25 de setembro de 2015

Belas Mentiras - M. Leighton

Título: Belas Mentiras - Pretty Lies #1
Autora: M. Leighton
Editora: Record
Gênero: NA
Ano: 2015
Páginas: 280
Nota
Onde comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: Inocente, pura e doce, Sloane sempre foi superprotegida pela família, mas ela jurou a si mesma que, ao completar 21 anos, tudo seria diferente. E, quando o relógio bate meia-noite, Sloane está pronta para sair do casulo e quebrar algumas regras. O jovem Hemi tem vários talentos, mas manter o controle, infelizmente, não é um deles. Acostumado a fazer o que sempre quis, nunca precisou se importar muito com as consequências de seus atos. Até que uma tragédia mudou para sempre sua vida. Agora ele tem apenas uma missão, e nada é capaz de afastá-lo de seu objetivo... Até conhecer Sloane. Mas nada que Sloane e Hemi viveram até hoje foi capaz de prepará-los para o que está por vir. Quando essas duas almas problemáticas se encontram, a conexão é imediata, e eles não têm outra escolha a não ser mergulhar em um mundo de loucura, paixão e devassidão. Porém, os dois têm algo a esconder, e logo vão descobrir que a tentação está nos pequenos detalhes. E é nos pequenos detalhes também que se encontram as mais belas mentiras.

Resenha: Belas Mentiras é o primeiro volume da série Pretty Lies escrita pela autora M. Leighton e publicado no Brasil pela Editora Record.
Sloane sempre foi protegida pela família e criada com todo o cuidado do mundo. A família, composta pelo pais e três irmãos policiais, a enxerga como alguém delicada, inocente e que deve ser tratada como uma princesa que estivesse em perigo. Dessa forma ela nunca teve liberdade para fazer nada que tivesse vontade, nunca pôde sequer falar palavrão sem ser punida e nunca pôde se aproximar de garotos pois seus irmãos afastavam e apavoravam qualquer um. Assim, quando completou seus vinte e um anos, Sloane decidiu que estava pronta para quebrar essa redoma que sua família construiu sobre ela, mostrar que poderia andar com as próprias pernas e ter alguma independência, e sua primeira atitude "ousada" foi procurar um estúdio de tatuagens, o Ink Stain. E foi assim que ela conheceu Hemi, o tatuador. A atração é inevitável, ela não conseguia tirar os olhos dele e ela não imaginou que eles teriam uma ligação instantânea e muito intensa... Mas Hemi, pois mais que tenha percebido os olhares da garota, parece esconder segredos que envolvem seu passado e, ainda que isso o torne ainda mais sedutor aos olhos de Sloane, se envolver com a jovem não parece ser uma boa ideia. Ele inclusive não quer se envolver com ninguém para que isso não atrapalhe seus objetivos. A família dela, como era de se esperar, não aprova o rapaz. Mas quando a família começa a sofrer ameaças e a correr perigo, e Hemi parece ter algum envolvimento com isso, as coisas fogem do controle. Os objetivos dois dois passam a ter interferências e nenhuma mentira é capaz de mascarar um passado cheio de problemas.

Devido a sua criação rígida, Sloane é certinha e ingênua demais e é exatamente o tipo de garota que Hemi quer evitar a todo custo. Ele sempre preferiu mulheres mais experientes, aquelas que sabem o que querem e das quais ele não precisa ensinar nada, que o deixem sem que ele precise mandá-las embora. Mas a medida que as sessões da tatuagem de Sloane vão tomando prosseguimento, os dois vão se conhecendo melhor e descobrem que possuem interesses em comum.
Ainda que inocente, Sloane com essa ideia de se soltar das amarras é bastante corajosa, mas é cheia de dilemas envolvendo a família, a perda da mãe, a super proteção do pai e dos irmãos e pela questão de ainda ser virgem. E tudo isso acaba fazendo com que sua vontade de provar que já é adulta e que pode ser dona do próprio nariz seja, muitas vezes, um fracasso, já que nem sempre ela optava por tomar uma atitude inteligente.
Os demais personagens, ainda que insuportáveis ou nada simpáticos, foram muito bem construídos mas como a história é focada em Sloane e Hemi, eles acabam ficando em segundo plano.

O livro é narrado em primeira pessoa alternando entre Sloane e Hemi e é muito bem escrito. A leitura é envolvente, fluída e conquista logo de cara mas talvez por ser um New Adult e já ter elementos conhecidos, como a mocinha virgem que decide radicalizar a vida fazendo coisas que ninguém esperava e se envolvendo intensamente com um bad boy com passado negro e cheio de segredos, a impressão que fica é a de deja vú. Por mais que a ideia de ler sobre pensamentos sórdidos envolvendo assuntos sexuais vindos de alguém tão sexy e provocante seja tentadora, não há muita inovação. Tudo acaba sendo previsível e recheado de clichês mas curti a ideia da autora em unir duas pessoas, que são completamente o oposto uma da outra, pela paixão que eles possuem por arte.
Senti que o drama criado por trás de todo aquele desenvolvimento gradual do envolvimento dos protagonistas não foi forte o bastante pra tornar a história inesquecível e ainda se concluiu muito rápido. Foi algo que funcionou mais como um pano de fundo de uma história sobre um casal que tem química mas precisa enfrentar obstáculos e abrirem mão de coisas que não tinham intenção inicialmente para ficarem juntos. Mas só pela escrita da autora e a forma como me mantive presa à leitura já valeu a pena.
Não decidi ainda se gostei do final do livro. A autora decidiu encerrar a história para que os próximos volumes possam tratar dos dilemas de outros personagens e ao que tudo indica o outro vai trazer o irmão de Hemi.

A capa é bem bonita e ainda dá um ar de mistério e sensualidade ao mesmo tempo. A páginas são amarelas, a diagramação é simples, os capítulos são bem curtos com o nome do personagem da vez no começo e não encontrei erros.

Pra quem gosta do gênero, recomendo muito, mas acho válido ressaltar que outros romances do tipo devem ser "desconsiderados" para que a leitura seja melhor aproveitada a fim de evitar comparações.



Um comentário

  1. Oi Flavia! Quanto tempo! Rs...
    Tudo bem?
    Os dias tem sido tão corridos que eu nem tenho tido tempo de passear por aqui com a mesma frequência com que vinha antes!

    Estou doida pra ler um livro hot faz tempo... E nunca encontro um que me interesse!
    Sua resenha me deixou com vontade de ler Belas Mentiras meio que pra ontem!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Queria aproveitar pra lhe agradecer pelo trabalho maravilhoso que fez em nosso layout! Ainda não tenho conseguido postar diariamente como pretendo em breve, mas estou super feliz com o resultado de tudo. Adoraria receber sua visita! Assim vc pode ver seu trabalho no ar!
    Rsrsr...

    Beijos!
    Fabi Carvalhais.
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir