9 de setembro de 2016

Raio de Sol - Kim Holden

Título: Raio de Sol
Autora: Kim Holden
Editora: Planeta
Gênero: New Adult
Ano: 2016
Páginas: 448
Nota:
Onde Comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: Segredos. Todo mundo tem um. Alguns são maiores que os outros. Alguns, quando revelados, Podem curar você... E outros podem acabar com você. Faça épico, costuma dizer Kate Sedgwick quando quer estimular alguém a dar o melhor de si. Nascida numa família-problema, com direito a mortes e abandono, a garota de dezenove anos sempre buscou fazer a diferença. Em vez de passar os dias lamentando os infortúnios da vida, como tantos fariam em seu lugar, sempre vê as coisas pelo lado positivo não é por outro motivo que Gus, seu melhor amigo, a chama de Raio de Sol. E é por isso que, quando passa na faculdade e se muda da ensolarada San Diego, na Califórnia, para a fria cidade de Grant, em Minnesota, ela leva consigo apenas boas lembranças e perspectivas. O que ela não espera é que será surpreendida pelo amor único aspecto da vida em relação ao qual nunca quis ser otimista ao conhecer Keller Banks, um rapaz que parece corresponder aos seus sentimentos. Acontece que tanto ele quanto ela têm um segredo. E segredos, às vezes, podem mudar tudo.
Resenha: Quem nunca passou por um momento difícil na vida? Quem de nós não passa por tempestades e espera que elas findem logo? Para momentos de dificuldade, Kate é a pessoa perfeita para ajudar. A moça de dezenove anos passou por tudo que muitas pessoas não suportariam, mas viu tudo sempre com bons olhos e tentou superar suas provações com maturidade. Seu amigo, Gus, a apelidou de Raio de Sol, para exemplificar o que a garota representa não só na vida dele, mas na de todos a sua volta. O livro de Kim Holden aborda na trajetória de Katie o quão precisamos ser resilientes para enfrentar alguns dilemas da vida.

É em meio a dificuldades e problemas que nós podemos descobrir quem realmente pode se fazer presente na nossa vida. Kate, ou Raio de Sol, é o tipo de amiga que se pode contar em todas as horas. A protagonista tem um brilho que resplandece ao seu redor e contagia quem está por perto. Clayton, seu amigo gay, passa por dificuldades e ela está sempre pronta para lhe oferecer o ombro. Sugar, sua amiga-inimiga-de-quarto na faculdade, também necessita de ajuda e ela está a postos para isso. Para Gus, a garota representa uma parte dele . Ela é uma é muito fácil se afeiçoar, tanto pela sua jovialidade e alto astral quanto por sua maturidade e cabeça centrada.

Gustov, ou Gus, é o típico bad-boy que encontrado em diversos romances new adult. Mas o garoto, diferente de alguns que são possessivos e controladores ao extremo, se mostra muito calmo e é um alicerce na vida de Kate. O rapaz é um complemento e uma cara metade, mesmo que só na "amizade". Já Keller, é o oposto do melhor amigo de infância de Raio de Sol. Ele é mais comedido, tem uma carinha de bebê e está pronto para dar o amor que Katie necessita. Mas não há triângulo amoroso em que eles disputam a atenção da protagonista, já que Kim trouxe uma mensagem diferente com essa história. Ambos os rapazes desempenham papeis distintos na vida de Raio de Sol, cada um deixando sua marca memorável.

O que Holden não apresenta de novo é o conteúdo como um todo, mesmo tendo uma bonita lição em sua trama. Elementos já muito conhecidos e clichês não conseguiram fazer a história brilhar como um verdadeiro raio de sol. A narrativa é feita em primeira pessoa, ora por Katie ora por Keller, como em diversos livros do gênero. As quatrocentas e quarenta e oito páginas não parecem tão necessárias, quando fica nítido que muito do conteúdo parece repetitivo no que diz respeito à protagonista e as situações cotidianas. O amor entre ela e Keller nasce de forma natural e há uma passagem longa de tempo, o que torna o sentimento mais crível.

A capa e a sinopse fazem menção a um segredo, e quem não gosta de grandes surpresas? Pode ser nisso que a história não faz jus. Esse poderia ser o elemento chave para transformar o final em algo surpreendente, mas isso não ocorreu. Não é como descobrir quem matou fulano, ou como que o casal conseguirá ficar junto; o que Raio de Sol apresenta é somente mais um clichê que não surpreende e se torna previsível na metade do livro. Apesar de se tratar de um romance new adult, a necessidade de apresentar algum elemento surpresa não é tão grande, sendo que o foco é a relação entre o casal, mas já que a autora se propôs a isso, seria bom ter cumprido com algo que realmente fizesse o queixo cair.

Kim Holden empregou no livro a ideia que devemos sempre ajudar o próximo, que as situações devem ser encaradas com um sorriso, quando possível, e que no final sempre há um pôr do sol para enxergarmos. Ao público jovem, a qual o livro se destina, a vida de Kate pode ser uma oportunidade de usar muitos lencinhos. A história não apresenta nada de novo, mas pode agradar aos leitores que gostaram de livros como A Culpa é das Estrelas e Por Lugares Incríveis.

Nenhum comentário

Postar um comentário