20 de maio de 2016

Top 10 #1 - Livros que me fizeram chorar


TOP 10 é a nova coluna do blog onde vou listar 10 livros que mexeram com esta pessoa que vos fala de alguma forma, ou que têm algo de especial ou interessante (ou não) o bastante para entrar na minha lista.
Estreando a coluna, eis os 10 livros que, por causa dos malditos ninjas cortadores de cebola, me fizeram chorar... e não foi pouco, não...

10

Água para Elefantes - Sara Gruen


Livros com histórias sofridas de romances são o bastante pra me deixar comovida... Livros com histórias sofridas de romances que se misturam com histórias sofridas de animais, me matam. Como não se emocionar com o casal Jacob e Marlena após enfrentarem tantos obstáculos pra ficarem juntos? É impossível não se emocionar com Rosie, a elefanta amável e carinhosa que, por mais maltratada que tenha sido por August, o dono do circo, ainda conserva grande amor por Jacob, que cuidou dela com tanta dedicação. A história é contada pelo ponto de vista de Jacob, que já idoso, nos conta como foi sua vida, cheia de dificuldades, altos e baixos, sofrimento, mas que ao final, valeu a pena...

Nível de lágrimas: 

9

O Primeiro Último Beijo - Ali Harris


A expressão "fazer valer a pena" se encaixa perfeitamente com a trama de O Primeiro Último Beijo. O livro traz uma história doce e muito bonita de uma mulher que jamais esqueceu quem fez parte de seu passado, entrando na questão de só damos o verdadeiro valor quando perdemos, além de mostrar que a vida deve ser vivida como se cada dia fosse o último, aproveitando cada momento.

Nível de lágrimas: 

8

Como dizer adeus em robô - Natalie Standiford


Um livro com uma abordagem bem diferente sobre o amor, que mostra a aproximação de dois jovens, Bea e Jonah, ela insensível, ele indecifrável... A proposta do livro é, além de abordar temas polêmicos como bulliyng e depressão, mostrar que por mais que o amor seja um sentimento intenso e forte, é extremamente frágil e delicado, e qualquer um que tenha o mínimo de sensibilidade, com certeza irá se emocionar e chorar litros com o final surpreendente...

Nível de lágrimas: 

7

Marley e Eu - John Grogan


Quem nunca leu ou assistiu Marley e eu não deve ser desse mundo. Nele acompanhamos Marley ao ser adotado pela família Grogan e suas peripécias completamente malucas e hilárias. Claro, assim como nós, os animais infelizmente não são eternos, e após muitos anos de muito amor, companheirismo e rastros da mais pura destruição, Marley, muito velhinho, acaba não resistindo... E a nós, leitores, só nos cabe ficar em prantos.

Nível de lágrimas: 

6

A Elite - Kiera Cass


A menos que você seja feito de concreto, é completamente impossível não ficar com um nó na garganta ao ler a cena do açoitamento de Marlee. Acho que na série inteira não teve cena mais marcante e mais desesperadora de se acompanhar e, se Marlee já era umas das minhas personagens favoritas, depois de tal provação se tornou a melhor de todas. É pra deixar qualquer um seco...

Nível de lágrimas: 

5

Como eu era antes de você - Jojo Moyes


Não poderia deixar esse livro fora da lista... Como eu era antes de você foi o livro mais marcante e intenso da Jojo Moyes que li e é impossível não se emocionar com Lou e Will e chorar incontrolavelmente. Ela é cheia de vida, e ele sem motivos pra viver por não ter mais o que oferecer a alguém... E mesmo sendo opostos um do outros, eles combinam lindamente, mas essa união estava condenada por Will já estar decidido sobre o que fazer quando a hora chegasse...

Nível de lágrimas: 

4

O Diário de Suzana para Nicolas - James Patterson


Drama sem choro não pode ser considerado drama, convenhamos. E O Diário de Suzana para Nicolas foi um desses dramas tristes que ficamos agoniados o tempo todo buscando pelas mesmas respostas que uma das protagonistas busca, pois ela vivia um romance lindo e, sem mais nem menos, é abandonada. A única coisa que ela recebe para que ela entenda porquê Matt se foi é um diário escrito por uma mulher que ela não conhece. No final, claro, desabamos feito uma cachoeira.

Nível de lágrimas: 

3

Tem Alguém Aí? - Marian Keyes


Sim, não canso de colocar esse livro nas minhas listas e indicações. Este é o 4º e melhor livro sobre a famosa família Walsh e a irmã da vez é Anna, que está arrasada na casa dos pais sem vontade de viver. Logo nos envolvemos com a história, que a princípio é um mistério, e, gradualmente, vamos descobrindo o que aconteceu com Anna e o quanto seu problema é delicado. E como o bom humor é marca registrada da autora, não poderia faltar várias situações hilárias que também nos arrancam muitas gargalhadas. Sempre digo que o quanto esse livro faz a gente rir, também faz chorar, então leiam, com um copo d'água pra se recomporem das risadas escandalosas, e com uma caixa de lencinhos pra enxugar as lágrimas grossas.

Nível de lágrimas (e risadas): 

2

Um Caso Perdido - Colleen Hoover


Um Caso Perdido é um YA que veio pra abalar estruturas. Sky e Holder sempre evitaram relacionamentos, mas descobrem a química perfeita um no outro. Tudo poderia ser lindo, mas se a aproximação não fosse responsável por desencadear lembranças há muito tempo reprimidas na cabeça dela, lembranças de um passado trágico e doloroso, que mexe com ela, com Holder, e claro, com o leitor que com certeza vai se debulhar em lágrimas feito um condenado. Eu, por exemplo, chorei como se tivesse levado uma surra...

Nível de lágrimas: 

1

Harry Potter e as Relíquias da Morte - J.K. Rowling


A saga do bruxinho mais famoso de todos os tempos chega ao fim. Enquanto Harry, Rony e Hermione sofrem para encontrar as últimas horcruxes, Hogwarts enfrenta a maior batalha já vista pelo mundo dos bruxos. Após anos de espera e muito amor por esta saga incrível, finalmente temos o duelo entre bem e o mal. E em meio a tudo isso, várias coisas que eram um completo mistério ganham respostas que fecham o quebra cabeças genial criado por J.K.
Amadurecimento, reconhecimento, redenção, coragem, força e até um romance que, enfim, se consolida, fecham a saga com chave de ouro, deixando aquele gostinho doce de satisfação mas ao mesmo tempo de eterna saudade.
Chorei e chorei feito criança, senti aquele nó na garganta, tanto pelas cenas impactantes que causaram fortes emoções, quanto por saber que a saga chegou ao fim, para a tristeza dos leitores do mundo inteiro.
Nível de lágrimas:


Então é isso, pipous. Se vocês também tiverem chorado com algum desses livros (ou com outros que não listei), comentem aí pra contar ;)

2 comentários

  1. Oi Flávia!

    Adorei a coluna! Ainda mais com o nível de lágrimas, rs. Bem, eu também fiquei com um nó na garganta com A Elite, essa cena em particular, nossa, me doeu para caramba! Confesso que não chorei com o final de HP, li depois de anos (acabei lendo spoilers antes do livro lançar e bem perdi a vontade na época, sou curiosa demais então...). Mas, vou dizer, chorei muito com Sonhei Mais, Um gato de rua chamado Bob, A Pousada Rose Harbor e A Menina que Roubava Livros, me desmanchei em lágrimas com esses livros, até evito dramas por isso, não gosto de ficar sofrendo, mas assim mesmo, como não gostar desse gênero? Gostei das suas indicações, quero muito ler Um caso perdido, será que vou chorar? Vou pegar os lenços para ler esse livro!

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir
  2. Olá Flávia,

    Adorei essa nova coluna no blog! Bom, eu realmente choro bastante lendo livros hahaha Super me encontrei no seu post. Estou ansiosa para ler o livro O primeiro último beijo, e já vi que vou me emocionar. Em Como eu era antes de você não teve jeito, li duas vezes, uma há bastante tempo e outra recentemente e chorei horrores! Me surpreendi e me emocionei com a história de Sky e Holder, sensacional esse livro da Colleen. E Harry Potter não sei nem o que falar, senti horrores com as mortes em alguns livros e o final foi difícil de aguentar!

    Parabéns pelo post!

    http://www.booksimpressions.com.br/

    ResponderExcluir