21 de julho de 2013

A Queda dos Reinos - Morgan Rhodes

Título: A Queda dos Reinos - Queda dos Reinos #1
Autora: Morgan Rhodes
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia/Juvenil
Ano: 2013
Páginas: 400
Nota:
Sinopse: Numa terra em que a magia havia sido esquecida e a paz reinara durante séculos, uma agitação perigosa ganha forma quando três reinos começam a lutar pelo poder. Entre traições, negociações e batalhas, quatro jovens terão seus destinos entrelaçados para sempre: Cleo, a filha mais nova do rei de Auranos; Magnus, o primogênito do rei de Limeros; Jonas, um camponês rebelde de Paelsia; e Lucia, uma garota adotada pela família real de Limeros que busca a verdade sobre seu passado.
Em A queda dos reinos, Morgan Rhodes constrói uma mitologia complexa e fascinante, que mistura amor proibido, intrigas políticas e profecias milenares. Narrado pelos pontos de vista dos quatro protagonistas, este é o primeiro volume da série.

Resenha: A Queda dos Reinos é o primeiro livro da trilogia Queda dos Reinos, da autora Morgan Rhodes, lançado pelo selo Seguinte da Editora Companhia das Letras aqui no Brasil.
A história se passa em três reinos, Auranos, Limeros e Paelsia que formam a ilha de Mytica, cujos líderes são inimigos. Auranos é o reino dos ricos e da fartura, Limeros é governado por um rei tirano que só age em nome de seus interesses, e Paelsia sofre com a pobreza e a escassez de suprimentos. Os reinos estavam em paz há mil anos, até agora...
São quatro protagonistas, Magnus, Lucia, Jonas e Cleo, e cada um, apesar de estarem com seus destinos ligados, vai em busca de seus ideais.

A história já começa em clima de ação quando Aron, em companhia de Cleo, acaba matando um paelsiano. O rei de Limerus, Gaius, se aproveita da situação para se aliar aos Auranos e travar uma guerra contra Paelsia. Porém, nada de realmente bom poderia vir de um rei sanguinário e oportunista, e há interesses muito mais sombrios por trás dessa atitude "generosa" do que se possa imaginar...
E enquanto todos ficam preocupados com vingança, existem seres mais interessados em salvar um santuário sagrado. Uma profecia antiga previa o nascimento de uma garota que seria a feiticeira mais poderosa de todos os tempos e que teria o poder de controlar os quatro elementos da natureza (terra, ar, fogo e água), e esses seres esperam por sua realização. E em meio a esse cenário medieval, cheio de ação e magia, a história se desenrola.

Narrada em terceira pessoa, os capítulos se passam em cada um dos reinos, ou no santuário dos vigilantes, através dos olhos de cada personagem principal, e isso é ótimo, pois podemos ver a mesma situação de vários pontos de vista diferentes. Até os personagens estão passando da adolescência pra fase adulta, e mudam e amadurecem de acordo com a evolução da história também, porém, alguns testam a paciência do leitor. Cleo é a princesa de Auranos, e por mais que pareça ter coragem e pé no chão para enfrentar as mais diversas situações, soou muito mimada e cheia de vontades, e isso já fica evidente quando ela fica aliviada pela irmã, Emilia, ser a sucessora do rei, assim ela não precisaria se preocupar com nenhum preparo. Jonas parece sempre ser guiado pela emoção em vez da razão, e por isso, acaba causando tragédias, inclusive mortes. E morte nesse livro é uma coisa comum, fácil, rotineira. A autora não tem dó de matar quem quer que seja, então, já aviso que não é bom se apegar a ninguém.
Magnus e Lucia são irmãos, filhos de Gaius, mas por ele não ter atenção nem o amor do pai, acabou por se apegar à irmã mais do que seria considerado "certo"...

Por ser um livro voltado ao público jovem adulto, e mesmo trazendo temas como violência, sexo e até incesto, a linguagem é muito fácil e simples, o que por um lado é bom pois a leitura flui bem, mas por outro, só me fez imaginar que a história se passa em um tempo remoto devido aos nomes diferentes e as descrições de reinos, lutas sangrentas com espadas e afins. Se não fosse por esses detalhes, poderia ser uma fantasia da atualidade, e isso pra mim foi um ponto que não me agradou pois gosto de ler e imaginar que é um livro que se passa em determinada época através da própria narrativa.
O começo da história foi um pouco arrastado, mas após pegar o ritmo e entender sobre a divisão dos reinos e quem é quem, fica mais fácil de acompanhar.
A diagramação é simples, cada capítulo se inicia com o nome do reino e seu símbolo, páginas amareladas e uma revisão impecável. A capa dispensa comentários... Linda!

Enfim... pra quem curte fantasia com magia, segredos, uma boa dose de intrigas, muitas batalhas (sangrentas), traições e reviravoltas incríveis, vai curtir bastante A Queda dos Reinos!

12 comentários

  1. Não conhecia o livro e nem o autor, mas parece ser bom. Adoro quando os livros são narrados por vários personagens, faz com que a gente entenda os fatos de pontos de vista diferentes. Ajuda e muito na leitura!

    Um beijo, Karine Braschi.
    Geek de Batom. (@geekdebatom)

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro, mas adoro livros assim: medievais haha
    Louca para ler! A narração tem que se envolver na época mesmo, bem colocado.
    Beijos

    http://queridosquinze.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Flavia.
    Gosto de fantasia, mas esse livro não me chamou atenção. E como você gostou, mas com ressalvas, acho que não vou me empolgar para lê-lo. Ainda mais que tem um monte na lista e na estante. Você leu Graceling? E Seraphina? Queria saber sua opinião sobre eles.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Eu tinha lido sobre esse livro e achei a trama bastante curiosa, sua resenha me deixou tentada a ler o primeiro capítulo que eu tenho disponível. Gosto de histórias que mistura fantasia, magia e conflitos e este parece ser uma boa pedida. Só não sei se quero ler uma série neste momento diante de tantas que estão pendentes.

    Abraços, Raquel.
    Viajando com Livros.

    ResponderExcluir
  5. Flá,

    Eu queria muito ler esse livro, mas mesmo assim não criei expectativas e acho que isso foi tão bom que acabei me encantando com a história. Eu amei e estou ansiosa pela continuação.

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
  6. Faz tempo que estou querendo ler este livro, como sou um aficionado por fantasia não podia deixar de lê-lo. Sempre me pareceu uma história cheia de ação (e em relação as mortes, a autora deve ser sucessora de no querido Martin heheheh). A capa é linda mesmo!

    Adorei a resenha XD
    Bjss!

    ResponderExcluir
  7. Oi Flavia,
    Livro bem interessante e a capa é maravilhosa. Gostaria de lê-lo.Adorei sua resenha.
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. gostei da história, mas acho que demoraria para pegar o ritmo das divisoes dos reinos
    sou mega lenta as vezes.

    ResponderExcluir
  9. Só a capa já me dá vontade de ler. Adorei a resenha. Que bom que você não falou só bem do livro, assim não vou com expectativas muito altas, mas acho que vou gostar mesmo assim.
    Tô quase chorando de emoção ao saber que tem vários pontos de vista e é narrado em terceira pessoa. Estou cansada dos livros YA me fazendo olhar tudo só ~com um olho~ e uma só pessoa zZzZz
    Enfim, vai pra wishlist. HAHAHA
    Beijos

    http://meinthebucket.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Sou fascinada por livros que contenham um ar fantasia,reinos e tudo mais.Ainda tô para ler as Crônicas de Gelo e Fogo!
    Adorei sua resenha e não conhecia o autor.

    Com certeza entra na minha lista :D

    ResponderExcluir
  11. Eu ando meia ressabiada de autora assassina!!
    Depois de ler Insurgente da Veronica Roth, que eu fiquei com medo da historia acabar por falta de personagens... bem, sabe como é, sempre tem o nosso preferido, e quando vê: BAM. HAHAHA
    Mas faz tempo que eu quero ler este livro, acho que a capa me atrai bastante!

    ResponderExcluir
  12. Gostei bastante da resenha.
    Nunca li um livro parecido,
    mas, a estória me lembrou a de uns filmes épicos que eu adoro.
    Curti ;)

    ResponderExcluir