7 de dezembro de 2015

A Arte de Ser Normal - Lisa Williamson

Título: A Arte de Ser Normal
Autora: Lisa Williamson
Editora: Jovens Leitores/Rocco
Tradutora: Cláudia Mello Belhassof
Gênero: Romance/YA
Ano: 2015
Páginas: 384
Nota
Onde comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: David Piper tem 14 anos e um desejo: "Quero ser uma menina". Mas este é um segredo que ele compartilha apenas com Essie e Felix, seus únicos amigos, pelo menos até a chegada de Leo Danton à escola Parque Éden. Apesar de muito diferentes e cada um guardando um segredo próprio, David e Leo iniciam uma profunda amizade, que é a base do elogiado romance de estreia da atriz e escritora britânica Lisa Williamson. Com diálogos engraçados e relatando situações cotidianas na vida de adolescentes, a autora consegue abordar a delicada e muito atual questão da identidade de gênero de maneira leve e nada apelativa, numa narrativa que conquista o leitor da primeira à última linha.

Resenha: Muitas crianças sonham com o que serão quando crescerem... médicos, bombeiros, professores, mas David Piper, de 14 anos, quer ser uma menina.
Essie e Félix são os melhores - e únicos - amigos que sabem de seu segredo, e David só quer ter coragem para assumir sua condição diante de seus pais. Ele se sente infeliz estando preso num corpo de menino. No fundo ele sabe o que precisa fazer para se tornar quem é realmente, só não teve oportunidade ainda e continua mantendo seu segredo bem guardado.
Leo Danton é o garoto novo que acabou de chegar na escola no meio do ano letivo. Tudo o que ele queria era passar o ano despercebido e invisível, mas acaba chamando atenção quando defende David durante um ataque de bullying que ele estava sofrendo de um dos valentões da escola.
Após o ocorrido, David faz de tudo para se aproximar e ter uma amizade com Leo. O que ele não sabia, era que Leo mudou de escola por uma razão em particular, e David está prestes a ser o único a saber de seu segredo.
A aproximação é inesperada e a partir daí as histórias desses dois adolescentes, que tem vidas diferentes e um segredo em comum, começa a se desenrolar.

David vem de uma família tradicional, com pais amorosos que lhe proporciona uma vida confortável e, até certo ponto, feliz, numa casa acolhedora e aconchegante. Seu corpo vem se desenvolvendo de uma forma que não o agrada e ele faz relatos do seu descontentamento com relação às inspeções que faz em si próprio e o quanto odeia aquele órgão intruso no meio de suas pernas.
Ao contrário de Leo que se encontra numa realidade oposta, e junto com as irmãs vive numa casa deplorável com a mãe relapsa que troca de namorado como quem troca de roupa.
Leo é misterioso quando chega ao colégio e gosta da ideia de que sua cara fechada e o suspense que faz sobre seu passado serem fatores que colaboram para que os outros mantenham distância, por medo dele, do que é capaz ou coisa do tipo. Porém seu plano não é muito bem sucedido quando ele conhece Alicia e quando David de aproxima dele forçando uma amizade que, a princípio, ele não queria.

As duas histórias comovem a sua própria maneira, e dão o equilíbrio certo a trama quando o assunto é desenvolvimento e sensibilidade, além de ter toques de muito bom humor.

Narrado em primeira pessoa com pontos de vista bem distintos que se alternam entre David e Leo, é possível perceber que A Arte de Ser Normal não é um livro, como o próprio título diz, sobre o "problema" da transexualidade. David não vê problemas em ser transgênero e se considera uma pessoal normal como qualquer outra, ele só se preocupa com a forma como irá comunicar sua condição à família. Sua mãe, por exemplo, desconfia que ele seja gay, mas não toca no assunto. Na escola ele é tratado como "Show de Aberrações" e ele só quer terminar logo o ensino médio pra ficar livre disso tudo.
Os diálogos são dinâmicos em meio a um enredo que evidencia as situações rotineiras de adolescentes que estão crescendo e descobrindo sobre a própria sexualidade. O fato de David ser um transgênero é só um detalhe que define sua condição e que faz com que ele não esteja completamente feliz e satisfeito com quem ele é.

Confesso ter sentido falta de um aprofundamento maior sobre detalhes com relação a características físicas e até a construção de personagens secundários que fazem diferença e tem importância na vida de David e Leo, mas o tema central foi desenvolvido de uma forma tão bonita que acabei relevando tais considerações.

A Arte de Ser normal é o tipo de leitura que desafia a ideia do que ser "normal" significa e não vacila em momento algum ao abordar os temas que engloba. A autora consegue abordar esse assunto, que ainda é bastante polêmico e delicado, de maneira nada apelativa ou forçada, sem cair no clichê de construir uma história que tem o bullying como base. O bullying existe, não nego, mas ele serve apenas de estopim para a construção de algo que vai além.
A história fala sobre a diversidade, o sistema de classes, família, amizade, incertezas, aceitação, amor e de relacionamentos conturbados que adolescentes normais enfrentam no dia a dia.

É o primeiro livro que tive o prazer de ler que oferece uma abordagem sobre a identidade de gênero, assim como a sexualidade e seus dilemas, que tem o poder de ser bastante esclarecedor pra quem tem dúvidas ou preconceitos contra a questão da transexualidade. A autora presenteia os leitores com um romance juvenil e contemporâneo escrito com sutileza, emoção e muito respeito.

É um livro muito delicado e bonito, que traz uma mensagem maravilhosa e que deveria não ser apenas lido, mas também apreciado e sentido com o coração.

Nenhum comentário

Postar um comentário