7 de dezembro de 2016

Nós Dois - Andy Jones

Título: Nós Dois
Autora: Andy Jones
Editora: Suma de Letras
Gênero: Romance
Ano: 2016
Páginas: 288
Nota:
Onde Comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: Durante dezenove dias, Fisher e Ivy vivem uma relação idílica e são praticamente inseparáveis. É claro que os dois sabem que estão destinados a ficar juntos para sempre, e o fato de se conhecerem tão pouco é apenas um detalhe. Nos doze meses seguintes, período em que suas vidas mudam radicalmente, Fisher e Ivy percebem que se apaixonar é uma coisa, mas manter uma relação é algo completamente diferente. ''Nós dois'' é um romance honesto e emocionante sobre a vida, o amor e a importância de dar valor a ambos.

Resenha: Fisher e Ivy acabaram de se conhecer e resistir a intensidade daquela paixão foi impossível. Durante dezenove dias eles são consumidos pelos impulsos desse novo relacionamento e, mesmo que não se conheçam tão bem assim, acreditam que esse tempo foi suficiente para terem certeza de que são almas gêmeas e estão destinados um ao outro pra sempre. A forma como tudo começou não tinha importância, mas sim o presente, os momentos que vivem juntos, o que sentem um pelo outro. Mas com o passar do tempo, Fisher e Ivy percebem que se apaixonar é muito fácil mas manter um relacionamento vai além do que eles imaginaram inicialmente...

Narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Fisher, vamos acompanhando os momentos que vem depois do casal ter se envolvido, mostrando os detalhes do que acontece quando são tocados pelo amor. O livro funciona como uma abordagem à rotina conturbada de um casal, descrevendo os sentimentos que envolvem preocupações e inseguranças diante dos problemas que os relacionamentos estão sujeitos a enfrentar, deixando claro que não é possível viver de amor e que pra enfrentar as dificuldades é preciso olhar além para que os obstáculos impostos pela vida possam ser superados com sabedoria e paciência.

Confesso não ter sentido muita simpatia por Ivy ou Fisher, mesmo que eu saiba que muitos casais são como eles. Com o passar do tempo a convivência passa a fazer parte da rotina, logo é difícil manter as chamas daquela paixão arrebatadora acesas, mesmo que o amor não tenha acabado.
Ivy é controladora, impulsiva e insuportável, e ter a personalidade forte não é nenhum elogio quando o assunto é ela. Fica claro que o relacionamento não é nada saudável e muito menos equilibrado devido as coisas que ela faz e fala e acompanhar Fisher se submetendo a esses caprichos me fez querer sacudí-lo feito um boneco pra ver se ele acorda pra vida e se dê o devido valor. Por mais que ela o trate mal, Fisher idolatra essa mulher mais do que tudo como se ela fosse perfeita, e talvez isso seja um impulso pra ela continuar agindo feito uma maluca, mostrando que ainda falta a eles percorrer um caminho muito longo para amadurecerem e fazerem a coisa realmente dar certo como deveria.
Paralelamente a história principal, acompanhamos a subtrama envolvendo Phil e El, um casal homossexual que enfrenta um drama bastante delicado. El enfrenta uma doença terminal mas o amor incondicional que eles nutrem um pelo outro se torna um exemplo muito bonito e inspira os protagonistas a levarem aquilo pra eles mesmos. Enquanto Phil e El são marcados pelo fim de um relacionamento (mesmo que de forma trágica e muito triste), Fisher e Ivy mostram o início, e esse contraste acabou dando à trama um ar bastante original à história, evidenciando os altos e baixos de relacionamentos em geral e seus inevitáveis fins, independente de como venham.
Os demais personagens secundários deram um tom de muito bom humor à trama e mostram que as pessoas que fazem parte da vida de um casal interferem ou influenciam em determinadas escolhas que são feitas.

Nós Dois teve um efeito nostálgico em mim, me fazendo recordar de alguns relacionamentos (mesmo que eu tenha tido poucos até então) e suas fases boas e ruins. Ele retrata a vida a dois de forma honesta, sincera e realista, e mostra como esse sentimento tão forte que é o amor é capaz de transformar pessoas, seja para uní-las, para colocar suas vidas de cabeça pra baixo ou para realçar suas imperfeições que acabaram fazendo dessa história algo bonito e verdadeiro.

Um comentário

  1. Gostei da proposta do livro. Amei a capa. Mas fiquei na dúvida se lia, além disso sua resenha apesar de positiva, me deixou confusa em relação a: "será que eu gostaria de, realmente, ler este livro?"

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir