15 de agosto de 2013

O Projeto Rosie - Graeme Simsion

Lido em: Agosto de 2013
Título: O Projeto Rosie
Autor: Graeme Simsion
Editora: Record
Gênero: Romance
Ano: 2013
Páginas: 320
Nota:
Sinopse: Don Tillman, 39 anos, musculoso e tão bonito quanto Gregory Peck, é professor de genética e nunca teve uma namorada. Em seu estrito cronograma de atividades, todas as tarefas são calculadas para garantir o menor desperdício de tempo. Nada de imprevistos ou de surpresas; diretrizes para que Don não precise recorrer às suas baixíssimas habilidades sociais. Mas, na busca pela esposa perfeita, ele vai precisar de muito mais que a ajuda do questionário que desenvolveu para selecionar candidatas. E, quando Rosie Jarman entra em seu escritório - um exemplar totalmente inadequado ao seu perfil -, o imprevisto, o impulso e a emoção passam a ser as novas regras.

Resenha: O Projeto Rosie conta a história de Don Tillman, um professor universitário de genética de 39 anos muito bem sucedido, mas sem muitos envolvimentos sociais. Ele tem uma enorme necessidade de estar sempre no controle de tudo, calcula e programa cada passo que dá em sua vida, e cada minuto é considerado a fim de manter seu cronograma intacto e em perfeito funcionamento, sem que haja imprevistos, surpresas ou atrasos para nada sair de seu padrão de rotina, nunca! Ele é um cara bonitão e muito charmoso, mas devido a todo seu perfeccionismo, ele nunca se aproximou de ninguém, pois nunca considerou nenhuma mulher digna ser sua companheira. Até que um dia, mantendo a praticidade e seguindo a sugestão do seu único amigo, Gene, Don resolve procurar alguém que seja realmente compatível com ele e elabora um questionário minucioso para que as candidatas interessadas possam responder a fim de ele encontrar a mulher perfeita, dentre outras exigências, que soam bem machistas, a mais... A partir daí, Don daria início ao Projeto Esposa... Mas o que ele não esperava, era que Rosie Jarman cruzasse seu caminho... Rosie tem todas as características que Don considera desagradáveis: ela  fuma, bebe, é bagunceira, desajustada, vegetariana... Mas existe um ditado que diz que os opostos se atraem, e Don fica bem feliz com a companhia da nova amiga...
Rosie carrega um drama familiar que a deixou arrasada: sua mãe, uma médica a beira da morte, confessou que Phil não é seu pai biológico, pois teve um relacionamento breve com alguém quando estava na faculdade de medicina... E por considerá-la, Don deixa de lado o Projeto Esposa e dá início ao Projeto Pai. Ele aproveita suas habilidades de geneticista para ajudar Rosie nessa descoberta, e traça um plano infalível que envolve sair por aí coletando DNA's dos prováveis pais da moça, que estudaram e se formaram na mesma época que a mãe dela, dentre outras maluquices.

Antes de ler O Projeto Rosie já estava bem curiosa. A Editora Record havia disponibilizado um questionário com várias perguntas para que a mulherada pudesse responder (em 3 minutos e 8 segundos) e saber se tinham perfis compatíveis ou não com o de Don. Eu sou totalmente incompatível com o sujeito!

Fiquei um bom tempo admirando a capa, pois ela é simples mas ao mesmo tempo de muito bom gosto, cheia de significado e referências à situações presentes na história. A diagramação é simples, as páginas são amareladas e a revisão foi boa. Há uns poucos erros, mas podem passar desapercebidos.

A história é narrada em primeira pessoa por Don, que é o tipo de personagem facilmente comparável ao Sheldon Cooper do seriado The Big Bang Theory, que além de muito inteligente, é chato, esquisito e cheio de manias absurdas e outras frescuras que ninguém entende o real propósito a não ser ele mesmo. Apesar de não tolerar o comportamento dessa criatura, a história começou bem agradável, mas no decorrer da leitura, senti que tudo ficou um pouco monótono e cansativo, e o que deveria ser engraçado, não me convenceu. A narrativa foi cansativa pra mim em alguns pontos... não me deixou empolgada pra ler, e detesto quando isso acontece porque não me sinto envolvida com a história.

Existem vários diálogos inteligentes (afinal, o que podemos esperar de um cara nerd?) e os personagens são bem humanos, com qualidades e defeitos, que erram e acertam e vão levando a vida assim. Porém, o foco principal está no comportamento de Don, e isso faz com que os outros não sejam tão aprofundados. Alguns deles me deixaram com a sensação de serem um pouco superficiais. Os cenários também não são muito detalhados, mas no final das contas isso não faz muita diferença.

Don e Rosie têm personalidades totalmente opostas, e ela faz com que Don aprenda a relevar o que considera inadmissível, e acaba aprendendo a ser mais tolerante e paciente ao conviver com alguém tão insuportável. Um aprende muito com o outro, mas, mais importante do que o aprendizado, é o reconhecimento de que amar é respeitar o espaço do outro e aceitar a pessoa como ela é, com defeitos, qualidades, manias e até esquisitices... Basta que haja química, que eles combinem entre si e se completem. Mas mesmo com essa mensagem nas entrelinhas, senti que faltou algo que me deixasse ligada a história... Talvez mais emoção, graça, ou um sentimento mais intenso e memorável...

24 comentários

  1. The Big Bang Theory é uma das minhas séries favoritas, sério, choro de rir as vezes. Mas falando do livro, essas últimas semanas O Projeto Rosie esteve sendo resenhado por muitos blogs, eu sinceramente não esperava muita coisa, e sua resenha só confirmou minha desconfiança. Não que eu não goste de obras do gênero, ou que tenham o mundo nerd como tema, é só que não simpatizei com o livro. Não rolou aquela química entre a gente hehehe

    Bjss!

    ResponderExcluir
  2. A menção a The Big Bang Theory foi para me fazer desistir do livro logo de cara?! rsrs Sheldon é irritante, e se o Dom é tão parecido com ele, compreendo totalmente o porque do personagem não esta agradando rs
    Enfim. Eu fiquei namorando a capa dele horas na livraria, também gosto de capas que mostrem detalhes relacionados com a estória; e ela é tão delicada! Eu ficava imaginando o que cada coisa poderia significar. Mas em todas as resenhas que li, todas ressaltavam um texto chato e monótono. e com você não foi diferente.
    Acho que pare ter apenas mas uma capa bonita na estante é melhor nem ter!
    E com isso o livro está indo para o fim na minha pequena lista rs

    Beeijos, Dreeh.
    Livros e tudo que há de bom

    ResponderExcluir
  3. nossa nunca tinha nem ouvido falar desse livro, mas pela sinopse parece muito bom visita por favor http://arcoirisecorujas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Flá,
    Te juro que fiquei boquiaberta!
    Eu amei esse livro, ele me deixou de ressaca por 1 mês, até agora, com Métrica!
    Eu encontrei muita coisa escondida em Don, muita coisa aprendida em Filosofia comportamental.
    Achei o estudo e a pesquisa realizada para construir esse personagem algo simplesmente extraordinário!
    Achei as manias dele irritantes, mas graciosas...
    E o amor, ah, como se é difícil amar sendo assim como ele, não?!

    Simplesmente amei, amei e amei!
    Pena que ele não te tocou do mesmo jeito!

    Beijos
    Chrys Audi
    blog Todas as coisas do meu mundo
    http://migre.me/fKzbR

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha!
    Fiquei bem curiosa para ler o livro e amei essa capa! *.*

    tatimunhoz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa Flávia eu simplesmente amei o livro. Don é fantástico e a Rosie o tira da sua zona de conforto. Ele tem a síndrome mas sem se assumir até que o sentimento por ela acorda alguma coisa dentro dele. Eu ADOREI. 3 estrelas é pouco. Eu daria no mínimo 4!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  7. Nao gostei muito desse livro. Possivelmente eu nao lei, mas se me derem de presente claro que irei ler

    ResponderExcluir
  8. A sinopse do livro já me atraiu, depois da sua resenha, pronto estou gamado! Não consigo enxergar todos esses paranauês que vocês enxergam na capa, mas tudo bem né? "facilmente comparável ao Sheldon Cooper do seriado The Big Bang Theory, que além de muito inteligente, é chato, esquisito e cheio de manias absurdas e outras frescuras que ninguém entende o real propósito a não ser ele mesmo" kkkk Simplesmente adorei :)
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nossa só pela sinopse eu gostei, mas Don parece ser um chato de galocha, nossa tanta exigência assim para que? hehehehe
    Nossa só em saber que Don, lembra Sheldon do The Big Bango Theory, já me cativou mais ainda, eu adoro esse personagem, morro de rir com ele =D
    Amei sua resenha e espero em breve ter o prazer de ler o livro!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi amiga primeiramente quero agradecer de todo coração o belíssimo layout que vc criou com tanto carinho estou totalmente apaixonada pelo meu cantinho!!! Muito sucesso a vc!!!
    Agora vamos a resenha, quero demais ler esse livro e realmente a capa é simples mas chama muito a atenção, e a história realmente é super divertida, um homem cheio de tocs pois é assim que o vejo kkkk
    Preciso desse livro urgente!
    bjcas amiga
    Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  11. Faz tempo tô mega curiosa pra ler esse livro, amei a capa e a sinopse.Mas estava me faltando coragem, com essa resenha decidi que vou comprar sim, mesmo com suas críticas negativas(e principalmente, pelas positivas).
    Só acho que deveria rolar uma promo com esse livro ! beijooo









    ResponderExcluir
  12. Se alguém curtir tumblr, segue lá http://semprebehappy.tumblr.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Gostei da sua resenha.
    Por algum motivo não sinto muita vontade de ler este livro...
    Acho a capa uma graça, mas não leria esse livro no momento.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. A capa desse livro é realmente de bom gosto, simples, mas muito fofinha.
    Eu gostei bastante da sua resenha, mas não sei se leria esse livro, pelas características que você citou do Don eu provavelmente não irei gostar dele e não terei paciência para as chatices dele. haha Eu não assisto Big Bang Theory, mas já vi alguns episódios na tv e achei o personagen do Sheldon bem chatinho, como você usou como comparação, já deu pra ver que acharei o Don chatinho também. k
    Também não tenho muita paciência para romances contemporâneos, prefiro romances de época, então provavelmente não leria esse livro. :/
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Flávia!!

    A capa deste livro é realmente demais e eu tinha uma ideia completamente diferente do livro. Um livro narrado por um homem "nerd", a procura de uma namorada perfeita para ele, e acaba se encantando com um oposto do que ele queria deve ser bem diferente e engraçado e com uma pitada à mais com está procura de seu pai verdadeiro. Achei bem interessante.

    ResponderExcluir
  16. Comprei já faz um tempinho já tá na minha pilho de leitura para os próximos dias..essa capa é lindaa demais ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Emrelação a ficar olhando a capa, eu fico e me pego imaginando o que será este projeto que todos estão falando, é automático, ver a capa, ler o título e pensar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  18. Hey Flávia,
    Estava com altas expectativas para esse livro, mas, agora depois de ler sua resenha resolvi "manerar" nas expectativas! A capa é bem fofinha e atraí a atenção por ser tão "cute"!
    Agora fiquei com um pouco de receio em relação ao personagem principal lembrar o carinha de TBBT, não gosto da série e nem do personagem principal! '-'
    Beijocas,
    Cindy, Livros e Piratas.

    ResponderExcluir
  19. Uma pena que vc não tenha gostado tanto, Flávia!
    Eu adorei! O fato de Don ter Aspenger justifica todas as esquisitices dele e o fato de ele ser parecido com o Sheldon (que também tem Aspenger). O trâmite do Don é que ele não se reconhece como um portador da síndrome e acha tudo o que faz mto normal.
    Realmente, três estrelas é pouco pra ele, mas isso acontece. A leitura flui de forma diferente de uma pessoa pra outra. Se um dia vc der uma segunda chance ao livro, espero que simpatize mais com ele.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  20. Eu estou muito ansiosa por esse livro!!Apesar de vc não ter gostado tanto ainda assim estou querendo o livro!! Parece uma história.fofa e eu espero gostar!!

    ResponderExcluir
  21. *-* own!
    Já pode virar filme! Vou chorar litros lendo o livro, certeza!
    amei amei amei. Ainda não tinha lido resenha sobre ele. É exatamente o tipo de livro que eu gosto, perfeito pra mim!

    ResponderExcluir
  22. Quando vi sobre este questionário que a editora disponibilizou achei o máximo e fui lá fazer... é claro que não fui classificada como indicada neh? hahaha Achei curioso que a dica foi de que eu não fui selecionada por ser não-fumante... vai entender. hahahaha

    Este está na lista de leitura, deve ser bacana. :)

    Beijos

    Escrev'Arte

    ResponderExcluir
  23. Que pena que você não se sentiu tão ligada a estória. Eu estou louca para ler esse livro, achei muito interessante essa personalidade diferente do protagonista, acho que vou gostar do livro.

    ResponderExcluir
  24. Projeto Rosie parece ser um romance que foge do padrão e conquista desde a primeira página, e não tem um teor romântico ou meloso. Notamos a transformação de Don, assim como percebemos que está se apaixonando. Mas a história foca principalmente no comportamento nada social do personagem Don. Acredito que a história é despretensiosa e diverte qualquer leitor. Leiam por vocês mesmos: http://portugues.free-ebooks.net/ebook/O-Projeto-Rosie

    Adorei a resenha! Bjus

    ResponderExcluir