A Estrela Mais Brilhante do Céu - Marian Keyes

30 de junho de 2012

Lido em: Dezembro de 2011
Título: A Estrela Mais Brilhante do Céu
Autor: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Chi Lit
Ano: 2011
Páginas: 598
Nota: ★★★★☆
Sinopse: Existe um misterioso espírito que paira sobre o edifício número 66 da Star Street, em Dublin, Irlanda. Ele está em uma missão para mudar a vida de alguém. Em A Estrela Mais Brilhante do Céu, Marian Keyes demonstra mais uma vez sua técnica como uma dos grandes contadores de histórias da atualidade e sua vontade de ultrapassar limites na literatura. Os inquilinos do prédio 66 formam certamente um grupo excêntrico. Na cobertura mora Katie, uma mulher de 39 anos que trabalha como relações públicas de cantores e que só se preocupa com o tamanho de suas coxas e se seu namorado irá propor casamento. No apartamento abaixo, dividem o espaço dois poloneses mais a engraçada Lydia. No primeiro andar está Jéssica, a octogenária que vive com seu malvado cachorro e o filho adotivo. Já no térreo estão os recém-casados Maeve e Matt, que por mais que tentem esquecer o passado, não conseguirão.

Resenha:  O tal espírito misterioso citado na sinopse, é o narrador dessa história, e chega de mansinho no prédio 66 passando a observar a vida dos moradores. Cada personagem tem sua própria história, que em forma de contagem regressiva feita por ele, tem a vida analisada. A ideia que eu tive sobre isso é que se alguém está sendo analisado ou avaliado é porque, após ser escolhido, está prestes a receber alguma coisa, seja ela boa ou má.
A vida desses vizinhos vão se cruzando de forma muito bacana, onde após anos de desinteresse e indiferença um para com o outro, eles começam a se enxergar de outra maneira com ajuda desse "espírito".

Os personagens dessa história são mais adultos, mais maduros, e acho que a história de vida e propósito de cada um foram os elementos que tornaram o livro menos engraçadinho.

Katie já está chegando aos 40 e tem um complexo enorme por ainda estar encalhada. Ela e seu chefe acabam se envolvendo, mas ela continua desacreditada e infeliz pois o cara é completamente viciado em trabalho, e tudo indica que ele sempre vai colocar a carreira em primeiro lugar, mesmo que isso signifique sacrificar um relacionamento que poderia dar certo e magoar os sentimentos alheios sem a menor consideração.

Lydia trabalha como taxista e divide o apartamento do terceiro andar com dois poloneses, Andrei e Janco (e não, eles não são gays). Ela vive se aventurando com um deles por mais antipatia que ela sinta. Ela é super arrogante, mandona, debochada, daquele tipo que fala tudo que lhe vem a cabeça sem medir as consequências, e de início tomei uma certa raiva da moça, mas depois que conhecemos sua história e descobrimos porque ela é do jeito que é e o que ela fez por sua mãe doente, ela se tornou minha personagem preferida, pois no fundo, ela é uma boa pessoa e só quer ser feliz. Só achei que ela passou por muita coisa injusta na vida... Mas quem disse que a vida é justa, né? :/

Jemima, é uma senhora que vive com seu cachorro rabugento e que odeia gente estranha, Rancor, e espera por seu filho adotivo, Fionn, que está pra gravar um programa sobre jardinagem na TV. Ela é a personagem mais sem graça da história na minha opinião, talvez por viver naquela mesmice de sempre, mas não deixa de ter sua importância e função na história, claro...

Já o casal Maeve e Matt, são os personagens que foram mais trabalhados com relação aos detalhes de suas vidas, e o mistério maior gira em torno deles e de uma coisa horrível que aconteceu no passado. Só que Maeve é fresca, fica se fazendo de vítima a todo momento e isso chega a ser irritante. Ela tem seus motivos pra se comportar assim, mas beira o exagero. Já Matt, é um exemplo de bom marido na minha opinião, mas acho meio difícil, pra não dizer impossível, existir um homem com a "paciência" que ele tem, por mais que tenha sofrido junto com a esposa.

Apesar de ter, ainda não tive chance de ler todos os livros de Marian Keyes, mas dentre os que já li, A Estrela Mais Brilhante do Céu é mais "sério" e não faz o mesmo estilo cômico dos outros, que mesmo abordando temas sensíveis, sempre vêm cheio de humor e maluquices.
Quem narra a história do livro, nos faz imaginar que ele seja qualquer coisa, menos quem ou o que realmente é...

O livro é muito bacana, mas confesso que além de ter achado o começo um pouco arrastado e a empolgação não vir de imediato, me perdi em algumas partes pois a leitura não me prendeu justamente pela enrolação do começo. Mas depois fica bom! Não percam as esperanças! Eu demorei quatro dias pra acabar de ler esse bendito! Talvez porque alguns personagens foram menos trabalhados do que outros e alguns acontecimentos deixaram um pouco a desejar também. Outra coisa que me incomodou um pouco, é a famosa "falação" desnecessária de MK pra engrossar o livro. Tinha muita coisa alí que poderia ter sido bem menos detalhada ou simplesmente cortada da história, pois, ao meu ver, não acrescentou nada. Mas de forma geral, apesar de não ser o melhor, é um livro muito bom pra ser lido, principalmente quando se tem tempo pra isso! Confesso que me emocionei muito com a história do casal do primeiro andar e cheguei a ficar com os olhos cheios de lagriminhas. É o tipo de livro que você fecha e fica com aquela sensação de paz, com aquele sorriso no canto da boca, refletindo sobre as coisas boas da vida e percebendo que a leitura valeu muito a pena...

Lançamento Editora Fundamento

Nova Parceria - Deise Müller

Boa tarde minha gente!!!


Passando pra poder falar um pouquinho mais sobre a mais nova autora parceira aqui do blog, cujo livro anda fazendo o maior sucesso entre os leitores! Deise Müller, autora do livro Lilac! Para saber um pouquinho mais sobre ela e seu livro (que de acordo com resenhas que li na blogosfera parece ser ótimo), clique AQUI!

Espero que tenham gostado!

Garoto Encontra Garota - Meg Cabot

29 de junho de 2012

Lido em: Abril de 2011
Título: Garoto Encontra Garota - Garoto #2
Autor: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Gênero: Juvenil/Chick Lit/Romance
Ano: 2006
Páginas: 400
Nota: ★★★★☆
Sinopse: Neste novo sucesso de Meg Cabot, Kate Mackenzie é assistente da TPM (Tirana, Perversa e Maldosa) Amy Jenkis, diabólica diretora de RH da empresa onde trabalha. TPM ordena que Kate demita a funcionária mais popular da empresa, o que a leva a ser processada pela demissão injusta. Mas, ao contrário do que todos imaginavam - que Kate ia se dar mal -, ela encontra o amor de sua vida no tribunal.

Resenha: Garoto Encontra Garota é o segundo volume da série Garoto de Meg Cabot, porém, esse livro apesar de ser no mesmo estilo onde a narrativa se dá pela leituras dos emails (e agora com anotações no diário, bilhetinhos, conversas pelo messenger e receitas de sobremesas que dá vontade de testar) que os personagens usam pra se comunicar, não é a continuação da história dos personagens do primeiro livro, então, podem ler tranquilos que spoiler não tem.

O livro é totalmente independente do primeiro. Alguns dos personagens até que aparecem às vezes, só pra dar aquele gostinho de saber o que aconteceu com eles alguns anos depois (lembrei dos livros da família Walsh, da Marian Keyes, pois como as personagens são irmãs, uma ou outra acaba aparecendo na história e assim ficamos sabendo o que foi feito de suas vidas), mas a história agora é centrada em Kate Mackenzie, que foi morar na casa, ou melhor, no sofá da amiga Jen após o término de um namoro de "míseros" 10 anos com Dale, pois o cara não queria um compromisso "mais sério"! Canalha! Como Kate não tem um salário bom o bastante pra pagar aluguel, fica dependendo da amiga, e o que ela mais quer é ter seu próprio canto.

Kate trabalha no RH do New York Journal (a mesma empresa do primeiro livro) como representante dos funcionários, sob a supervisão de TPM (Tirana, Perversa e Maldosa), vulga Amy Jenkins, que agora é a diretora do RH do jornal e continua mais intragável do que nunca!

Um belo dia, Sra. Ida Lopez, a doceira mais querida da empresa, se nega a servir seus deliciosos doces para um cara considerado "importante", ele reclama e por ordem de Amy, Kate fica responsável por demitir a velha! Só que o que ninguém imaginava, era que a Sra. Lopez entraria na justiça para processar a empresa e Kate dá o azar de ter que dar satisfações da demissão injusta dela, já que foi ela quem a demitiu. E é aí que ela conhece Mitch Hertozog, o advogado contratado pela empresa, super irônico, lindo de morrer, atlético e é daquele tipo que demonstra não estar nem aí pra nada. Stuart, seu irmão mais velho e noivo de Amy, está seriamente ligado ao caso da demissão injusta e, mesmo sendo o advogado e consultor jurídico da empresa, não poderia representá-la, então manda Mitch fazer esse trabalho por ele. O que Stuart não esperava, era que Mitch além de ficar apaixonado por Kate, ainda começa a defender a Sra. Lopez, pois o cara além de não estar nem aí pra nada, acha que a demissão foi mesmo injusta! rsrsrsrs

Achei muito legal os personagens terem ligações com os personagens do primeiro livro. Mitch (e Stuart) é irmão de Stacy, cunhada de John Trent. Como Jen e o marido estão tentando ter um bebê, Kate fica louca pra sair da casa deles e em uma parte da história acaba indo se "hospedar" na casa de Dolly Vargas (a colunista de moda super "loosho").

Cardápio
Enfim, o livro é muito bacana, a leitura flui muito fácil (li o livro em um dia só e quando acabou me perguntei: mas jááá?) e é cheio de situações super engraçadas, embaraçosas, algumas hilárias de tão absurdas e ridículas (principalmente as situações em que Kate está bêbada), há uma trama diabólica no ar e tudo mais, mas achei que tudo aconteceu muito rápido e a nova forma de narrativa incluindo bilhetinhos e anotações feitas nos cardápios dos restaurantes deixaram as coisas um pouco avacalhadas. O romance aconteceu muito de repente e Mitch, com a vida que leva e os princípios que tem, não combina nem um pouco com essa carreira que seguiu.

E o nome do livro, mais uma vez não corresponde com a história, por mais que Mitch, às vezes, seja um pouco moleque e irresponsável. Mas recomendo a leitura! Adorei o livro e está nos meus favoritos!
Só falta eu ler o terceiro livro da série agora, "Todo Garoto Tem", e estou ansiosa!

O Garoto da Casa ao Lado - Meg Cabot

28 de junho de 2012

Lido em: Abril de 2012
Título: O Garoto da Casa ao Lado - Garoto - Livro 1
Autor: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Gênero: Juvenil/Chick Lit/Romance
Ano: 2005
Páginas: 400
Nota: ★★★★★
Sinopse: Escrito em forma de mensagens de e-mail, 'O garoto da casa ao lado' revela a história de Melissa Fuller, uma jornalista de celebridades que está prestes a perder o emprego. Numa certa manhã, Mel está 68 minutos atrasada para o trabalho, completando assim seu 37º atraso no ano. Um recorde. O departamento de Recursos Humanos já lhe mandou um memorando oficial sobre o assunto, seu chefe duvida seriamente do seu compromisso com o jornal e, além disso, até sua melhor amiga anda preocupada com seu bem-estar psicológico. Contudo, dessa vez, ela tem uma desculpa de verdade - estava socorrendo Helen Friedlander, sua vizinha de oitenta anos, que entrou em coma após levar um golpe na cabeça, em conseqüência de um misterioso atentado.

Resenha: Mel é uma jornalista de 27 anos, ruiva (pra variar) e super altruísta, que deixou a casa dos pais, que vivem no interior, para tentar se dar bem em Nova York. Ela trabalha no New York Journal, e, mesmo contra sua vontade, ficou responsável pela página 10, a coluna das fofocas!

Mel vive chegando atrasada no trabalho e já recebeu milhões de advertências pois simplesmente não consegue ser pontual, e tinha sido avisada que caso se atrasasse mais uma vez, correria o risco de perder o emprego. Como se esse "pequeno" problema já não fosse o bastante, Mel ainda está desesperada por estar encalhada e com quase 30 anos nas costas.

O que acontece, é que um belo dia, enquanto Mel saía pra trabalhar ainda no horário, encontra a Sra. Helen Friedlander, sua amiga e vizinha de 80 anos, caída no chão e desacordada. Ela tinha sido vítima de um ataque misterioso, cujo suspeito número 1 seria o "Travesti assassino", e devido a pancada que levou na cabeça, entrou em coma. Mel mais uma vez chega atrasada ao trabalho, mas pelo menos tinha uma justificativa plausível rsrsrs.

Depois do atentado que a Sra. Friedlander sofreu, Mel passa a tomar conta dos gatos e cachorros de estimação dela, mas começa a achar que de certa forma isso está atrapalhando sua vida social e, com a mão no coração, decide procurar algum parente da pobre coitada pra ficar responsável pelos bichos. Eis que surge Max, o sobrinho da velha.

Max é um fotógrafo que se acha o tal, um tanto antipático, pretensioso e oportunista. Como ele está pouco se lixando pros bichinhos da tia e não vai deixar de aproveitar suas férias em alguma praia paradisíaca com Vivica, sua namorada topmodel, acaba cobrando um favor de seu amigo John Trent, pedindo pra que ele vá cuidar dos bichos em seu lugar e ainda se passando por Max!

Então, é aí que o caminho de Mel e John se cruzam... E o que começou de forma "inocente" toma proporções gigantescas, pois os dois começam a se envolver e sempre que John tenta contar a verdade pra ela, alguma coisa acontece e o impede.

Claro que dentre esse caso complicado de amor, temos todos os personagens hilários e marcantes que se metem na vida um do outro, como Nadine, sua melhor amiga e confidente que também trabalha com Mel no Jornal como Crítica de Culinária; Tony, o chef de cozinha e marido de Nadine; Dolly, a pomposa, intrometida e fofoqueira Colunista de Moda no Jornal; Amy, a gerente intragável e mandona do RH, dentre outros personagens das famílias dos protagonistas que nos matam de rir. E no meio disso tudo, ainda há o mistério de quem apunhalou a velha e o que queria com isso!

Como o livro inteiro foi escrito na forma de emails, o leitor (pelo menos eu) acaba que se sente como parte do círculo de amigos das personagens, como se também tivesse acesso a essas conversas malucas por email. E a forma como Meg Cabot criou cada personagem, com sua própria personalidade inconfundível e marcante onde já sabemos quem é quem só pelo jeito como escreve, é fantástica! A história prende pois é muito bem escrita e gostosa de se ler. De início pode parecer estranho, mas depois que se acostuma com os emails, é muito divertido ler a história do ponto de vista de várias pessoas contando várias coisas ao mesmo tempo sem que vire bagunça! Queria uma caixa de entrada dessas! Hahahahaha! Super engraçado!

Só acho que o título "Garoto" não foi muito adequado, pois dá a impressão de que se trata de um lance entre "aborrecentes", quando na verdade não é. John é um Homem, com H maiúsculo, mesmo! Eita, homão, viu...

E claro que favoritei!

Divulgação - O Inverno das Fadas

27 de junho de 2012

Olá pessoal!!

Depois de ter lido o livro A Fada (vide resenha aqui) e ter gostado muito muito, Carolina Munhóz agora está lançando seu segundo livro, que claro, estou ansiosa pra ler! Ah, e eu adorei a capa!

Saiba um pouquinho mais sobre o livro O INVERNO DAS FADAS!


A magia ocorre ao longo das estações. As piores partes no inverno...

A FANTASY - Casa da Palavra apresenta seu mais novo romance de literatura fantástica, O Inverno das Fadas. Escrito pela jovem autora Carolina Munhóz, ganhadora do prêmio de melhor escritora jovem em 2011, esse livro promete abordar temas polêmicos e instigantes para o público jovem brasileiro.

O livro está em pré venda no site da Saraiva, clique aqui para visualizar
Coloque o livro em sua estante no Skoob! Clique aqui!


Capa:
Sinopse: EXISTEM PESSOAS NORMAIS em nosso planeta. Homens e mulheres simples que nascem e morrem sem deixar uma marca muito grande ou mesmo significativa na humanidade. Mas existem outros que possuem talentos inexplicáveis. Um brilho próprio capaz de tocar gerações. Como eles conseguem ter esses dons? De onde vem a inspiração para criar trabalho maravilhosos? São cantores com vozes de anjos, artistas com mãos de criadores e escritores imortais.

Existe uma explicação para isso.

Sophia é uma Leanan Sídhe, uma fada-amante, considerada musa para humanos talentosos. Ela é capaz de seduzir e inspirar um homem a escrever um best-seller ou criar uma canção para se tornar um hit mundial. A fada dá o poder para que a pessoa se torne uma estrela, um verdadeiro ícone, ao mesmo tempo em que se aproveita da energia do escolhido para alimentar-se.

Causando loucura.

E MORTE.

Orelha:

EM O INVERNO DAS FADAS acompanhamos as lembranças de Sophia Coldheart em relação às diversas celebridades que inspirou e também levou ao suicídio. No entando, sua recente vítima, William, um jovem escritor de um condado da Inglaterra, parece prestes a deixá-la com uma dúvida jamais sonhada em toda a sua existência.

O que aconteceria se Sophia encontrasse um humano capaz de resistir aos seus encantos, a ponto de fasciná-la? Ela deixaria seu instinto de lado para se apaixonar e proteger um mortal? E quanto a William, o que faria diante de forças e sentimentos tão poderosos? Será preciso tomar uma decisão difícil.

Se uma fada nos fizesse ponderar entre o afeto e a glória, se nos fossem oferecidos dons inacreditáveis em prol de um grande preço, qual seria realmente nossa escolha?

Uma vida longa e normal, repleta de amor?

Ou uma vida extraordinária, à espera da morte trágica?

O Poder dos Seis - Pittacus Lore

25 de junho de 2012

Lido em: Maio de 2012
Título: O Poder dos Seis - Os Legados de Lorien #2
Autor: Pittacus Lore (James Frey e Jobie Hughes)
Editora: Intrínseca
Gênero: Aventura/Ação/Juvenil/Ficção Científica
Ano: 2011
Páginas: 320
Nota: ★★★★★
Sinopse: O planeta Lorien foi devastado pelos mogadorianos, e seus habitantes, dizimados. Exceto nove crianças e seus guardiões, que se exilaram na Terra. Eles são como os super-heróis que idolatramos nos filmes e nos quadrinhos – porém, são reais. O Número Um foi morto na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Tentaram pegar o Número Quatro, John Smith, em Ohio, e falharam. Em O poder dos seis, John e a Número Seis se recuperam da grande batalha contra os mogadorianos, de quem ainda fogem para salvar a própria vida. Enquanto isso, a Número Sete está escondida em um convento na Espanha, acompanhando pela Internet notícias sobre John. Ela se pergunta onde estão Cinco e Seis, imaginando se um deles é a garota de cabelo preto e olhos cinzentos de seus sonhos, cujos poderes vão além de tudo o que ela já imaginou, aquela que tem a força necessária para reunir os seis sobreviventes.

Resenha: O Poder dos Seis, é o segundo volume da série Os Legados de Lorien. Essa resenha possui spoilers do primeiro livro, Eu Sou o Número Quatro. Caso ainda não tenha lido, recomendo a leitura pois é um livro muito bom! Para dar uma espiada na resenha do primeiro livro, clique AQUI.

Em "O Poder dos Seis", Número Seis, Sam, John e seu chimæra, Bernie Kosar, fogem de Paradise após destruírem a escola toda pra poderem escapar dos outros mogadorianos que estão na captura deles e porque a polícia encontrou os vários documentos falsos que ele e Henri, que morreu durante a batalha na escola, forjavam. Como se isso não fosse o bastante, John ainda passa a ser procurado como um terrorista por causa da destruição e de sequestrar Sam. Sam não avisou pra ninguém que deu no pé com os Gardes, tudo isso pra descobrir o que raios aconteceu com seu pai! Menino desajuizado!
John vai embora com a mão no coração por estar deixando Sarah, seu "grande e único amor", mas no momento, fugir é a única coisa que ele poderia fazer pra se salvar e mantê-la em segurança também.

Esse volume dessa vez foi dividido entre a história de John e Marina, que é a Número Sete, e os capítulos se intercalam. Isso foi fantástico e até o texto pra cada um, com as letras diferentes, foi um diferencial muito bacana!
Marina e sua Cêpan, Adelina, vivem em um tipo de convento/orfanato na Espanha, e o desespero de Marina para descobrir se outros Gardes estão vivos e a ansiedade dela pra encontrá-los, faz com que ela sempre fique pesquisando e procurando por pistas de John na internet as escondidas pois ela acredita que devido as notícias que aparecem na televisão, só pode se tratar de um outro sobrevivente. Porém, ela é recriminada por Adelina, que já não deseja fazer parte da guerra por ter perdido as esperanças, tenta proibir Marina de fazer parte dessa vida pois agora estão na Terra e a única coisa que importa pra ela agora é Deus. A mulher agora é uma cristã devota e quer simplesmente enterrar o passado como se nunca tivesse acontecido! Mas Marina tem seus ideais e corre atrás do que quer e do que acredita! Marina é simplesmente demais!
Enquanto descobre seus legados sozinha, já que não pode contar com a ajuda de Adelina, Marina acaba fazendo amizade com Ella, uma menininha de uns 11 anos que desperta sua afeição. Marina acaba jurando protegê-la de qualquer mal. No final do livro, Ella revela um grande segredo!
Marina também pode contar com a ajuda de Héctor, que é conhecido como o bebum da cidade, mas que tem um ótimo coração.

A narrativa de Marina é muito calma, talvez por se tratar da introdução de sua história, enquanto a de John é ação pura por conta da fuga. Mal dá pra respirar. Parece que estamos lendo um roteiro de um filme de ação!

Um tipo de triangulo amoroso ainda começa a surgir em meio a toda essa confusão. Não sou muito fã de histórias que envolvem esse assunto, mas a forma como vai acontecendo e se desenrolando me agradou muito!

No decorrer da história, ficamos sabendo um pouco mais da história de Seis, o que é muito bacana, pois isso só me fez ficar mais fã da menina. Sam também é demais, continua melhor do que no primeiro livro!

Como tinha dito na resenha anterior, Sarah não me convenceu como namorada perfeita e eu tinha tomado antipatia dessa odiosa, e nesse livro, minhas suspeitas contra essa menina se confirmaram... Sái fora, Sarah, sua bruxa!
Entendi que aquele amor eterno que John acreditava sentir por Sarah, não passou de uma paixonite adolescente. Afinal, desde quando adolescentes sabem tudo sobre amor ou o que querem da vida nesse sentido? E John, por mais poderoso que seja, ainda é um adolescente e nada mais normal do que vivenciar essas emoções e conflitos.

Enfim, esse livro conseguiu me conquistar ainda mais do que o primeiro. Fiquei agoniada e suplicando pela continuação. Posso dizer que a aparição do Número Nove quase me fez morrer? Gente... Por menor que tenha sido sua participação, ele consegue ser mais foda que todos os personagens juntos! Preciso continuar lendo e saber da história desse menino logo meudeusdocéu!!!

Recomendo totalmente a leitura dos dois volumes e agora estou aqui, ansiosa e desesperada pela continuação que deve ser lançada esse ano, eu espero: A Ascensão dos Nove!
Já está nos meus favoritos, claro!

Resumo da Semana #3

24 de junho de 2012

Boa noite meus queridos!

Essa semana foi um pouco corrida pra mim, por isso não tive tanto tempo assim pra postar tudo o que eu queria aqui no blog. Espero conseguir postar e tirar o atraso nessa próxima semana! Hehehe!

O que rolou essa semana aqui no blog:

A Fada - Carolina Munhóz

22 de junho de 2012

Lido em: Junho de 2012
Título: A Fada
Autor: Carolina Munhóz
Editora: Novo Século
Gênero: Fantasia
Ano: 2011
Páginas: 224
Nota: ★★★★☆
Sinopse: Alguns jovens ganham presentes caros, passagens aéreas ou festas surpresas em seus aniversários de 18 anos. Melanie Aine ganhou o falecimento do pai, uma estranha tatuagem e a descoberta de que não era um ser humano. Como se tudo isso não fosse suficiente, Melanie ainda descobriu por detrás da enevoada e mística cidade de Londres um mundo fantástico que até poderia ignorar, se não descobrisse ser parte importante dele. Um legado que traz com ele diversas tragédias e problemas pessoais que ela não espera se adaptar, mas não sabe se terá opção. A única parte recompensadora parece ser seu encontro com um homem misterioso, oriundo de uma família bruxa poderosa, cuja relação caminha em uma linha bamba e tênue que separa afeto e fúria. Um afeto que pode levá-la à transcendência e à vida eterna. Uma fúria que pode conduzi-la à morte e ao esquecimento. Dentre muitos feitiços, lutas, criaturas mágicas e eventos sobrenaturais, “A Fada” é uma história de descobertas e superações, sobre como o amor pode fazer várias pessoas redescobrirem a vida e a magia nela.

Resenha: Melanie Aine das Fadas é a personagem principal da história, que se passa na Inglaterra. Ao completar 18 anos, uma tatuagem com o desenho de uma fada aparece em seu corpo de forma mágica e muito dolorosa. Ela também perde o pai e sua mãe vai embora. A partir desses acontecimentos, Mel parte em busca de respostas numa missão onde ela irá descobrir sua verdadeira natureza e identidade.

Não posso deixar de destacar o casal Vicento e Olinda, que são amigos de Mel e a ajudam muito, e Arthur Wales, um jovem que Mel via através de visões. Eles acabam se encontrando na floresta em meio a uma tempestade. A partir daí, Mel e Arthur se apaixonam e começam a viver um romance lindo, mágico, cheio de paixão, selvagem e digno de um verdadeiro conto de fadas!
Arthur segue com Mel para ajudá-la nessa jornada até Fairyland, o mundo mágico onde vivem os seres fantásticos, em busca de respostas para todo esse mistério que a cerca, e lá Mel descobre que ela é muito mais do que imaginava ser.

Ler "A Fada", pra mim, foi uma experiência muito bacana e o final realmente me surpreendeu, pois era algo que eu nunca imaginava que iria acontecer, e isso me agradou muito, já que odeio finais previsíveis e óbvios, afinal, nem sempre o que achamos que vai durar pra sempre é o que o futuro e o destino nos reserva...

Num primeiro momento, talvez devido aos conflitos, questionamentos e dificuldades de Mel, o próposito dela não fica muito claro, mas no decorrer da leitura vamos sendo surpreendidos com esclarecimentos para tudo que ficou com um ponto de interrogação pairando sobre nossas cabeças hehehe.

Sou apaixonada por literatura fantástica que envolve seres mágicos, feitiços e afins. Talvez o livro seja um pouco confuso para alguns, pois a narrativa (que é em primeira pessoa) às vezes mistura elementos que podem não ser do conhecimento ou interesse do leitor, como a cultura celta e wicca, que foram, de forma muito adequada, muito bem abordadas nessa obra, ou como encantamentos e alguns termos que são ditos em inglês, o que pra mim foi muito original.

A diagramação é impecável, tudo foi muito bem escrito de forma que a leitura flui muito fácil e cada início de capítulos tem uma ilustração (adoro livros com ilustrações *-*). A capa, que foi a primeira coisa que me chamou atenção, é linda com detalhes de borboletinhas que dão aquele toque encantador e adorável ao livro.

Acho que posso resumir esse livro em uma só palavra: Mágico.

Nova Parceria - Vanessa Martinelli

Oie, gentem!! *-*

A Vanessa Martinelli, que escreveu o livro Amigos Inimigos, agora é a mais nova autora parceira aqui do blog! Ueba!!
Bacana, né?!! Fico muito satisfeita de poder ajudar a divulgar as obras dos autores brasileiros, que a cada dia que passa estão ganhando mais espaço! Só li críticas positivas do livro estou ansiosa pra poder ler também! O livro é voltado para o público juvenil, mas acho que até pros mais velhos não deixa de ser uma leitura legal, afinal, todo mundo ainda tem seu lado "criança", né? Hehehe! E eu sou suspeita pra falar, porque eu adoro livros juvenis... Então, aguardem resenha em breve!

Para saber um pouquinho mais sobre a autora e o livro, é só clicar AQUI.

Bjokas!

Rangers vol.10 Pré Venda - Publicidade Editora Fundamento

Novidades de Junho 2012 - Publicidade Editora Arqueiro

Versão Econômica - Vale a pena pagar menos?

21 de junho de 2012

Oie, pessoaR!

Outro dia estava pensando num assunto pra postar aqui no blog quando vi uma discussão na página do Submarino no Facebook, onde o povo estava reclamando que a coleção com os 7 livros do Harry Potter estava barata porque se tratava da versão econômica (ou exclusiva, como eles insistem em chamar). Aí lembrei que eu, muito fã de J.K. Rowling e Harry Potter, tenho as duas coleções! Sim! Mas por que duas coleções, Flávia sua louca? Explico mais abaixo hehehe... :p

Sinceramente, acho que a capa é o que mais chama a atenção num livro, e quando é alterada de forma que passe outra impressão, como acontece quando as editoras inventam de trocar as capas originais por capas de filmes, aí não fica legal. Mas nesse caso das capas econômicas de Harry Potter, o que mudou foi o tipo do papel, que deixou de ser fosco pra um papel mais brilhante (como se tivesse sido encerado), o título "Harry Potter" não é metalizado, e não tem orelha!

Eu particularmente, na questão da conservação, achei a capa econômica mais "durável", pois não tem o menor perigo de descascar as letras do título, como acontece com a outra versão. Mas um livro onde a capa não tem orelha, parece ser tão pobrinho, coitado... A capa mais fina parece tão frágil, como se tivesse faltando alguma coisa... E fora que tira algumas informações da história ou da autora que poderiam ser úteis pra quem gosta, usá-las como marcador de página, enfim...

Eu sempre gostei de ler, mas só tomei gosto mesmo e fiquei viciada em além de ler, ter os livros, depois que li o primeiro livro do Harry Potter. Os livros iam sendo lançados, e eu ia correndo feito uma maluca comprar. Acho que li cada livro umas 5 ou 6 vezes. Falava de Harry Potter pra todo mundo, e até o pessoal da minha família, incluindo minha mãe, virou fã de Harry Potter. Aí tive a infeliz ideia de emprestar minha amada coleção pra minha irmã, que não teve o menor cuidado com os livros e eles acabaram virando uns cacos... E de tanto serem lidos, ficaram muito gastos, velhos e horrorosos. Por isso comprei a versão econômica, só pra deixar na estante. Está intacta, nunca li! *-*

Tirei algumas fotos pra comparar, olhem só:

Olhem como a capa original, no lado esquerdo, ficou! Que horror! E titulo, cadê você? Volte! rsrsrs

Orelha da capa original *-*

As lombadas. Pra que esse nº 5 alí embaixo na capa econômica, me diz?

Titulo descascando, pra variar...

Outro titulo desaparecido...

Mais um...

Essa capa é a econômica, olha como brilha! *-*

A lombada da coleção. Odeio esses numerinhos... D:

Acho que cada um tem suas vantagens, mas que essa econômica poderia ter pelo menos a bendita orelha, isso poderia.... Se fosse assim, ficaria mega satisfeita e despreocupada com titulos descascantes...
Eu juro que um dia qualquer vou comprar a coleção do Harry Potter toda de novo, com as capas originais, pra deixar na estante como relíquia! rsrsrsrs

E vocês? Que tipo de capa preferem?

Nova Parceria - Fabiane Ribeiro

19 de junho de 2012

Booooa tarde, gente!

Cá estou pra contar pra vocês que a autora dos livros "Jogando Xadrez com os Anjos", "Corações em Fase Terminal" e "A Gente Ama, A Gente Sonha" é a mais nova parceira aqui do Blog! Pulapulapula!
Para saber mais sobre a autora Fabiane Ribeiro e seus livros, é só clicar AQUI!

Aproveitando que o post é pra falar dela e de suas obras, o livro "Jogando Xadrez com os Anjos" (o livro está sendo relançado com nova capa e novo nome, mas a história continua a mesma) acabou de entrar em pré venda no site da Saraiva! Cliquem AQUI e confiram! Aproveitem pra curtir a página também!

O livro com o nome e a capa antigos estourou nas vendas e está esgotado (mimimi queria ele u_u). A capa antiga era essa aqui:
Agora, de capa nova, é só aguardarmos o lançamento, que vai acontecer em 12 de agosto na Bienal do Livro em São Paulo!
Pena que devido a distância não vou poder ir (mimimi de novo)
Olhem a capa nova:
Eu particularmente achei a primeira capa mais bonita... Acho que é por causa da minha neura de capas com fotos de gente de verdade! Hahahahaha!

E vocês? O que acharam?

Bjokas!

Geração Subzero - Divulgação


A editora Record e o escritor Felipe Pena (organizador da coletânea) tem o prazer de apresentar o Geração Subzero.

O livro será lançado dia 11 de julho, na Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, com a presença do presidente Galeno Amorim, dos autores do livro e dos meninos da ONG "Ler é dez, leia favela" do Complexo de favelas do Alemão. Por decisão dos autores envolvidos no projeto, a ONG receberá os direitos autorias desse livro.

Organizado pelo escritor Felipe Pena (O Verso do Cartão de Embarque, O Marido Perfeito Mora ao Lado, entre outros), a coletânea mostra um clima pop, descontraído e mágico, abordando diversos assuntos pela visão de escritores adorados pelos leitores brasileiros.



Os autores do Geração Subzero:

Thalita Rebouças, André Vianco, Eduardo Spohr, Raphael Draccon, Carolina Munhóz, Ana Cristina Rodrigues, Juva Batella, Estevão Ribeiro, Pedro Drummond, Luiz Bras, Luis Eduardo Matta, Eric Novello, Sérgio Pereira Couto, Delfin, Julio Rocha, Helena Gomes, Vera Carvalho Assumpção, Martha Argel, Janda Montenegro e Cirilo S. Lemos.



Sobre o evento do dia 11/07 no Rio de Janeiro:

18:30 - Abertura do evento feita pelo presidente da Fundação Biblioteca Nacional. Leitura de contos pelos meninos da ONG "Ler é dez, leia favela" e bate-papo com o organizador e os autores da coletânea.

20:00 - Coquetel e sessão de autógrafos.

Sobre o evento do dia 17/07 em São Paulo:

19:00 - Sessão de autógrafos com alguns dos participantes da coletânea.


Sobre o coordenador e alguns autores:

Felipe Pena - Autor de diversos livros como "O Marido Perfeito Mora ao Lado" e "O Verso do Cartão de Embarque", ambos da editora Record. É jornalista, psicólogo e professor da Universidade Federal Fluminense. Doutor em Literatura pela PUC e Pós-Doutor pela Sorbonne. www.felipepena.com / @felipepena

Thalita Rebouças - Autora de 13 livros, sendo 7 publicados em Portugal, já vendeu mais de 1 milhão de exemplares no Brasil. Conhecida principalmente pela sua série "Fala Sério" (Editora Rocco) é amada pelo público adolescente. Também jornalista, Thalita lançou a campanha "Ler é Bacana", que hoje ilustra uma coleção de artigos nas lojas Fitá. www.thalita.com / @thalitarebouças

André Vianco - Escritor de 16 livros, na maioria abordando personagens vampíricos, André foi o precursor da literatura fantástica no Brasil. Também é roteirista e recentemente presenteou seus fãs com o episódio piloto de sua série "O Turno da Noite" (Editora Novo Século). www.blogdovianco.com / @andrevianco

Eduardo Spohr - Escritor do fenômeno literário "A Batalha do Apocalipse" e "Filhos do Éden", ambos da editora Verus/Record. É também jornalista, blogueiro e participante do NerdCast, o podcast do site Jovem Nerd. Foi eleito um dos 100 brasileiros mais influentes de 2011 pela revista Época. www.filosofianerd.blogspott.com.br / @eduardospohr

Raphael Draccon - Autor da trilogia "Dragões de Éter" (Editora Leya) e coordenador do selo editorial "Fantasy - Casa da Palavra". Draccon também é roteirista e ganhou um prêmio de mérito em Hollywood pela American Screenwriter Association. Já teve dois de seus livros publicados em Portugal. www.raphaeldraccon.com / @raphaeldraccon

Carolina Munhóz - Autora do livro "A Fada" (Editora Novo Século) e "O Inverno das Fadas" (Fantasy - Casa da Palavra), foi eleita melhor escritora jovem em 2011 pelo Prêmio Jovem Brasileiro. É também jornalista e foi comparada as escritora Cassandra Clare e Alexandra Adornetto pela Revista Época. www.carolinamunhoz.com / @carolinamunhoz


Orelha feita por Felipe Pena:

As coletâneas costumam ser pretensiosas e elitistas. A revista Granta, por exemplo, teve a pretensão de apresentar os vinte melhores autores brasileiros com menos de quarenta anos. Mas que critérios definem os melhores? E quem define esses critérios? Figurinhas carimbadas pela “mídia especializada” e referendadas pelas panelas literárias levam vantagem nessa escolha?

Talvez a atitude mais honesta seja assumir que a escolha é pessoal, como fez o crítico Nelson de Oliveira, organizador do livro Geração 00, que, ainda assim, manteve o caminho da pretensão, ao tentar reunir os melhores autores de uma década.

Esses autores não estão preocupados com os leitores, mas apenas com a satisfação da vaidade intelectual, baseando suas narrativas em jogos de linguagem que têm como objetivo demonstrar uma suposta genialidade. É estranho que boa parte deles manifeste preocupações sociais e tendências políticas progressistas em suas entrevistas, enquanto suas práticas profissionais os levam a uma torre de marfim representada por feiras e festivais que os mitificam como ícones da literatura para aqueles que também se enxergam como elite.

Felizmente, há uma massa de leitores no país que ignora essa tentativa de forjar novos cânones para a literatura. É um público que se preocupa apenas com o prazer da leitura, com a relação afetiva com o livro, com as reflexões que uma história bem contada pode provocar e com a socialização dessas histórias e dessas reflexões. Sim, a socialização, pois aquele que tem prazer na leitura sempre recomenda o livro ao amigo mais próximo.

É para esse leitor que a coletânea Geração Subzero foi organizada. Aqui estão vinte autores congelados pela “crítica especializada”, mas adorados pelo público. Este livro não é uma antologia. Os contos e autores não têm a pretensão de figurar entre os melhores de sua geração ou estilo. Tampouco foram escolhidos exclusivamente pelo organizador da obra, que apenas observou os nomes comentados em redes sociais, blogs, salas de aula e grupos de discussão cujo objeto era simplesmente o prazer da leitura, além de ouvir os signatários do Manifesto Silvestre, um documento que defende o entretenimento como conceito de valor na literatura.

Todos os autores aqui reunidos cederam seus direitos autorais para a ONG “Ler é dez, leia favela”, que forma leitores no Complexo de favelas do Alemão, no Rio de Janeiro. Como Silvestre da Silva, personagem de Camilo Castelo Branco no livro Coração, cabeça e estômago, os escritores da Geração Subzero colocam a cara na vidraça e esperam pelas pedras e flores. Mais pedras do que flores. Os trocadilhos vão causar indigestão e os intelectualismos, cefaleia. Mas o coração não será atingido.


Nova Parceria - Editora Fundamento

18 de junho de 2012

Oi gentem!!

Estou super feliz por ter conseguido mais uma ótima parceria! :D
Agora posso passar novidades literárias da Editora Fundamento para vcs!!! Pulapulapula! \o/

Saiba um pouquinho mais sobre a editora:


A Editora Fundamento tem como lema editar e produzir livros úteis na formação de conhecimento, de aplicação prática e que valorizem o crescimento humano.

Além de livros de ficção,  a editora também publica livros didáticos e com outros estilos, como espiritualidade, história, negócios, autoajuda e vários outros!

Dentre alguns livros de ficção famosos entre os leitores de plantão, contamos com a série Amanhã, do autor John Marsden; a série As Chaves do Reino, do autor Garth Nix; Querido Diário Otário, de Din Benton; Deltora Quest, de Emily Rodda, e muito mais!

Foto da minha coleção "Amanhã" *-*

Resumo da Semana #2

17 de junho de 2012

Veja o que rolou essa semana aqui no blog:

Teaser - O Rosto que Precede o Sonho - Maurício Gomyde

Olá povos e povas!!

Estou passando pra poder mostrar pra vocês o teaser do novo livro que o autor Maurício Gomyde, parceiro aqui do blog, está lançando: O Rosto que Precede o Sonho.

Olhem que bacana:

Comentem o que acharam! Eu adorei a música! Ficou show! *-*

Comprinhas de Junho

16 de junho de 2012

Então gente! Só pra não perder o costume, aqui vai fotitas do que comprei esse mês (na promoção, claro) e já recebi:




Mais livros pra entrar pra lista do que vou ler... só não sei se ainda vai ser esse ano... rsrsrsrs
Até hoje não recebi Apaixonados que comprei no Submarino, já tô ficando irritada com essa demora...
Outros livros que comprei, mas só devo receber no finalzinho desse mês ou no início de Julho, porque comprei na pré venda, foram "Mordida - Meg Cabot", que é continuação de Insaciável e "Vampiratas - Império da Noite - Justin Somper", 5º volume da série que AMO tanto quanto Harry Potter, Vampiratas!
Pulapulapula!!!
Esperando chegar...

O Último Elfo - Silvana de Mari

Lido em: Maio de 2010
Título: O Último Elfo
Autor: Silvana de Mari
Editora: Rocco/Selo Pavio
Gênero: Fantasia
Ano: 2008
Páginas: 304
Nota: ★★★★☆
Sinopse: Em seu romance de estréia, O último elfo, a italiana Silvana De Mari conta uma bonita fábula sobre tolerância e esperança. Depois de ver seu vilarejo destruído por uma terrível tempestade, Yosh, o último elfo da Terra, passa a conviver com humanos e descobre que faz parte de uma poderosa profecia junto com um dragão, também o último de sua espécie. Para realizar o presságio e garantir a sobrevivência de todos num mundo ameaçado por constantes inundações, o jovem elfo parte em busca desse dragão especial, numa divertida jornada repleta de aventura e encantamento.

ResenhaO Último Elfo conta a história de Yorshkrunsquarkjolnerstrink (sim, é esse o nome do próprio), um elfo “nascido a pouco” que por ser o último de sua espécia, vive sozinho, triste e sem um pingo de esperança num mundo onde a chuva nunca pára de cair. Ele encontra Sajra, um "homem fêmea", que lhe oferece comida, dividindo o pouco que tinha com ele, e abrigo para se proteger da chuva.
Yorsh e Sajra acabam conhecendo Monser, o caçador rabujento que se une a eles meio sem querer.
Juntos, eles passam por muitos perigos e aventuras em busca de realizar uma antiga profecia sobre um pequeno elfo e um dragão que trariam o sol de volta para seu mundo.

"Quando a água cobrir a terra,
o sol desaparecerá,
as trevas e o gelo virão.
Quando o último dragão e o último elfo
quebrarem o círculo,
o passado e o futuro se encontrarão,
o sol de um novo verão resplandecerá no céu"

No decorrer da história, podemos perceber a autora fazendo uma crítica à sociedade preconceituosa, às injustiças do mundo e à falta de amor das pessoas através das situações que os personagens passam e até os próprios pensamentos e atitudes de Yorsh, que transparece uma bondade e inocência imensas. Ele simplesmente não sabe o que é a maldade.

Apesar de um pouco enrolado e às vezes um pouco confuso, o livro é muito bom pela mensagem que é passada. A escrita é bem poética e bastante inspiradora. Dá pra rir e se emocionar com Yorsh.

O Último Ogro é a continuação desse primeiro livro.

A Hospedeira - Stephenie Meyer

14 de junho de 2012

Lido em: Dezembro de 2009
Título: A Hospedeira
Autora: Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca
Gênero: Ficção Científica, Romance
Ano: 2009
Páginas: 560
Nota: ★★★★☆
Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

Resenha: Geralmente quando faço resenhas, faço um resumo do que se trata a história do livro pra depois vir com comentários e opiniões dos pontos que acho interessante destacar, mas a sinopse desse livro é tão grande e detalhada que o resumo seria inútil e só faria a resenha ficar maior do que já ficou sem a menor necessidade... Então, sem enrolar, vamos aos comentários divididos em 5 passos:

- Quando comprei esse livro, foi logo após o lançamento. A febre de Crepúsculo ainda estava pairando no ar e pensei: "Poxa vida... Me decepcionei com Crepúsculo, agora me aparece essa tal de A Hospedeira pra terminar com o que sobrou da minha vida logo de uma vez"... Mas quando peguei o livro nas mãos e vi que a história não se tratava de vampiros purpurinados, lobisomens que tem aversão à camisetas e triângulos amorosos toscos, resolvi por o livro debaixo do braço e levar pra casa. Não custava nada ler já que eu não estava fazendo nada.

- Quando comecei a ler, o início pareceu um pouco confuso e fiquei tentando comparar esse processo dos alienígenas parasitas se alojando nos corpos dos humanos com aquela cena de "MIB - Homens de Preto", onde tem um etezinho cabeçudo da família real (ou que nome tenha a tal família, esqueci) dentro da cabeça do velho, e o corpo é só um meio de transporte, que acaba morrendo depois de ter sido espetado no pescoço pelo "Sr. Baratão que vestiu o Edgar". Comecei a perder a paciência, porque achei isso uma grande besteira, e ler quase 600 páginas de bobagem não é pra qualquer um que tenha um pouco de senso... Nem pra Jó! Mas paciência, persistência e perseverança são características e qualidades que possuo, obrigada!

- Pois bem... Comecei a ler, a leitura no início se arrastou muito, mas para a minha grande surpresa, não consegui mais parar de ler esse livro! Nem acreditei que quem teve a ideia de escrever essa história, a forma como foi escrita e o rumo que levou foi a mesma pessoa que escreveu Crepúsculo! Talvez pelos personagens serem interessantes, realmente terem alguma personalidade marcante e convincente, e terem um propósito na vida, a história ficou muito mais aceitável.

- Mel e Jared tinham um romance meio que impossível, devido ao mundo invadido em que viviam. Mas o amor era tão grande que eles estavam dispostos a enfrentar todas as barreiras. Os alienígenas consideram os humanos seres perigosos, terríveis, destruidores, bárbaros, violentos, delinquentes e outras horrorosidades, e por isso, decidiram botar ordem no "buteco" invadindo tudo, sem pedir licença, se apossando de seus corpos e mentes, e tomando o controle de suas vidas... Mel acaba sendo capturada pelos aliens e Peregrina passa a habitar seu corpo. Mas o que Peregrina não esperava, era que além de não conseguir controlar a mente de Mel, já que ela se recusa a ser dominada, ainda se deixou confundir com os sentimentos dela por Jared, o que acaba desenvolvendo um tipo de triângulo amoroso. Ainda me aparece Ian, o que transforma esse triângulo em quarteto, mas opa! Só existem 3 corpos... O problema maior, é que Jared agora rejeita Mel, pois acredita que não é ela quem está lá, e não tem a menor vontade de se envolver com uma alienígena que se apossou do corpo de sua amada... Só que as duas, habitando o mesmo corpo e com interesses que acabam se cruzando, precisam chegar a um consenso, mesmo se tornando amigas depois de brigarem muito através de suas mentes... Uma aprendeu a engolir e aceitar a outra, e vice versa.

- A ideia de humanos que vivem fugindo e se escondendo para não terem os corpos tomados, me lembram esses filmes pós apocalípticos onde a lei número 1 para a meia dúzia de gatos pingados que restaram, é a lei da sobrevivência. Mas acima da necessidade dos humanos pela sobrevivência, é possível captar a mensagem sobre um misto de amizade, aceitação, preconceito, rejeição e amor. Eu gosto bastante esse tema.

Apesar da confusão no início, o livro é muito, mas muito bom! Esse livro superou minhas expectativas. Só tem um porém... Ouvi falar que se trata de mais uma série da autora... mas cade o resto, pelo amor de Deus???

Nova Parceria - Editora Novo Século

12 de junho de 2012

Oooooiiiee!!

Hoje foi confirmada a parceria do blog com a Editora Novo Século! Não é demais? *-*
Agora posso mostrar selinho de que agora o blog faz parte do Clube do Blogueiro da editora:
Fofo, né? *-*

Saiba um pouco mais sobre a Editora Novo Século:


Consolidando-se no mercado editorial brasileiro através da publicação de obras de ficção e não-ficção, de autores nacionais e estrangeiros, a Editora Novo Século tem sua atenção voltada aos leitores que exigem a qualidade máxima no tratamento dos textos, projetos gráficos e impressão de seus livros. Objetivando promover ótimas experiências de leitura, com foco no entretenimento, no acesso à informação e na formação cultural de seus leitores, a Editora Novo Século oferece um catálogo rico e diversificado. Há 10 anos temos investidos em biografias empresariais e de personalidades. Nomes como Walt Disney, Frank Sinatra, Chapplin, Samuel Klein (Casas Bahia), Affonso Brandão Hennel (Semp Toshiba), Julio Simões (Grupo Julio Simões), Vicencio Paludo (Vipal Holding), entre outros, figuram entre nossas biografias lançadas.

Em nosso catálogo constam grandes nomes da literatura mundial como: Rainer Maria Rilke, James Baldwin, Carson McCullers e Virginia Woolf, além de autores nacionais de grande projeção e outras obras de qualidade primorosa. Na linha de negócios, autores renomados internacionalmente e altamente reconhecidos figuram no catálogo da editora, fomentando o aprimoramento dos mais variados profissionais. O repertório ainda se estende à diversão leve e descompromissada, fundamental para acolher os jovens na cultura letrada. A Novo Século apresenta em seu acervo obras de romance, terror, fantasia e aventura, como também livros que foram adaptados para grandes produções do cinema. Ainda, dando continuidade à vocação que a acompanha desde sua fundação, a Editora dá a oportunidade a um número substancial de novos autores que desejam ingressar no mercado editorial. Estes se destacam pelas abordagens originais e pela qualidade intrínseca de suas obras.

O Resgate do Tigre - Colleen Houck

Lido em: Junho de 2012
Título: O Resgate do Tigre - Saga do Tigre #2
Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance/Fantasia/Aventura/YA
Ano: 2012
Páginas: 432
Nota: ★★★☆☆
Sinopse: Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d'água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O Resgate do Tigre, a aguardada sequência de A Maldição do Tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.

Resenha: AVISO: Se você ainda não leu o primeiro livro, leia! Logo! Pois caso ainda não tenha lido, já aviso que nessa resenha vou soltar um spoiler básico do final do livro, do contrário, não tenho por onde começar a falar desse segundo volume. Aproveite pra ler a resenha que fiz dele clicando AQUI.

Pois bem... Kelsey, depois de ter enfiado em sua cabeça oca que ela não passa de um reles rabanete para Ren, resolve pegar suas tralhas e voltar pra casa, abandonando seu amor... É aquela história: "Eu te amo, você me ama, não podemos viver sem o outro, mas como sou uma completa estúpida por achar que você é demais pra mim, adeus!".
Chegando lá, ela se depara com uma mansão, um carro de nem sei quantos milhares de dólares na garagem, a faculdade paga, todas as despesas de tudo que for precisar na vida pagas, e uma conta bancária gorda. Adeus, vida de pobre. É mole ou quer mais? Tudo isso como pagamento por ter ajudado Ren e Kishan a quebrar parte da maldição, onde agora, eles podem ficar na forma humana por 6 horas por dia. Kelsey acha isso um absurdo (sei...), um completo exagero (claaaro) e de início se recusa a aceitar o presente, mas depois de ser convencida pelo Sr. Kadam, acaba aceitando (quem não aceitaria, né?).
Kelsey, então, começa a frequentar a faculdade e quer esquecer Ren de qualquer jeito, assim sendo, resolve sair com outros carinhas pra ver no que vai dar...

Artie é um dos pretendentes... um completo mocorongo. O cara é daquele tipo intragável, ridículo e que se acha. Ele deu um toque de humor nessa história que juro que me escangalhei de rir. Sua atitudes são tão absurdas que me deixou incrédula!
Li é o professor de artes marciais de Kells. O cara é decente e sabe se comportar e está decidido a lutar pelo amor de Kelsey. Os dois até que combinam. E ainda tem Jason...
Enquanto Kelsey fica nessa indecisão disfarçada de frescura de não saber quem vai escolher por que ainda se sente presa a Ren, seu grande e inesquecível amor, ela continua tendo seus encontros com eles até que um belo dia, Ren bate à sua porta. Kelsey fica sem saber o que fazer e acaba deixando claro pra ele que antes de tomar qualquer decisão, precisa ver se outro cara também poderá fazê-la feliz... e o que Ren faz? ACEITA! Posso xingar um palavrão agora? Meu!!!! Como assim???
Ele tem tanta confiança em seu poder de sedução infalível que acredita que esses namoricos xuletas da Kelsey com quem quer que seja vão logo acabar e ela enfim verá e aceitará que ele é o cara que ela vai naturalmente escolher... E como todo romance juvenil previsível e cheio de clichês absurdos, foi dito e feito...

Kishan ainda aparece com todo seu jeitão cafajeste dando de cima de Kelsey descaradamente, irritando Ren. Então, eles acabam voltando pra Índia e Ren é sequestrado pelo maligno vilão da história: Lokesh.

Kelsey e Kishan partem na maior aventura do mundo, comendo cada grama de comida indiana com o maior prazer do mundo, enfrentando perigos e a morte,  para resgatarem Ren das garras desse maníaco, e de quebra ainda desfazerem outra parte da maldição.

Durante toda a jornada em busca de Ren, Kishan não esconde que se sente atraído por Kelsey e dá de cima dela na maior cara de pau do mundo, e Kelsey, muitas vezes se perguntando por que Kishan desperta seu interesse se Ren pra ela está acima de tudo, começa a se deixar levar...

Enfim... Apesar dos capítulos serem gigantescos (o que não me agrada muito), o ritmo de leitura é o mesmo do primeiro livro, viciante, mas não posso dizer o mesmo com o que senti e as impressões que tive enquanto lia O Resgate do Tigre. O surgimento desse tipo de "triangulo amoroso" é uma coisa que não concordo, não aceito, detesto, acho um porre de tão ridículo. Parece a história de um certo vampiro que brilha e é desgosto puro.
E Kelsey continua com aquela mesma teimosia, que dá nos nervos de qualquer um, de achar que o que ela pensa ou supõe é a verdade absoluta. Parece minha mãe. Poxa... se duas pessoas se gostam e está mais do que na cara de que o destino delas é ficarem juntas, pra quê tanto obstáculo imposto por causa de nada? Quando uma pessoa ama a outra de verdade, não se deixa levar por ninguém, por mais companheiro e encantador que seja. Se isso acontece, pra mim não é amor coisa nenhuma. E esses pontos, na minha opinião, são coisas que me irritam, me deixam sem paciência com o rumo que a história foi levando.

Apesar de eu ter ficado um pouco indignada, graças a Deus no final do livro Kelsey aprende uma lição, ou um castigo melhor dizendo, pra aprender a deixar de ser idiota... Quem sabe assim, no próximo livro ela tome vergonha na cara, crie juízo e vire gente.

Por que dei 3 estrelas se não gostei tanto assim do rumo da história? Porque essa capa vale uma estrela só pra ela!

Dia dos Namorados - Publicidade Editora Arqueiro


Dos livros da Editora Arqueiro acima, já li A Maldição do Tigre, O Resgate do Tigre, Água para Elefantes, A Cabana, e O Guia do Mochileiro das Galáxias.
Só não gostei do livro A Cabana (mas há quem tenha achado liiiiindo), o restante eu recomendo!
Lembrando que os preços indicados acima podem sofrer alterações de acordo com a loja, seja ela física ou virtual.
Quero todos!!! *-*

Enjoy!


Resultado Promoção Trilogia Jogos Vorazes

Oie minha gente!!!!

O blog enfim conseguiu os 300 seguidores tão esperados! Oba!!!! Pulapulapula!!!
Agradeço a todos que estão seguindo o blog, ajudando-o a crescer! Muito obrigada, gente! *-*

E como prometido, o sorteio foi feito! Já temos um ganhador, ou melhor GANHADORA! Utilizei o site random.org novamente (da próxima vez irei usar o Rafflecopter pq parece ser muito mais prático), e aqui está o resultado:

Parabéns Cristiane Dornelas!!
Agradeço pela participação!!!!

Nova Parceria - R. Costac

11 de junho de 2012

Bom dia, flores do dia!

Venho contar pra vocês que R. Costac agora é o mais novo autor parceiro aqui do bloguito!
Ele é autor do livro "O Círculo de Pedra", foi super atencioso e simpático com minha humilde pessoa e pra quem quiser saber um pouquinho mais sobre ele e sua obra, é só clicar AQUI.

Fico tão feliz quando o blog conquista novas parcerias! Pulapulapula!!!

Resumo da Semana #1

10 de junho de 2012

Então, pessoal, resolvi fazer um apanhado geral dos acontecimentos dessa semana que passou pra relembrar o que foi postado no blog, e pretendo fazer isso todo final de domingo a partir de agora pra deixar o pessoal atualizado.
Se alguém perdeu alguma coisa, com o índice abaixo dá pra achar bem fácil, olha como eu sou boazinha! *-* hahahahaha

Memes e Selinhos #3

Oooobbaa!! Hoje cedo enquanto dava uma olhadinha básica nas atualizações dos blogs parceiros, me deparo com um post da Cida, no blog Moonlight Books falando dos memes e selinhos que ela recebeu. Acho um barato esses selinhos, e fiquei mais feliz ainda quando vi que o blog foi indicado por ela em todos os selinhos e memes, olha que fofindimaisi? *-*
Claro que também tenho que agradecer a Camila, lá do No Limite da Leitura por também ter lembrado de mim e me indicado os memes que ela recebeu!
Obrigada, suas lindas! :*

Vou postar aqui os selinhos e minhas respostas pra todos eles, e blogs que já vi que receberam, não vou mandar, mas não porque esqueci ou porque acho que não vale a pena, mas porque já receberam, oras! rsrsrs



Segue abaixo as perguntas que fazem parte do meme:

1. Quando surgiu a ideia de criar seu blog?  
Já tive dois blogs antes desse. O primeiro, que eu falava sobre tudo que me vinha a mente exclui e acabei desistindo do outro, que era meu diário de gravidez. Como sempre gostei de ler e sou viciada em livros, nada mais justo do que criar um pra falar desse meu hobby.

2. Origem do nome do seu blog.
Uni o útil ao agradável. Meus dois maiores vícios. Hihihi

3.Você tem outros blogs além deste?
Tenho o blog que criei pra falar da minha gravidez, mas depois que a Vitória nasceu, e devido a algumas coisas bem chatas que aconteceram enquanto eu escrevia nele, acabei desistindo e abandonando o pobre. A última vez que postei lá foi ano passado.
Quem tiver curiosidade de conhecer um lado que queria muito poder apagar da minha vida, que foi o que passei enquanto grávida, é só visitar: Grávida e Rosa.

4. Já pensou em desistir alguma vez do seu blog?
No início eu tinha vergonha de divulgar e demorava um pouco a postar as coisas já que ninguém ia ver. Mas agora que ficou fofo, a tendência é só me dedicar a ele cada vez mais. Desistir, jamais.

5. Mande uma mensagem para os seus seguidores. 
A eles, só tenho que agradecer. Principalmente os que sempre acompanham as postagens, comentam e movimentam o blog! Fico muito feliz de poder estar nesse cantinho, que é onde posso falar do que gosto, recebendo esse carinho por parte de todos eles. Seguidores e parceiros, muito obrigada, queridos! :*


Sobre o blogueiro:  
Uma música: I'm Like a Bird - Nelly Furtado
Um livro: São tantos que não dá pra escolher um só... Posso escolher a Coleção do Harry Potter? *-*
Um filme: Cidade dos Anjos (chorolitros)
Um hobby: Ler
Um medo: Ai se algum livro meu estragar ou sumir... Eu morro! rsrsrs
Uma mania: Comprar
Um sonho: Ter minha casa, e um cômodo nela só pra montar minha biblioteca.
Não consigo viver sem: Internet e televisão
Tem coleção de alguma coisa? Livros, esmaltes
Do que mais gosto no meu blog? Da fofurice rosinha *-*
Gostaria de fazer alguma pergunta aos próximos participantes? Sim
Você gosta de emprestar seus livros? Por que?

Indico para esses blogs:
Mylloka Secret
Elas Leram
Fase Adolescente
PC Literário


Outro selinho super fofo foi esse aqui:

Indico a esses blogs:
Mylloka Secret
Elas Leram
Leitura Hot
Nessa News
Pocket Libro


E o último selinho foi esse aqui:


Indico a esses:
Mylloka Secret
Elas Leram
Leitura Hot
Nessa News
Pocket Libro

Minha coleção de selinhos tá crescendo!! Uhuuu!!