12 de janeiro de 2015

A Ascensão das Trevas - Morgan Rhodes

Título: A Ascensão das Trevas - Queda dos Reinos #3
Autora: Morgan Rhodes
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia/Juvenil
Ano: 2014
Páginas: 423
Nota
Sinopse: Depois de conquistar Mítica inteira, o rei Gaius ainda não está satisfeito: sua nova missão é encontrar a Tétrade, quatro cristais mágicos perdidos, capazes de conferir poderes indescritíveis a quem os reunir. Para isso, ele conta com os conselhos de Melenia, uma imortal que o visita em seus sonhos e que o instruiu a criar uma estrada ligando todos os reinos.
Gaius acredita que está no caminho certo e que Lucia, sua filha adotiva, será a chave para localizar e despertar os cristais. Para seu deleite, os poderes de Lucia estão cada vez mais fortes, e um vigilante exilado aparece para orientar a feiticeira.
Mas o Rei Sanguinário não é o único que cobiça essa magia milenar: vindos de Kraeshia, um império vizinho muito influente, o príncipe Ashur e a princesa Amara conhecem as lendas de Mítica e desconfiam que a Tétrade não seja apenas um mito. Logo eles entram na disputa e buscam seus próprios aliados nessa corrida pelo poder.
Um período de trevas se abate sobre Mítica, e nesses tempos sombrios Jonas, Cleo, Magnus e Lucia precisam descobrir o quanto antes em quem podem confiar.

Resenha: No terceiro volume da série Queda dos Reinos, a aventura e a magia estão ainda mais intensas. Agora que Cleo se casou, contra a própria vontade, com o príncipe Magnus, a auraniana se tornou um membro da família Damora. Lucia, por sua vez, está aprimorando seus elementia para ajudar o rei Gaius, que continua implacável e sanguinário, a encontrar os cristais que o ajudarão a possuir a Tétrade. Jonas, o rebelde, continua sua luta incessante, agora munido de um companheiro poderoso, para vencer a realeza e fazer justiça ao seu povo. A Ascenção das Trevas é uma continuação eletrizante e cheia de reviravoltas.

Morgan Rhodes sabe como fazer um leitor se remexer na cadeira de tanta apreensão, Quando li os dois primeiros volumes da série, me apaixonei pela trama e por como a autora conduzia tudo. A magia junta com a ação e aventura são ingredientes perfeitos para uma história excelente. Nesse terceiro livro o nível da história se elevou, deixando meus nervos a flor da pele e com ansiedade para saber o desfecho de tudo.

 Cleo, a princesa auraniana que se tornou refém de Magnus e seu pai, se mostrou incrivelmente inteligente e fria. É ótimo ver mocinhas que não são facilmente subestimadas e estão sempre prontas para entrar em ação e correr atrás de objetivos. A loira, dona de uma beleza invejável, usa isso a seu favor da melhor maneira possível. Mesmo diante de situações de extremo risco ela estava lá, em cima do salto, pronta para mentir e safar a própria pele. Minha personagem favorita. ♥

Magnus, o príncipe limeriano e marido de Cleo, está mais odiável do que nunca. Mas ele ser tão inconstante faz uma pitada de simpatia crescer em mim. Ele é indecifrável. As atitudes dele caminham entre derramar muito sangue e ser muito solidário, o que mostra que ele não é completamente como o seu pai. A decisão entre amar ou odiar o belo príncipe Damora ainda não foi tomada por mim.

Jonas e Lucia não brilharam muito nesse volume, o que não fez muita falta. A princesa, detentora dos poderes que podem ajudar o rei a conquistar o reino de Mítica e o mundo, é muito apática e sem personalidade. O rebelde, por sua vez, não fez até agora nada que pudesse ser considerado grandioso (a não ser um gesto de bravura nesse volume, que veio acompanhado de vários pontos negativos).  Os dois juntos não trazem muita emoção em seus capítulos, mas são necessários para o andamento da história.

A narrativa de Morgan é impecável . Isso contribui para ser um livro tão atrativo para o publico junenil. Tudo acontece de maneira frenética, fica difícil largar a leitura. Entremeado a isso há sempre um romance, um pensamento interessante de determinado personagem ou uma revelação bombástica. É uma narrativa rica e técnica, sem espaços para firulas ou perda de tempo. A intercalação entre os pontos de vista deixa à escolha do leitor quem será seu preferido. Eu já escolhi os meus ♥.

A Ascenção das Trevas deu continuidade a série A Queda dos Reinos  de maneira formidável. Morgan me leva a crer até que ela é a versão feminina de George R.R Martin, autor daa famosa série Crônicas de Gelo e Fogo. A autora não mede esforços para derramar sangue na guerra entre paelsianos e limerianos. Ou seja, existe um risco pro leitor: a morte de um personagem querido. Posso afirmar que no final tive meu coração partido, mas acredito que Rhodes sabe o que faz e que o desfecho da série será tão espetacular quanto ela vem sendo até agora. Cheio de reviravoltas e momentos intensos, esse livro prende o leitor do começo ao fim e deixa aquela sensação de vontade imediata para ler os próximos volumes.

3 comentários

  1. Olá,

    Não conhecia esta série, mas a sinopse me chamou a atenção.

    BIO-LIVROS

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa série de livros! Vou procurar saber do primeiro livro, ler alguma resenha. Me chamou muito a atenção, adoro histórias desse tipo.
    Beijos!
    http://litera-magia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu não costumo me interessar por livros desse tipo, mas essa série acabou chamando minha atenção. O que me doeu foi essa capa horrível, a parte gráfica da Seguinte costuma ser tão boa.

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir