4 de janeiro de 2014

Novidades Janeiro - Intrínseca

A Menina que Roubava Livros - Markus Zusak (capa do filme)
Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler.
Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade.
A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público.

A garota que você deixou para trás - Jojo Moyes
Convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, um pintor francês se vê obrigado a se separar da esposa, Sophie. Sentindo-se sozinha e vivendo em sua pequena cidade natal, agora ocupada por soldados alemães, ela se apega a uma lembrança deixada pelo marido, um retrato dela mesma, pintado por ele. A obra chama a atenção do novo comandante alemão, e Sophie resolve arriscar tudo na esperança de rever o grande amor, feito prisioneiro de guerra.
Em Londres, quase um século depois, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa, onde um retrato de uma bela jovem, presente do marido pouco antes de sua morte prematura, está pendurado na parede. O quadro a mantém ligada ao passado. Quando Liv decide retomar sua vida, um encontro inesperado revela o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da moça do quadro, Liv vê, mais uma vez, a própria vida virar de cabeça para baixo.
A garota que você deixou para trás alterna as alegrias e as tristezas das grandes histórias de amor.

A estrela que nunca vai se apagar - Esther, Lori e Wayne Earl
Esther Grace Earl sonhava em ser escritora. A garota que inspirou John Green a escrever de A culpa é das estrelas, perdeu a batalha contra o câncer em 2010, aos 16 anos, e terá sua história contada com suas próprias palavras no livro A estrela que nunca vai se apagar.
Com introdução de John Green, além de anotações dos pais, dos irmãos e dos amigos de Esther, o livro reúne fotos, ilustrações, cartas e a reprodução de parte do diário da jovem.  Segundo Wayne, a filha começou a criar histórias aos cinco anos e nunca mais parou. Esther encarou as dificuldades da doença que abreviou seus dias com muita doçura e bom humor. Com vídeos divertidos em seu canal no YouTube, o cookie4monster4, ela conquistou amizades a muitos quilômetros de distância, encantando milhares de pessoas com seu carisma e o sorriso com covinhas. Inclui-se aí o amigo mais famoso, que dedicou a ela o livro A culpa é das estrelas, publicado em mais de 30 países.

Homeland – como tudo começou - Andrew Kaplan

Após escapar de uma emboscada durante um encontro clandestino no Líbano, a oficial de operações da CIA Carrie Mathison é informada sobre um iminente ataque terrorista aos Estados Unidos. Impedida de investigar o caso depois de uma discussão acalorada com seu chefe direto, ela é mandada de volta à sede da agência, em Langley, Virgínia.
Com o firme propósito de impedir uma catástrofe, Carrie segue com a investigação de forma independente, muitas vezes contrariando ordens expressas de seus superiores. Atrás de provas que conectem o possível ataque ao líder da Al-Qaeda no Iraque, ela precisará arriscar a carreira e até mesmo a vida para descobrir a verdade. Com a mesma dose de suspense e as intrincadas reviravoltas que fizeram de Homeland uma série campeã de audiência, o livro revela a história pregressa de seus principais personagens e conduz o leitor ao interior da mente de sua brilhante espiã.

O Código Bro - Barney Stinson
A obra é um companion book da famosa série de TV How I Met Your Mother, que estreou no dia 02 de janeiro na Band com o título Como Conheci Sua Mãe. Quem assina o canal fechado Fox também pode acompanhar o programa, e todas as temporadas completas estão disponíveis na Netflix. Com 18 prêmios no currículo, um perfil oficial no Twitter com mais de 500 mil seguidores e mais de 24 milhões de curtidas em sua fan page, a série é um sucesso de público e crítica.
O Código Bro é uma espécie de bíblia escrita pelo personagem Barney Stinson, que apresenta um verdadeiro código de conduta para que o leitor se transforme em um “Bro”. O livro ensina algumas soluções para problemas cotidianos, como ter casos de uma noite só, levar sempre a quantidade certa de bebida para uma festa ou fingir um profundo conhecimento de esportes e mecânica, entre outras habilidades incríveis e muito úteis para quem pretende ser um membro da “confraria masculina”.

Salinger - Shane Salerno, David Shields

Autor do grande sucesso "O apanhador no campo de centeio", Salinger sempre será lembrado e respeitado por muitas pessoas. Afinal, ele influenciou inúmeras gerações de novos leitores. Ao longo de nove anos, Shane Salerno e David Shields entrevistaram mais de duzentas pessoas ligadas a Salinger (amigos, amantes, editores e conselheiros espirituais, entre outros) para reunir relatos reveladores sobre a vida do escritor, cujo desejo de privacidade e reclusão era notório. Parte do material incluído na biografia é inédita, como fotos de Salinger durante a Segunda Guerra Mundial, imagens de possíveis inspirações de seus personagens e trechos de cartas e contos nunca publicados. Jerome David Salinger é uma das figuras mais intrigantes da história recente da literatura mundial. Autor do cultuado romance O apanhador no campo de centeio, ele é reverenciado por milhões de pessoas e influenciou incontáveis escritores e cineastas. No entanto, sua fama como artista é comparável ao mistério que cerca sua vida particular, mantida longe dos olhos do público durante quase cinco décadas, desde o lançamento de seu último conto, em 1965. Ao longo de nove anos, Shane Salerno e David Shields entrevistaram mais de duzentas pessoas ligadas a Salinger — camaradas da Segunda Guerra Mundial, críticos literários, editores, conselheiros espirituais e até parentes — e reuniram relatos reveladores sobre as diversas facetas do notório recluso: o trauma da guerra, o interesse por mulheres recém-saídas da puberdade, a aproximação com a filosofia oriental e o zen-budismo, a conturbada relação familiar. Com vasto material inédito, como fotos, cartas,trechos de contos e conversas entre J.D. Salinger e os poucos que conseguiram extrair algumas palavras dele, Salinger é mais que uma biografia: é um retrato vívido de um dos maiores escritores do século XX. 

21 comentários

  1. Adoro a intrinsica ela é uma editora simplesmente maravilhosa... tudo dezejavel...
    beijos!
    seforasilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Depois de Como eu era antes de você, estou pensando em não ler mais livros de Jojo Moyes. Apesar do livro ser lindo e tudo mais, passar uma mensagem bonita, mas... uma coisa maluca. Não li A Culpa é das Estrelas, mas quero ler A estrela que nunca vai se apagar - Esther, Lori e Wayne Earl.

    ResponderExcluir
  3. A capa de A Menina que Roubava Livros está linda demais, embora não sei exatamente como vai ser o filme, espero que muito bom. E está sendo impressionante o quanto os livros inspirados em seriados da TV estão ganhando espaço... Só não sei se vai vingar depois.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. A capa de A Menina Que Roubava Livros é lindíssima! Pena que eu não tenho nem a original :/ Não gostei dessas últimas capas, não, ó!

    Clara
    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi falar dos dois primeiros livros, devem ser ótimos!! Falando em livros.. Acabei ontem de ler O Diário de Anne Frank, em versão PDF porque não encontrei o livro físico a venda.. Enfim, parabéns pelo blog!! Ótimas postagens e ótimo layout!

    Convido você e seus leitores para conhecer o meu blog também!! Estou abrindo o blog nessa semana. http://cafeeutopia.blogspot.com.br/2014/01/estreando-o-novo-blog.html Estreando o novo blog! Café e Utopia

    ResponderExcluir
  6. "A garota que você deixou para trás" parece muito bom. Adorei a capa. O primeiro eu já ouvi falar muito, parece muito bom, mas eu não gostei muito dessa nova capa, prefiro a antiga.

    ResponderExcluir
  7. Já ouvi falar do primeiro, a sinopse é muito interessante e me deixou bem curiosa para ler e a capa é bem bonita! Esse livro irá fazer muito sucesso!
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adoro a Intrínseca, sempre com ótimos lançamentos!
    Quero muito ler A Menina Que Roubava Livros, A estrela que nunca vai se apagar, e A garota que você deixou para trás.
    Beijos!

    http://temponaoperdido.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Quero muito A estrela que nunca vai se apagar e A garota que você deixou para trás que por sinal essa capa é perfeitaaaaa demais!!!

    ResponderExcluir
  10. cara quero mt ler esse livro do john, pq li a culpa é das estrelas e adorei
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Estou louca para ler A garota que você deixou para trás. Li Como eu era antes de você e amei ♥♥
    Comecei a ler A menina que roubava livros, mas não consigo terminar *-*
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Sempre gostei da Intrinseca, mas ultimamente seus livros não estão me encantando mais, e nesse mês não foi diferente.
    Nenhum dos livros citados chamou a minha atenção. Espero que os próximos lançamentos da editora sejam melhores...

    ResponderExcluir
  13. Atualmente minhas editoras favoritas são a Intrinseca e a Arqueiro. Já comprei o novo da Jojo na pré-venda (amo os livros dela) e acho que vou comprar também A estrela que nunca vai se apagar. E que venham coisas novas para as traças que somos todos nós...
    Beijos Flávia..

    ResponderExcluir
  14. De todos esse o único que gostei eu já li, é a menina que roubava livros, a história é muito boa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Sou apaixonado pelos lançamentos da Intrínseca, não tem nenhum que eu diga "Ah, deve ser muito chato", ou, "Ah, que capa feia" pois a Intrínseca sempre capricha em todas capas!!
    Com esses lançamentos não seria diferente! Amei todos!
    Beijos Flá!

    ResponderExcluir
  16. Além do sucesso que é A Menina que roubava livros que vem impulsionada com a adaptação cinematográfica pois atiçou a curiosidade de muita gente a ler o livro antes de assistir ao filme, temos A estrela que nunca vai se apagar, quem não vai querer conhecer a história da menina que inspirou o sucesso A culpa é das estrelas, apesar de saber que muitas lágrimas virão eu tô super curiosa para conhecer essa história.

    ResponderExcluir
  17. Novidades *-*, sempre aumentando minha lista de desejados (:
    Eu não sou fã de capas do filme, mas sl. Mas A Menina que Roubava Livros é uma história linda, e acredito que vai ser um ótimo filme.
    A garota que você deixou para trás, parece ser uma história fofa, passado ajudando presente é bem interessante.
    A estrela que nunca vai se apagar - dá pra não se arrepiar de encanto? Tô super ansiosa por ter esse livro em minhas mãos, não sou muito fã de biografias, mas essa é um caso a parte né *-*
    Homeland – como tudo começou - CIA, ta ae uma palavra que me interessou, adoro CIA, FBI e afins.
    O Código Bro - Não conheço a série, e não me interessei pelo livro... mas gostei da arte da capa, se não tivesse a foto e tals.
    Salinger - É, como falei antes, não curto biografias, mas me interessei em saber quem é o autor (:
    Bjs mil

    ResponderExcluir
  18. Ótimos, a capa de "A Menina que Roubava Livros" está digníssima, vi o trailer do filme e creio que não deixará à desejar.

    ResponderExcluir
  19. Intrinsica é uma editora fantástica,simplesmente amo todos os livros que ela lança! Não tem nenhum livro ai que não leria.Essa capa da '' A Menina que Roubava Livros'' é linda,mas confesso que ainda prefiro a original!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  20. A Intrínseca sempre com ótimos lançamentos, estou super ansioso par ler A Garota que Roubava Livros e A estrela que nunca vai se apagar, super livros!
    Abraços ,

    ResponderExcluir
  21. Oi amiga!
    Me interessei pela maioria dos livros, estou super curiosa com o livro da Jojo, espero em breve ter a oportunidade de ler!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir