23 de novembro de 2016

O Erro - Elle Kennedy

Título: O Erro - Amores Improváveis #2
Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Gênero: Romance/NA
Ano: 2016
Páginas: 280
Nota:
Onde Comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída.
Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco.
Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.

Resenha: O Erro é o segundo volume da série Amores Improváveis (Off-Campus) escrita pela autora Elle Kennedy. O livro foi publicado no Brasil pelo selo Paralela, da Companhia das Letras.

John Logan faz o tipo irresistível. Lindo, charmoso, engraçado e cheio de piadinhas sarcásticas, ele é um cara cheio de atitude e parece ter a vida perfeita... Mas por tráz de tudo isso, além de enfrentar uma situação difícil e delicada que envolve sua família, ele ainda é apaixonado por Hannah, namorada de Garret, seu companheiro do time de hóquei e melhor amigo. Pra não estragar a amizade, Logan decide sair pra espairecer e parar de pensar em Hannah, mesmo sabendo que poderia ter qualquer garota aos seus pés, e, de forma inusitada, ele conhece Grace, uma garota doce e inteligente que está no primeiro ano da faculdade e, a princípio, planejava continar sendo a garota certinha que sempre foi, seguindo regras e sendo orgulho dos pais. Mas Grace parece estar cansada de não aproveitar sua juventude. Enquanto Ramona, sua melhor amiga, se diverte saindo com os caras e aproveitando as festas da faculdade, Grace foca nos estudos e sente que está perdendo alguma coisa. E por esse motivo ela decide que também vai curtir a vida, e isso acontece quando Logan aparece em seu quarto por engano. Este pequeno engano acabou rendendo aos dois um momento íntimo mas que não terminou como ela pensou... Então, Logan reconhece que deixou a pobre na mão, resolve se redimir e procurá-la outra vez, mas ele comete um erro nada agradável e essa pisada de bola acabou fazendo com que eles se afastassem.
O problema é que depois Logan cai na real e percebe que tem sentimentos por Grace, e ele fará o possível e o impossível pra reconquistá-la e ter uma segunda chance.

Quem leu O Acordo sabe que a simpatia que Logan desperta em qualquer um já é um caso antigo, e embora ele tenha algumas atitudes egoístas e seja inconveniente e arrogantes às vezes, é perfeitamente possível associar isso ao que ele sente, aos problemas que enfrente e esconde dos outros. É difícil ter uma queda pela namorada do melhor amigo, afinal, não escolhemos de quem gostamos, mas lutar contra isso é uma prova de que ele sabe o quão errado isso soa mesmo que isso o deixe destruído. Ele sente vergonha e o desconforto é evidente, mas se entregar à bebida e ficar com todas as garotas que aparecem em sua frente não é o remédio para isso, ele só não se tocou ainda, e nem encontrou alguém que fizesse seu coração balançar...
Ter um pai alcoólatra que só coloca ele e o irmão pra baixo também não é uma situação fácil pra se lidar. Ele precisou aprender a ter responsabilidades muito cedo, a cuidar da oficina do pai e encarar a realidade que o aguarda depois que se formar na faculdade. Mesmo que ele se dedique ao hóquei, ele sabe que terá que abrir mão de fazer disso uma carreira, então ao conhecer sua história de forma geral, Logan é aquele tipo de personagem a ser admirado, não só por ser lindo e irresistível, mas pelo que passou e pelo que ainda passa, mesmo que cometa erros. Isso só prova o quanto ele é real e humano.

Por outro lado, temos Grace. Ela tem um coração de ouro, mesmo que seja meio antissocial e fale pelos cotovelos quando fica nervosa, o que acaba fazendo dela um tipo de alívio cômico na história. Por mais que ela seja dedicada e sua vida seja mais fácil do que a de Logan, ela nunca menospresa os outros ou se sente superior a ninguém. Ela é divertida e tem o pé no chão, não se preocupa em agradar os outros fingindo ser quem não é e, incrivelmente, consegue se manter firme quando as coisas parecem estar desabando sobre sua cabeça. Talvez tudo que tenha passado tenha servido de experiência para sua nova vida, e com isso ela amadurece bastante no decorrer dos acontecimentos.

Eu gostei da química que Grace e Logan passaram a ter. Eles são bons juntos, de todas as maneiras, e mesmo que Logan possa pensar que inicialmente Grace não passe de uma distração, com o passar do tempo ele começa a enxergar o que ela, de fato, representa pra ele, e claro, o leitor se surpreende com um romance que acaba fugindo de clichês.
Às vezes fico com uma impressão meio negativa com a forma que os autores retratam a vida na universidade em livros desse gênero, que sempre gira em torno de "sexo, drogas e rock'n roll". É meio cansativo, confesso, mas acaba sendo um bom pano de fundo para o desenrolar do enredo que talvez seria diferente em outro cenário...

Mantendo o padrão do primeiro livro, as capas combinam entre si e a diagramação é simples e bem feita. Os capítulos são iniciados com o nome do protagonista da vez, os diálogos são apresentados com aspas em vez de travessão, as páginas são amarelas e não percebi erros na revisão.

A autora nos apresentou um romance new adult recheado de toques de muito bom humor e de momentos super calorosos. Essa combinação não decepciona e é impossível não se envolver com essa história que com certeza deixou uma marquinha no meu coração.


Um comentário

  1. Ainda não li o primeiro livro da série e estou mujito curiosa sobre a história. Pelo que li em sua resenha, o livro não é tão bom quanto o primeiro mas envolve o leitor assim mesmo. Gostaria muito de ler.

    ResponderExcluir