28 de junho de 2013

Cinder - Marissa Meyer

Lido em: Junho de 2013
Título: Cinder - Crônicas Lunares #1
Autora: Marissa Meyer
Editora: Rocco  
Tradutora: Maria Beatriz Branquinho da Costa
Gênero: Distopia, Juvenil, Ficção
Ano: 2013
Páginas: 448
Nota:
Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

Resenha: Cinder é o primeiro volume da série "Crônicas Lunares", escrita por Marissa Meyer e lançado pelo selo Jovens Leitores da Editora Rocco.
Há 126 anos, toda a catástrofe gerada pela Quarta Guerra Mundial chegou ao fim, dando início a Terceira Era, e desde então, a Comunidade Oriental nasceu, unindo povos, cultura e ideais com propósito de fortalecer os cidadãos, que optaram pela paz em vez da guerra, e Pequim se reergueu como Nova Pequim. Apesar de a guerra ter terminado, um problema que assola e devasta campos e cidades inteiras há muitos anos persiste: a letumose, uma doença letal. E é contra essa doença que o império travou uma batalha que, até então, não foi bem sucedida... E é nesse cenário que conhecemos Lihn Cinder, uma garota de 16 anos que, devido há um grave acidente que sofreu no passado, foi "reparada" de forma que 36,48% de seu corpo passou a ser sintético. Ela se tornou uma ciborgue, com direito a fiação, aço, bioeletricidade, visor óptico, um software conectado em rede que lhe dá acesso a um completo banco de dados, uma perna biônica e um dom para lidar com todos os tipos de peças e mecanismos a tornando a melhor mecânica de toda Nova Pequim. Mas por trás de toda essa habilidade, poucos sabem de sua história, já que vive excluída. Depois de ter sobrevivido ao acidente, que aconteceu aos seus 11 anos, foi adotada. Adria, sua "madrasta" e guardiã, além de nem considerá-la como humana, encontra nesse dom uma fonte de renda fácil, explorando e maltratando Cinder. Pearl e Peony são suas meio-irmãs, que estavam sendo preparadas por Adria para o grande baile imperial. Pearl trata Cinder com muito descaso, o que faz com que a ciborgue só tenha a companhia de Peony e de Iko, a androide ajudante.
Justamente por saber consertar tudo, foi procurada pelo próprio príncipe Kaito, herdeiro do Império, para que ela consertasse sua andróide, Nainsi, que parou de funcionar, e o que deveria ser um simples trabalho de reparo, acaba indo além... Ao sair com Iko e a irmã em busca de peças, Peony acaba sendo contaminada pela letumose e levada para quarentena. Como castigo por ter exposto a irmã, Adria envia Cinder como "voluntária" para que os cientistas façam testes, a usando como cobaia para mais um experimento que tem como objetivo encontrar a cura, e é a partir dos resultados dos exames e das descobertas feitas pelo Dr. Erland que o destino de Cinder mudará para sempre, principalmente quando ela descobre os segredos que acercam o defeito de Nainsi... Conspirações e ameaças de invasão dos Lunares (uma raça misteriosa que vive na lua) são alguns dos problemas que o império começa a enfrentar, e em meio a toda a confusão, o baile imperial está se aproximando...

Dividida em quatro partes, a fim de separar os acontecimentos importantes, e narrada em terceira pessoa, a história mescla elementos de um dos mais famosos contos de fadas que conhecemos, ficção científica, questões políticas e sociais e preconceito para que uma distopia fantástica pudesse nos ser apresentada. E isso tudo ambientado no oriente, então imaginei toda a tecnologia e modernidade manipuladas por personagens de olhos puxadinhos. A história é tão bem escrita, tão envolvente e flui tão bem, que suas quase 450 páginas podem ser lidas de uma vez. Somos poupados de muitos detalhes das características físicas, mas isso não impede de imaginarmos personagens bem construídos, cada qual com sua importância na história.
Cinder se conformou que está a margem da sociedade por estar em uma das classes mais baixas que existem, o que a coloca como uma monstruosidade, uma aberração, mas isso não tira sua força, sua inteligência nem seus propósitos. Um ponto interessante é que devido a cirurgia cibernética, seus dutos lacrimais foram removidos e Cinder não chora e nem fica corada, mas isso não a impede de sentir emoções apesar de sempre demonstrar frieza, e considerei isso como um ponto super original e positivo, pois isso a torna uma personagem que não aflora hormônios melosos para todos os cantos nem demonstra vergonha caso se encontre em alguma situação embaraçosa.
Não era sua culpa ele ter gostado dela.
Não era culpa dela ser ciborgue.
Ela não pediria desculpas. (pág. 387)
Outro ponto muito bacana é a inserção dessa sociedade que vive na Lua, pra ser mais exata em Luna, os chamados lunares, que vivem sob o comando da rainha Levana, inescrupulosa, vingativa, dissimulada e calculista que ainda tem um exército a seu dispor. É um povo mutante e misterioso e alguns deles possuem dons de manipulação sobre os outros e achei isso super adequado, visto que a própria lua é conhecida em muitas histórias e lendas pelo seu poder de "hipnotizar", cheia de misticismo e magia, e devido a isso, são uma incógnita para os terráqueos, que não sabem das suas reais intenções.
Algumas coisas são um pouco previsíveis, já que temos como base um conto de fadas conhecido, mas a criatividade da autora em unir tudo isso faz de Cinder uma agradável e original surpresa a cada capítulo, cheia de ação, mistérios e um toque de romance bem sutil.
Com relação a parte física do livro, a capa é espetacular, a diagramação muito bem feita e a revisão foi ótima. As páginas são amareladas e a fonte, apesar de diferente dos demais livros, tem um tamanho perfeito.

Enfim, como não amar uma versão futurística de Cinderela, com perna e pé biônicos em vez de um sapatinho de cristal, suja de graxa em vez de coberta por andrajos, com uma ajudante androide munida com um chip de inteligência em vez de ratinhos e passarinhos, com um carro velho tirado do meio das sucatas em vez de uma abóbora transformada em carruagem e sua própria força de vontade em vez de uma fada madrinha?
Simplesmente irresistível e imperdível! Esperando a continuação, Scarlet, mais ansiosa do que nunca!

62 comentários

  1. Nunca tinha lido nada sobre o livro e nem estava dando muita bola para ele, mas simplesmente adorei esta versão futurística de Cinderela. Parece bem mais tensa, cheia de elementos que beiram o "bizarro". Gostei mesmo e pretendo ler se tiver a oportunidade.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Sensacional, a história realmente intrigante. Admito que quando vi o livro, pensei que fosse algo banal e repetitivo, mas uma versão deste conto de fadas. Mas pela sua resenha percebo que ele é bem mais que isso. Unir um futuro pós-guerra, na oriente e com um povo alienígena, é sem dúvidas, de uma criatividade absurda. Muito bacana mesmo, agora, eu quero muito ler. XD

    Bjss!

    ResponderExcluir
  3. ADOREI FLÁVIA !
    Adorei a mistura do conto de fadas com a ficção, adoro Distopia por envolver confrontos políticos... Gente, quero esse livro.
    Essa capa é linda :)

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
  4. Releituras de contos de fadas muto me interessam!
    E a personagem principal não é aquela princesa tapada que espera pelos outros para que seu futuro seja resolvido né? Hahaha *revolta*
    Só que não gosto de continuações... Comentei em outro blog, q por esperar varias continuações, ja estou confundindo tudo!

    Mas estarei acompanhando suas resenhas! =D

    http://falaurupes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie :)

    Versão futurística de Cinderela, pês biônicos ohh good preciso ler esse livro é pra já kkkkkkk, pena que é tão caro :(

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  6. Não sou de distopias... ams aqui temos uma salada de estilos! Quanta criatividade! Reunir numa história um novo olhar sobre a história da Cinderela - é isso mesmo? - e elementos tão modernos e inusitados me parece diversão garantida!

    ResponderExcluir
  7. AMO distopias, e quando vi a capa deste livro ele passou batido, mas depois de ler algumas resenhas ele foi correndo para minha lista de desejados.
    Sua resenha esta maravilhosa e so me deixou ainda mais ansiosa pela leitura, que maldade rs.
    Fico tentando imaginar este romance entre humano e ciborgue..preciso do livro,
    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Eu vi o seu relato no grupo Li e Indico, e fiquei louuuuuuuuuuuuca esperando sua resenha. Agora que terminei de ler estou desesperada pelo livro. KKKKKKKKKKKKKKKKKK! Preciso de dinheiro tipo AGORA!
    Amei a Resenha Flávia. ótima como sempre.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  9. Que bacana! eu imaginava uma viagem mais ruim pra esse livro, mas pelo que você diz é diferente dos clichês a respeito do tema. Quero ler ele futuramente! Entrando para lista!

    ResponderExcluir
  10. Estas adaptações de contos clássicos infantis que tem rolado por aí são fabulosas. Este livro está em minha lista, com certeza! A resenha só conquistou mais leitores, com certeza. Parabéns!

    escrev-arte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. esse livro foi uma das minhas última leituras e eu achei muito bom! Cinder é a protagonista mais perfeita que existe! Eu shippo muito ela e Kai...

    www.fernandoreads.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Flavia.
    Uau! Fiquei louca por esse livro. Já tinha achado a sinopse interessante, agora estou doida pra ler. :)
    Confio no seu gosto. Personagens bem construídos, história que flui e muita criatividade...sem dúvida vou gostar! Adorei a resenha!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Cada livro dessa série contará a história repaginada de um personagem de contos de fadas, né?
    Achei a ideia do livro muito criativa e a capa é linda! Já está nos meus desejados, mas o preço do livro é meio salgadinho então acho que terei que esperar por enquanto...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Quem não adorou essa nova versão? Gente, ficou demais! Amando ver as resenhas dele, pelo visto está agradando e muito! Dá uma imensa vontade de ler também *-*

    ResponderExcluir
  15. Não li nada ainda de distopia e talvez por isso tenha achado essa história meio... estranha. Não que não seja boa, mas não sei se gostaria de ler uma história de Cinderela distópica. hehe

    ResponderExcluir
  16. Eu estou doidinha para ler esse livro desde que vi o seu lançamento. Não consigo imaginar uma Cinderela Ciborg, mas consigo imaginar todo o resto. Preciso ler para entender tudo.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Que maravilha estou doida pra ler essa adaptação de Cinderela, desde que chegou nas minhas um marcador do livro que achei lindo e procurei resenhas sobre ele, nossa super sua resenha, estou querendo muito esse livro que mistura vários elementos que eu gosto.

    ResponderExcluir
  18. Adorei!
    Essa coisa de distopia é viciante!
    Deve ser muuito divertida essa adaptação da cinderela.
    Muito legal!
    Beijos. ^^

    ResponderExcluir
  19. A sinopse não tinha me chamado a atenção, mas a sua resenha deixou tudo mais interessante.
    Livros distópicos são os que eu mais fico torcendo para serem transformados em filmes ou seriados, e esse não é uma exceção. *__*
    Vc me deixou animada pra ler esse livro, vai pra minha lista.

    Beijos,
    Resenhando Books

    ResponderExcluir
  20. Já tinha ouvido falar do livro, lido várias resenhas mas ninguém ainda tinha conseguido despertar minha vontade de ler ele. Parabéns, adorei a resenha e fiquei muito curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  21. Já ouvi falar do livro, mas com sua resenha, me apaixonei! Com certeza vai para a minha lista de livros para comprar. Sempre curti muito obras que recontam contos de fadas (releituras), pois trazem uma nova maneira de ver as coisas. Essa parece ser mais uma distopia maravilhosa.
    Parabéns pela resenha maravilhosa!

    Beijos,
    http://capituleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Flavinha... sabe que nunca vi uma batalha intergalática no papel? Só nos filmes... Fiquei imaginado como a Cinder demonstra certos sentimentos, já que ela não chora. Curto os contos de fadas, então com certeza essa leitura me sequestraria, gosto de ver as adaptações e as releituras das obras originais. Gostei do "força de vontade como fada madrinha" ;)

    Bjos
    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  23. É um dos meus desejados da vez :) Achei inusitado ela não ter ductos lacrimais (Pensava que ela era toda artificial e não que ela era humana completa), mas de alguma forma (na minha cabeça) ela chorava ok? Ahahaha

    Fiquei mais curiosa ainda pra ler e saber como Cinder lidará com tudo ^^

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Eu estava desconfiando, que Cinder seria a re-leitura de Cinderela, rsrs. Além de uma história original e marcante, pude perceber que Cinder é aquele típico livro que vai nos fazer subir pelas paredes de tão bom! Nunca li nada do gênero, e tenho até receio, mas pelo que percebi na resenha, é um livro que vale super a pena, então acho que vou apostar minhas fichas em Cinder!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Amo contos de Fadas, desde que era pequena, e ler e ver as novas versões deles é algo fantástico, quando vi a sinopse de Cinder, já me senti envolvida, mas com a resenha a minha ansiedade aumentou ainda mais por esse livro. Já me sinto envolvido por Lihn Cinder antes mesmo de ler, e sua resenha mostrou muito sobre o livro sem forçar ou jogar spoilers desagradáveis. Parabéns, eu amei a resenha e tenho certeza que vou amar o livro pelo que me foi descrito! bjss

    ResponderExcluir
  26. Ansiosíssimo para conseguir ler esse livro... Agora é esperar a boa vontade do meu dinheiro, para conseguir um desses

    ResponderExcluir
  27. Estou louca pra ler alguma distopia! Quando vi esse, fiquei doida de vontade!! *-*

    ResponderExcluir
  28. Amei, já tô com vontade de ler :)

    http://historiaimperfeita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Nossa acho que essa é a primeira resenha que eu leio de Cinder que me dá uma noção melhor sobre o que se trata o livro..Ele é muito mais profundo do que eu imaginava...Uma versão diferenciada de Cinderela parece ser bem legal e intenso o livro..confesso que tinha me empolgado com a capa do livro mais a sinopse em si não tinha me chamado tanto atenção...Mais depois da sua resenha acho que posso esperar um livro bem mais complexo e intenso do que imaginava..

    ResponderExcluir
  30. Achei interessante sua resenha, não conhecia, porém, confesso que se não ganhar com certeza comprarei, estou bem curiosa agora para ler. Valeu, parabéns!!

    ResponderExcluir
  31. Quando eu vi esse livro na primeira capa eu confesso: não me interessei mas ai comecei a ver MUITAS muitas messsmo resenhas dele ai fui ver que estava com outra capa e que era romance + distopia + ciborgues!
    Ai foi amor kkkk

    To vendo aqui que foi bem avaliada não? "irresistível" uia *--*

    Ansiosa pra ler!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Louca por este livro! Desde que o vi pela primeira vez na livraria! Sonho de Consumo! uahsuahsuahsuah

    ResponderExcluir
  33. Oi flor
    A princípio não me interessei pelo livro, por ser um gênero que não curto muito. Depois li a sinopse e achei super bacana a premissa.
    Como não se interessar por um conto de fadas cibogente? Oiii???? Isso mesmo! Uma Cinderela… meio robô!
    Toh louca pra saber como irá ficar o romance…
    Quero muito ler
    Bjus

    ResponderExcluir
  34. Gostei muito da resenha, ja tinha ouvido falar sobre esse livro e tenho muita vontade de ler

    ResponderExcluir
  35. Uau! Taí um livro que eu quero muito ler, é incrível como um livro que agora relançado aqui no Brasil pela Rocco deu tanto o que falar. Incrível que quando a Planeta lançou ninguém nem sabia nada direito, e agora bastou a Rocco relançar pra ser esse sucesso estrondoso e claro, todos quererem! Eu tenho uma queda por distopias e com esse não é diferente, a história parece ser muito bem feita, pena que o livro é bem carinho >.<

    ResponderExcluir
  36. Eu adoro distopias!! A autora fantasiou bastante pra criar o mundo de Cinder... é otimo que tenha conseguido juntar tudo em uma história legal e que não fique tao presa ao conto da Cinderela, a história é bem original. Estou com muita vontade de ler, adoro quando os capítulos surpreendem!

    ResponderExcluir
  37. Este livro eu quero muito ler, porém desde seu lançamento o preço dele está salgadinho o que me faz priorizar outras leituras.

    E juntando conto de fadas com distopia é melhor ainda. Parabéns peça resenha, você sempre me faz ir à falência com as compras em cada resenha que leio! hahaha!

    Abraços


    GLáucia - booklover.com.br

    ResponderExcluir
  38. Adoro esses remakes de contos de fadas!!
    Não imaginava que seria assim!
    Tua resenha ficou muito bom! Acho que me apaixonei só por le-la!
    hahahah

    beijos!
    soueupri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  39. Awn! Cada vez mais vejo resenhas positivas de Cinder! Assim minhas expectativas aumentam bastante e espero gostar! hehehe Mas do jeito que vc fala, e ainda marcou como favorito, acho que não tem como não gostar.
    espero conseguir ler logo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  40. me apaixonei pela capa logo que vi. Depois que soube que era contos de fadas em um mundo distópico fiquei mais curiosa... quero muito ler...

    ResponderExcluir
  41. Fiquei muito curiosa pelo livro depois de ter lido essa resenha fantástica! Cinderela com perna biônica nunca ia se passar pela minha cabeça, e esse pano de fundo futurístico é perfeito!!
    Adorei!
    Beijão

    Lili

    ResponderExcluir
  42. SEGUIDORA: ANDRESSA NUNES

    Resenha bem elaborada, nos dando uma boa ideia de como é a história, despertando a curiosidade do leitor

    ResponderExcluir
  43. Que capa mais fofa! E o livro parece ser muito interessante. Uma versão ciborgue da Cinderela em um futuro pós-Guerra, misturando alienígenas, distópia, elementos do conto de fadas original etc.? Ufa! Quanta criativide!Amei a resenha, atiçou demais minha curiosidade. Preciso muito desse livro! >.<

    ResponderExcluir
  44. Ansiosa para ler este livro!! Vejo muito alvoroço sobre ele, muitas fontes confiáveis disseram q amaram e eu quero esse livro agora!!

    ResponderExcluir
  45. Mistura distopia e conto de fadas só pode dar coisa boa, desde que li a sinopse me encantei pelo livro, ainda mais pela capa, e eu já quero ler.

    ResponderExcluir
  46. Só o fato de se tratar de uma Cinderela cibernética já é mais que suficiente pra ao menos dar uma conferida, e pela resenha parece ter sido inserida num mundo bastante rico e isto considero um bônus adicional. quero muito ler.

    ResponderExcluir
  47. SEGUIDOR: WILLIAN

    NÃO É MEU TIPO DE LEITURA, MAS PARA QUEM CURTE, PARECE SER UMA BOA PEDIDA.

    ResponderExcluir
  48. Nossa, fiquei cheia de vontade de ler esse livro! Achei interessante a mistura de conto de fadas com ficção científica!
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  49. Quero muuuuito esse livro. Vi algumas resenhas no Skoob oque só me fez ficar mais interessanda ainda! Esse livro é meu sonho de consumo!

    ResponderExcluir
  50. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  51. Nossa, esse livro parece ser fantástico e muito criativo!
    Quem é apaixonado pelo conto da Cinderella (assim como eu), parece que vai se encantar pela versão cibernética!

    Agora eu quero ler, rs!
    Não posso deixar de citar que sua resenha é muito boa, muito clara e de fácil compreensão.

    Já estou seguindo o blog! ;)

    ResponderExcluir
  52. A capa só já é um arraso!!!!
    Eu achei a trama muito interessante e fiquei curiosa para ler e ter uma opinião sobre o assunto em primeiro plano. Já tinha visto a capa e achado linda, mas as sinopses que achei eram muito superficiais, daí li a sua e fiquei com vontade de conhecer melhor este livro ^^
    Bj, Aris.

    ResponderExcluir
  53. Além da capa ser muito curiosa, o livro me chamou muito a atenção também por conta dessa mistura toda de elementos! Parece ser muito diferente e original. Isso me dá uma vontade tremenda de ler! Espero ter um exemplar em mãos logo e poder desfrutar logo dessa trama maravilhosa que você apresentou. Só me fez querer mais! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  54. Vi esse livro e no Skoob e achei muito interessante... Adorei a capa e parece ser uma história super criativa! Ah, e ótima resenha, que só me fez querer ler mais ainda!

    Kisses,
    Hannah - http://meu-mundo-hm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  55. Adorei essa versão futurística da Cinderela lol Faz um tempão que estou de olho nesse livro, desde que foi lançado lá nos EUA. Pelas resenhas que andei lendo parece que excede minhas expectativas =) Estou muito mais curiosa agora para ler!

    Bjs
    @tibiux

    ResponderExcluir
  56. Adoro essa coisa de versão futurística, ainda mais da Cinderela! OMG! Você amou muito né, super ansiosa!!!

    ResponderExcluir
  57. Geeente, eu li só o início da Resenha e amei e já ouvi muitos elogios sobre o livro. Quero muito ler. Só não li tudo porque não gosto de ficar sabendo demais... mas tenho certeza que vou amaaar!!!

    ResponderExcluir
  58. Amei a resenha, muito legal a mistura de romance e futurismo, achei bem interessante.

    ResponderExcluir
  59. Cinderela tecnológica.. muito interessante a mistura de um contos de fadas com a tecnologia, parece ser um ótimo livro..
    Adoro distopias.. A capa é linda.. Já adicionei a minha lista de leitura.. =)

    ResponderExcluir
  60. Oie,
    eu amo contos de fada, então é certeza que vou gostar desse. Nunca li nenhum conto futurista e deve ser bom.

    Bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  61. O que me chamou foi o fato de ser baseado em Cinderela e depois li resenhas elogiando achei interessante essa pegada futuristica que o livro apresenta

    ResponderExcluir
  62. MEODEOS.
    Só digo uma coisa: P.R.E.C.I.S.O

    ResponderExcluir