4 de maio de 2016

Games - My Sims

Título: My Sims
Desenvolvedora: EA Games
Plataforma: PC
Categoria: Infantil/Simulação
Ano: 2009
Classificação Indicativa: Livre
Nota: 
Sinopse: Boas-vindas à Cidade!
Esta pequena vila costumava ser cheia de vida, personalidade e Sims felizes, graças a um morador especial que tinha o poder de usar Essências para construir todos os tipos de coisas grandiosas. Mas, um dia,  esse famoso arquiteto desapareceu misteriosamente, e, desde então, a cidade nunca mais foi a mesma...
Porém, agora que você chegou, tudo isso é passado! Sua habilidade especial de usar Essências para construir e pintar dará vida a este lugar. Então, crie a aparência do seu Sim, interaja com moradores e turistas e crie itens para quem estiver em volta, usando todas as Essências que você encontrar. Com trabalho duro e um pouco de visão, você pode deixar esta cidade sensacional! Como será que sua nova comunidade vai ficar? Só depende de você!

My Sims é um jogo de simulação que pode ser considerado um "spin-off" da franquia The Sims. O jogador irá reconstruir uma pequena cidade que ficou em ruínas após o desaparecimento do antigo arquiteto responsável por deixá-la bonita e habitável.

Começamos o jogo criando o Sim que iremos controlar, lhe dando um nome, definindo sua aparência, tom de voz, roupas e acessórios (que posteriormente podem ser editados usando um espelho ou guarda-roupa). Nomeamos a cidade e recebemos as boas-vindas da Prefeita Rosalyn que dá as intruções iniciais, tanto sobre os controles do jogo quanto o que devemos fazer para começar nossa aventura. Escolhemos um lote para construírmos nossa própria casa e logo que recebemos a primeira tarefa devemos construir nossa Oficina, onde os objetos são construídos.


Dessa forma, tendo o papel de arquiteto, o jogador passa a ser o responsável pela reconstrução da cidade, convidando novos Sims a se mudarem pra lá e se encarregando de realizar as tarefas solicitadas por eles. Basta visitar o Hotel para ver se um Sim novo chegou por lá!
As tarefas consistem em construir suas casas para que eles tenham um lugar onde morar e construir os objetos funcionais ou decorativos para completar a função/profissão do Sim em questão até que a vila atinja 5 estrelas e retorne ao seu tempo de glória. Por exemplo, ao convidarmos o Chef Gino para se mudar, construímos seu restaurante e devemos completar o estabelecimento criando itens essenciais para seu funcionamento, como mesas e cadeiras, fogão, geladeira... Ao convidarmos a DJ Candy, os itens que ela pede são mesas de som e equipamentos relacionados ao seu clube/discoteca, e por aí vai...
Cada objeto a ser construído requer as chamadas Essências, que são itens encontrados em locais específicos da cidade para colorir e dar textura aos seus projetos de acordo com o estilo de cada Sim, e com o progresso do jogo, além de novas peças ficarem disponíveis para uma diversidade maior de construções, a quantidade de Essências que devem ser usadas nas tarefas aumentam consideravelmente tornando a construção dos objetos um verdadeiro desafio! Então, por trabalhar o raciocínio lógico, o jogo é super indicado para crianças como forma de ajudar a desenvolver tais habilidades. Jovens e adultos também vão curtir a ideia de juntarem várias peças para montar objetos que vão desde uma simples geladeira feita usando dois blocos, até navios piratas enormes!


O estilo de My Sims se difere dos demais jogos da franquia pois a jogabilidade é diferente. Apesar dos novos moradores e da mobília construída levar novas interações e ações ao jogo, como dormir, assistir TV, tomar banho, ler livros e etc, o Sim não requer cuidados para suprir suas necessidades já que o foco é usar a lógica para construir os objetos que vão ganhando mais complexidade e aumentando o nível de dificuldade conforme a cidade cresce. Não existe painel indicativo de necessidades, logo, apesar de ser divertido e muito fofo acompanhar as animações das ações que inclusive podem dar novas Essências, cuidar do Sim fazendo com que ele durma, coma e se divirta não é obrigatório, mas quanto mais interação com os vizinhos, mais chances de conseguir mais Essências ou itens decorativos já que eles passam de conhecidos para amigos (ou até inimigos se as interações forem negativas). É possível controlar o movimento do Sim através das teclas direcionais ou do mouse de forma que ele ande por todo o espaço da cidade ficando livre para explorar os locais.

Apesa do jogo ser muito divertido e bonito visualmente, ele tem o inconveniente de não ser totalmente aberto, o que significa que a cada nova área a ser explorada pelo Sim nos deparamos com uma tela de carregamento cuja espera vai variar de acordo com a potência do computador em questão. A quantidade de lotes  da cidade também é limitada, logo, se Sims que não têm nenhuma profissão (e que consequentemente não exigem tarefas) forem convidados, posteriormente seus lotes terão que ser desocupados para dar lugar aos Sims que vão chegar e possuem profissão que requerem tarefas.


O jogo dá a opção de jogar online, visitando cidades de outros jogadores conectados, mas além de ser praticamente impossível encontrar alguém que tenha o jogo original e que ainda jogue hoje em dia, os servidores do My Sims parecem ter deixado de funcionar. No jogo online era possível conseguir Essências novas que na nossa cidade não encontramos, mas tais Essências não são obrigatórias na construção das tarefas, visto que jogar online era opcional.


Uma coisa que achei que faltou nesse jogo foi a volta do primeiro arquiteto. Como o jogo tem toda uma apresentação e mostra a história de que ele desapareceu, eu esperava chegar num ponto onde ele aparecesse e se tornasse pelo menos um morador da cidade, mas isso não acontece.
O jogo também não pode ser "zerado". Mesmo após convidarmos todos os Sims que aparecem podemos continuar jogando, mobiliando as casas, interagindo, colecionando mais Essências ou simplesmente cuidando do Sim.



Em suma, My Sims é um jogo colorido, fofo e muito divertido que vai testar nossas habilidades de raciocínio e promover várias horas de entretenimento!

2 comentários

  1. Oi Flávia!
    Que fofo! Eu amava jogar The Sims. Era quase viciada...kkkk. achei a interface desse mais fofa, especialmente os avatares em si.
    Adorei a dica mas uma pena esses detalhes negativos né?
    Beijos!
    Lua.

    http://luahmelo.blogspot.com
    Insta: @blogpensamentoad

    ResponderExcluir
  2. Cara, esses Sims são a cara dos BuddyPoke, do saudoso Orkut kkkkkkkkkk
    Achei que fosse um tipo de "cópia" do The Sims e fiquei surpresa ao saber que é da EA games e é um tipo de spin-off :o
    uma coisa que sempre odiei no TS é ter que cuidar das necessidades de vários sims, então o mysims já ganha pontos por isso. Adorei!

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir