Caixa de Correio #24

28 de fevereiro de 2014

Oie!
Fevereiro foi um mês bem bom! Consegui aproveitar algumas promoções de alguns livros que queria muito pra completar a coleção desfalcada e estavam bem baratinhos! Uhuuu!
Olhem só:

Promoção - Zocprint e LC

27 de fevereiro de 2014


A Zocprint é a maior loja online de produtos personalizados do Brasil. Nela você pode personalizar materiais de escritório como cartões de visita, folhetos e flyers; brindes como canetas, pen drives, canecas; ou capas de celular para iPhone, Galaxy, Nexus, dentre muitos outros produtos. Você pode utilizar sua própria imagem ou então escolher um dos milhares de modelos disponíveis, personalizar com suas informações ou então fazer upload das suas fotos para ter um produto exclusivo. A Zocprint se encarrega da produção e entregam em todo o território nacional!
Pensando que tais produtos tem tudo a ver com os fãs da literatura, o blog Livros e Chocolate em parceria com a Zocprint traz um sorteio super bacana!
O prêmio? Uma caneca personalizada!!! \o/

Confira as regrinhas e preencha o formulário logo abaixo para começar a participar!

Termos e condições da promoção:

  • O prêmio será através de um voucher. Dessa forma, o ganhador precisa finalizar o pedido no site da Zocprint;
  • Comentar essa postagem deixando email válido para contato. Após o sorteio, o ganhador será informado por email e terá 24hrs para responder informando seus dados para envio do prêmio.
  • Curtir as fanpages no Facebook da Zocprint e do blog Livros e Chocolate;
  • A promoção só é válida para participantes com endereço de entrega em território nacional! O custo e a responsabilidade da entrega do prêmio é de total responsabilidade da loja Zocprint;
  • O Blog Parceiro não tem nenhuma responsabilidade de enviar o produto à casa do ganhador. A realização, divulgação e resultados do sorteio é responsabilidade do blog em uma parceria comum com a loja.

Almanova - Jodi Meadows

25 de fevereiro de 2014

Lido em: Fevereiro de 2014
Título: Almanova - Incarnate #1
Autora: Jodi Meadows
Editora: Valentina
Gênero: Romance/Ficção/Reencarnação/Jovem adulto
Ano: 2013
Páginas: 288
Nota: ★☆☆☆☆
Sinopse: Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu... e ninguém sabe por quê.
A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença. Então, quando dragões e sílfides resolvem atacar a cidade, a culpa deverá recair sobre...
Sam acredita que a alma nova de Ana é boa e valiosa. Ele, então, decide defendê-la, e um sentimento parece que vai explodir. Mas será que poderá amar alguém que viverá apenas uma vez? E será também que os inimigos – humanos ou nem tanto - de Ana os deixarão viver essa paixão em paz? Ana precisa desvendar grandes segredos: O que provocou tal erro? Por que ela recebeu a alma de outra pessoa? Poderá essa busca abalar a paz em Heart e acabar por destruir a certeza da reencarnação para todos?

Resenha: Almanova é o primeiro livro da trilogia Incarnate, escrita por Jodi Meadows e lançada no Brasil pela Editora Valentina.

Num mundo onde através do ciclo da reencarnação, com propósito de preservarem memórias, sentimentos, experiências e tudo mais o que fosse vivido - independente do tempo que isso levasse -, a alma sempre volta em outro corpo de forma que todos esperam aquele retorno, todos se conhecem e vários tem ligações uns com os outros. Porém, numa certa noite, algo misterioso acontece no Templo e depois uma "alma" chamada Ciana morre. Cinco anos se passaram desde então, e quando todos acreditavam que Ciana estava voltando através do nascimento de uma garotinha, não é isso o que acontece. Quem nasce é Ana, que substitui Ciana, cujo paradeiro é um mistério. Ana, então, se torna a primeira Almanova. Acreditando que isso não poderia ser um bom sinal e até por vergonha, Li, a mãe de Ana, resolve ir embora de Heart, a cidade onde vivem, e por dezoito anos mantém a garota longe do convívio social, a submetendo a diversos abusos como castigo por ter nascido "diferente" do restante das almas. Então, em seu 18º aniversário, Ana resolve voltar a Heart para descobrir o motivo de ter nascido, e nessa volta, depois de passar por apuros envolvendo criaturas perigosas como dragões e sílfides soltando fogo, conhece Sam, um garoto cuja alma já tem uns mil anos, mas a paixão que parece nascer entre os dois poderá ser mais significativa do que a busca de Ana por respostas...

Como não se interessar por um livro com uma capa tão linda e cheia de efeitos cuja premissa da história é uma sociedade de indivíduos que vivem na base da reencarnação, indo e vindo num ciclo sem fim? Porém, minhas expectativas não foram superadas como imaginei no decorrer da leitura... Ana passa a impressão de alguém que se acostumou a viver sendo odiada pela mãe, e que devido a isso, será odiada pelo resto do povo, e mesmo que os outros tentem explicar que ela está enganada, que ela só é diferente e que deve haver um motivo para ter nascido assim, ela insiste que é odiada mas que deveria ser amada de um jeito que irrita a todos, inclusive a mim. E juntando isso com a narrativa que, pra mim, foi completamente arrastada e muitas vezes confusa, me vi num enorme dilema entre terminar de ler na marra, talvez esperando que algo incrível acontecesse e me fizesse mudar de ideia, ou abandonar a leitura logo de vez e desistir. Optei por continuar a leitura, claro. Não digo que me arrependi, mas afirmo que não me surpreendi e me entediei várias vezes pois a história parece ter fugido do foco. Não parei de pensar na frase "nunca julgue um livro pela capa".

Uma coisa que me incomodou foi a ideia de almas morrerem e depois nascerem sem critérios ou leis no sentido de que numa vida podem ser um homem, na vida seguinte uma mulher, e caso se encontrem como almas gêmeas, terem que engolir o fato da diferença de idade, de serem do mesmo sexo, ou até mesmo de serem parentes, a ponto de cansados de esperar até morrerem pra poderem ficar juntos novamente, resolverem se matar pra acabar com tal condição desfavorável e voltarem até que tudo esteja nos conformes. Oi?

Mas pra mim, pior do que isso, foi o romance. Isso porque Sam meio que se torna um "guardião" de Ana, mas vive deixando perguntas no ar que nunca são respondidas (o que me deixou boiando em vários momentos), vive saindo a noite sem dar satisfações, vive fugindo quando o clima esquenta, mas ao mesmo tempo vive salvando Ana de perigos para dar aquele clima de tensão e expectativa no leitor de forma proposital, mas pra mim, super falha, ainda mais quando dragões começam a atacar a cidade de repente. Eles também vivem conversando sem parar, mas não dizem nada com nada, o que torna todos os diálogos desses dois algo que não dá pra engolir nem entender... E levando esse "romance" sem sal e sem sentido por toda a história, senti que o motivo de Ana ter saído de casa pra descobrir por que ela existe e porque Ciana não voltou foi esquecido! Uma sociedade que parece levar uma vida mais espiritual do que tudo, tirando elementos fantásticos, não poderia ser mais parecida do que a nossa. Achei que vários elementos não se encaixaram na história, vários personagens se contradizem e no final das contas a história, que achei que seria profunda e cheia de significado, foi enrolada, vaga e rasa.

Acho que Almanova, considerando a ideia principal, poderia ter sido um livro muito bom. Talvez tenha sido uma introdução para algo maior que está por vir, quem sabe... Talvez se a ideia da reencarnação fosse trabalhada de outra forma que não desse brecha para relacionamentos doentios e tivesse uma outra natureza mais "pura", talvez se a missão de Ana não tivesse caído no esquecimento pra dar lugar a um romance sem sentido, e talvez se houvesse uma mensagem sensata e crível sobre o que podemos aprender através de tantas idas e vindas por milênios e milênios, o livro teria dado certo pra mim, mas não foi assim...

Novidades de Fevereiro - Intrínseca

23 de fevereiro de 2014

Guia rápido para uma vida longa - David B. Agus
Em Guia rápido para uma vida longa, o dr. David B. Agus explica que o segredo para o bem-estar e a boa saúde não é nada de outro mundo. Na realidade, com algumas medidas simples fundamentadas em pesquisas científicas sérias, ele nos mostra que é perfeitamente possível viver mais e melhor.
De forma concisa, o dr. Agus sugere uma série de regras muito fáceis - como prestar atenção ao próprio corpo e preferir “comida de verdade” a produtos alimentícios processados - que nos ajudarão a evitar doenças crônicas comuns e viver com saúde por muitos anos.




Olhe para mim - Jennifer Egan
Após um acidente de carro, a modelo Charlotte Swenson tem o rosto reconstruído com 80 parafusos de titânio. Ela continua bonita, apesar de irreconhecível, mas isso não lhe traz nenhum consolo. Na tentativa de juntar os pedaços de sua vida, a modelo retorna para Nova York, onde percebe ter se tornado uma estranha em um mundo que antes dominava sem esforço. Além de Charlotte, a trama ainda apresenta a história de uma adolescente embarcando em uma perigosa vida secreta, de um detetive alcoólatra e um estranho enigmático que muda de nome e de sotaque enquanto planeja um ataque apolítico contra a sociedade americana.


Os forasteiros - Michelle Paver
O jovem Hylas tem uma vida pacata, pastoreando cabras nas montanhas com a irmã. Até o dia em que homens com armaduras, lanças de bronze e a pele escondida por uma camada escura de cinzas atacam os dois. Hylas escapa, mas a irmã desaparece, e caberá ao irmão encontrá-la tendo como únicos aliados Pirra, a filha rebelde da Sacerdotisa Suprema, e um golfinho chamado Espírito. Para complicar ainda mais, ele está sendo caçado por guerreiros de armaduras negras. Os forasteiros é o primeiro volume da série Deuses e guerreiros, que se passa na Idade do Bronze.




Recomeço - Cat Patrick
Tudo começou com um acidente de ônibus. Daisy Appleby era pequena demais para lembrar - tem apenas flashes do acidente que a matou, e de ter sido trazida de volta à vida. A partir daquele momento, ela se tornou uma das catorze crianças que fazem parte de um programa secreto do governo que visa aprovar um novo medicamento: o Recomeço.
Daisy já morreu algumas vezes, e a cada morte ela recebe um novo sobrenome, vai para uma nova cidade e ganha uma nova história. A única constante em sua vida é a própria inconstância. Ao conhecer Matt e Audrey, seus primeiros amigos de verdade, após sua quinta morte, ela tenta criar raízes em mais um lar e começa a descobrir segredos sobre o programa Recomeço. Quanto mais informações vêm à tona, mais Daisy percebe que não passa de um peão em um jogo sinistro, que pode revelar que seu mundo - e tudo no ela que acredita - é uma grande mentira.

Promoção - Saga Encantadas

21 de fevereiro de 2014


Oie, gente!!
Preparados pra mais uma super promoção??!!
O blog Livros e Chocolate junto com os blogs O Cantinho Literário e Toca dos Livros se uniram à Editora Única para uma promoção valendo a Trilogia Encantadas! E o melhor, os 3 livros são para um único ganhador!
E para participar é super fácil, confira:

Regrinhas:
- Ter endereço de entrega em território nacional
- Seguir os blogs participantes publicamente pelo GFC
- Curtir a fanpage da Editora Única no Facebook
- Comentar nesta postagem deixando email válido para contato (caso contrário não temos como contatar o ganhador)

Para mais chances, basta cumprir as entradas extras! Não se esqueça de conferir os Termos e Condições ao final do formulário e boa sorte!!

a Rafflecopter giveaway


Quem tiver curiosidade de ler as resenhas dos dois primeiros volumes, é só espiar aqui no blog:
Resenha de Veneno
Resenha de Feitiço

Em breve resenha de "Poder"!

Bjodoce!

Novidades de Fevereiro - Rocco

20 de fevereiro de 2014

Convergente - Divergente - Livro 3 - Veronica Roth
Uma escolha irá te definir. E se todo o seu mundo fosse uma mentira? E se uma única revelação - assim como uma única escolha - mudasse tudo? E se o amor e a lealdade fizessem você fazer coisas que jamais esperaria? A conclusão explosiva para a trilogia Divergente, bestseller mais vendidos do New York Times, revela os segredos de um mundo distópico que cativou milhões de leitores em "Divergente" e "Insurgente"!






As irmãs e o mar - Lucy Clarke
A rotina de Katie é abalada com a trágica notícia de que sua irmã mais nova foi encontrada morta em Bali. Os policiais afirmam se tratar de suicídio, mas Katie não aceita que a aventureira Mia seja capaz de tirar a própria vida. Na tentativa de entender o que aconteceu, Katie refaz a trajetória de Mia, da costa oeste dos Estados Unidos, passando por Austrália e Nova Zelândia, usando o diário da irmã como guia. Nesta viagem de autoconhecimento empreendida por Katie, a perda, o luto e a culpa são entremeados por recordações de infância, histórias de amor, praias paradisíacas e descobertas à beira-mar. Um chick lit encantador, capaz de seduzir o leitor em busca de uma boa história de aventura, romance e mistério.


Guardiões sombrios - Os segredos de Wintercraft - Livro 02 - Jenna Burtenshaw
Magia, mistério e ação neste segundo volume da série de estreia da inglesa Jenna Burtenshaw. Acusada de assassinato, a poderosa Kate Winters está no alvo de uma ameaça diabólica dos Guardiões Sombrios, que também estão caçando Silas. O tempo está se esgotando e o jovem casal terá de lutar contra a teia ardilosa que cerca Wintercraft. Seguindo a tradição das grandes obras de fantasia contemporâneas, a autora apresenta um universo incrível e rico em detalhes no segundo volume da série O segredo de Wintercraft.





Jardim do pesadelo - Código de ferro - Livro 02 - Caitlin Kittredge
Jardim do pesadelo é a aguardada continuação de Espinho de ferro, que foi indicado ao título de melhor livro do ano pelo site americano GoodReads. Tudo o que a jovem Aoife Grayson achou que conhecia sobre o mundo é uma mentira. Agora ela é uma fugitiva prestes a perceber que a destruição do Engenho de Lovecraft foi apenas o início de um cataclismo. Uma figura misteriosa surge. A Irmandade do Ferro guarda o segredo que pode trazer ordem ao mundo novamente. A série marca a estreia de Caitlin Kittredge na ficção juvenil.





Lições de impacto e inovações - Jeffrey J. Fox e Robert Reiss
Diretor de um bem-sucedido programa de rádio, no qual já entrevistou mais de 250 CEO's, Robert Reiss une-se ao escritor Jeffrey J. Fox, autor de mais de 12 títulos de sucesso na área de negócios, para apresentar, em Lições de impacto e inovação, a experiência de 44 grandes líderes que assumiram riscos e inovaram para alcançar a transformação organizacional. Da Marvel Enterntainment a Xerox, passando pelo Cirque du Soleil e ONG's, o livro traz exemplos concretos de decisões surpreendentes e inovadoras, responsáveis por recuperar empresas, criar novas indústrias e revolucionar a maneira de fazer negócios.



O rapto do galo - Fabiana Karla
Em sua estreia literária, Fabiana Karla homenageia a cultura de sua terra natal, apresentando um desfile de personagens e tradições. Com a mesma leveza e humor que caracterizam seu trabalho como atriz, a autora transporta os leitores para as ruas de Recife, com seus bonecos gigantes, passistas de frevo e o batuque do maracatu. Escrito em rimas, O rapto do galo é um cordel contemporâneo enriquecido pelas ilustrações da vencedora do Jabuti e uma das selecionadas para participar da próxima Feira de Bolonha, Rosinha.




Bruxa - Um feriado assombroso a floresta - André Vianco
O consagrado autor paulista André Vianco, conhecido como "o senhor dos vampiros", estreou na literatura infantojuvenil com a coleção Meus Queridos Monstrinhos. Bruxa é o segundo volume da série que conquista em cheio os pequenos leitores com fábulas ilustradas de arrepiar! Neste livro, o escritor narra a aventura de Pedro e Bia em um antigo casarão do avô dela, bem no meio da floresta, marcado por lendas e histórias assustadoras. Será que o casarão era mesmo assombrado?




Os Hungareses - Suzana Montoro
Ganhadora do Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria estreante, Suzana Montoro arrebatou o júri com Os hungareses, romance que retrata, de forma original e delicada, a saga de imigrantes húngaros que se estabeleceram no Brasil depois da Primeira Guerra Mundial (1914-1918). A obra, reeditada agora pela Rocco, conta a história de Rozália, "uma mulher magra, muito magra, de aparência frágil", natural de um vilarejo incrustado nos Bálcãs, na bacia do Danúbio. Um dia, o povoado virou iugoslavo, dando início à imigração do povo húngaro para outras partes do mundo. Rozália e sua família, como outros tantos hungareses, veio para o Brasil, tempos depois. Para escrever o livro, Suzana Montoro passou 15 anos colhendo depoimentos de uma comunidade húngara no interior de São Paulo.


Novidade de Fevereiro - Valentina

18 de fevereiro de 2014

Respirar, Meditar, Inspirar - Priscilla Warner
Do Pânico à Paz
“Eu tinha muito do que uma mulher poderia desejar para se dizer feliz: um bom marido, compreensivo e atencioso, um casamento bem-sucedido, dois filhos amorosos e um
best-seller; em suma, uma excelente vida. Mas, ao contrário do que parecia, apesar de todo o sucesso e sorte, eu sofria de ansiedade crônica e tinha frequentes ataques de pânico. Esses ataques me sufocavam; era insuportável. Tentei a automedicação, no início com uma garrafinha de vodca que eu levava escondida comigo, e, mais à frente, parti para a alopatia e comecei a tomar Rivotril diariamente. Depois de uma fortíssima crise, decidi que tinha de dar um fim àquela situação: meu mantra pessoal passou a ser ‘Neurótica, cura a ti mesma’.”
Este emocionante depoimento expõe o drama de milhões de pessoas, em todo o mundo, devastadas pela temida Síndrome do Pânico. Priscilla, uma nova-iorquina espirituosa, parte numa jornada em busca do monge tibetano que, acredita ela, habita todos nós. Uma jornada a partir da meditação diária rumo ao equilíbrio de corpo e alma, coração e mente, e, de uma vez por todas, o controle dos nervos.
Nesse caminho sinuoso, muitas vezes pedregoso e árido, ela foi do pânico à paz e conheceu uma enorme variedade de práticas de cura alternativa e espiritual, algumas sérias, outras... nem tanto. Este livro, na verdade, deve ser o fiel companheiro dos leitores em busca de qualidade de vida e plenitude. Acredite, é possível, sim!

Escrito com inteligência e humor, este livro é um guia inspirador para os que estão enfrentando pequenos e grandes desafios diários, para os que buscam uma confortante sensação de paz, autoaceitação e compreensão.



O Destino do Tigre - Colleen Houck

17 de fevereiro de 2014

Lido em: Fevereiro de 2014
Título: O Destino do Tigre - Saga do Tigre #4
Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance/Fantasia/Aventura/Jovem adulto
Ano: 2013
Páginas: 400
Nota: ★★☆☆☆
Sinopse: Com três profecias da deusa Durga solucionadas, agora resta apenas uma no caminho de Kelsey, Ren e Kishan para que a maldição seja quebrada. Mas o maior desafio do trio os aguarda: A busca pelo último presente de Durga – A corda de fogo – na Ilha Barren situadas na Baía de Bengala. Uma busca que ameaçará suas vidas. É uma corrida contra o tempo e o malvado feiticeiro Lokesh – neste ansiosamente aguardado quarto livro da série A Maldição do Tigre – colocará o bem contra o mal, testará laços de amor e lealdade, e, finalmente, revelará o verdadeiro destino do Tigre, de uma vez por todas.

Resenha: Esta resenha pode ter spoilers dos livros anteriores!
O Destino do Tigre é o quarto volume da saga “A Maldição do Tigre”, escrita por Colleen Houk e lançada no Brasil pela Editora Arqueiro.
Depois de ser capturada por Lokesh, Kelsey finge estar interessada num casamento com ele a fim de ganhar tempo para que Ren e Kishan a salvem das garras desse vilão odioso. Depois do resgate que não demora muito pra acontecer, eles precisam ir em busca da última tarefa nas ilhas vulcânicas: encontrar a corda de fogo para a deusa Durga, para que a maldição seja quebrada e os irmãos possam permanecer humanos para sempre. E claro, em meio a toda essa aventura, correndo risco de vida e passando pelas piores provações que nem imaginavam existir, Kelsey, agora noiva de Kishan, continua dividida entre os irmãos, e o triângulo amoroso que tanto repudio está lá, como se fosse algo lindo...

Ok, como já havia afirmado anteriormente, A Maldição do Tigre foi um livro que gostei bastante, aproveitei muito a leitura a ponto de devorar e ler super rápido na maior empolgação. Mas isso acabou com o Resgate do Tigre, não pelos detalhes culturais e algumas partes da aventura que a autora insere na história, mas pelo romance e pelas atitudes do "trio maravilha" que não me descem, infelizmente. Nem mesmo as missões perigosas da série num geral me prenderam e no final das contas as considerei todas um tanto ridículas e forçadas demais, como se para enxergar o verdadeiro amor fosse necessário ter algumas experiências imbecis ou passar por maus bocados que envolvem desde pensamentos completamente esdrúxulos, como é o caso de Kelsey se enxergar como um "rabanete indigno" enquanto Ren é um "bolo de chocolate recheado e com cobertura" (sim, não estou inventando essa descrição e comparação), até se verem em situações onde a memória é perdida, ou são engolidos por krakens repugnantes, mordidos por tubarões perdendo pedaços do corpo, adentrando labaredas virando churrasco e sendo praticamente virados do avesso, mas, obviamente, sempre tendo algo em mãos ou bem próximo e de fácil acesso que vão curá-los e/ou ajudá-los e sair dos piores perigos, o que pra mim foi um completo absurdo. É o tipo de perigo previsível: a gente sabe que é uma baita encheção de linguiça pois eles irão sair daquilo sãos e salvos, como se nada tivesse acontecido. Milhões de coisas acontecendo ao mesmo tempo e pra quê? Pra história se alongar e pra aturar Kelsey entre dois irmãos que ela julga serem "seus" mas ao mesmo tempo se considera alguém indigna do amor dos dois...

Uma coisa que me agradou foi a autora não ter muita pena de tirar personagens de cena os matando, por mais importantes e queridos que fossem, mas ao mesmo tempo fazendo com que lembranças ou instruções deixadas fizessem com que quem se foi permanecesse vivo. O que prende minha atenção nessa história toda são as lendas dos deuses que são contadas para que os personagens entendam alguma situação, ou mesmo que sirvam de exemplo para alguma coisa da qual eles estão vivendo, porque o resto... Morri de preguiça.

Eu sinceramente não concordo com triângulos, principalmente quando há mudanças escrachadas na personalidade de algum dos personagens, como se a intenção fosse afastá-lo na marra para que o casal inseparável possa viver feliz e eternamente. Acho que quando o casal já está definido desde o princípio, criar obstáculos, triângulos e outras ladainhas para atrapalhar até que possam ficar juntos outra vez é uma grande enrolação e perda de tempo. E o pior: essa situação se estende até os últimos capítulos pra me matar de desgosto, principalmente porque é ÓBVIO que todos que começam a ler a saga já sabem quem vai ficar com quem, só resta saber como... E eu só li pra saber isso! É mole? Maldita curiosidade que nos mata...

Pra ser bem sincera, são poucos os elementos que realmente me fizeram terminar de ler a saga, um deles foi a capa (ela conta?), e lia esperando em vão que Kelsey morresse ou ficasse sozinha e encalhada pra sempre para aprender a deixar de ser tão sonsa, egoísta, imatura, desagradável, estúpida e pra finalizar, a pior personagem que já me deparei na literatura na minha vida... Pena que romances do tipo são escritos para "agradar" os leitores, dando o final que eles querem e esperam a fim de manter a "magia".

Acredito que quem realmente vá gostar da saga é o tipo de público que curte Crepúsculo, ou pelo menos a grande maioria, pois a história, de um modo geral, traz o triângulo amoroso e cenas de ação pra dar aquele ar de tensão no ar ao mesmo tempo em que enfeita, floreia e engrossa o livro, mas no final das contas é uma grande baboseira pois não acrescentam em nada... Pra mim, só valeu a pena pelo gostinho de poder "pisar" na Índia e conhecer um pouco mais da cultura de lá, que confesso serem bastante interessantes, porque de resto... Os fãs que me perdoem, mas não curti...

Novidades de Janeiro e Fevereiro - Galera Record

14 de fevereiro de 2014

O Livro dos Mil Dias - Shannon Hale
Lady Saren ficará sete anos trancada em uma torre. O castigo, imposto por seu pai, é uma resposta à sua recusa de casar-se com o noivo escolhido pela família. Mas seu isolamento não será total, uma vez que Dashti, sua fiel criada, voluntariamente se fará prisioneira para servi-la e fazer-lhe companhia. O silêncio voluntário e as lágrimas constantes de Lady Saren tornam-se parte da dinâmica monótona dos dias. As únicas companhias verdadeiras da miserável criada são o gatinho Meu Senhor e as páginas de um diário. Com a chegada de dois pretendentes da nobre, um deles muito bem-vindo enquanto o outro nem tanto, as garotas serão confrontadas com a esperança e o medo.
Vencedor de mais de vinte prêmios literários, O livro dos mil dias é uma incrível história completamente recontada, cheia de aventura e romance, dramas e disfarces.

Jeremy Fink e o Sentido da Vida - Wendy Mass
E se você encontrasse, inesperadamente, uma caixa com o seu nome contendo o sentido da vida? Um mês antes de seu aniversário, Jeremy Fink recebe do correio uma caixa de madeira misteriosa com uma frase entalhada. O Sentido da Vida: Para Jeremy Fink Abrir No Dia do Seu Aniversário de Treze Anos. A caixa tem quatro fechaduras, mas não há nem sinal de chaves. Para descobrir que segredos estão guardados ali dentro, Jeremy e sua melhor amiga Lizzy vão ter que usar a imaginação e rodar por todos os cantos de Manhattan em busca de pistas. Com uma mãozinha do sr. Oswald, dono de um antiquário, cada encontro revela uma nova pista que os ajudará a descobrir o conteúdo da caixa e, mais ainda, a desvendar o maior segredo de todos!



A Viagem de Íris - Gill Lewis
Quando Callum conhece Iona, nem imaginam que, aos poucos, se tornariam grandes e leais amigos. Os dois se unem pela promessa de manter em segredo a descoberta fantástica do que habita discretamente na fazenda da família de Callum, na Escócia. Mas conseguirão protegê-la? Para honrar o que prometeram, dão início a uma bela e marcante história de amizade. Digna dos mais puros sentimentos. Capaz de mudar vidas para sempre e tocar o coração de dezenas de pessoas em um alcance inimaginável. Tudo por Íris. 





The Walking Dead - A Queda do Governador (parte 1) - Robert Kirkman e Jay Bonansinga
A franquia de zumbis mais celebrada da década está de volta. O terceiro — e último — livro promete contar em detalhes o destino desse que é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos. Com seu senso doentio e muito particular de justiça, ele força prisioneiros a lutarem contra zumbis em uma arena, para delírio dos moradores entediados. A queda do Governador dá continuação à história de ação e horror. Personagens icônicos das tirinhas que deram origem à série de TV, como Rick, Michonne e Glenn vão finalmente fazer sua estreia no palco do pesadelo zumbi. E fãs poderão vê-los sob uma nova e assustadora luz.
Com milhões de fãs no mundo todo, a série de TV The Walking Dead é uma das mais assistidas da atualidade; a série tem um dos mais impressionantes variação nos espectadores, tendo fãs de 14 a 60 anos.

Flash Foward - Robert J. Sawyer
2m17s... Sem aviso, toda a população da Terra apaga por 137 segundos. Milhares morrem quando aviões caem do céu, outras se machucam gravemente ao rolar escadas ou em batidas de carros. Mas o caos e a confusão que se seguem é o menor dos problemas. Durante o blackout, todos tiveram um vislumbre do próprio futuro. E o mosaico dessas visões ameaça implodir o presente. Robert J. Sawyer é o vencedor do Nebula Award e FlashForward inspirou a série homônima, estrelada por Joseph Fiennes.






Duelo ao Luar - Andrea Cremer
No último volume da série Nightshade, Calla precisa provar que é merecedora de ser a alfa de sua matilha, enfrentando horrores inomináveis e livrando o mundo da magia dos Defensores de uma vez por todas. Além disso, tem que Salvar Ren, mesmo que isso signifique provocar a ira de Shay, e garantir a segurança de Ansel, mesmo ele tendo sido um maldito traidor. Isto é, se ela sobreviver. Um romance juvenil arrebatador. Ao misturar opressão social e feminismo com um mundo fantástico de feiticeiros e lobisomens, Andrea Cremer chegou à cobiçada lista do New York Times.






World of Warcraft: Alvorada dos Aspectos - Richard A. Knaak
Kalecgos, o mais jovem dos antigos Aspectos Dragônicos, e agora sem poderes, precisa encontrar no passado um novo propósito para a sua ordem. Através de um misterioso artefato, ele testemunha a antiga e violenta era dos Aspectos originais. Em sua mais primitiva forma, os futuros protetores de Azeroth precisam se unir contra Galakrond, uma criatura nefasta que ameaça a existência de sua espécie. Mas esses simples protodracos teriam sido capazes de enfrentar tal adversário sozinhos... ou um poder desconhecido os teria ajudado? As revelações apresentadas a Kalecgos vão mudar tudo o que ele acreditava saber sobre os eventos que levaram... à Alvorada dos Aspectos.



Me dê uma Chance - Os Carlyle - Livro 3 - Cecily von Ziegesar
Mais um semestre começa e os trigêmeos Carlyle estão prontos para fazer amigos e inimigos em um semestre que promete inúmeros escândalos, fofocas e glamour. Baby na terapia, tendo que lidar com questões com seu pai. Owen com seu segredinho finalmente revelado. Avery com um novo estágio na glamourosa revista de moda Metropolitan. Pressões, consequências e muito o que falar. Aqui, as batalhas se lutam com rumores ácidos e olhares gelados. Tudo vale no amor e na guerra...






Starcraft - Demônios do Paraíso - William C. Dietz
Aos 18 anos, o jovem Jim Raynor se alista ao serviço militar com a perspectiva de ajudar financeiramente a família e acaba se provando um corajoso soldado na linha de frente da Guerra das Corporações. O que ele não sabe é que essa jornada mudará para sempre sua vida.
Com batalhas interplanetárias, corrupções e intrigas, Demônios do Paraíso conta a origem de um dos maiores heróis da série Starcraft®, Jim Raynor, e de sua amizade de longa data com o soldado Tychus Findlay.
William C. Dietz, autor de diversos livros campeões de vendas e membro da Science Fiction and Fantasy Writer’s of America, da Writer’s Guild e da International Association of Media Tie-In writers, constrói uma narrativa eletrizante, repleta de ação e aventura, que vai conquistar os amantes de games e emocionar os fãs da série.

Casa de Segredos - Livro 01 - Chris Columbus e Ned Vizzini
Três crianças normais. Uma maldição ancestral. Bredan, Eleanor e Cordelia Walker um dia tiveram todos uma bela casa em São Francisco, pais adoráveis e todo tipo de bugiganga eletrônica que podiam desejar. Mas tudo mudou depois que o pai médico perdeu o emprego em um misterioso incidente. A família está em dificuldades e precisa se mudar mais uma vez. À primeira vista a mansão Kristoff parece perfeita, apesar de seus mais de cem anos. Bem melhor e mais espaçosa do que qualquer coisa que a família viu nos últimos tempos - e com um preço excelente. Mas a casa que pertencia ao misterioso escritor Denver Kristoff está muito além das aparências... Não só é boa demais para ser verdade: é assustadora e cheia de segredos. E quando os Walker percebem que um vizinho - não por acaso a filha de Denver Kristoff - pode ter grandes planos para eles, é tarde demais. Os três irmãos vão parar em um lugar selvagem que parece se misturar ao terreno da casa. Uma coisa é certa: eles não estão mais em São Francisco. Seus pais? Desaparecidos. Os amigos? Bem longe dali. E, para completar, os Walker não estão sozinhos. Guerreiros medievais patrulham as florestas, piratas fantasmagóricos rodeiam os mares e uma rainha sedenta por poder governa aquelas terras. A família está presa no mundo fantástico de Kristoff! Para sobreviver terão de vencer as próprias fraquezas enquanto mantêm sob controle seus impulsos amis sombrios. A chave para deixarem o lugar pode estar na relação entre os Kristoff e os Walker, que já atravessa gerações. Mas, à medida que desvendam o próprio legado eles vão descobrir o verdadeiro significado de lar, desvendar muitos segredos e perceber que não é apenas sua família - está mais para a humanidade - que está correndo perigo.

Me Liga - Sarah Mlynowski
Aos 17 anos, a vida de Devi está de pernas pro ar. Depois de começar a namorar Bryan, negligenciou as amigas, os estudos e, depois que ele terminou com ela, está sem nada: sem perspectiva de uma boa faculdade, sem mais amigas, sem namorado. Se ela pudesse bater um papo com a Devi do passado... O que, após um incidente estranho com seu celular, é exatamente o que pode fazer! Agora que só consegue ligar para a Devi de 14 anos, parece que é finalmente a sua chance de consertar a própria vida. Ela tem o passado – ou melhor, o futuro – nas mãos. É só dar um telefonema.

O Fantasma de Anya - Vera Brosgol

13 de fevereiro de 2014

Lido em: Fevereiro de 2014
Título: O Fantasma de Anya
Autora: Vera Brosgol
Editora: Jangada
Gênero: Juvenil/Fantasia/HQ
Ano: 2013
Páginas: 224
Nota: ★★★★★
Sinopse: A vida de Anya dá uma guinada quando ela cai num buraco na floresta e encontra o fantasma de uma garota morta há muito tempo, Emily. Por ter sido privada da vida de uma adolescente normal - e com a personalidade parecida com a da Murta que Geme -, Emily é um fantasma ressentido. Quando consegue seguir Anya até em casa, procura maneiras de ser útil e convencer Anya a deixá-la ficar. E Anya começa a desfrutar dos benefícios de uma amiga invisível, que pode ajudá-la a viver no mundo às vezes complicado de uma escola secundária. Naturalmente, os problemas não tardam a surgir. E, como dá para adivinhar, o resultado dessa amizade pode causar situações desastrosas e assustadoras...

Resenha: O Fantasma de Anya, escrito pela autora Vera Brosgol e lançado no Brasil em 2013 pelo selo editorial Jangada, é um livro em forma de História em Quadrinhos que conta a história de Anya, uma jovem russa que após imigrar com a família para os EUA tenta se adaptar fazendo de tudo para esconder suas raízes e ser aceita na escola em que estuda. Anya, assim como a maioria dos adolescentes, tem seus dramas e conflitos: ela fuma, evita ir à igreja, sofre de um amor platônico pelo garoto mais popular  e lindo da escola (que tem namorada), tem um tipo de complexo de inferioridade pois já foi gorda quando criança e humilhada por outras crianças "malvadas", tem vergonha de sua mãe, se preocupa com o corpo e morre de medo de engordar, não tem paciência com Sasha, seu irmão mais novo que vive aprontando, mata aula, vai mal na escola e lá é ignorada por todos, exceto por Siobhan, sua única amiga. Anya quer passar a imagem de uma garota bacana e que se encaixa nos padrões da sociedade americana, até seu sotaque russo ela perdeu, mas fica frustrada porque o que acontece é exatamente o contrário do que ela quer. Até que um dia, voltando para casa, Anya, distraída, cai e fica presa num buraco no meio da floresta e lá dentro se depara com o esqueleto de Emily, e junto com ele, o fantasma da garota que mora alí há uns 90 anos! Anya consegue sair do buraco com a ajuda de um garoto que passava alí por perto mas não esperava que Emily iria acompanhá-la com a intenção de ajudá-la e lhe ser útil de alguma forma. A princípio, ter uma amiga fantasma que a ajuda na escola trapaceando e melhorando suas notas parece ser algo ótimo e muito  útil, mas com o passar dos dias, Anya percebe que Emily esconde alguma coisa e tem um plano, e não é muito agradável...

pág. 18

Por ser super fã de HQ's, logo quando soube que O Fantasma de Anya seguia esse estilo já fiquei interessada na leitura, e unindo a sinopse que me chamou atenção, comecei a ler com bastante expectativas. E posso afirmar que a leitura foi uma grande surpresa, pois a história além de muito boa, traz uma mensagem sobre autoaceitação muito bacana em que Anya só conseguiu enxergar que nem sempre se destacar em meio a multidão é algo positivo depois de passar a conviver com o fantasma de Emily e conhecê-la melhor, afinal, nem sempre a primeira impressão é a que fica.
Apesar de ser insegura e muito antisocial, Anya é sarcástica e bem humorada, e me identifiquei com essas características. Acho que o tema da história não é lá tão original, pois existem outras histórias que falam sobre o medo do desconhecido, os problemas com a adaptação quando se recomeça a vida num lugar totalmente diferente no que diz respeito ao estilo de vida, cultura e afins, e a vontade de ser popular, mas o diferencial é exatamente a personalidade única da protagonista e a forma como a história é contada em forma de diálogos curtos e ilustrações com um ar de frieza destacando feições e emoções, que levam o leitor a imaginar exatamente como Anya enxerga o mundo a sua volta, e claro, incluindo o elemento sobrenatural e a ideia de que julgar as pessoas sem um conhecimento prévio é algo comum, apesar de impróprio.
Eu adorei o livro, desde a história em si, a mensagem nas entrelinhas, as ilustrações bastante ricas em detalhes, a capa, tudo... É de encher os olhos!

É uma leitura bastante fluída e rápida e recomendo para todos aqueles que curtem personagens sarcásticas e bastante realistas, que possuem falhas mas ainda assim conseguem ser super cativantes!


Fim - Fernanda Torres

12 de fevereiro de 2014

Lido em: Janeiro de 2014
Título: Fim
Autora: Fernanda Torres
Editora: Companhia das Letras
Gênero: Literatura Nacional/Ficção
Ano: 2013
Páginas: 200
Nota: ★★★★★
O público brasileiro acostumou-se a ver Fernanda Torres no cinema, no teatro ou na televisão .Com 'Fim', seu primeiro romance, ela consolida sua transição para o universo das letras. O livro focaliza a história de um grupo de cinco amigos cariocas. Eles rememoram as passagens marcantes de suas vidas - festas, casamentos, separações, manias, inibições, arrependimentos. Álvaro vive sozinho, passa o tempo de médico em médico e não suporta a ex-mulher. Sílvio é um junkie que não larga os excessos de droga e sexo nem na velhice. Ribeiro é um rato de praia atlético que ganhou sobrevida sexual com o Viagra. Neto é o careta da turma, marido fiel até os últimos dias. E Ciro, o Don Juan invejado por todos - mas o primeiro a morrer, abatido por um câncer. São figuras muito diferentes, mas que partilham não apenas o fato de estar no extremo da vida, como também a limitação de horizontes. Sucesso na carreira, realização pessoal e serenidade estão fora de questão - ninguém parece ser capaz de colher, no fim das contas, mais do que um inventário de frustrações. Ao redor deles pairam mulheres neuróticas, amargas, sedutoras, desencanadas, descartadas, conformadas. Paira também um padre em crise com a própria vocação e um séquito de tipos cariocas. Há graça, sexo, sol e praia nas páginas de 'Fim'. Mas elas também são cheias de resignação e cobertas por uma tinta de melancolia.

Resenha: Fim conta a trajetória de cinco amigos ao longo da vida, chegando ao seu inevitável "fim". De festas, orgias e amores, Álvaro, Silvio, Ribeiro, Neto e Ciro fazem um balanço sobre suas vidas. Em cinco partes, Fernanda Torres presenteou os leitores com um livro que é, sem dúvidas, uma estreia memorável na literatura.

A história dos cinco amigos cariocas que Fernanda escreveu é ótima em todos os sentidos. Criar uma trama que envolve mostrar cinco pontos de vistas diferentes é meio arriscado, uma vez que o leitor pode acabar se identificando mais com um e menos com outro. Porém é nisso que a autora acertou. Cada homem retratado ali tem sua personalidade própria, suas manias, seus méritos e erros. Álvaro era o mais santinho do grupo. Neto, o esposo fiel. Ciro, o pegador. Sílvio, o adúltero. Ribeiro, um romântico as avessas. Todos têm seus traços próprios e isso mostra a maestria de Torres em criar suas personalidades.

A narrativa é um show a parte. Quem conhece o trabalho de Fernanda na televisão e teatro sabe o quão talentosa ela é. Esse talento com certeza está na escrita também. Fim traz frases cômicas com um quê de crítica a esse Brasil sem eira nem beira que vivemos, em outros a autora explora o comportamento masculino de uma forma que é impossível não achar que ela conhece mais os homens do que eles mesmos. Gírias, palavrões e expressões usadas normalmente no dia a dia foram empregadas também dando um quê de humor bem ácido na história. Adorei isso e não sei por quê, mas já esperava essa narrativa cética vindo dela.

Fim é uma comédia dramática da vida. Fernanda Torres entrou  com o pé direito na literatura. A carioca que mantém uma carreira artística na televisão, teatro e cinema há 35 anos, parece já ter técnica e características próprias para escrever. O livro contém um leque de diversos temas interessantes e ao mesmo tempo críticos se olharmos com uma visão bem analítica. Você, leitor, que pretende ler o debute de Fernanda como escritora, irá se deliciar ao conferir esta obra, que pode ser resumida em uma reflexão carregada de humor sobre a vida e seus diversos momentos, que cedo ou tarde chegará ao seu inevitável fim.

Novidades de Fevereiro - Geração Editorial

11 de fevereiro de 2014

Sem Clima para o Amor – Rachel Gibson
Com linguagem simples, clara, rica e envolvente, aborda fatos que realmente acontecem em nosso dia a dia. Neste Sem clima para o amor, Clare Wingate, uma jovem e atraente escritora sofre por ter sido traída pelo noivo (com o técnico da máquina de lavar roupa!) e o que mais queria era ficar em casa curtindo sua tristeza. No entanto, durante o casamento de sua melhor amiga, reencontra Sebastian, uma paixão de infância, que se tornou um jornalista famoso e sexy. Ele a quer para si de qualquer forma, mas Clare só quer curtir sua dor. Começa aqui uma história divertida e cheia de surpresas, que conquistou milhões de leitores em vários países e levou o livro para o topo da lista dos mais vendidos.




Cruls - Jaime Sautchuk
Quando comemoramos os 120 anos da publicação do Relatório Cruls, temos em mãos muito mais do que a história de um documento, ou de um homem. Temos um bom quinhão da história do Brasil. E contada por um jornalista que já revirou este país, especialmente em defesa da Amazônia, para evitar que aconteça lá o que se deu no centro-oeste. Um país chamado Projeto Jari, as experiências nucleares na Base do Cachimbo, hidrelétricas absurdas como a de Balbina e o avanço voraz das motosserras são alguns dos temas por ele já abordados. Destruição. É o custo da ocupação desnorteada. O trem com que se sonhava há 120 anos descarrilhou. A água, que era abundante, minguou. Ou seja, Cruls é um livro muito atual.

Os Judeus do Papa - Gordon Thomas
A II Guerra Mundial eclodiu na Europa. O exército nazista avança pelo continente anexando e massacrando, deixando o rastro de sangue que marcou o século XX. No Vaticano, o papa Pio XII observa os horrores dos combates e tem que definir a posição da Igreja perante o mundo. Mas ele não declara repúdio a Hitler nem se coloca ao lado dos Aliados — simplesmente silencia e a História lhe confere o título de papa omisso. Por trás do silêncio havia um segredo agora revelado por documentos oficiais secretos. Pio XII organizou uma ampla rede de ajuda humanitária para os judeus de toda a Europa. Sob orientação dele, padres e freiras arriscaram a vida fornecendo abrigo nos mosteiros e conventos a milhares de judeus. Pio XII doou ouro do próprio Vaticano para ajudar os judeus romanos e escondeu milhares deles em sua residência de verão, enquanto Roma era ocupada e bombardeada pelos alemães. Os judeus do papa é um dos melhores livros históricos já escritos. Baseado em uma rica pesquisa documental, é uma obra indispensável aos leitores que querem entender o que realmente aconteceu em Roma sob a liderança do injustiçado papa Pio XII.

Novidades de Fevereiro - Grupo Pensamento

10 de fevereiro de 2014

Cultrix

Educação Verde, Crianças Saudáveis - Heike Freire
Atualmente é grande o número de crianças cujo contato com a natureza é escasso, quando não inexistente. Esta falta pode ser a causa de inúmeras doenças: obesidade, desequilíbrio no biorritmo, problemas motores e de linguagem, asma, estresse, agressividade, hiperatividade, depressão. As crianças precisam da natureza para se desenvolverem de uma forma mais saudável em todos os níveis: físico, emocional, mental, social e espiritual. Neste livro, Heike Freire define de uma maneira simples e inteligente a problemática enfrentada pelas crianças, e oferece meios para que restabeleçam o contato com a Mãe Natureza e estratégias para que aprendam os ensinamentos dela.




A lógica da pesquisa científica - Karl Popper
Este livro traça um quadro do caráter lógico da pesquisa científica, quadro que faz plena justiça à revolução "einsteiniana" na Física e ao seu enorme impacto sobre o pensamento científico em geral. Aqui não se apresenta a ciência como empenhada em fabricar engenhocas ou em coletar informações para correlacioná-las por via de processos dedutivos ou indutivos. Ela é apresentada, antes, como uma tentativa de formular uma teoria do mundo com base em conjecturas, disciplinada por uma crítica penetrante. A edição traz o texto integral da obra, sem cortes, razão pala qual constitui leitura para estudantes e estudiosos de Lógica e Filosofia da Ciência. 




Pensamento

A Graça que vem de Deus - Abade Notker Wolf
Notker Wolf comenta de forma leve e bem-humorada, pequenos acontecimentos da vida cotidiana, fatos da
atualidade ou experiências pessoais, de onde extrai lições e ensinamentos valiosos. São inspirações repentinas de momentos de silêncio ou observações casuais do dia a dia, intuições do viajante do mundo ou do abade primaz, a quem as pessoas confiam suas histórias e suas preocupações. Esta obra trata de uma grande variedade de temas da atualidade: fidelidade e solidariedade, a falta de sentido na vida, o mau hábito de nos queixarmos de tudo, o abuso do álcool entre os jovens, a importância da oração, a incrível força da fé, etc. Na opinião de Wolf, tudo é possível se tivermos um bom fundamento para nossa fé, e o melhor fundamento que ele conhece é a fé em Deus.


O Zen na Arte da Cerimônia das Flores - Gusty L. Herrigel
Arte e religião estão intimamente interligadas na história da cultura japonesa. Os arranjos florais obedecem a normas que não constituem uma arte no seu verdadeiro sentido, mas são expressão de uma experiência de vida muito mais profunda. A ikebana, palavra que pode ser traduzida como "a arte de conservar as plantas vivas em recipientes com água", inclui o voto de amar as flores como seres vivos e de cuidar delas com bondade. Até a água com que as regamos deve ser vertida com a consciência da responsabilidade que temos de nos proporcionar um vislumbre da beleza e do segredo da vida. Praticado com a adequada disposição de espírito, o culto das flores é um dos caminhos mais harmoniosos para se chegar ao conhecimento de si mesmo e para a aquisição de uma consciência elevada que transcenda todo pensamento racional e utilitário. Afinal, como diz Bokuyo Takeda, mestre de Gusty Herrigel, "o homem e a planta são mortais e mutáveis; o significado e a essência do arranjo floral são eternos".

Como se Relacionar com um Aquariano - Mary English
Uma análise bem-humorada do signo de Aquário. As informações precisas deste livro vão ajudar você a evitar erros comuns com relação a este penúltimo signo do Zodíaco e a elaborar com facilidade um mapa astral. Descubra como encontrar os pontos principais que o levarão a compreender melhor os aquarianos, aproveitando o melhor que esses nativos têm a oferecer. Com base em suas centenas de clientes e usando exemplos da vida real, Mary English nos oferece informações surpreendentes e mostra "Como se Relacionar com um Aquariano".






Como sobreviver a um pisciano - Mary English
Você já se perguntou o que acontece na cabeça de um pisciano? Já enfrentou o desafio de lidar com um deles? Está cansado de tentar fazer com que um pisciano entenda você? As informações precisas deste livro vão ajudar você a evitar erros comuns com relação a este último signo do Zodíaco e a elaborar com facilidade um mapa astral. Descubra como encontrar os pontos principais que o levarão a compreender melhor os piscianos, aproveitando o melhor que esses nativos têm a oferecer. Com base em suas centenas de clientes e usando exemplos da vida real, Mary English nos oferece informações surpreendentes e mostra Como Sobreviver a um Pisciano.




Seoman

12 Anos de Escravidão - Solomon Northup
Filme vencedor do 71º Globo de Ouro e indicado para o Oscar 2014 em 24 categorias, é adaptação de livro que será publicado este trimestre pela Seoman. 12 Anos de Escravidão é um livro de memórias angustiantes sobre um dos períodos mais sombrios da história norte-americana. Ele relata como Solomon Northup, nascido um homem livre em Nova York, foi atraído para Washington, D.C., em 1841, com a promessa de um emprego, e então drogado, espancado e vendido como escravo. Ele passou os doze anos seguintes de sua vida em cativeiro, trabalhando, na maior parte do tempo, em uma plantação de algodão em Louisiana.
Após seu resgate, Northup escreveu este registro excepcionalmente vívido e detalhado da vida escrava. Tornou-se um sucesso imediato e, hoje, é reconhecido por sua visão incomum e eloquência, como um dos poucos retratos realmente fiéis da escravidão americana, redigido por alguémtão culto quanto Solomon Northup — uma pessoa que viveu sua vida sob a óptica de uma dupla perspectiva: ter sido tanto um homem livre como um escravo.
Nas telinhas do Cinema, Solomon Northup será interpretado pelo ator Chiwetel Ejiofor e Brad Pitt interpretará o abolicionista canadense que ajudou Solomon a reconquistar sua liberdade, além de ser o produtor do filme.
Um relato surpreendente de um importante período, que conta em detalhes históricos, os perigos, os horrores e humanidade da vida de um grande número de escravos.
Uma peça inestimável da História: as memórias de Solomon Northup.


Está no Meu Sangue - Gabrielle Zevin

9 de fevereiro de 2014

Lido em: Fevereiro de 2014
Título: Está no Meu Sangue - Birthright #2
Autora: Gabrielle Zevin
Editora: Jovens Leitores/Rocco
Tradutora: Maria Clara Mattos
Gênero: Juvenil/Distopia (?)
Ano: 2013
Páginas: 384
Nota: ★★★★☆
Sinopse: Desde sua libertação, Anya Balanchine está determinada a seguir sua vida sossegada. Infelizmente, seu passado é o que torna isso difícil. Nenhum colégio quer uma aluna com acusação de porte de arma de fogo em sua ficha criminal. Além disso, todas as pessoas de seu círculo seguiram novos rumos: Scarlet e Gable estão mais próximos do que nunca e até mesmo Vitória está em uma nova relação. Mas quando velhos amigos reaparecem exigindo certas dívidas a pagar, Anya é levada de volta para o mundo do crime. Uma viagem que vai obrigá-la a atravessar o oceano direto para a terra natal do chocolate. Sua decisão - e seu coração - será testada como nunca.

Resenha: Está no meu sangue é o segundo volume da trilogia Birthright, escrita por Gabrielle Zevin e lançado pela Editora Rocco. A história dá sequência aos acontecimentos do primeiro livro, Todas as coisas que eu já fiz e por isso pode ter spoilers!

Considerada uma criminosa por porte de armas, Anya havia sido presa e estava terminando de cumprir sua pena no Liberty após ter feito um acordo com o pai de Win, Charles Delacroix. Ele estava concorrendo às eleições e não queria ligação alguma com a garota da máfia, o que incluía a proibição do namoro de seu filho com ela. Agora resta a Anya lutar para continuar seus estudos, pois nenhum colégio aceita e vê com bons olhos um aluno com ficha na polícia e observar de longe Win desfilar pelos corredores do colégio com outra namorada. E como se isso já não fosse bastante complicado, ainda precisa lidar com os problemas de sua família, o que envolve seu irmão, Leo, ter ido se esconder no Japão depois de tentarem atingi-lo e a Balanchine Chocolates estar com os negócios em risco devido a má administração. O problema é que no colégio Anya acaba sendo pega próxima de Win, e uma foto que foi tirada foi considerada incriminadora e prejudicial aos interesses de Charles Delacroix, que dá um jeito de prender Anya por ela ter quebrado o acordo entre os dois. Sem intenção de continuar presa por vários meses até o término das eleições, Anya consegue fugir com ajuda de seu advogado, e no México, país onde o chocolate não é ilegal, conhece Theobroma Marquez, um rapaz que cuida das plantações de cacau de sua família. Anya vai conhecer de perto de onde vem o chocolate e percebe que algo tão bom jamais poderia ser considerado ilegal. Mas após uma tentativa de assassinato, Anya precisa sair do México e voltar a Nova York, enfrentando os problemas e saindo do anonimato, e após descobrir outros ataques contra sua família, ainda vai tentar reverter a ilegalidade do chocolate, porém, não vai conseguir fazer isso sozinha...

Todas as coisas que já fiz foi uma leitura bastante agradável e surpreendente pra mim, e a trama envolvendo questões familiares e proibições à população com um pano de fundo futurístico e bastante crível precisaria de uma continuação em que mais explicações acerca da nova política nos fossem dadas, e Está no meu sangue cumpriu com o esperado.

Acredito que ao se criar um cenário futurístico com um quê distópico, são necessárias explicações convincentes para que o leitor acredite nos motivos que levou o mundo ao caos, e argumentos bem plausíveis que não haviam sido dados no primeiro volume, são feitos nesse segundo. A ida de Anya para o México onde ela aprende mais sobre o cultivo do cacau a fazem entender vários pontos sobre sua ilegalidade, que de certa forma poderia ser revogada, principalmente porque como havia dito na resenha do primeiro livro, o que é considerado ilegal nunca está de fato extinto e sempre haverá meios de se conseguir, basta a pessoa estar interessada e disposta a correr riscos, sejam eles quais forem.

Mesmo com toda a ação imposta, é possível perceber que o foco da história é Anya e a forma como ela lida com o que a cerca, sendo alvo de injustiça em vez de se fazer de vítima, uma garota que por mais problemas que atraia por ter ligação com a máfia, está disposta a fazer o certo, a correr atrás do que acredita ser melhor para ela e para todos a sua volta, e se ela não agir, a história não se desenvolve, pois tudo depende dela, é como se as escolhas de Anya fizessem a história.

Com relação aos personagens, principalmente com a introdução da família Marquez, é possível perceber um melhor desenvolvimento em que alguns ganham mais destaque. A morte de Galina, a avó de Anya, ainda é muito sentida, assim como outras perdas que aparecem no decorrer na narrativa. Scarlet, a melhor amiga de Anya, resolveu investir num relacionamento com Gable, e trazendo uma novidade inesperada causa bastante desgosto na amiga. Dr. Klipping, o advogado da família, se mostra alguém bastante confiável, até que alguns acontecimentos vêm a tona...
O romance existe na história, numa dosagem pequena, assumo, mas não é o principal motivo que leva Anya a tomar atitudes e fazer suas escolhas, que por mais difíceis e irritantes que pareçam, afinal, sempre acontece alguma coisa que impede Anya ficar junto de Win, são justificáveis.

Apesar de a capa não combinar muito com a do primeiro livro, é muito bonita. Tradução, revisão e diagramação foram bem satisfatórias.
Está no meu sangue é uma sequência muito boa e que vale a pena ser lido, pelas mensagens nas entrelinhas sobre um mundo caótico e o que as pessoas fazem para viver nele. Curiosa para saber sobre a nova empreitada de Anya no terceiro volume...

A Prisão Mal-Assombrada - Joseph Delaney

8 de fevereiro de 2014

Lido em: Fevereiro de 2014
Título: A Prisão Mal-Assombrada
Autor: Joseph Delaney
Ilustrações: Scott M. Fisher
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Infantojuvenil/Terror
Ano: 2014
Páginas: 112
Nota: ★★★☆☆
Sinopse: A história começa com a primeira noite do órfão Billy, de quinze anos, como guarda de uma sinistra prisão. Mas essa não é uma cadeia qualquer com prisioneiros comuns. Nela há celas mal-assombradas que não podem ser usadas, sussurros e gritos durante a noite. E o temido Poço da Bruxa. Billy é alertado a manter distância do prisioneiro que fica lá no fundo do poço. Mas quem poderia ser? O que poderia ser tão assustador?

Resenha: Escrito por Joseph Delaney (autor conhecido pela série As Aventuras do Caça-Feitiço), A Prisão Mal-Assombrada, lançado no Brasil pela Bertrand, conta a história de Billy Calder, um garoto órfão de quinze anos que consegue um emprego como guarda numa prisão misteriosa e bem sinistra onde teria que vigiar criminosos de todos os tipos. Mas a prisão, localizada num castelo afastado da aldeia e cercado pela floresta, carrega rumores estranhos sobre bruxas condenadas, assombrações e ataques misteriosos e inexplicáveis... Billy ouve falar sobre Netty Pescoçuda, uma antiga prisioneira que costuma aparecer na Praça da Execução por ter sido o local onde foi enforcada... Quando Billy descobre que Netty é um fantasma mal humorado, que tem costume de fazer barulho e causar pesadelos nos prisioneiros, e o emprego que conseguiu na prisão foi por ordem dela, o garoto, ao mesmo tempo que fica curioso para saber o motivo, fica apreensivo por não saber o real propósito de ter ido parar alí e ser o responsável pela ronda noturna...

A Prisão Mal-Assombrada possui uma narrativa bastante fácil e fluída, e mesmo sendo uma leitura voltada ao público infantojuvenil, tem um toque de terror e suspense bem intrigantes e que prendem o leitor, seja ele de qualquer idade. Por ser uma história curta contada de forma rápida e direta, lembra mais um conto (daqueles de terror contados em roda num acampamento), mas ainda assim os detalhes acerca do cenário sombrio, que foi inspirado no Castelo Lancaster, e dos personagens são descritos com bastante perfeição. O Poço da Bruxa, local existente na Prisão, era onde as mulheres acusadas de bruxaria eram mantidas até o julgamento ser feito, e, claro, o posterior enforcamento. E todo o suspense e mistério presentes na história envolvem esse Poço macabro...

Como o foco da história é o suspense em cima do novo emprego de Billy e o medo que ele tem de andar pelo castelo devido aos barulhos e coisas estranhas que se depara, a personalidade dos poucos personagens presentes na história não foi muito trabalhada. Emoções e demais atitudes são melhores visualizadas através das ilustrações, todas de encher os olhos, e algumas bastante perturbadoras!
Gostei da história no geral e me surpreendi com o final! Para quem curte histórias com um toque de terror contadas de forma rápida, vai curtir A Prisão Mal-Assombrada!

Novidade de Fevereiro - V&R

7 de fevereiro de 2014

Maze Runner: Arquivos Secretos - James Dashner
A obra Maze Runner – Arquivos, de autoria de James Dashner, quinto volume da surpreendente e ousada série Maze Runner, best-seller do New York Times, chega às livrarias em fevereiro.
Os admiradores da saga terão acesso a documentos confidenciais: e-mails trocados entre os funcionários do C.R.U.E.L, memorandos que deveriam ter sido destruídos logo após serem lidos e uma seleção de lembranças de alguns jovens que sobreviveram ao caos e à destruição da Terra. Sucesso internacional em vários idiomas, a obra, Correr e Morrer, que deu origem à saga, teve os direitos de filmagem adquiridos pela Twentieth Century Fox e estreia no cinema em setembro de 2014.
Neste volume, James Dashner aumenta ainda mais o suspense por traz da organização C.R.U.E.L, e a obra é completa por ilustrações etilizadas de Marcelo Orsi Blanco. O leitor terá acesso a um olhar único para o mundo de Maze Runner, encontrará respostas para alguns mistérios que não foram revelados nos livros anteriores e poderá tirar suas próprias conclusões: afinal, o C.R.U.E.L é bom ou não?
Esta pergunta percorre o enredo dos volumes anteriores da saga que narra os segredos, mistérios e as mais terríveis aventuras vivenciadas pelos personagens da trama, um grupo de adolescentes que, após superarem os perigos mortais de um labirinto e de se depararem com monstros terríveis em Correr e Morrer (primeiro volume), enfrentam os desafios de um mundo atingindo por um terrível vírus (o Fulgor), que se espalhou pela Terra, transformando os seres humanos em horríveis criaturas em Prova de Fogo (segundo volume). Em Cura Mortal, terceiro volume, eles se veem em meio a um plano maquiavélico e frente a frente com mais um enigma sobre o destino da humanidade. No quarto volume da saga - Maze Runner – Ordem de Extermínio – são fornecidas algumas respostas para os acontecimentos apocalípticos que levaram a humanidade à beira da extinção; como surgiu o vírus mutante Fulgor; e de como a necessidade de preservação fez com que alguns planejassem soluções drásticas como a criação da enigmática organização: o C.R.U.E.L.


Novidades de Fevereiro - Única

6 de fevereiro de 2014

Poder - Sarah Pinborough
Quando um príncipe mimado é enviado pelo seu pai para tentar desvendar os mistérios de um reino perdido, ninguém imagina os perigos que ele encontrará pela frente! Acompanhado da figura sóbria e sagaz do Caçador e de Petra, uma jovem valente que possui uma ligação muito forte com a floresta, o príncipe acaba encontrando um reino adormecido por uma estranha magia. Todos os seres vivos foram cercados pela densa mata e estão dormindo, em um sono pesado demais, que só poderia vir da magia. Mas que tipo de bruxaria assolaria uma cidade inteira e seus habitantes? E, principalmente, quem faria mal a uma jovem rainha tão boa e tão bela? A não ser, claro, que os olhos não percebam o que um coração cruel pode esconder...
Poder é o terceiro volume da trilogia Encantadas, e traz como história principal o conto da Bela Adormecida. Porém, esqueça os clichês tradicionais e se entregue a uma nova visão dos contos de fadas, em que heróis e anti-heróis precisam se unir para não perecerem à beleza superficial de princesas e rainhas egocêntricas e aos príncipes em busca de aventuras.

Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge
Lucie Walker não se lembra de quem é ou como foi parar nas águas geladas da Baía de São Francisco. Encaminhada para uma clínica psiquiátrica, ela aguarda até que um homem chega afirmando ser seu noivo.
Entretanto, com seu retorno para casa, essa mulher sem memória vai tomando conhecimento de sua personalidade antes do acidente, da pessoa controladora, fria e sem vida que era, e dos segredos da infância e da família, assim como da situação do noivado e dos mistérios que podem ter provocado o acidente. Será que ela quer isso de volta? Será que essa nova Lucie conseguirá manter o amor por Grady, ou a oportunidade de recomeçar será sua salvação?
Intenso, franco e incrivelmente emocionante, Enquanto eu te esquecia é um livro delicado, que nos questiona sobre a maneira que vivemos e nos lembra que sempre temos uma nova chance de ser feliz.


Novidades de Fevereiro - Bertrand

4 de fevereiro de 2014

Inseparáveis - O Fogo Amigo das Lembranças - Alessandro Piperno
Inseparáveis. É o que os irmãos Filippo e Samuel Pontecorvo sempre foram um para o outro. Suas personalidades opostas nunca os distanciaram: a indolência de Filippo em contraposição à determinação de Samuel, sempre brilhante nos estudos e no trabalho. Tudo muda, contudo, quando o primeiro se torna famoso da noite para o dia, e o segundo começa seus dias de crise, entre um investimento de risco e um impasse sentimental catastrófico. E, dessa vez, nem mesmo a inabalável e protetora mãe conseguirá evitar que os filhos enfrentem essa situação.
Em Inseparáveis, Alessando Piperno reapresenta os Pontecorvo – já protagonistas de Perseguição – e encerra o díptico O Fogo Amigo das Lembranças com uma obra totalmente autônoma que, ao mesmo tempo, desata todos os nós do primeiro livro. Uma obra brilhante, irônica e emocionante.
Piperno produziu um romance melancólico, opressivo à sua própria maneira, que acompanha a evolução de uma família que pesa o trauma de um pai acusado de pedofilia. O autor é hábil ao descrevê-la como um lugar aparentemente seguro, mas que, na verdade, sempre esteve a ponto de ruir.
Entre o passado e o presente – com flashbacks, memórias e suspeitas –, Piperno oferece ao leitor outra perspectiva sobre a história obscura de Leo Pontecorvo, protagonista de Perseguição. Dessa vez, a voz está com os outros três membros da família, meros espectadores na obra anterior.
Um grande romance: atual, veloz e cruel, mas com a cadência clássica de uma comédia humana que se repete de maneira atemporal.

A Prisão Mal-Assombrada - Joseph Delaney
A história começa com a primeira noite do órfão Billy, de quinze anos, como guarda de uma sinistra prisão. Mas essa não é uma cadeia qualquer com prisioneiros comuns. Nela há celas mal-assombradas que não podem ser usadas, sussurros e gritos durante a noite. E o temido Poço da Bruxa. Billy é alertado a manter distância do prisioneiro que fica lá no fundo do poço. Mas quem poderia ser? O que poderia ser tão assustador?
O cenário deste livro é inspirado no Castelo Lancaster, onde, em 1612, as bruxas de Pendle ficavam trancadas antes de serem julgadas e enforcadas. Elas eram mantidas em uma cela conhecida como Poço da Bruxa. Quando Joseph Delaney visitou o castelo, ficou imaginando o que teria restado lá embaixo depois que as bruxas se foram.
Uma história de terror digna dos mestres do gênero.
Conhecido mundialmente pela série best-seller As Aventuras do Caça-Feitiço, Joseph Delaney aventura-se, desta vez, numa história independente, mas ainda repleta de mistério e fantasia. Quando lançado, foi comparado a livros de Neil Gaiman.

Aguardo Sua Resposta - Dan Chaon
Existe felicidade conjugal em uma sociedade na qual o casamento é uma instituição inabalável? O livro é essencialmente dividido em três histórias. Na primeira delas, Chaon traz Ryan Schuyler, que após se formar na faculdade e fugir sem deixar pistas, é dado como morto pela polícia. Causa: suicídio. A cena inicial deste personagem prova por que o autor é tido pelos críticos como um dos poucos que não tem medo nem vergonha da brutalidade.
Na trama seguinte surge a jovem Lucy Lattimore, que fugiu às escondidas com seu professor de história. O que parecia uma aventura excitante e promissora ao lado do misterioso docente, logo se torna monótona e assustadora. Para finalizar, Miles Cheshire, que continua sua busca frenética - iniciada há dez anos - pelo irmão gêmeo desaparecido. Para piorar, toda pista leva a uma inusitada situação, algo como uma brincadeira.
Chega ao Brasil um dos autores mais elogiados dos Estados Unidos na atualidade: Dan Chaon, finalista do National Book Award. Seu livro de estreia, Aguardo sua resposta, recebeu críticas consagradores em grandes veículos, como The Washington Post, The New York Times, The Guardian e Los Angeles Times. Uma obra-prima com fôlego de thriller, um romance inesquecível em que passados são inventados e reinventados, e o futuro é sedutoramente inexplorado e, ao mesmo tempo, está perigosamente à deriva.

Nós, Os Deuses - O Ciclo dos Deuses - Livro 01 - Bernard Werber
Em algum lugar muito, muito distante, no planalto de uma ilha conhecida pelo nome de Aeden, localiza-se a cidade de Olímpia. Ali funciona a Escola dos Deuses, uma inusitada instituição sob o comando dos doze deuses da mitologia grega, responsáveis por ensinar aos seus aprendizes uma arte que requer talento, criatividade, inteligência, sutileza e intuição: a arte de ser deus.
Após evoluírem em suas vidas como mortais e desempenharem satisfatoriamente a função de anjo da guarda, os 144 alunos-deuses receberam a missão de gerenciar multidões humanas. Para isso, cada um deles é encarregado de cuidar de uma população, ajudá-la a desenvolver instintos de sobrevivência, criar cidades, guerrear, inventar religiões.
Entre os escolhidos para essa nova turma de estudantes divinos estão figuras anônimas, como o protagonista Michael Pinson e seus amigos Edmond Wells e Raul Razorback, e personalidades ilustres, como Marilyn Monroe, Édith Piaf, Gustave Eiffel, Joseph Proudhon, Sarah Bernhardt, e muitos outros.
Mas eles logo descobrem que não à toa a profissão de deus é considerada a mais difícil das atividades. Todos precisam lidar com a influência de seus mestres – entre eles Afrodite, a deusa do Amor, que desperta em Michael uma paixão arrebatadora – e com a presença de um deicida desconhecido, que resolve eliminar um a um os próprios colegas.
Além disso, os segredos da Ilha de Aeden despertam muita curiosidade, e os alunos-deuses estão dispostos a arriscar o que for preciso para descobrir, principalmente, o que é a brilhante luz no alto da montanha e que parece vigiá-los. O que será que aquilo significa? Certamente nem todos sobreviverão para desvendar esse mistério.
Em Nós, os Deuses, Bernard Werber leva o leitor ainda mais longe na descoberta das espiritualidades e mitologias. No fim dessa extraordinária saga, em que se misturam aventura, suspense e humor, todos vão se perguntar: “E eu, se fosse Deus, o que faria?”
Nós, os Deuses é o produto de uma imaginação maravilhosa e um suspense fora do comum.
Conhecido mundialmente pela série best-seller O Império das Formigas, que vendeu mais de um milhão de cópias somente na França, Bernard Werber apresenta agora mais uma trilogia: O Ciclo dos Deuses.

Felicidade Conjugal - Tahar Ben Jelloun
Existe felicidade conjugal em uma sociedade na qual o casamento é uma instituição inabalável? O protagonista, um pintor obrigado a se aposentar após sofrer um AVC, sofre com a certeza de que sua relação conjugal caótica foi a responsável por seu colapso. Diante disso, com o tempo ocioso e com medo de cair em depressão, ele decide escrever suas memórias, narrando o começo do relacionamento, a má relação com os sogros, o amor louco, a rotina e o ódio que se instalou. Um trabalho de autoanálise, que vai ajudá-lo a encontrar coragem para se libertar da relação destrutiva com a esposa. Esta é a primeira parte do livro, chamada de “O homem que amava demais as mulheres”.
Ao descobrir, por acaso os escritos do marido, a esposa decide escrever sua versão dos fatos. Começa então a segunda metade, intitulada de “Minha versão dos fatos - Resposta a O homem que amava demais as mulheres”. Obviamente, as versões são divergentes, a ponto de o leitor questionar se os dois fizeram parte da mesma história, do mesmo casal.
Sucesso de crítica e multipremiado por toda a Europa, Tahar Ben Jelloun retrata em Felicidade conjugal a história de um homem que resolve pintar seu último quadro: o de seu relacionamento. As cores são fortes, e, como toda obra de arte, sempre há mais de uma opinião sobre o mesmo assunto, a mesma vida, os mesmos atos.