8 de janeiro de 2015

Loucamente Sua - Rachel Gibson

Lido em: Dezembro de 2015
Título: Loucamente Sua - Truly, Idaho - Livro 01
Autora: Rachel Gibson
Editora: Jardim dos Livros
Gênero: Romance/Chick-lit
Ano: 2012
Páginas: 344
Nota:
Sinopse: De volta à sua cidadezinha para atender ao funeral do seu padrasto Henry, a bela cabeleireira Delaney é surpreendida com uma cláusula do testamento dele: se quiser receber a sua herança, ela deverá permanecer um ano inteiro na cidade e não ter "contato sexual" algum com o bad boy Nick, filho bastardo de Henry. Acontece que, dez anos antes, ela e Nick viveram uma paixão, e embora ele seja um mulherengo incorrigível, a proximidade de ambos reacende a antiga chama. Será Delaney capaz de resistir ao motoqueiro de conversa fiada?

Resenha: Loucamente sua é o primeiro livro da série Truly, Idaho, escrito pela autora Rachel Gibson e publicado no Brasil pelo selo Jardim de Livros da Geração Editorial.
Após o falecimento de seu padrasto, Delaney volta para a cidade natal com o intuído de apenas ir ao funeral, pegar sua parte na herança e voltar. Mas ela não esperava que uma cláusula no testamento do falecido a instituía a ficar um ano morando na cidade pra só depois ter sua parte da herança. E comos e não bastasse, há um outro pequeno detalhe na cláusula: ela não pode - e nem deve - se envolver com Nick...
Delaney quer sua parte da herança, mas o passado ainda é vivido, e ela teme não conseguir ficar longe dele...
Nick é bastardo, nascido em uma época em que havia muito preconceito. Seu pai (o falecido padrasto de Delayne) não o reconhecia como filho. Nick tentou de todas as maneiras conseguir atenção e reconhecimento da parte do pai mas só conseguiu quando ele soube que sua esposa, a mãe de Delaney, não poderia ter filhos.
Com a morte dele, Nick recebe sua parte na herança, mas também consta na clausula que ele deve se manter longe de Delaney e não fazer sexo com ela. Será que isso vai dar certo?

A autora fez deste romance um ensinamento, pois ela retrata uma época onde havia preconceitos, entre americanos e mexicanos, colocando até algumas reflexões para o leitor, como o reconhecimento e a procura de amor, tanto da parte de casal quanto da parte da família, e isso vindo de ambas as partes no que diz respeito aos personagens.
A história retrata o passado de forma a explicar os acontecimentos da historia, o que fará muitas leitoras suspirarem e morrerem de amores.
Um romance bastante clichê, confesso, com personagens de personalidade forte e decidida, o que pode até causar certa irritação no leitor, principalmente com as cenas sensuais, dosadas na medida certa, mas com muita frustração sexual que rola entre os personagens.
Os personagens secundários só serviram para dar uma movimentação na história, mas não tiveram muito destaque.

A narrativa é feita em terceira pessoa, a diagramação é simples, com fontes no tamanho tradicional e folhas amareladas. A revisão deixou um pouco a desejar... encontrei alguns erros, mas acredito que a história supera esse ponto negativo. A capa é linda, combina com as capas dos outros livros da autora, mas esta foi muito bem bolada e cheia de significado. Ao final da leitura o leitor vai entender e achar genial.
Para quem esta a procura de um romance leve e recheado de diversão, este livro é a leitura ideal.


2 comentários

  1. ana minha opinião foi bem diferente da sua. infelizmente esse livro não me tocou do jeito q tocou você =/

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Já vi esse livro em livrarias e sempre fiquei em duvida se levava ou não, acho que da proxima vez que for, vou ler pra ver o que acho.

    Beijos
    http://www.pinceluar.com/

    ResponderExcluir