3 de junho de 2012

Eu Sou o Número Quatro - Pittacus Lore

Lido em: Maio de 2012
Título: Eu Sou o Número Quatro - Os Legados de Lorien  - Livro 1
Autor: Pittacus Lore (James Frey e Jobie Hughes)
Editora: Intrínseca
Gênero: Aventura/Ação/Juvenil/Ficção Científica
Ano: 2011
Páginas: 350
Nota: 
Sinopse: Nove bebês aliens estão se escondendo entre os seres humanos, eles fugiram de seu planeta natal, Lorien, para se esconder na Terra. Uma espécie invasora, os Mogadorians, destruíram seu planeta, e seguiram eles a Terra para caçá-los. Cada um dos nove aliens é dado a um tutor para desenvolver seus poderes sobre-humanos enquanto se tornam adultos e lhes são atribuídos números. Estas últimas crianças de Lorien só pode ser mortas na sequência de seus números.

Resenha: Eu Sou o Número Quatro é o primeiro volume da série "Os Legados de Lorien".
Alienígenas do planeta Lorien existem e vivem entre nós, se escondendo de uma outra raça alienígena super hostil, os Mogadorianos, que têm como missão acabar com a raça loreriana e dizimarem os planetas que invadem. Porém, os aliens de Loren, estão sob um feitiço, e só podem ser mortos em ordem numérica crescente. Cada vez que um loreriano é morto por um Mog, nasce uma cicatriz nos outros sobreviventes, e dessa forma eles sabem quando a hora deles serem caçados chegará.
Os três primeiros já foram pegos e agora, os Mogs estão atrás do Número Quatro... Socorro, meu Deus!

Ele e seu Cepan (um tipo de guardião), Henri, vivem se mudando e se escondendo a fim de não deixarem pistas ou rastros para nunca serem encontrados, mas Número Quatro, por ser um adolescente, sente muita necessidade de ter amigos, uma namorada, enfim... Ele sente falta de ter uma vida normal.

Número Quatro e Henri acabam indo morar na cidade de Paradise para fugirem, e lá, Número Quatro passa a ser chamado de John Smith (preciso dizer que "Pocahontas" me veio a mente quando li esse nome?), com direito a documentação falsa e tudo.

Lá ele encontra e acaba adotando Bernie Kosar (ou será o contrário? hehehe), um beegle super fofo e inteligente. Também começa a frequentar a escola, onde ele conhece Sam, um menino nerd que vive sofrendo bullying dos "fodões" da escola e tem um interesse fora do comum por assuntos ligados a vida extra terrestre, pois ele acredita que seu pai foi abduzido, e eles acabam se tornando melhores amigos; conhece Sarah, uma menina super bonita e interessante que tem como hobbie fotografar tudo o que vê pela frente, de quem John começa a gostar; e claro, passa a ter uma rixa num primeiro momento com essa turminha de valentões que se consideram intocáveis, onde John e Mark, o líder da "gangue", vivem se confrontando. Sarah ainda é ex namorada de Mark, então, já viram como as coisas tendem a piorar nesse tipo de situação...

Ele simplesmente não consegue viver a vida normal que quer, pois está na fase onde os seus poderes (ou Legados) estão se desenvolvendo (isso também te lembra X-Men?), o que acaba chamando atenção dos outros e denunciando sua localização... O povo vive tirando fotos ou filmando as coisas pra colocar na internet, nunca vi gente mais intrometida e curiosa rsrsrs. As mãos dele se acendem como lanternas, ele passa a ser resistente ao fogo, descobre que pode mover objetos e até pessoas através de telecinesia, desenvolve uma força impressionante e até descobre que pode se comunicar com animais. E ele passa a ser treinado por Henri para aprimorar esse Legados pois o que John mais quer é estar preparado para lutar contra esses malditos Mogs!

Mas enfim... a medida que a história é contada, é impossível não se envolver. A narrativa em primeira pessoa é super leve e fácil, e da mesma forma que John se surpreendia a cada novo Legado descoberto, também me surpreendia. Ele descobre a amizade verdadeira, o que é se interessar e gostar de alguém, e enfim pode começar a usar seus poderes recém descobertos. É uma corrida contra o tempo para sobreviver e ao mesmo tempo aprender a usar seus Legados de forma consciente em meio a essa guerra contra os Mogadorianos.
Os personagens são únicos, e todos tem seu nível de importância na história, Sam e a Número Seis, que aparece mais no fim do livro depois de seguir pistas do paradeiro de John, são os melhores na minha opinião.
A menina é demais e o jeitinho "sou foda" dela é ótimo! hahaha

Só tenho uma coisa a acrescentar que me fez tirar uma estrela desse livro: Sarah não me convenceu como sendo a namorada perfeitinha. Por mais que ela tenha entendido e aceitado John como um alienígena "do bem", ela me soa falsa e nada confiável. Eita menina chata e fresca com essa necessidade enorme de ser importante para alguém.

Mas o livro é super legal. Cheio de ação, aventura e segredos a serem desvendados.
E quem viu o filme e ainda não leu o livro, apague o filme da memória e leia o livro pelamorrr. Por mais que tenha gostado. O filme é horrível se comparado ao livro e cheio de coisas que nem acontecem...

P.S.: Pittacus Lore, o "autor" do livro, é mais um personagem misterioso, onde seu paradeiro é desconhecido...

14 comentários

  1. Oii! Você gostaria de participar do book tour de O Mendigo? O link é este, dê uma olhadinha! http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/2012/05/book-tour-o-mendigo.html
    Beijos

    ps: nao tinha visto essa capa de Eu Sou o Número Quatro ainda :O

    ResponderExcluir
  2. Adooooooooooorei!!! Nunca tinha lido uma resenha de Eu Sou o Número Quatro, e gostei bastante! Muito bem escrita seu post, parabéns :-)

    Bjss
    Nati

    http://www.meninadelivro.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ei Fla!
    Já li os livros lançados até agora dessa série há algum tempo, e, apesar de não recordar todos os detalhes, ainda assim adoro! Espero ansioso pelo terceiro livro! E... Suas desavenças com a Sarah se intensificarão ainda mais no segundo livro, fique sabendo!!! Rsrs... Bom... Melhor para nossa Seis e o John. =)
    Beijos!
    http://www.jovemtolofeliz.com/

    ResponderExcluir
  4. eu só tinha visto o filme - e confesso até que dps de ver não me empolguei com o livro!
    quem sabe dps dessa sua empolgação eu me empolgue tb na leitura?!

    beeijo

    rascunhoseborroes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Tenho vontade de ler essa série mas ainda não decidi qnd começo pq tenho muitos livro na frente!!!
    bjão

    ResponderExcluir
  6. Quero muito ler esse livro!

    Assisti o filme e achei bacana, mas como sempre, é uma mera adaptação. Só de ler sua resenha já deu pra reparar que tem muita coisa que o filome não abordou... Affão.

    Clarinha

    ResponderExcluir
  7. ja me falaram muito bem desse livro, espero ler um dia,nao agora pois tenho que terminar as cronica de gelo e fogo,

    ResponderExcluir
  8. Hahahaha, livro M-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o!
    Obrigada por me indicar no clube de leitura Flávia! Este com certeza é um dos meus favoritos!
    Ri mto do seu "hate" por Sarah rsrss
    Bjs
    www.idelmaria.com

    ResponderExcluir
  9. AMEI esse livro, numa boa!!! Eu PRECISO ler o poder dos seis e a ascensão dos nove, se nao eu morro T.T
    E sua resenha está otima, o livro é sim muito bom e cheio de suspense, vc mal consegue respirar, o tempo todo parece que tá dentro da historia, e putz, que aventura!

    ResponderExcluir
  10. Adorei o filme, mas ainda não tive a oportunidade de ler o livro, achei interessante a forma como foi abordado as criaturas de outros planetas, eu adorei a Sarah no filme deu até uma curiosidade de saber se ela é muito diferente no livro kkkkk!!! Bjs

    ResponderExcluir
  11. Flavia, dps de tanto vc me falar sobre ele eu agora to lendo sua resenha.
    O livro é super bem avaliado e tenho muita vontade de ler. Porém, só farei isso quando puder comprar os três no submarino. rsrsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Amei a tema!! um romance alien bem diferente dos de hoje que só envolvem vampiros e lobisomens!!!
    Já assisti o filme e realmente gostei, mas acho que o livro(como sempre) é mais completo.
    Ainda vou ler a serie, mas primeiro vou terminar as que eu acompanho
    quem sabe quando a serie estiver completa eu leia ^^

    ResponderExcluir
  13. Minha colega estava lendo e falou que era otimo, ela achou que tinha continuação(e tem, já vi aqui no seu blog) e a mulher(burrona) da biblioteca falou que não tem continuação, ai eu disse pra minha colega que tinha. ~> eu espalhando a esperança kkkkkk

    ResponderExcluir