12 de agosto de 2013

Contos de uma Fada - Letícia Black

Lido em: Agosto de 2013
Título: Contos de uma Fada - A Nascente das Montanhas
Autora: Letícia Black
Editora: Novo Século
Gênero: Fantasia/Nacional/Juvenil
Ano: 2012
Páginas: 320
Nota:
Sinopse: Um julgamento aguarda por Michelle. Seu crime? Nascer. Michelle está prestes a ter sua vida virada de cabeça para baixo. Ela passa de uma simples garota carioca que gasta seu tempo livre com o namorado, Guilherme, para uma princesa de Lammertia, a terra das fadas. Descobrindo ser fruto da junção perigosa de elfos e fadas e que não deveria ter sobrevivido aos primeiros segundos de vida, Michelle parte para a Nascente das Montanhas com a ajuda de seus novos e mágicos cúmplices. Ela tem de convencer a todos do reino que pode continuar viva; e isso não será nada fácil. Tudo o que a nova princesa deseja é voltar para casa e para seu namorado. Mas antes terá de mudar o mundo das fadas para sempre. Será que ela vai conseguir? 

Resenha: Contos de uma Fada, conta a história de Michelle, uma moça que se sente perdida, como se não pertencesse a esse mundo, cheia de problemas com a família e por sempre se sentir excluída e viver sendo desprezada pela mãe, principalmente quando descobriu ser adotada,  se agarrou a Guilherme, seu namorado. Ele é um porto seguro, companheiro fiel, alguém com que ela sempre pode contar para o que precisar e os dois querem ficar juntos pra sempre. Depois de mais alguns problemas, Michelle começa a sentir dores nas costas, vai dar uma volta na praia, encontra um garoto muito parecido com ela, Kieran, e fica surpresa quando descobre que ele é seu irmão. Mas o que ela não esperava era que um par de asas enormes brotassem de suas costas, e menos ainda que ela teria que partir com Kieran para Lammertia, deixando Guilherme pra trás.
Michie descobre ser filha da rainha das fadas com um elfo, mas essa união é algo proibido pois num passado muito distante, da união de uma fada com um mago, nasceu uma híbrida que reinou de forma cruel pois foi impedida de viver o romance ao lado do humano por quem se apaixonou.
Michelle é uma híbrida e ainda é apaixonada por um humano, e o que o povo de Lammertia poderia esperar disso? Ela nem deveria ter nascido...
Chegando lá ela é considerada como alguém perigosa, e pois mais que seus poderes sejam bem mais intensos do que os poderes de uma fada normal, ela tenta provar que não oferece nenhum tipo de perigo e precisa passar pelo Conselho pra ser "julgada". Mas acima de tudo, o que ela quer mesmo é voltar pra Guilherme, e isso é o que motiva a protagonista a embarcar na maior aventura de sua vida.

Enfim... A primeira vez que vi a capa e ouvi falar de Contos de uma Fada fiquei super curiosa e animada pra ler, pois adoro fantasia, adoro histórias cheia de magia e fui com muitas expectativas esperando encontrar algo do tipo. Mas minha experiência foi bem diferente do que esperava.
No início fiquei com pena de Michelle pela vida que tem, e pela vida que ela esperava ter mas que parecia estar tão distante, e juro que torci por ela. E quando aconteceu a grande reviravolta, com ela se descobrindo uma fada vermelha (com tons de branco pra expor a mistura com um elfo), a princesa de Lammertia, alguém que poderia, enfim, demonstrar alguma importância, o que entra em cena e ganha destaque é o funcionamento da sociedade das fadas e até o próprio cenário... A personagem mesmo foi ofuscada por esses elementos e não vi qual foi a diferença que ela fez ao ir pra esse mundo. E vou dizer que não concordei com ela ter aceitado partir pra lá tão facilmente, sem brigar ou resistir bravamente.

O cenário foi muito bem construído e detalhado e a sociedade das fadas é algo bem interessante. Elas são divididas em castas, e as cores das asas determinam suas funções no reino: as vermelhas são da realeza, as rosas são ligadas as emoções e sentimentos, as azuis são responsáveis pela segurança, e por aí vai...  Elas também vão à aula para aprenderem a controlar os elementos e etc.
Aqui as fadas são seres femininos que sempre convivem entre si. Elas são proibidas de se relacionarem amorosamente com outras espécies e se quiserem ter filhos, devem procurar humanos e depois abandoná-los. Então, a maioria que quer uma vida amorosa tem que se aproximar umas das outras, e quem não quer, que vá viver as margens... Não tenho nada contra esses relacionamentos, muito pelo contrário, mas não gostei da forma como foi abordado, pois pra mim foi algo que não acrescentou nada na história, e vi nisso um preconceito inverso, um tipo de "ditadura". Deu a entender que é a única saída pra resolver o problema da carência...

Os personagens tem personalidades distintas e isso é algo que me agrada, porém, Michelle é uma personagem que deveria ser forte mas não me convenceu. Só vi nela alguém muito chorona, que fica se lamentando por tudo e extremamente dependente, cujo único propósito na vida parece ser voltar pros braços do namorado pra lhe dar satisfações do seu "sumiço" e provar que o ama. Por um lado foi bom sair da mesmice porque geralmente o que encontramos são personagens principais fodásticas que arrasam, mas personagens chatas, são... chatas!
Uma coisa que não curti muito é que toda figura materna que aparece é tratada como vilã. A mãe adotiva é uma megera, a sogra é uma ordinária, a mãe biológica é a frieza em pessoa... Já as paternas, são exemplos dignos de admiração...

Um ponto extra para a capa do livro que é a coisa mais linda e retrata bem as descrições das asas de Michelle. E por falar em asas, as dessa história nascem de forma muito dolorosa, rasgando as costas, expondo carne e sangue, me tirando toda a ideia de asas leves, translúcidas e brilhantes que tanto estamos acostumados. Ainda não me decidi se isso é algo positivo ou não... É diferente e, às vezes, o que é diferente assusta...

Pra finalizar, confesso que é uma ideia bacana, mas que poderia ser melhor se tivesse tomado outro rumo, pois no final das contas fiquei com a sensação de vazio, como se Michelle tivesse passado por tudo aquilo pra nada...

41 comentários

  1. Primeiramente adoreeeeiiiiiii, a personagem principal tem o meu nome =D
    História instigante, fiquei curiosa para saber o que Michelle vai enfrentar e se vai conseguir ficar com seu namorado!
    Mas é triste saber que quando a personagem tem tudo para explodir e ser sensacional, o autor se perde!

    Gostei muito da sua sinceridade na resenha, mas mesmo ela sendo ofuscada, fiquei curiosa pela leitura!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    eu tb vi a capa e me interessei pelo livro, mas pelo que você esta dizendo tb não vou gostar tanto do livro como deveria.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. cara eu gostei do livro.
    a michele realmente não é lá essas coisas, mas eu gostei muito do livro.

    ResponderExcluir
  4. Eu já conhecia o livro pela capa rs, o vi na livraria uma vez, mas não sabia que era de uma autora brasileira. quando comecei a ler a resenha me empolguei bastante com a premissa do livro, mas suas conclusões.. não consigo imaginar um bom livro! A descrição do mundo das fadas me chamou a atenção, talvez um livro focado em uma fada que tivesse nascido neste mundo fosse melhor (?), não sei. Mas gostei dos pontos diferentes do livro, das asas serem algo dolorido, da figura paterna ser mais forte que a materna..
    Mas de uma forma geral nao sei o que esperar do livro!
    acho que ele vai ter que ficar no final da fila rs

    Beeijos, Dreeh.
    Livros e tudo que há de bom

    ResponderExcluir
  5. Adorei a capa, sinopse é ótima e a resenha também. Quero muito esse livro

    ResponderExcluir
  6. Hey Flávia,
    A capa do livro é linda. Se fosse por ela já estaria lendo! Mas com certeza não irei ler esse livro, já li livros nacionais com a temática fada e me decepcionei tanto mais tanto mesmo que passo longe de todos livros nacionais relacionadas a fadas!
    Beijocas,
    Cindy, Livros e Piratas. Visite o blog. c:

    ResponderExcluir
  7. Eu estava tão desanimada no começo da resenha, ai me empolguei e no final desanimei de novo. Fazia tempo que não via nenhuma história de fadas e elfos, achei suuper legal. Mas ai você fez todas as críticas e agora não sei se vale a pena ler. Acho que vou deixar na minha lista do skoob lá, porque vai que um dia dá vontade de novo.

    ResponderExcluir
  8. Já vi esse livro por ai...não comprei porque não me interessei muito pelo título. Realmente não me interessei pelo conteúdo, mas quem sabe um dia.

    ResponderExcluir
  9. Já tinha ouvido falar desse livro mas não mt detalhado assim..adoreei a resenha adoro esse tema fantasia a história me deixou com muita vontade de ler e a capa?? lindaaaa demais..mais um pra minha listinha que só cresce ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie Flavia :)
    Aaah, menina gostei bastante da tua resenha, tenho o livro aqui e anda não li, aquilo de querer todos os livros e não ter tempo e por isso tenho mais de 80 aqui sem ler e na hora de escolher é dureza! rsrsrs
    Enfim, creio que irei gostar do livro, mas ficar encomodada com ls mesmo ponto que citou, não gosto muito de ler onde a personagem feminina aparenta fragil, gosto de mulher fortes e determinada e que é isso de o lado materno são todos ruins? Oo

    Beliscões carinhosos da Máh-
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana


    ResponderExcluir
  11. Eu não gostei muito da asa na capa.. '-'
    É isso mesmo que as fadas são lésbicas?Ou eu estou com muito sono e li errado sobre a carência? O_o'
    Fiquei com nojinho/nervoso ao imaginar o nascimento das asas. arrgh! x_x'
    Acho que a autora tem algum problema com o lado materno hein! SHUASHA BRINCADEIRA u_u

    www.nyasmim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Achei a capa e o nome legais, mas não sei quanto a estória. Não gosto de personagens choronas demais e sua resenha me deixou com medo dela.. ainda mais esse papo de as fadas serem obrigadas (praticamente) a ficar com as outras também me pareceu preconceito as inversas.. não sei, não deu muita vontade de ler o livro agora, mas um dia quem sabe..

    Beijos :*
    http://www.tainahrodrigues.com/

    ResponderExcluir
  13. Não sei o que dizer do livro, interesse e falta de interesse, comprar ou não comprar? Sua resenha me causou uma certa "bipolaridade", não se dizer ao certo se o livro me agradaria ou não. Não estou dizendo que sua resenha está ruim, pelo contrário, está ótima, mas me causou uma certa insegurança em relação ao enredo da trama.
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Adorei sua resenha e achei a autora bem criativa!
    Ja conhecia os seres "hibridos" em relacao a vampiros e lobisomens.. Mas rainha das fadas e elfo foi uma novidade que eu nunca imaginei!
    Eu adoro esses contos de fadas que se misturam o mundo real, acho MAGICO!
    Fiquei louca para ler o livro, ainda pelo fato da autora ter o meu nome haha

    Parabens pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. As fadas definitivamente estão entre meus seres sobrenaturais favoritos, logo todos os livros em que elas aparecem se tornam must read! Gostei de como a autora colocou a sociedade feérica, parece ser algo diferente, pelo menos essa classificação por cores são. Tô curiosa para dar uma espiada e ver como ficou a mitologia que a autora criou =]

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  16. Como é uma obra de fantasia, e repito, adoro fantasia, eu também criaria as mais diversas expectativas para a história. Gosto de personagens que demonstram força, mas que tenham defeitos, é isso que os torna real, se eles forem perfeitos demais, ou, imperfeitos demais, ficam chatos, deixa a história sem emoção e o personagem, no meu caso, não me conquista.
    Em relação as asas gostei do modo como elas nascem, não sei se posso me considerar cruel, mas hoje em dia, fadas perderam um pouco do encanto e se tratando das asas, acho que foi um modo original e que mantem a linha de hoje, fadas são fortes, não simplesmente, fadas.

    A resenha ficou ótima, como sempre Flávia *0*
    Bjss!

    ResponderExcluir
  17. Oi Flavia

    Fiquei pensando na situação da protagonista! O namorado ficando p/a trás e ela tendo que lutar para conseguir voltar para Terra e ficar com ele, pois no reino das fadas ela teria que se relacionar apenas com outros de sua espécie. A obrigatoriedade disso me incomodou um pouco, elas deveriam ser livres pra escolher. Mas como há uma sequencia da historia, espero que futuramente Michelle consiga dar essa liberdade para as fadinhas.
    Outro ponto a ser considerado são os personagens secundários, a mãe de Michelle, rainha das fadas, a princípio me pareceu um pouco egoísta e distante. O Pai de Michelle, rei dos Elfos, parece ser encantador! E para mim, o mais querido é o Kieran, jovem doce e muito valente.
    Acredito que a história está repleta de surpresas e aventura, nos ensinando lições de coragem, amor, sacrifícios e renuncia. A escrita da autora parece ser simples, leve e descontraída. A capa do livro é muito bonita e identifica muito do que se passa na historia toda.
    Até que gostei do enredo, mas parece que ele não te agradou muito neh?
    Bjus amore

    ResponderExcluir
  18. Adorei a resenha, e achei que esse livro daria um filme legal! Um filme com uma releitura mais adulta (a maioria nesse gênero "fadas" é infantil)a autora também tem uma imaginação bem bacana, e adoro essas coisas surreais.

    Beijo http://mysecretsdiva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Flávia! Fiquei confusa.... No início da resenha achei que era um livro meio no estilo das séries Hush Hush ou Fallen... mistura de anjos, elfos, humanos e romace.

    Depois vi que não era bem isso, e que a estória enveredou para os lados de castas, sociedade e afins do mundo dos anjos...

    Bom. O jeito é ler... Espero não ficar com a mesma sensação de vazio como você... mas a curiosidade está falando mais alto então vou arriscar. :D

    Beijos

    Escrev'Arte

    ResponderExcluir
  20. Nunca tinha ouvido falar neste livro, mas gostei bastante da resenha e me interessei muito, principalmente pela capa maravilhosa!
    Eu adoro histórias sobre fadas e coisas místicas e acredito que as vezes elas tem que ser abordadas de formas diferentes, porque se todos seguissem um padrão qual seria a graça, por isso certos pontos negativos da sua resenha para mim são pontos positivos, como a questão das asas, que para nascerem rasgam as costas! Achei interessante e fora do padrão.
    Infelizmente também não gosto muito de personagens choronas, nem das fodásticas, mas choronas são piores, pois sempre dependem dos outros pra tudo, mas ok. Enfim, espero poder ler esse livro em breve!
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Já estava de olho neste livro ha um tempo, primeiro foi a capa, achei belíssima, amo fadas e o mundo da fantasia e adorei mais ainda ser de uma autora nacional.
    A Letícia é novinha e admiro autores novos!
    Gostei da sua sinceridade, a protagonista me pareceu meio insossa e fiquei um pouco assustada com a forma das asas brotarem. Mas como você disse, o diferente assusta!
    Mas gosto é muito relativo, o que é bom pra mim pode ser ruim pra você, então vou dar uma chance pro livro!
    Viva a literatura nacional!
    Beijos
    soueupri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. A Capa é linda, mas a sinopse não me empolgou tanto e depois de ler a resenha diminuiu mais ainda a vontade de ler, acabei ficando com a impressão que quando ler irei me decepcionar.

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Nossa,ainda não tinha ouvido falar desse livro e a resenha me pegou em cheio,pois adoro fadas e saber um pouco mais sobre elas e seu mundo é algo fascinante.Todavia,fiquei meio com receio de saber que a personagem principal é chata e que foi muito fácil ela ir embora e ir para o mundo na qual pertencia. Não gosto muito de personagens choronas e dramáticas,mas adorei a sua sinceridade.Só de pensar no processo de nascimento das asas sendo doloroso e expondo sangue e carne chegou a me dá calafrios. :)

    ResponderExcluir
  25. A história me atraiu apesar de eu não gostar tanto de fadas. Achei legal sobre a cor das asas das fadas mas parece que a Michelle só se importa com o namorado e que só vive por ele

    ResponderExcluir
  26. Tenho lido resenha bem positivas a respeito do livro. O enredo é bem cativante e acho que quem gosta desses seres misticos vai amar a leitura! Contos de uma fada esta na minha lista de futuras leitura, espero poder gostar e ler logo :D
    E a capa é linda demais...

    ResponderExcluir
  27. Não sou chegada por esse tipo de livro, mais vou experimentar dessa leitura.Também não costumo julgar livro pela capa, mas que capa incrível! Será que o livro é assim tbm ?

    ResponderExcluir
  28. Olha, adoro livros de fantasia, mas sinceramente nunca gostei muito de fadas... acho elas tão sem graça! Mas o livro parece bem interessante, por se tratar de uma jovem que não sabia que era fada e terá que lidar com um novo mundo, espero ter a oportunidade de ler para tirar minhas novas conclusões!
    bjos

    ResponderExcluir
  29. Eu amo essa capa!!! É linda!!!
    Gosto muito, muito da sinopse, já q amo fadas!! Gostei da resenha e espero ler em breve!!

    ResponderExcluir
  30. A sinopse e sua resenha, me fez lembrar um pouco de Fallen e a série Os imortais, da Alysson Noel. A história parece ser legal, mas o fato de você dizer que ela embarcar nessa viagem aparentemente para nada, isso meio que me faz ficar um pé atrás. No entanto, fiquei curiosa pra saber o que acontece, como a história se desenrola direitinho e o desfecho dela.

    ResponderExcluir
  31. Nunca li nenhum livro sobre fadas, mas pretendo ler esse. Quando o vi pela primeira vez, achei a capa muito bonita e decidi ler algumas sinopses e embora nem todas sejam totalmente positivas, fiquei interessada!!
    Eu também não me 'convenci' muito com a Michelle, pela resenha, acho que ela poderia ser mais cativante!

    ResponderExcluir
  32. Fantasia pra lá de fantasiosa!!
    Além de sofrer com o sentimento de solidão, de se sentir deslocada, de se sentir sozinha, ainda lhe nascem asas!! Tem que ficar doida mesmo, rs.
    Acho que nunca li nada sobre fadas, pelo menos não e lembro agora.
    Gostei da resenha. Me arriscaria na leitura com certeza!!

    Bjkasssss


    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. A resenha me convenceu,já que pra mim histórias de seres místicos tem que ser muito bem escritas,do tipo sair do comum,e logo percebi quando cita que a personagem adquire asas,vamos dizer,de forma drástica,me cativou rapidinho;além da característica da personagem que logo pensei-NOSSA,porque fala sério enjoa aquelas histórias em a personagem principal é sempre forte,valente em tudo,mas essa não,é bem ao contrário,segundo a resenha..fiquei curiosa para ler o livro e saber como procede a temática;)

    ResponderExcluir
  34. Ao meu ver, o livro parece ser interessante, mas de acordo com a sua resenha, as minhas expectativas caíram muito. Não gosto de livros com personagens muito dependentes, mas me senti curiosa para saber a história.

    ResponderExcluir
  35. Sempre gostei muito de ler tudo que fala sobre fadas,duendes, de seres sobrenaturais. Sempre me chamam a atenção e me encantam. A história de Michelle é uma dessas, tem encanto e com uma história baseada em nosso tempo, e acrescentado com seres sobrenaturais. Não gostei muito de saber que as mulheres que deveriam ser o suporte pra Michelle serem todas tão más e frias como você fala. Mais nem tudo é perfeito. que bom que ela possa contar com o namorado e alguns amigos que ela possa ter feito nesse livro. Se não coitada... Sozinha num mundo estranho e ainda descobrir que é uma Híbrida é demais. Muito lindo seus comentários e vou tentar ler este livro. Qualquer coisa te falo do que achei. Beijos.

    ResponderExcluir
  36. Gostei da história, mas realmente receio em ler segundo a sua descrição da personalidade de Michelle. Personagens pra mim são tudo! E, em especial, a personagem principal que deve demonstrar grande força e diferença dos demais personagens (é clichê, sim, mas torna a história muito melhor, convenhamos).
    Gostei da capa. E quanto à forma que as asas nascem... incrível! Um pouco de sofrimento torna mais real a leitura!
    Nunca li uma história sobre fadas, mas me interessei por essa. E acredito que, se existissem mesmo essas criaturinhas, haveria esse mesmo sistema "ditadura" quanto aos relacionamentos.
    Parece ser uma história dramática, fantasiosa e interessante. Só lamento pelas lacunas na personalidade e atitudes da personagem principal...
    Mas espero ler em breve!
    http://vanille-vie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  37. O tema do livro é bem interessante, acho que vou gostar dele, pois adoro tudo que tem a ver com fadas. Outra coisa que me atraiu no livro foi a capa, magnifica,deve ficar linda numa estante.

    ResponderExcluir
  38. É o tipo de leitura que os meninos de Pratinha amam.
    Principalmente tendo adolescentes envolvidos na história, coisas
    que fazem viajar, imagine você dormir como filha adotiva e acordar filha de reis,
    tendo um par de asas...Quero muito ganhar, será um presente maravilho para as crianças
    do Projeto Mãos Amigas.

    ResponderExcluir
  39. Por mais que personagens chatas ou fracas sejam diferentes, as fortes ainda são minhas preferidas. rs Essa capa é mesmo muito bonita...
    Fiquei curiosa para saber mais sobre os elfos e porque ser uma mistura de elfo e fada é tão perigoso...

    ResponderExcluir
  40. Eu já não aguento mais ler livros sobrenaturais e você não ter gostado tanto do livro como um todo me desanima mais ainda a ler. Acho que não vou colocá-lo na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir