4 de novembro de 2015

Minha Julieta - Leisa Rayven

Título: Minha Julieta - Starcrossed #2
Autora: Leisa Rayven
Editora: Globo Livros
Gênero: NA/Romance
Ano: 2015
Páginas: 350
Nota
Onde comprar: Saraiva
Sinopse: Alguns amores nunca te deixam ir...
Cassie jurou que nunca iria perdoar Ethan por quebrar o coração dela, quando eles estavam juntos anos atrás. Ele era seu grande amor, e quando ele se recusou a amá-la de volta, uma parte dela morreu para sempre... ou assim ela pensou. Agora ela e Ethan estão compartilhando um palco da Broadway, e ele está determinado a reconquistá-la. Finalmente ele é capaz de dizer todas as coisas que ela precisava ouvir... mas ela pode acreditar nele? Será que ele realmente mudou, e o que faz com que esta mudança seja diferente de todas as suas outras promessas não cumpridas?
A resposta está em algum lugar do passado, e agora a verdade virá à luz. Cassie voltará a confiar da maneira como ela era antes com Ethan? Ou é tarde demais para estes amantes estrela-cruzados?

Resenha: Minha Julieta é a tão aguardada continuação de Meu Romeu, da autora Leisa Rayven e publicado no Brasil pela Globo Livros.
Em Meu Romeu a autora nos apresenta a história de Cassie e Ethan, dois jovens estudantes de teatro que se envolveram intensamente pouco antes de protagonizarem a peça Romeu e Julieta. Anos se passaram desde o envolvimento conturbado que tiveram e eles se reencontraram, mas Cassie nunca esqueceu o quanto ficou arrasada com os problemas do relacionamento até que ele chegasse ao fim. Ela imaginava que nunca poderia perdoar Ethan pelo que ele a fez passar e carregou toda aquela amargura por anos, mas o reencontro traria à tona vários sentimentos que ficaram reprimidos e restaria saber se eles retomariam o que haviam começado há anos atrás.

Em Minha Julieta, Ethan retorna decidido a ter uma nova chance e não parece querer desistir fácil.
Cassie nunca deixou de amá-lo por mais que ele tenha partido seu coração, e duas vezes. Ela só não sabe se tem forças o bastante para mergulhar numa relação quando a ideia de se magoar outra vez não sai de sua cabeça.
Eles já tinham tentado permanecer unidos mas nada foi o bastante até então. Os caminhos que percorreram, as escolhas tomadas e a jornada que se aventuraram a entrar foram inesquecíveis, mas muito dolorosas. Se o amor é verdadeiro, poderá superar tudo? O casal está mesmo fadado a ficar junto depois de dor, tempo e distância terem os afastado?

A escrita da autora é perfeita, viciante, com doses de paixão, humor, drama e tensão na medida certa que faz com que o livro seja impossível de largar. A narrativa em primeira pessoa faz com que a gente se sinta na pele de Cassie. Seus sentimentos, seus devaneios, e seus desejos mais íntimos são profundos e intensos o bastante para dar à trama uma carga dramática ainda maior do que no livro anterior. Todas as perguntas que ficaram no ar anteriormente, como o que realmente aconteceu para Cassie odiar Ethan ou o que ele fez para magoá-la, enfim, são respondidas de forma lenta e gradual ao longo das páginas, alternando os capítulos entre passado e presente de forma que o leitor possa saber o que se passou mas também sofra de uma tensão agonizante que quase nos leva a ter um pequeno infarto.
Temos acesso a detalhes reveladores e importantes que fazem com que seja possível entender todo o rancor que Cassie guardou. Sua trajetória pelo tempo em que ela e Holt ficaram separados é mostrada de forma mais clara e tudo amplia nossa visão dos fatos.

Vemos o quanto Ethan amadureceu ao retornar para Nova York, sabemos detalhes do que ele fez enquanto estava ausente já que, além de decidir se abrir por completo com Cassie e não manter mais segredos, ainda entrega a ela seus diários onde registrava tudo. Ele, enfim, se esforça para que Cassie veja que ele realmente mudou e está disposto a fazer a coisa dar certo, lutando por ela com todas as suas forças.
Cassie também se mostra uma pessoa bem diferente do que foi no passado, pois ainda que ela tenha ficado ressentida e desacreditada no amor, ela sabe que o único cara capaz de tirá-la do chão é Ethan.
Não há duvida que eles se amam e que querem ficar juntos custe o que custar, mas o caminho é longo pois nesse caso não é possível haver recompensa se não existir superação. Superar o sofrimento, as decepções e entender o que deu de errado e porquê são peças fundametais para percebermos que o amor é algo que machuca, que abala as estruturas de forma positiva ou negativa, mas que é forte o bastante para fazer com que alguém mude pra melhor quando esse sentimento é verdadeiro e seja algo que valha a pena. E o amor que existe entre esse casal - e posso afirmar com propriedade que é o meu favorito do gênero new adult de todo o sempre e amém - é aquele que ultrapassa barreiras, que fica destroçado em tempos de tempestade, mas aguenta o tranco até o fim, e se necessário ressurge das cinzas mais forte do que nunca.
E claro que para tudo se encaixar, nada melhor do que o tempo... Para que possamos crescer como pessoa, às vezes precisamos chegar ao fundo do poço para reconhecermos nossas atitudes e darmos valor ao que realmente importa.
Uma observação importante sobre o erotismo que a autora insere na trama é que ainda que tudo seja muito detalhado e exponha mais a sensação do prazer que eles se proporcionam de forma geral e o quanto sentem necessidade um do outro, nada é vulgar, nada é exagerado, nada parece sujo. Acredito que a forma como a autora aborda o sexo nos livros é o que corresponde a realidade, o que sentimos e o que queremos mas que, às vezes, não somos capazes de expor por algum motivo. Então acredito que ao ler o livro com a mente aberta, é possível refletir sobre o tema com relação ao que gostamos e ao que experimentamos, nesse sentido...

Só posso dizer que por mais que eu tenha amado essa história, todo o seu desenvolvimento e seu desfecho emocionante, ao final me bateu uma enorme tristeza. Aquela tristeza de saber que aquilo era o fim e eu não poderia me deleitar com a escrita maravilhosa e cheia de sentimentos da autora que me emocionaram, suas tiradas bem humoradas e irônicas que me fizeram rir, as cenas mui picantes que fazem qualquer uma querer estar na pele de Cassie quando Ethan a pega de jeito, os palavrões que ele sempre fala tão característicos de sua personalidade impossível, mas acima de tudo, a ideia de ter um amor que, ainda que complicado, seja bom e valha a pena o bastante para ser eterno.
Então quando li os agradecimentos ao fim da história (coisa que não leio nunca), quase morri ao saber que haverá uma história destinada a Liam e Elissa, a irmã de Ethan. Wicked Heart é o nome em inglês.

Em suma, posso dizer que Minha Julieta é uma história de amor e superação, que mostra um relacionamento aos cacos de duas pessoas que só querem juntar os pedaços para reconstruírem algo que, de certa foma, nunca foi realmente perdido. Sempre esteve alí, sob a dor e a mágoa, mas é forte o bastante para renascer.
Favorito e indicado, pra sempre...


Nenhum comentário

Postar um comentário