22 de abril de 2016

Lick - Kylie Scott

Título: Lick - Stage Dive #1
Autora: Kylie Scott
Editora: Universo dos Livros
Gênero: New Adult
Ano: 2015
Páginas: 304
Nota:
Onde Comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: No impulso de uma noite de diversão e bebedeira em Las Vegas, Evelyn Thomas casou-se com um desconhecido. No dia seguinte, porém, ela se deu conta de que aquilo fora um terrível engano. Então, decidiu manter este pequeno deslize em segredo. O que Evelyn não sabia era que havia se tornado a esposa do cobiçado David Ferris, guitarrista da famosa banda de rock Stage Dive. Agora, ao retornar para sua casa em Portland, ela terá de enfrentar as perseguições de repórteres, fugir às loucuras das fãs do astro e ainda encarar sua família, que não demonstrou nenhum contentamento com o ímpeto matrimonial da jovem filha. Será que Evelyn conseguirá resistir às delícias de David a fim de permanecer como “a garota certinha” ou decidirá embarcar nessa glamourosa aventura junto ao marido rockstar?

Resenha: Lick é o primeiro volume da série new adult Stage Dive escrita pela autora australiana Kylie Scott e publicado no Brasil pela Universo dos Livros.

Evelyn Thomas sempre planejou os detalhes da própria vida. Sempre centrada no futuro e colocando os estudos em primeiro lugar, nunca se permitiu se envolver amorosamente e seu foco está em seus planos. Mas quando ela foi comemorar seu 21º aniversário em Las Vegas com Lauren, sua melhor amiga, e o que deveria ser uma noite de pura diversão, acaba mudando sua vida.
Depois de ter acordado no chão do banheiro do hotel com uma terrível ressaca, a última coisa da qual ela consegue se lembrar é de se divertir com Lauren, conversar com um cara e de ter enxugado vários shots de tequila! O que Ev não esperava era descobrir que aquele cara maravilhoso, seminu e cheio de tatuagens com quem ela dormiu agora é seu marido e, além de ter um anel enorme em seu dedo, o nome dele estava tatuado em sua bunda!
Logo de cara, Ev destruiu o ego do rapaz o surpreendendo, pois ela não se lembrava de nada do que aconteceu e mal sabia quem ele era na verdade. David é o guitarrista e compositor da Stage Dive, uma banda de rock famosa que rende ao rapaz uma orda de fãs histéricas e vários papparazis em seu encalço.
Acordar casada, principalmente com um astro da música (oi, Britney!), era um fator que, com certeza, não fazia parte de seus planos, logo, Ev passa a se confrontar com o dilema do divórcio e dos holofotes que pairam sobre ela depois de ter se casado com David.

Narrado em primeira pessoa, Lick é uma história despretensiosa, simples, cheia de doçura, romântica e com toques de sensualidade de tirar o fôlego. A escrita da autora é maravilhosa e viciante, com toques de muito bom humor que nos mantém presas à leitura, e a forma como as coisas são descritas dão um novo ar ao gênero.
Mesmo que o casal se conheça e se case impulsionados pelo momento de forma tão rápida, a química que existe entre Evelyn e David é inegável, e por mais clichê que a história possa parecer, a forma como é contada se torna um diferencial entre os new adults que seguem esse tipo de fórmula.
Ev é uma personagem espirituosa e engraçada, cheia de tiradas hilárias, que acaba encarando toda a situação com inteligência e leva várias coisas na esportiva a fim de contornar o que acontece. A forma como ela toma decisões e lida com a situação é satisfatória e ela se tornou uma personagem da qual passei a admirar bastante mesmo que em alguns momentos ela pareça meio songa.
Super curti a forma como eles decidem dar pra si mesmos uma oportunidade de explorar o sentimento que poderia se intensificar ainda mais enquanto aguardam a papelada do divórcio, e embora David tenha seus defeitos, ele é o tipo de cara doce, meigo e que arranca suspiros de qualquer uma. Apesar dele ter ficado desapontado com Ev por ela não se lembrar de nada na noite em que se casaram, seu maior desejo é que ela se lembre, e em meio a idas e vindas, e obstáculos que não podem faltar, claro, resta que nós leitoras, suspiremos. O que é evidenciado é que por mais que ele tenha chegado longe com a Stage Dive e amar música, ele está saturado de garotas interesseiras se jogando sobre ele, e Ev desperta seu interesse justamente por ser o contrário de todas elas...

Os demais personagens possuem a devida profundidade e são funcionais a ponto de tornar a história consistente mesmo que não tenha muita complexidade.
Mal é o baterista da banda e seu papel na história é tão bom e cativante que queria começar a ler o segundo volume, Play, antes mesmo de terminar o primeiro.
Eu só senti falta do ponto de vista de David para os acontecimentos, saber o que se passa pela sua cabeça assim como soube de Ev, pois já que a série leva o nome da banda formada por rapazes (David, Mal, Jimmy e Ben), por que a perspectiva é apenas das mulheres?

A capa, cá entre nós, é um arraso de linda. O que é esse cara com essa tatoo super foda?
A diagramação é simples, as páginas são amarelas e fiquei tão empolgada durante a leitura que nem percebi quaisquer erros de revisão.

Posso dizer que Lick trata da questão que é seguir o coração, abordando sonhos, segundas chances e a descoberta do amor da forma mais improvável, sem drama em excesso, com um pequeno toque de suspense e com romance na medida certa. É super gratificante acompanhar personagens que reconhecem os próprios erros e tentam corrigí-los, tornando-os mais verdadeiros e próximos de nós.
Mesmo que o livro faça parte de uma série, o primeiro volume é fechado. Os demais livros abordam outros personagens de forma que o aprofundamento sobre eles se torne bastante completo.

Comecei a ler sem muitas expectativas mas acabei me surpreendendo. Simplesmente adorei e recomendo a quem procura por uma história de amor fofa, descomplicada, leve e que vai mexer com nossas emoções de forma super doce.


Nenhum comentário

Postar um comentário