre seu namorado bonitão Dominic, que conheceu na universidade. Morando em um adorável apartamento com sua melhor amiga, Kirsty, ela poderia se considerar uma pessoa de sorte. Mas se sua vida é tão perfeita, por que ela se desfaz em lágrimas toda vez que pensa no futuro?
Conheça George. Um músico brilhante que divide seu tempo entre brigar com os companheiros de sua banda de jazz e se preocupar com o pai doente. Mas ele sabe que a vida não é só isso. Deve haver mais alguma coisa. Algo especial.
Tess e George são duas partes de um todo, almas gêmeas. Para a sorte deles, seus amigos em comum sabem que eles são feitos um para o outro. O problema é que eles não se conhecem e, sempre que a oportunidade aparece, a vida chacoalha os dois para longe.
E agora? Se todos têm uma alma gêmea, como o destino faz para uni-los?
Acompanhe a história divertida e apaixonante de Tess e George durante uma década de encontros malsucedidos, frustrações românticas e uma dúzia de recomeços. Uma vez na vida é uma comédia romântica moderna e inteligente sobre amizade, destino e oportunidades perdidas e reconquistadas!

Resenha: Uma vez na vida é o livro de estreia da autora Marianne Kavanagh, publicado no Brasil pela Única.

O que fazer quando duas almas gêmeas nunca se encontram e nem mesmo se conhecem?
Tess e George possuem amigos em comum, se esbarram em eventos esporadicamente e quase são apresentados um ao outro, mas nunca realmente se encontraram a ponto de se conhecerem. Eles são almas gêmeas, mas por mais que o destino queira uní-los, tudo conspira para que eles tenham desencontros ou simplesmente não percebam os sinais... Logo as coisas ficam um pouco mais difíceis do que parece...
Tess é uma jovem de vinte e três anos e namora Dominic desde a faculdade, adora roupas no estilo vintage e não está muito feliz com o emprego de longa data que possui. Ela mora com a melhor amiga, Kirsty, que vive lhe dizendo que Dominic não é o cara ideal para ela e que conhece alguém que seria perfeito para a amiga: George! Sua vida é aparentemente perfeita, mas no fundo ela sente que lhe falta algo para lhe completar...
George, ao contrário de Tess, é quase um andarilho. Nada o mantém preso em um lugar específico e, por ter um enorme talento musical, ele vaga pelos bares com sua banda de jazz, com quem vive brigando, em busca de reconhecimento e sucesso. Ele também se dedica ao pai doente. Apesar de difícil, George sente que sua vida não se resume ao que está vivendo, e assim como Tess, também pensa que falta algo para que ele se torne completo...
Com o passar dos anos cada um cuida da própria vida a sua maneira, seguem caminhos diferentes e se afastam ainda mais, mas a distância só é responsável por fazê-los pensar o quanto estão incompletos e que lhes falta alguém com quem compartilhar o resto dos dias. Seus amigos sabem que eles deveriam estar juntos, os próprios interesses que possuem indicam que eles são perfeitos um para o outro, mas eles não se encontram nunca, ou quando estão próximos disso, é tarde demais para se conhecerem.

O livro é ambientado em Londres, é narrado em terceira pessoa e os capítulos se referem aos anos que se passam durante os encontros e desencontros dos protagonistas.
O foco se alterna entre os personagens o que permite que o leitor saiba todas as oportunidades irritantemente perdidas que ambos tiveram. A história é comovente e cheia de toques de humor mesmo que, às vezes, remeta à frustração devido a situação dos personagens que são impedidos a todo momento de se encontrarem, o que considerei até um tanto enrolado como se o enredo não se desenvolvesse nunca, mas posso dizer que ainda assim a ideia geral da história é uma graça e torcemos para eles a cada instante. O que achei bem bacana é que, além do final super fofo, ficamos refletindo sobre a ideia das almas gêmeas e como os opostos se atraem. George e Tess são tão diferentes um do outro, mas ao mesmo tempo possuem tantas semelhanças que é impossível não acreditar que não sejam mesmo feitos um pro outro. Durante a leitura é possível criar uma enorme expectativa sobre o encontro dos dois, se realmente é algo que vai dar certo por eles combinarem tão bem ou se é só algo que passamos a acreditar por causa do que os amigos dizem sobre eles serem perfeitos juntos.
Ambos são bem agradáveis, mas também possuem falhas e por alguns momentos a vontade é de sacudí-los. Os personagens secundários tiveram grande parcela na questão de movimentar a trama, mas senti que a autora pecou na construção de pequenos detalhes em suas caracteristicas, assim como como em potencializar o enredo trabalhando nos sonhos de cada protagonista e como alguns detalhes poderiam dar um gás à história tornando-a mais empolgante. Talvez tenha sido algo proposital, para mostrar que é necessário correr atrás em vez de viver uma vida estagnada enquanto se espera o amor bater a porta, do além, logo, fica no ar a questão sobre Tess acreditar que as pessoas só podem estar completas e prontas para realizarem os sonhos ao encontrarem o amor. Será mesmo?

A capa é bem minimalista, mas o desenho das mãos que quase se tocam ilustram bem a situação dos personagens. A diagramação é simples, os diálogos são apresentados com aspas em vez de travessão, as páginas são amarelas e não lembro de ter percebido algum erro na revisão.

Em suma, Uma Vez na Vida é um livro divertido que aborda a ideia da luta por algo que irá nos tirar da nossa zona de conforto, e qual o tamanho do caminho que estamos dispostos a percorrer quando o assunto é a felicidade. É um livro que mostra o amor de uma maneira diferente da qual estamos acostumados mas, ao final, deixa uma enorme sensação de conforto e de que a leitura valeu a pena por mostrar que esse sentimento tão particular tem várias formas de ser encarado, assim como chega para cada um de forma diferente, nos momentos mais inusitados e inesperados.


2 de fevereiro de 2016

Novidades de Fevereiro - Intrínseca

Depois de Você - Como Eu Era Antes de Você #2 - Jojo Moyes
Quando uma história termina, outra tem que começar.
Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Cidade dos Etéreos - O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares #2 - Ransom Riggs
Cidade dos Etéreos dá sequência ao celebrado O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares, em que o jovem Jacob Portman, para descobrir a verdade sobre a morte do avô, segue pistas que o levam a um antigo lar para crianças em uma ilha galesa. O orfanato abriga crianças com dons sobrenaturais, protegidas graças à poderosa magia da diretora, a srta. Peregrine.
Neste segundo livro, o grupo de peculiares precisa deter um exército de monstros terríveis, e a srta. Peregrine, única pessoa que pode ajudá-los, está presa no corpo de uma ave. Jacob e seus novos amigos partem rumo a Londres, cidade onde os peculiares se concentram. Eles têm a esperança de, lá, encontrar uma cura para a amada srta. Peregrine, mas, na cidade devastada pela guerra, surpresas ameaçadoras estão à espreita em cada esquina. E, além de levar as crianças a um lugar seguro, Jacob terá que tomar uma decisão importante quanto a seu amor por Emma, uma das peculiares.
Telecinesia e viagens no tempo, ciganos e atrações de circo, malignos seres invisíveis e um desfile de animais inusitados, além de uma inédita coleção de fotografias de época — tudo isso se combina para fazer de Cidade dos etéreos uma história de fantasia comovente, uma experiência de leitura única e impactante.

Simon vs. a Agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli
Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.
Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.
Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.

Um Presente da Tiffany - Melissa Hill
Véspera de Natal na Quinta Avenida: dois homens estão comprando presentes para as mulheres que amam.
Gary quer dar para a namorada, Rachel, uma pulseira de berloques. Em parte, como agradecimento por ela ter pagado a viagem a Nova York durante as festas de fim de ano, mas principalmente porque ele deixou, como sempre, tudo para a última hora.
Enquanto isso, Ethan está procurando algo mais especial — um anel de noivado para Vanessa, a mulher que conseguiu levar felicidade à sua vida e à de sua filha depois da morte da primeira esposa, que ele amava tanto.
A vida desses dois casais acaba se cruzando por acidente. Quando as sacolas de compras dos dois homens se misturam sem que ninguém perceba, Rachel ganha o anel de noivado que seria de Vanessa, e encontrar a joia para entregá-la à sua legítima dona revela-se uma tarefa mais complicada do que Ethan imaginava.
Será que o destino tem algo inesperado reservado para os casais? Ou será a magia da Tiffany que está no ar?

O Universo Numa Casca de Noz - Stephen Hawking
Após o enorme sucesso de Uma breve história do tempo, a Intrínseca traz a luxuosa reedição de O universo numa casca de noz, na qual Stephen Hawking se vale de ilustrações, fotos e esquemas detalhados para mostrar grandes descobertas no campo da física teórica. Tudo isso, é claro, com sua conhecida clareza, elucidando temas complexos por meio de conceitos e ideias do dia a dia, como a inflação, as cartas de baralho e as linhas ferroviárias, e permeado com seu peculiar senso de humor.
O livro traz muito da personalidade de Hawking, um dos maiores nomes da ciência atual e figura bem conhecida por suas ideias provocadoras e seu carisma. Ele guiará o leitor através do microcosmo quântico e do macrocosmo universal, discutindo as extraordinárias leis que regem o cosmos e as principais teorias hoje debatidas — o que também conta a saga de Hawking e dos físicos mais importantes de todos os tempos atrás do grande objetivo da ciência: a Teoria de Tudo. Para isso, serão apresentados conceitos caros à física teórica, como a supergravidade, a teoria quântica, a teoria-M, a holografia e a dualidade. Também são abordadas as propostas mais relevantes que desafiam o nosso entendimento atual de como funciona o universo.
Com astronautas engolidos por buracos negros, viajantes do tempo, o debate sobre a origem do universo (e de todos nós), seu possível fim e a existência de vida em outras galáxias, além de curiosos questionamentos sobre o futuro biológico e tecnológico da humanidade em si, O universo numa casca de noz é leitura obrigatória para aqueles que querem se aventurar no que há de mais instigante hoje na física e para os que almejam ver como muitas vezes a teoria pode ser muito mais extraordinária do que a ficção científica.

Uma Vida no Escuro - Anna Lyndsey
Com uma carreira consolidada e um apartamento recém-comprado em Londres, parecia que a única preocupação de Anna Lyndsey seria a manutenção de seu padrão de vida. No entanto, o que começou como um desconforto diante da tela do computador revelou-se uma grave sensibilidade a qualquer fonte de luz. Em pouco tempo, trabalhar tornou-se inviável, e mesmo atividades corriqueiras passaram a causar dores lancinantes. Conforme os sintomas foram se agravando, ela precisou abrir mão da casa, da independência e de qualquer possibilidade de planos futuros.
Diante do relato de Anna sobre seus dias na escuridão, é impossível para o leitor não se perguntar o que de fato é fundamental. Se quase todas as opções fossem retiradas, das mais corriqueiras às mais preciosas, o que faria a vida continuar valendo a pena? Em uma situação em que as luzes e telas que deveriam significar segurança e comodidade são um perigo iminente, não seria de se admirar que Anna entrasse em depressão ou até mesmo cometesse suicídio.
No entanto, ela nos revela uma existência com mais nuances do que se poderia esperar de alguém mergulhado no mais profundo breu. Entre audiolivros, jogos de palavras e formas inusitadas de banir os raios de luz, Anna descobre meios de afastar os pensamentos deprimentes e perseverar mesmo com a incerteza de sua condição. Com seu contato com o mundo externo restrito à família, ao marido e às raras visitas, ela aprende a valorizar cada segundo de remissão da sua sensibilidade, admirando a natureza, a rotina e até as tarefas domésticas de uma perspectiva completamente nova.


Novidades de Fevereiro - Geração Editorial

Geração

Nova Ordem Mundial - A Guerra dos FAE #4 - Elle Casey
Jayne e seus amigos estão numa encruzilhada, tendo que enfrentar a batalha final que decidirá a formação da nova ordem exigida pelo mundo sempre em guerra entre os Fae da Luz e da Escuridão.
Jayne se encontra numa encruzilhada não somente no terreno da estratégia e da magia, mas também do coração, que está dividido entre seu anjo da guarda e seu amigo elemental, Chase e Spike. Acontecimentos inesperados darão um toque surpreendente de romantismo e lágrimas neste último volume da Guerra dos FAE.
Surpresas após surpresas são mantidas até o final, que será ainda mais surpreendente para os fãs da insolente e destemida Jayne. E estão de volta o bom humor com o duende Tim e suas palhaçadas, bem como todos os perigos de um mundo onde de cada personagem ou situação pode brotar uma revelação inesperada, exigindo novas lutas e difíceis adaptações.
O mundo de aventuras de Elle Casey em A Guerra dos FAE tem aqui um encerramento apoteótico e brilhante.

Jardim dos Livros

As Lições do Mestre - Confúcio
Esta é uma seleção de ensinamentos de Confúcio (551-479 a.C.), um dos maiores vultos da filosofia e da religião. Confúcio ensinava que a sobrevivência da civilização depende do exercício correto de uma cultura racional, da prática de uma moral eficaz em inibir o mal e ensejar o altruísmo e a bondade. Os preceitos confucionistas defendem uma base humanística na educação, cujo cerne é o aspecto humano e moral. Para o Mestre, o tipo ideal de indivíduo é o Junzi, o “educado”, uma pessoa de bons modos, instrução e qualidades morais elevadas. Traduzidos direto do chinês, estes pensamentos compõem um guia indispensável para nos aconselhar em tempos confusos e de relativismo moral como os de hoje.