12 de maio de 2015

Novidades de Maio - Rocco

Rocco Jovens Leitores
Lobos de Loki - Crônicas de Blackwell #1 - K.L. Armstrong & M.A. Marr
Para Matt Thorsen, o fato de ser um dos descendentes de Thor, o deus do Trovão, não fazia muita diferença. Junto com vários outros descendentes de Thor ou seu meio-irmão, Loki, o garoto levava uma vida normal em Blackwell, pequena cidade em Dakota do Sul. Matt conhece cada deus, história e detalhes dos mitos nórdicos. Mas conhecer cada lenda é um coisa, acreditar é outra completamente diferente. Quando as runas revelam que o Ragnarok, ou fim do mundo, está próximo, e que Matt deve lutar pelos deuses para evitar o fim do mundo, o garoto tem uma certa dificuldade em acreditar. Porém, seu avô parece acreditar que o garoto pode cumprir seu destino. Com a ajuda relutante dos primos Fen e Laurie, descendentes de Loki, o jovem parte em uma incrível aventura para salvar o mundo.

A Morte de Rachel - The Murder Notebooks #2 - Anne Cassidy
A busca de Rose Smith e Joshua Johnson por seus pais continua. A dupla está às voltas com os cadernos criptografados que podem ser a chave para o súbito desaparecimento de Kathy, mãe de Rose, e Brendan, pai de Joshua. Mas um novo mistério aparece no caminho dos dois: Rachel Bliss, com quem Rose não falava desde a época em que estudavam juntas, é encontrada morta depois de várias tentativas de entrar em contato com a antiga amiga. No período em que estudou no Colégio Mary Linton, Rose ficou próxima de Rachel Bliss, que se revelou nada confiável. As duas acabaram discutindo e a amizade acabou. Meses depois, quando já havia deixado a escola, Rose começou a receber cartas e telefonemas de Rachel. Em tom desesperado, dizia estar passando por algo terrível e implorava por ajuda. Envolvida em seus próprios problemas e ainda magoada, Rose decide ignorar as mensagens. Paralelamente, Joshua e o amigo Skeggsie continuam a investigar o que aconteceu com os policiais Kathy e Brendan e o rapaz decide seguir sua intuição e viajar até Norfolk em busca de respostas. Rose, entretanto, precisa voltar ao Mary Linton, pois descobriu que Rachel Bliss está morta e a polícia quer saber se foi acidente, assassinato ou suicídio. Para complicar ainda Rose encontra uma carta que Rachel jamais lhe enviou, com informações sobre Kathy e Brendan obtidas depois que o casal sumiu. Seria uma outra mentira de Rachel ou a confirmação de que os policiais poderiam estar vivos? A intuição de Joshua estará certa e a ida a Norfolk trará respostas?

Na Era do Amor e do Chocolate - Birthright #3 - Gabrielle Zevin
Em uma Nova York futurista, onde o chocolate e a cafeína são proibidos e uma série de restrições é imposta diariamente à população Anya, filha de um dos chefões da máfia do chocolate está às vésperas de seu aniversário de 18 anos e assume a guarda de sua irmã e põe em risco a segurança de seu irmão, Leo, e seu próprio futuro, libertando-se das amarras da família mafiosa. Mas o passado de Anya a persegue, não importa o quanto ela tente mudar. O assassinato de seu pai, chefe dos Balanchine, os problemas de seus parentes com a lei, seus relacionamentos complicados e sempre arriscados e suas passagens pelo reformatório são fantasmas que rondam a vida da garota e com os quais ela inevitavelmente tem que lidar. Circunstâncias desfavoráveis, no entanto, sempre fizeram parte da trajetória de Anya Balanchine e ela sabe que novamente terá que tomar decisões difíceis para seguir adiante. Com a Balanchine Chocolate sob o comando de seus primos desonestos e pouco confiáveis, ela se alia a um antigo inimigo para abrir sua própria empresa de chocolate e tentar um recomeço. Mas será que ela está preparada para os novos desafios? E o fim do namoro que ela tanto prezava com Win? Um desfecho surpreendente, porém suave e doce como um chocolate, marca o fim da trilogia Birthright. Em meio a mortes, culpas e situações limite, Anya Balanchine entra de vez para o rol das grandes heroínas da atual literatura jovem. E o leitor é levado a refletir sobre a força do amor, da amizade e da lealdade. Seja onde e em que época for.

Caligrafia Silenciosa - George Popescu
Não se trata de magia, mas de exercício: dar sombra e contorno ao indizível que passa em frente à caverna de Platão. Não é uma questão de origem, nem de fim, e sim de meio - o não lugar; estar sempre a caminho. É sobre esta poesia, mais eloquente quando emudece, que o poeta, escritor, ensaísta e tradutor romeno George Popescu sangra, ou dissimula, ou projeta sua Caligrafia silenciosa - título do livro que abre a coleção Espelho do Mundo, da Rocco Jovens Leitores. Dedicada à poesia contemporânea, em edições bilíngues, ela é idealizada pelo acadêmico carioca Marco Lucchesi. Amigos e tradutores um do outro em seus países, Romênia e Brasil, respectivamente, Popescu e Lucchesi convergem seus talentos e olhares (e a latinidade das línguas, ao mesmo tempo tão próximas e tão distantes) neste volume que, desde o prefácio, convida o leitor a refletir sobre o fazer poético como confronto e afronta - o caduco que caminha para a novidade subversiva, o novíssimo que se pensa e quer novíssimo e retorna à tradição -, como forma de estar no mundo. Selecionados e traduzidos pelo poeta, romancista, ensaísta e tradutor brasileiro, os poemas compreendem dois blocos. Em ambos conjuntos de textos, o autor romeno testa, brinca e exercita a língua sobre sentimentos e sensações, afinal, segundo o próprio, o que é a poesia senão “a divisão silábica das coisas vividas”?

Fábrica 231
Sempre Você - Fixed #3 - Laurelin Paige
Quando duas pessoas aparentemente tão diferentes se encontram e descobrem que a afinidade, pessoal e sexual, é a mais perfeita possível, o que pode então abalar a relação? Conviver com os fantasmas do passado e expor segredos destrutivos são alguns dos desafios que Alayna Whiters e o bilionário Hudson Pierce encaram. Por maior que seja a  sintonia entre Alayna e Hudson, os dois têm a consciência de que o relacionamento só pode ter futuro se for pautado pela confiança e transparência. Não basta o sexo ser incrível se Hudson não consegue se abrir e esclarecer o que de fato o incomoda em seu próprio passado. Alayna exige saber do namorado o que o liga a Celia Werner, já que Hudson garante que nunca se envolveu sexualmente e muito menos manteve algum relacionamento com a decoradora. Se não bastasse, Celia passa a seguir Alayna por todos os lados, abalando o frágil equilíbrio da jovem. Promessas quebradas, confiança abalada... mas a habilidade para perdoar e dar uma nova e definitiva chance ao amor é o que move o casal. Não será tarefa fácil, apesar da sintonia e da conexão entre eles.

John & George: O Cão Que Mudou Minha Vida - John Dolan
John & George atesta o que o ditado popular já confirmou: definitivamente, o cachorro é o melhor amigo do homem. No livro autobiográfico, lançamento do Fábrica231, o inglês John Dolan conta como sua vida mudou radicalmente depois de conhecer George, o cão, neste emocionante relato sobre amizade e superação. A vida de John beirava o insustentável. Ainda jovem, começou a acumular passagens em instituições para reabilitação,  rapidamente substituídas por temporadas em presídios de Londres. Os roubos se tornaram cada vez mais constantes, e serviam de sustento da dependência química em heroína. John passou dez anos desempregado, sem perspectivas e ignorado pela família, até conhecer George, o bull terrier que herdou de um casal de amigos, também moradores de rua. A afinidade entre os dois foi imediata. Afinal, ambos sabiam bem o que era se sentir rejeitado, solitário e inseguro. Pela primeira vez na vida, ele tinha com quem se preocupar. Precisava agir para dar de comer ao cachorro. Graças a George, o “safado”, como John chamava o cachorro, ele voltou a desenhar. Instalado na Shoreditch High Street, John posicionava George atrás de um copo para que os transeuntes deixassem algum dinheiro. O bull terrier foi incorporado ao desenho e se tornou marca registrada dos trabalhos de John. O traçado detalhado de prédios, feito com uma simples caneta, chamou a atenção de Howard Griffin, o Griff, um marchand representante de vários artistas. Foi assim que, em 2013, aos 41 anos, John nasceu novamente, a tempo de compartilhar sua arte e sua incrível trajetória de superação.

Rocco
A Vítima Perfeita - Sophie Hannah
Naomi Jenkins dedica-se a um trabalho incomum: construir por encomenda relógios de sol nos quais sempre grava frases em latim: “Horas non numero nisi aestivas” (“Eu só conto as horas ensolaradas”). É solteira, mora com uma amiga, e há três anos passou por uma dolorosa experiência, que não quer revelar a ninguém. Nem sequer a Robert Haworth, o motorista de caminhão que é seu amante, e com quem se encontra todas as quintas-feiras, no mesmo horário, e no mesmo quarto de hotel. Um dia, Robert não comparece ao encontro e não atende as chamadas de telefone. Desconfiada, Naomi decide procurá-lo. O caminhão está estacionado em frente a casa dele, mas, mesmo assim, ao espiar pelas janelas, ela intui que alguma coisa terrível aconteceu. Sobretudo quando Juliet, a mulher de seu amante, a descobre espionando, e lhe diz, friamente, que as duas, a partir de agora, estarão muito melhor sem ele. Quando Naomi procura a polícia para registrar o desaparecimento de Robert, entram em cena outros personagens importantes na obra de Sophie Hannah: os detetives Charlie Zailer e Simon Waterhouse. Romance que aborda a relação entre homens e mulheres, sem descuidar do mistério e da intriga, daqueles que não se consegue parar de ler até a última página, A vítima perfeita ainda reserva surpresas e reviravoltas inesperadas. Aos poucos, o leitor vai se dando conta de que todos os personagens estão ligados de alguma maneira – e que todos escondem algum tipo de segredo.

O Uruguaio - COPI
Desde jovem exilado em Paris, o argentino Copi, pseudônimo de Raúl Natalio Roque Damonte Botano, escreveu a maior parte de sua obra em francês, entre as décadas de 1970 e 1980, mas somente no final do século XX sua ficção foi redescoberta no país natal e traduzida para o espanhol. Este livro da Coleção Otra Língua reúne sua primeira novela, O uruguaio (1972) e seu último trabalho, A internacional Argentina (1988), unindo assim as duas pontas da prosa do autor. Escrito num único parágrafo sob a forma de carta, O uruguaio é uma narrativa de ação vertiginosa que beira o surrealismo; já A Internacional Argentina é uma espécie de thriller político com doses de suspense e humor que se debruça sobre a condição de exilados. O livro tem posfácio do jornalista Alvaro Costa e Silva.


Bicicleta Amarela
Coisas Bizarras Que Você Só Descobre Quando Está Grávida - Fernanda Oliveira
O que as futuras mamães, as mães, as avós esquecem de contar? Com muito humor e delicadeza esse livro trata dos problemas, dos incômodos e de todas as coisas estranhas e chatas que vêm no pacote das delícias e da parte enjoada (enjoadíssima...) que acontece com a mulher que vai realizar seu sonho de ver a barriga crescer e conhecer o paraíso da maternidade. A autora revela às gravida do século XXI tudo aquilo que você queira saber sobre o que acontecerá com o corpo, com a cabeça, com as emoções e humor, com o apetite e seios, com a pele, desejos e tudo mais, e que só se descobre quando o exame deu positivo.




Nenhum comentário

Postar um comentário