12 de junho de 2012

O Resgate do Tigre - Colleen Houck

Lido em: Junho de 2012
Título: O Resgate do Tigre - Saga do Tigre #2
Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance/Fantasia/Aventura/YA
Ano: 2012
Páginas: 432
Nota:
Sinopse: Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d'água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O Resgate do Tigre, a aguardada sequência de A Maldição do Tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.

Resenha: AVISO: Se você ainda não leu o primeiro livro, leia! Logo! Pois caso ainda não tenha lido, já aviso que nessa resenha vou soltar um spoiler básico do final do livro, do contrário, não tenho por onde começar a falar desse segundo volume. Aproveite pra ler a resenha que fiz dele clicando AQUI.

Pois bem... Kelsey, depois de ter enfiado em sua cabeça oca que ela não passa de um reles rabanete para Ren, resolve pegar suas tralhas e voltar pra casa, abandonando seu amor... É aquela história: "Eu te amo, você me ama, não podemos viver sem o outro, mas como sou uma completa estúpida por achar que vc é demais pra mim, adeus!" Desse jeito.
Chegando lá, ela se depara com uma mansão, um carro de nem sei quantos milhares de dólares na garagem, a faculdade paga, todas as despesas de tudo que for precisar na vida pagas e uma conta bancária gorda. É mole ou quer mais? Tudo isso como pagamento por ter ajudado Ren e Kishan a quebrar parte da maldição, onde agora, eles podem ficar na forma humana por 6 horas por dia. Kelsey acha isso um absurdo, um completo exagero e de início se recusa a aceitar o presente, mas depois de ser convencida pelo Sr. Kadam, acaba aceitando.
Kelsey, então, começa a frequentar a faculdade e quer esquecer Ren de qualquer jeito, assim sendo, resolve sair com outros carinhas pra ver no que vai dar...

Artie é um dos pretendentes... um completo mocorongo. O cara é daquele tipo intragável, ridículo e que se acha. Ele deu um toque de humor nessa história que juro que me escangalhei de rir. Sua atitudes são tão absurdas que me deixou incrédula!
Li é o professor de artes marciais de Kells. O cara é decente e sabe se comportar e está decidido a lutar pelo amor de Kelsey. Os dois até que combinam. E ainda tem Jason...
Enquanto Kelsey fica nessa indecisão disfarçada de frescura de não saber quem vai escolher por que ainda se sente presa a Ren, seu grande e inesquecível amor, ela continua tendo seus encontros com eles até que um belo dia, Ren bate à sua porta. Kelsey fica sem saber o que fazer e acaba deixando claro pra ele que antes de tomar qualquer decisão, precisa ver se outro cara também poderá fazê-la feliz... e o que Ren faz? ACEITA! Posso xingar um palavrão agora? Meu!!!! Como assim???
Ele tem tanta confiança em seu poder de sedução infalível que acredita que esses namoricos xuletas da Kelsey com quem quer que seja vão logo acabar e ela enfim verá e aceitará que ele é o cara que ela vai naturalmente escolher... E foi dito e feito...

Kishan ainda aparece com todo seu jeitão cafajeste dando de cima de Kelsey descaradamente irritando Ren.
Então, eles acabam voltando pra Índia e Ren é sequestrado pelo maligno vilão da história: Lokesh.

Kelsey e Kishan partem na maior aventura do mundo, comendo cada grama de comida indiana com o maior prazer do mundo, enfrentando perigos e a morte,  para resgatarem Ren das garras desse maníaco, e de quebra ainda desfazerem outra parte da maldição.

Durante toda a jornada em busca de Ren, Kishan não esconde que se sente atraído por Kelsey e dá de cima dela na maior cara de pau do mundo, e Kelsey, muitas vezes se perguntando por que Kishan desperta seu interesse se Ren pra ela está acima de tudo, começa a se deixar levar...

Enfim... Apesar dos capítulos serem gigantescos (o que não me agrada muito), o ritmo de leitura é o mesmo do primeiro livro, viciante, mas não posso dizer o mesmo com o que senti e as impressões que tive enquanto lia O Resgate do Tigre. Esse surgimento desse tipo de "triangulo amoroso" é uma coisa que não concordo, não aceito, acho um porre de tão ridículo. Tá parecendo Crepúsculo!
E Kelsey continua com aquela mesma teimosia de achar que o que ela pensa é a verdade absoluta.
Poxa... se duas pessoas se gostam e está mais do que na cara de que o destino delas é ficarem juntos, pra quê tanto obstáculo imposto por causa de nada? Quando uma pessoa ama a outra de verdade, não se deixa levar por ninguém, por mais companheiro e encantador que seja. Se isso acontece, pra mim não é amor coisa nenhuma. E esses pontos, na minha opinião, são coisas que me irritam, me deixam sem paciência com o rumo que a história foi levando.

Apesar de eu ter ficado um pouco indignada, graças a Deus no final do livro Kelsey aprende uma lição, ou um castigo melhor dizendo, pra aprender a deixar de ser idiota... Quem sabe assim, no próximo livro ela tome vergonha na cara, crie juízo e vire gente.

Por que dei 3 estrelas se não gostei tanto assim do rumo da história? Porque essa capa vale uma estrela só pra ela! Pronto falei!

11 comentários

  1. Resumindo você odeia a Kelsey, kkkkkkk

    É a primeira resenha do segundo livro que leio e apesar de não ter sido muito positiva,kkkkk, eu ainda tenho muita vontade de ler. Vou ler, sim!!!!

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila!
    Obrigada pelo comentário!
    E sim, eu agora odeio a Kelsey! E depois que descobri que a autora dessa saga me veio com a ideia de se inspirar em Crepúsculo pra escrever essa história, meu coração parou por 15 minutos e minha alma saiu do meu corpo pra pular do penhasco...
    D:

    Santo Cristo!

    ResponderExcluir
  3. Flavia, não sei se vc concorda comigo, mas eu acho a capa de A Maldição do Tigre zilhões de vezes mais linda do que essa! Ainda não li o primeiro livro, e to com medo de ler a resenha, kkkk (e quem nunca?)
    Mas pelo que li das resenhas do primeiro livro, a personagem principal anda conquistando a revolta da galera hein, rsrsrs
    Assim que eu tiver um $$$ vou correr atrás do primeiro volume!
    Parabéns pelo blog, é lindo!


    http://bookismydrug.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ainda não iniciei essa série, mas já percebi que ela divide opiniões né!!!! bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Estou lendo esse livro e até agora estou gostando, porém tem essa coisa da Kelsey que estraga a história, sério! Como você eu não a suporto e neste ela está mais chata ainda...Mas espero que o final me agrade.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Flavia, acho q a capa deste livro linda, mas nao acho q ela supere a do livro anterior.
    Vou confessar q nao li a sua resenha pq nao li o primeiro livro entao nao queria acabar sabendo demais entendeu?
    Beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. O primeiro livro eu li e gostei muito!
    Já estava com esse pressentimento de que a Kelsey com as neuras dela iam dar um jeito de estragar a historia. Affão.

    Clarinha

    ResponderExcluir
  8. Terminei o primeiro livro recentemente e acabei de comprar o segundo e preferi não ler a resenha, mas depois que acabar de ler eu leio a resenha
    A capa assim com a anterior é linda! Adoro o relevo e é a primeira vez que vejo um tigre negro, muito bonito...Mas ainda acho a primeira capa mais bonita^^
    Só espero que a frescurite da Kells tenha diminuído, porque no primeiro livro ela agiu feito uma idiota mais pro final do livro...

    ResponderExcluir
  9. Ahhh, pena que a autora se perdeu. Fiquei empolgada com a sua resenha do primeiro livro. Mas se virou uma versão indiana de Crepúsculo já perdi o interesse hahahaha. Essa Kelsey tá me parecendo uma chata igual a Bella rsrs.
    As capas dos dois livros são lindas mesmo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Ri muito da sua resenha, falei...
    Eu adoro essa série, é a minha favorita de 2013 e super concordo com tudo que você disse.
    Agora eu queria MESMO ver sua reação lendo A Viagem do Tigre... Vou esperar ansiosa a resenha do terceiro volume!
    Beijoos
    Garota Liber
    http://garotaliber.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Amei sua resenha!!
    Na primeira vez que li esse livro eu pensei seriamente em dar uns tapas na cara da Kelsey para ela parar de ser besta! Acho que de toda a saga, esse é o livro que eu menos gosto (A Kesley ama o Ren mas vai ficar com o Kishan porque se acha um rabanete!! É isso mesmo produção???). Bom, de qualquer forma, amei o seu blog. Parabéns!!
    Ps:Até que enfim achei alguém que acha a Kels frescurenta.
    Beijos
    http://meueunainternet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir