9 de maio de 2015

Com Você - Laurelin Paige

Lido em: Abril de 2015
Título:  Com Você - Fixed #2
Autora: Laurelin Paige
Editora: Fábrica 231/Rocco
Tradutor: Júlio de Andrade Filho
Gênero: Romance/Erotíco
Ano: 2015
Páginas: 400
Nota
Sinopse: No segundo livro da trilogia Fixed, iniciada com Por você, Laurelin Paige mostra a evolução do explosivo relacionamento entre Alayna Whiters e o bilionário Hudson Pierce numa trama que envolve sexo, desejo e superações. Em Com você, a jovem Alayna precisa novamente lidar com suas obsessões. Afinal, ela não se acha capaz e nem merecedora de dividir o mesmo teto com alguém como Hudson Pierce – um homem bilionário e sedutor disposto a realizar todos os seus sonhos, inclusive sexuais – e vive atormentada por dúvidas, culpa e desconfianças. Mesmo ligados por uma conexão física vital, a relação dos dois é posta à prova quando segredos do passado vêm à tona.

Resenha: Com Você é o segundo volume da trilogia Fixed, escrita por Laurelin Paige e publicado pelo selo Fábrica 231 da Editora Rocco. O livro faz parte da Coleção Violeta da Editora.
Por se tratar do segundo volume, esta resenha contém alguns spoilers!

O livro parte exatamente de onde o primeiro termina.
Hudson resolveu abrir seu coração para Alayna e o que se tratava de um acordo profissional com direito a sexo muito quente acabou virando um relacionamento mais sério. Agora, apaixonada e sentindo que ele não quer deixá-la partir, a moça precisa lidar com seu comportamento obsessivo para não estragar tudo e nem cair em armadilhas que ela mesma cria para si. No fundo ela sente que o ama de verdade mas os dois ainda guardam segredos que começam a vir à tona e podem colocar tudo em risco, inclusive o próprio comportamento de Alayna e a incompreensão no que diz respeito aos sentimentos e atitudes que Hudson tem. Dúvidas, desconfianças e sentimento de culpa a atormentam, mas ela quer se ver livre desses sentimentos e fazer com que tudo dê certo. Assim, Alayna dá um voto de confiança para Celia, a mulher com quem Hudson esteve a um passo de se casar no passado, e se abre com ela na tentativa de compreendê-lo melhor, mas será que Celia está mesmo disposta a ajudá-la?

O livro continua com a narrativa em primeira pessoa pelo ponto de vista de Alayna e a leitura é bastante fácil e fluída. Por sofrer do mal de ser obsessiva com os homens com que se relaciona e estar aprendendo a controlar isso, ela continua com a ideia de que Hudson ainda é demais pra ela e que a qualquer momento poderia ser abandonada, pois acredita que ele é imprevisível. Ele nunca se relacionou dessa forma com ninguém e por mais que ela se sinta especial por ser a única a ter feito esse papel, ainda não consegue confiar 100% e se sente insegura. Levando isso em consideração, apesar de bem escrito, achei que a autora usou de algumas situações dignas de novela mexicana pra enfeitar a história, com cargas dramáticas desnecessárias e exageradas seguidas de cenas mui calientes e regadas a sexo selvagem. Achei isso um pouco forçado pois não tive essa sensação no primeiro livro, principalmente porque ela se comportava como uma maluca desvairada se fazendo de vítima enquanto se envolvia em furadas óbvias envolvendo pessoas nada confiáveis e insuportáveis. Eu lia e pensava "isso só pode dar em merda". E dava mesmo.
Hudson, talvez por estar envolvido com Alayna, ficou um pouco mais mole do que esperei, mas ainda carrega toda aquela sensualidade e poder em sua personalidade que o torna tão irresistível, mas ainda carrega culpa e se mostra confuso em alguns momentos. E por mais errado que ele esteja, talvez Alayna seja sua esperança e seu motivo para ser alguém diferente. As pessoas mudam, basta que queiram.
Ceile e a mãe de Hudson não me enganam, não adianta. As duas mostram do que são capazes neste volume e prefiro me abster de maiores comentários para não estragar as surpresas de quem ainda vai ler.
Um livro envolvente, quente, cheio de segredos e reviravoltas que surpreendem e fazem com que a leitora se prenda a cada palavra, agoniada e eufórica pelos próximos capítulos. O erotismo aparece nos momentos certos e a série realmente atrai as leitoras que procuram ler sobre uma relação complexa e profunda de duas pessoas que, na teoria, não deveriam ficar juntas.
O trabalho gráfico do livro continua um luxo seguindo o mesmo padrão do primeiro volume. As bordas das páginas em tons de violeta/rosa e cada numeral que indica o capítulo também tem o mesmo tom. As páginas são amarelas e o tamanho da fonte é padrão. Cada numero que indica a página também fica entre um pequeno ornamento colorido.

A confiança é algo que quando ganhada deve ser preservada, mas como conseguir mantê-la diante de tantos obstáculos e segredos? Um casal improvável com uma química perfeita e com o relacionamento por um fio, mas que vai envolver o leitor num romance de tirar o folêgo!

Nenhum comentário

Postar um comentário