24 de janeiro de 2014

A Queda dos Cinco - Pittacus Lore

Lido em: Janeiro de 2014
Título: A Queda dos Cinco - Os Legados de Lorien vol. 4
Autor: Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Gênero: Aventura/Ação/Juvenil/Ficção Científica
Ano: 2013
Páginas: 288
Nota:
Sinopse: John Smith, o Número Quatro, achou que tudo seria diferente quando os lorienos se juntassem. Eles parariam de fugir. Lutariam contra os mogadorianos. E venceriam. Mas Quatro estava errado. Depois de enfrentarem Setrákus Ra e quase serem dizimados, os membros da Garde reconhecem que estão despreparados e em minoria. Escondidos na cobertura de Nove, em Chicago, eles planejam os próximos passos.
Os seis são poderosos, porém não são fortes o suficiente para enfrentar um exército inteiro, mesmo com o retorno de um antigo aliado. Para derrotar os mogadorianos, cada um deles precisará dominar seus Legados e aprender a trabalhar em equipe. O futuro incerto faz com que eles busquem a verdade sobre os Anciões e seu plano para os nove lorienos escolhidos. A Garde pode ter perdido batalhas, mas não perderá a guerra.
Resenha: Atenção! Essa resenha pode ter spoilers dos livros anteriores! Eu Sou o Número Quatro, O Poder dos Seis e A Ascensão dos Nove.
A Queda dos Cinco é o quarto volume da série os Legados de Lorien e dá continuidade a saga de John Smith, o Número Quatro da Garde que, enfim, depois de muitas aventuras e sufoco no meio dessa guerra contra os Mogadorianos está reunida, exceto pelo Número Cinco, que ainda não foi encontrado mas anda deixando pistas na internet para os demais. E essa é a missão inicial dos lorienos: encontrá-lo.
Ninguém sabe quem é, o que é, o que é capaz de fazer, e a expectativa de todos eles por Cinco é imensa.
A história começa com Sam aprisionado e a tensão corre nas veias do leitor, pois ninguém sabe como ele vai escapar dali e o inesperado, claro, acontece! Malcon, seu pai há muito desaparecido, em companhia de um mogadoriano do bem, Adam, o resgatam!
A guerra ainda não aconteceu, apesar dos treinamentos e dos confrontos serem frequentes e o melhor lugar no momento em que eles poderiam ficar para se recuperarem da batalha que tiveram contra Setrákus Ra e se prepararem era na cobertura de Nove, que neste volume está impagável. Todos eles estão sozinhos, sem a companhia de seus Cêpans, e só podem contar com a ajuda uns dos outros.

Narrado em primeira pessoa e com a fonte diferente para que saibamos quem é o narrador da vez (a medida que vamos lendo, pois de início é meio difícil saber quem é até que nos acostumemos com a fonte), como nos volumes anteriores, a narrativa se alterna entre alguns personagens, e dessa vez, Sam faz parte do time de narradores. O ritmo continua sendo frenético, viciante, com bastante ação, com detalhes na medida certa para que não fique cansativo ou floreado. É impossível parar o livro sem que a curiosidade pelo próximo capitulo não nos consuma.
Para não perder o costume, Sarah é uma personagem que não me desce. Simplesmente não gosto da menina por mais que ela tenha demonstrado que é confiável e está do lado de John. É um problema essa ideia de que os lorienos só se apaixonam verdadeiramente uma única vez na vida... Tenho preguiça do namoro dela com John pois não vejo como um relacionamento assim pode ter espaço numa história em que o foco não é romance, muito pelo contrário. Apesar disso, não fiquei chateada por Seis ter ficado pra escanteio levando em consideração que Sam está alí por ela... Vai, Sam!
Já o encontro com Cinco foi meio suspeito pra mim desde o início, e fiquei imaginando qual seria o mistério real que cerca a história dele, até que o final chega e me deixa de boca aberta.
Pra ser sincera, terminei o livro com aquela sensação de incredulidade, pois não aceitei o que aconteceu no final e apesar de gostar muito da série, senti que faltou algo, talvez um desenvolvimento maior com relação ao amadurecimento dos personagens. Parece que estão estagnados numa rotina e não saem daquilo nunca...
Entendo que numa guerra acontece de tudo, incluindo perdas, baixas, feridos, horripilâncias, traições e tudo o mais, mas a forma como tudo aconteceu de forma tão repentina e natural como se fizesse parte e eu tivesse que engolir aquilo fácil, não foi nada agradável. Fiquei chocada, com o coração na mão e ainda não decidi se essa emoção que A Queda dos Cinco me despertou é algo positivo ou não, principalmente por que pelo título já era de se esperar que algo de trágico pudesse acontecer.
Seis é minha personagem favorita, pois é o maior exemplo de força e coragem que um time precisa pra se dar bem. E Bernie Kosar, que não posso deixar de lembrar. O "beagle" mais incrível ever.
Curti muito a história, só esperava que os personagens crescessem um pouco mais visto que há surpresas e novos obstáculos a serem enfrentados. Pra quem curte ação sem enrolação (as poucas páginas já definem isso) vai curtir bastante a série!

13 comentários

  1. Quando comecei a ler a sinopse fiquei muito confusa, mas depois li que é porque já é o quarto volume da série rsrs
    Achei bem legal o enredo, eu adoro livros com bastante ação e ainda não conhecia essa série, parece ser muito boa :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu só não li ainda A Queda dos Cinco porque quando terminar, sei que vou ficar mega curiosa para o próximo, vai demorar para lançar mais um e eu estou enrolando para ficar "orfã" mais uma vez, haha.
    Amo de paixão a Seis também e tenho uma super queda pelo Nove, aquele chatão.
    A Sarah definitivamente não me desce. Vaca. Hahahaha. John e Seis são muito mais um par, na minha opinião.
    Lendo a sua resenha agora quero mais ainda ler.
    Beijo
    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Flavia, to querendo comprar logo esse livro, já li os outros e to gostando bastante da série. Os novos acontecimentos deveriam colaborar para que os personagens crescessem mas pelo visto isto ainda não aconteceu, mesmo assim quero poder logo ler e seguir em frente nessa luta!

    Abraço,
    Diego de França
    http://leitorsagaz.blogspot.com.br

    P.S Volta logo das férias :P

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li o primeiro livro mas ele já está a algum tempo na minha lista de desejos.Depois dessa tua resenha,fiquei ainda mais ansiosa pela leitura! Ótima resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oiiiii, a série é bem conhecida, porém não li muito sobre o que fala, e evidentemente não li os livros anteriores, mas as críticas são bem boas... quem sabe um dia eu leia né (;
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá, a sinopse não me interessou muito, mas a resenha me despertou um certo interesse!

    ResponderExcluir
  7. Fiquei curioso quando vi e li a sinopse do primeiro livro, me interessei bastante!
    Parece ser uma aventura e tanto!!!
    Adoro os capas, quero ler o primeiro livro e em seguida assistir o filme!
    Adorei a resenha Flá, beijos!

    ResponderExcluir
  8. Vi esse livro em uma livraria e a capa me chamou bastante atenção! sua resenha ficou ótimaa e quero muito ler esse livro!

    ResponderExcluir
  9. ok confesso que eu deveria ter vergonha na cara, mas apesar de ter vontade de ler a serie eu tenho preguiça
    sei lá, as capas não me estimulam muito sabe!
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  10. Não gosto muito das capas dessa série... sei lá são meias estranhas... Mas tenho muita vontade ler a serie pelo q tenho lido nas sinopses e resenhas ... Gostei muito da sua resenha mas fiquei meia perdida por não conhecer bem a história! rsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá amiga!
    Mesmo tendo spoiler resolvi ler...hehehehehe
    Esse livro parece ser intenso, mas é uma pena os personagens não terem crescido tanto como você queria!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  12. Essa serie foi uma que não me pegou..não sinto nenhuma vontade em ler =S

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Por mim, o Quatro pode ficar com a Sarah, porque quero que a Seis e o Nove fiquem juntos!

    ResponderExcluir