17 de fevereiro de 2014

O Destino do Tigre - Colleen Houk

Lido em: Fevereiro de 2014
Título: O Destino do Tigre - Saga do Tigre - Livro 4
Autora: Colleen Houk
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance, Fantasia, Aventura
Ano: 2013
Páginas: 400
Nota:
Sinopse: Com três profecias da deusa Durga solucionadas, agora resta apenas uma no caminho de Kelsey, Ren e Kishan para que a maldição seja quebrada. Mas o maior desafio do trio os aguarda: A busca pelo último presente de Durga – A corda de fogo – na Ilha Barren situadas na Baía de Bengala. Uma busca que ameaçará suas vidas. É uma corrida contra o tempo e o malvado feiticeiro Lokesh – neste ansiosamente aguardado quarto livro da série A Maldição do Tigre – colocará o bem contra o mal, testará laços de amor e lealdade, e, finalmente, revelará o verdadeiro destino do Tigre, de uma vez por todas.

Resenha: Esta resenha pode ter spoilers dos livros anteriores!
O Destino do Tigre é o quarto volume da saga “A Maldição do Tigre”, escrita por Colleen Houk e lançada no Brasil pela Editora Arqueiro.
Depois de ser capturada por Lokesh, Kelsey finge estar interessada num casamento com ele a fim de ganhar tempo para que Ren e Kishan a salvem das garras desse vilão odioso. Depois do resgate que não demora muito pra acontecer, eles precisam ir em busca da última tarefa nas ilhas vulcânicas: encontrar a corda de fogo para a deusa Durga, para que a maldição seja quebrada e os irmãos possam permanecer humanos para sempre. E claro, em meio a toda essa aventura, correndo risco de vida e passando pelas piores provações que nem imaginavam existir, Kelsey, agora noiva de Kishan, continua dividida entre os irmãos, e o triângulo amoroso que tanto repudio está lá, como se fosse algo lindo...

Ok, como já havia afirmado anteriormente, A Maldição do Tigre foi um livro que gostei bastante, aproveitei muito a leitura a ponto de devorar e ler super rápido na maior empolgação. Mas isso acabou com o Resgate do Tigre, não pelos detalhes culturais e algumas partes da aventura que a autora insere na história, mas pelo romance e pelas atitudes do "trio maravilha" que não me descem, infelizmente. Nem mesmo as missões perigosas da série num geral me prenderam e no final das contas as considerei todas um tanto ridículas e forçadas demais, como se para enxergar o verdadeiro amor fosse necessário ter algumas experiências imbecis ou passar por maus bocados que envolvem desde pensamentos completamente esdrúxulos, como é o caso de Kelsey se enxergar como um "rabanete indigno" enquanto Ren é um "bolo de chocolate recheado e com cobertura" (sim, não estou inventando essa descrição e comparação), até se verem em situações onde a memória é perdida, ou são engolidos por krakens repugnantes, mordidos por tubarões perdendo pedaços do corpo, adentrando labaredas virando churrasco e sendo praticamente virados do avesso, mas, obviamente, sempre tendo algo em mãos ou bem próximo e de fácil acesso que vão curá-los e/ou ajudá-los e sair dos piores perigos, o que pra mim foi um completo absurdo. É o tipo de perigo previsível: a gente sabe que é uma baita encheção de linguiça pois eles irão sair daquilo sãos e salvos, como se nada tivesse acontecido. Milhões de coisas acontecendo ao mesmo tempo e pra quê? Pra história se alongar e pra aturar Kelsey entre dois irmãos que ela julga serem "seus" mas ao mesmo tempo se considera alguém indigna do amor dos dois...
Uma coisa que me agradou foi a autora não ter muita pena de tirar personagens de cena os matando, por mais importantes e queridos que fossem, mas ao mesmo tempo fazendo com que lembranças ou instruções deixadas fizessem com que quem se foi permanecesse vivo. O que prende minha atenção nessa história toda são as lendas dos deuses que são contadas para que os personagens entendam alguma situação, ou mesmo que sirvam de exemplo para alguma coisa da qual eles estão vivendo, porque o resto... Morri de preguiça.
Eu sinceramente não concordo com triângulos, principalmente quando há mudanças escrachadas na personalidade de algum dos personagens, como se a intenção fosse afastá-lo na marra para que o casal inseparável possa viver feliz e eternamente. Acho que quando o casal já está definido desde o princípio, criar obstáculos, triângulos e outras ladainhas para atrapalhar até que possam ficar juntos outra vez é uma grande enrolação e perda de tempo. E o pior: essa situação se estende até os últimos capítulos pra me matar de desgosto, principalmente porque é ÓBVIO que todos que começam a ler a saga já sabem quem vai ficar com quem, só resta saber como... E eu só li pra saber isso! É mole? Maldita curiosidade que nos mata...

Pra ser bem sincera, são poucos os elementos que realmente me fizeram terminar de ler a saga, um deles foi a capa (ela conta?), e lia esperando em vão que Kelsey morresse ou ficasse sozinha e encalhada pra sempre para aprender a deixar de ser tão sonsa, egoísta, imatura, desagradável, estúpida e pra finalizar, a pior personagem que já me deparei na literatura na minha vida... Pena que romances do tipo são escritos para "agradar" os leitores, dando o final que eles querem e esperam a fim de manter a "magia".
Acredito que quem realmente vá gostar da saga é o tipo de público que curte Crepúsculo, ou pelo menos a grande maioria, pois a história, de um modo geral, traz o triângulo amoroso e cenas de ação pra dar aquele ar de tensão no ar ao mesmo tempo em que enfeita, floreia e engrossa o livro, mas no final das contas é uma grande baboseira pois não acrescentam em nada... Pra mim, só valeu a pena pelo gostinho de poder "pisar" na Índia e conhecer um pouco mais da cultura de lá, que confesso serem bastante interessantes, porque de resto... Os fãs que me perdoem, mas não curti...




11 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Me sinto mais normal, agora que alguém concorda que a Kelsey é provavelmente uma das piores personagens femininas de todos os livros já escritos! Devorei o primeiro, li o segundo um pouco decepcionada, mas com fé na serie. O terceiro foi chato, enrolado, sem sentido. Aquela mudança de personalidade foi idiota! Alias, todos amam a Kelsey, isso é tão House Of Night, só que consegue ser pior!
    Personagem feminina chata, fraca, indecisa. As aventuras não me convencem, não me envolvem, vejo pessoas que acham essas partes super interessantes, mas não consigo, como você disse, ocorre tudo muito forçado, muito fácil, chega a ser idiota. Alias, mesmo a parte cultural, me faz sentir que é forçada! Talvez seja mesmo o tipo de escrita que deixa as coisas assim "chatas" e meio "forçadas". Os príncipes que ainda salvavam um pouco no inicio, no terceiro se tornaram MUITO kelseys pro meu gosto, haha!
    Ainda nem me animei a comprar o quarto de tão decepcionante que a serie que era tão promissora se tornou =/ Amei a Maldição do Tigre, mas acho que teria sido mais feliz se tivesse lido apenas ele!

    ResponderExcluir
  3. Estava super ansiosa para ler essa série e essa resenha me deixou com um pouco de duvida! Detesto livros arrastados e com acontecimentos forçados! Mesmo assim tentarei ler o primeiro livro e depois ver se continuo com os outros! rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu li e gostei bastante da saga Crepúsculo..mas essa eu tbm não curti..essa não me convenceu.
    O primeiro livro foi uma amiga quem me indicou e eu gostei tanto dele, que assim que terminei de ler corri para comprar O Resgate do Tigre..comecei a ler com a mesma empolgação que finalizei o primeiro..mas não deu..aliás foi o primeiro e por enquanto único livro que eu cheguei realmente a abandonar..tive preguiça de continuar a ler a história e mais preguiça ainda da chatice e indecisão da Kelsey..abandonei sem nem pensar duas vezes e até hoje não tive a menor curiosidade de continuar a série.
    Mas uma coisa realmente não podemos negar..as capas são lindas e se fosse julgar apenas por elas..com certeza leria todos.
    Adorei a resenha e é bom saber que não sou a única que odiou a Kelsey..hahaha

    Bjos Flavinha!!

    ResponderExcluir
  5. Quando ouvi falar dessa serie eu achei realmente interessante, estava pensando em começar a ler, mas depois dessas resenha fiquei com um pouquinho de dúvidas, vou pensar melhor se leio só para ver como é e tal.
    Bjsss
    Sofia
    http://afilaandaeeutambem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Vou começar a ler a série, por isso não li a resenha, mas deu uma vontade!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Como não pude ler a resenha vou falar meio por alto.
    Esses livros tem sido tão bem cotados no skoob que acabou despertando minha curiosidade. Ainda não li nada da autora então não sei como é a escrita dela, mas pretendo ler só pra matar minha curiosidade e ver se vou gostar.

    ResponderExcluir
  8. tipo já ta na minha cabeça q eu odeio a kelsey tipo, pra sempre asusuuh e eu nem li a saga, mas cada vez q leio uma resenha esse sentimento cresce. e com certeza as capas são lindas dessa saga.

    ResponderExcluir
  9. Essa séria também não me agradou, sei lá achei tão clichê e tipo como se fosse mais um em mil livros desse gênero, posso estar realmente equivocado, mas não gostei pelo o que li de outras resenhas. Suas resenhas são ótimas <3 todas bem detalhas to adorando aqui

    ResponderExcluir
  10. Amiga,
    Serei bem sincera, não irei ler sua resenha, pois estou com a série aqui para ler e como você avisou que pode conter spoiler, estou preferindo esperar e voltar para ler quando acabar aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Que pena que você só deu essa nota =(
    É umas das séries que mais quero ler... irei comprar em breve.
    Espero que eu me encante pela série, pois tenho muitas expectativas

    ResponderExcluir