15 de dezembro de 2017

O Beijo Traiçoeiro - Erin Beaty

Título: O Beijo Traiçoeiro - Traitor's #1
Autora: Erin Beaty
Editora: Seguinte
Gênero: Jovem Adulto/Fantasia
Ano: 2017
Páginas: 440
Nota:
Sinopse: Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama - e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.

Resenha: Sage Fowler foi criada pelo pai em meio a natureza e aos pássaros livres, e ela se sente tão livre quanto. Diferente das garotas da sua idade, Sage não se importa e nem se preocupa com vestidos ou maquiagem. O que lhe interessa é a liberdade, é andar a cavalo, usar calças e se aventurar por aí.
Porém, desde a morte dos pais ela mora com os tios, e por gostar muito de ler e estudar, ela dá aula para os primos. Tudo munda quando Sage descobre que seu tio queria enviá-la para a Darnessa, a casamenteira, para que ela arrumasse um marido, mas se casar não estava nos seus planos... E isso fica claro quando a casamenteira percebe que Sage não nasceu para ser a noiva ideal. Seu temperamento é difícil e ela não seria aceita por ninguém desse jeito, e restou a casamenteira propor que ela se tornasse sua aprendiz, acompanhando as noivas para o Concordium, um evento para que as grandes famílias firmassem uniões, disfarçada de noiva. Dessa forma Sage poderia observar as moças e ajudá-las a encontrar maridos que combinem com elas. Na verdade o que Sage queria era estudar, mas sem outras opções, ela acaba cedendo e aceita a oferta da Darnessa.

Quando Sage e as noivas partem para a capital, inesperadamente elas são escoltadas por soldados que por algum motivo receberam ordens de acompanhá-las durante a viagem. Ela fica encarregada de mais uma tarefa: observar e tomar nota sobre os soldados.

O que ninguém esperava era que, após uma suspeita de conspiração, o Capitao Quinn e seus soldados foram designados a escoltar as noivas para observá-las de perto, e ao se aproximar da "noiva" que vive fazendo anotações, fica evidente que ela esconde alguma coisa, despertando a curiosidade e fazendo com que eles se questionem sobre ela ser uma espiã enviada pelos inimigos ou não.
E assim, quando o caminho de Sage se cruza com o dos soldados, ela receberá uma proposta onde terá um novo papel para interpretar, mas sentimentos são despertados e as consequências para suas descobertas não serão tão simples assim.

A narrativa é muito envolvente e flui muito bem. Há aquele ar de mistério enquanto a história vai se desenrolando com agilidade, e as mais de 400 páginas passam voando.
Os personagens tem personalidades fortes e são bem diferentes um do outro, e mesmo que os protagonistas ganhem mais espaço e tenham seus pontos de vista trabalhados, os demais personagens não ficam atrás, sendo capazes de se divertirem e até se identificarem com suas histórias.
Sage é inteligente, pé no chão, teimosa e não aceita ninguém tomando decisões por ela, e por esses e outros motivos ela acaba sendo uma heroína que não é só apaixonante, mas um grande exemplo de empoderamento feminino, ainda mais em meio aquela época. Mesmo naqueles tempos medievais, é possível surgir alguém que decida o futuro, indo contra os costumes e seguindo o próprio caminho, mesmo que seja necessário abrir mãos de algumas coisas para conseguir.

Por ser o primeiro livro da duologia, não espere por um final fechado que dá explicações para tudo o que ficou em aberto. Resta aguardarmos o próximo, ansiosos por mais deste universo encantador.

Pra quem procura por um livro que envolve intrigas, espionagem, agentes infiltrados, estratégias militares, reviravoltas incríveis e, de quebra, um romance bonito e muito fofo entre personagens marcantes e admiráveis, é leitura mais do que indicada.

Nenhum comentário

Postar um comentário