18 de setembro de 2016

O Acordo - Elle Kennedy

Título: O Acordo - Amores Improváveis #1
Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Gênero: Romance/NA
Ano: 2016
Páginas: 360
Nota:
Onde Comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto. Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha.
Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.
Resenha: O Acordo é o primeiro volume da série Amores Improváveis (Off-Campus) escrita pela autora canadense Elle Kennedy. O livro foi publicado no Brasil pelo selo Paralela, da Companhia das Letras.

Hannah Wells é uma das melhores alunas da Universidade Briar. Mesmo tendo tirado nota máxima numa prova de Ética Filosófica onde 70% dos alunos foram mal, o que realmente lhe interessa no momento é Justin Kohl, mas ele mal sabe quem ela é...
Na mesma faculdade, Garret Graham, capitão do time e muito mulherengo, só pensa em se formar para jogar hóquei profissional, mas por ter feito parte dos 70% que foram mal na prova e ter as piores notas da faculdade, seus planos estão fadados ao fracasso. Se ele não melhorar suas notas estará fora do time.
Eis que o destino coloca os dois lado a lado, Garret insiste (e insiste muito) para que Hannah o ajude a melhorar suas notas e em troca ele iria ajudá-la a chamar atenção de Justin. E com esse acordo firmado, temos a premissa da história que se desenrola de forma muito cativante sendo impossível largar.

A narrativa é bastante leve e descontraída e é feita em primeira pessoa. Os capítulos são alternados entre Hannah e Garret, logo é possível que o leitor fique bem próximo e a par de seus pensamentos e sentimentos.
Hannah é relutante e resiste bastante aos encantos de Garret... Tudo começa na base da amizade e permanece assim por um bom tempo até que alguma coisa aconteça e as faíscas comecem a aparecer... As coisas não surgiram do além e nem aconteceram instantaneamente do dia pra noite, pulando etapas e ultrapassando as barreiras da realidade, então pude aproveitar, gostar e acreditar nesse relacionamento que foi sendo construído aos poucos. Eles formam um casal ótimo, cheio de química e que tem tudo para dar certo, mostrando que nem sempre aquilo que admiramos ou idealizamos em alguém é algo que realmente vale o esforço... A medida que o tempo passa, as primeiras impressões que ambos tinham um do outro começam a ser descontruídas. Hannah pensava que Garret só queria saber de mulherada e esporte, e por ser tão arrogante nunca teria nada a oferecer quando o assunto fosse sentimentos verdadeiros, mas a convivência acaba fazendo com que ela perceba que Garret é bem diferente do que aparenta ser, e Hannah passa a notá-lo com outros olhos... Ele é dedicado e é impossível não admirá-lo pelo carinho e pela forma como ele se entrega a Hannah como nunca havia feito com ninguém.
Hannah não se destaca apenas pela inteligência. Ela é bem humorada, espirituosa e pé no chão. Mesmo tendo passado por uma situação terrível no passado, ela levantou a cabeça, fez - e ainda faz - de tudo para superar o trauma que vivei.
Cada um deles possuem virtudes distintas, mas também carregam problemas pessoais e traumas que intensificam a carga dramática da história fazendo com que eles se admirem e se ajudem de forma recíproca. E o que era amizade acaba se transformando em algo mais intenso, mais sério e mais bonito.

Eu sei que livros New Adult parecem sempre ter a mesma base... Jovens universitários que sofreram alguma tragédia pessoal ou traumas no passado que juntos superam os problemas e tudo mais. É clichê, é previsível, mas quando uma história, que tem elementos pesados e difíceis, é contada de forma natural e sutil, a experiência com a leitura se torna diferente e muito mais satisfatória, principalmente quando os personagens são bem construídos com a dose perfeita de cada elemento para que a trama funcione bem.

A capa é bonitinha e condiz bem com a proposta do livro. Ela tem uma camada de verniz na "foto" dos personagens enquanto o restante é fosco. As páginas são amarelas, é fonte é razoavelmente pequena e a revisão está ótima. Seguindo o padrão da Paralela, que costuma manter as características da diagramação do livro original em inglês, os diálogos são apresentados com aspas em vez de travessão, e, por já estar acostumada com o estilo da maioria dos livros publicados através desse selo, não vejo problemas nisso.

Enfim... Pra quem gosta livros sobre jovens que buscam pela superação, com uma história bem desenvolvida protagonizada por personagens imperfeitos mas ao mesmo tempo adoráveis, e de quebra ainda ler sobre algo que faz refletir, principalmente sobre julgarmos alguém sem conhecer bem essa pessoa, é leitura mais do que indicada. Ansiosa pelo segundo volume, O Erro.

8 comentários

  1. Que me lembre nunca ouvi falar deste livro, talvez ainda não tenha saído em Portugal... É o mais provável, uma vez que regra geral os livros são sempre editados primeiro no Brasil e so chegam a Portugal uns meses depois. Mas o livro parece ser bem bom, o tipo de leitura que me agradaria, quando tivesse mais tempo livre.
    Beijinho. :)
    http://www.mariasemlimites.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Já li várias resenhas sobre esse livro mas mesmo assim não estava com vontade de ler o livro. Depois comecei a ler os comentários em vários blogs, e o que li me chamou a atenção pois era muito elogio. Então, já viu. A curiosidade está maior e desejo ler o livro. Quanto a resenha, gostei dela e me aguçou mais a curiosidade ainda.

    ResponderExcluir
  3. Flavia, logo lendo sua resenha a premissa do livro me lembrou "D.U.F.F" e outros filmes, por nele conter uma garota inteligente que deve ajudar um jogador da escola em uma matéria que ele vai mal, bem clichê.
    Ainda não havia lido nada sobre o livro, sua resenha foi o primeiro contato que tive com o livro e posso dizer que ele me interessou bastante. Além de eu amor um clichê, quero saber um pouco mais sobre o passado da Hannah e ver o desenrolar do relacionamento deles.

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada da autora, porém já li muitas resenhas positivas. Leio pouco New Adulto e alguns que li não gostei muito, por outro lado gosto de romances clichês. O passado de Hannah me deixou bem curiosa.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei super querendo conhecer o casal Hannah e Garrett, e que bom que a história não é óbvia!! Como diz o ditado, as aparências se enganam!! A resenha ficou muito boa!! É sempre bom ler um livro em que os personagens se desenvolvem tão bem!!

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro livros de romance vou amar ler este principalmente quando fala de amor, eles acabam se apaixonando lindo, assim que eu gosto, caso não ganhe vou comprar em março aqui no rio em tardes sensuais. Eu adoro ler sabrina pois adora historia de amor, agora estou adorando mais ainda.

    ResponderExcluir
  7. Já tinha visto falar desse livro antes mesmo de ser publicado por aqui, por quando soube que a editora seguinte tinha comprado os direitos fiquei bastante feliz. Amo esse gênero, e por mais que a premissa dos livro sejam iguais, o torna muita das vezes uma leitura previsível, ainda sim e uma livro que me desperta interesse. Achei o casal bem envolvente e cativante, quero muito esse livro.

    ResponderExcluir
  8. Estou doida pra ler esse livro, curto muito um New Adult, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir