24 de outubro de 2014

O Menino do Pijama Listrado - John Boyne

Lido em: Janeiro de 2012
Título: O Menino do Pijama Listrado
Autor: John Boyne
Editora: Seguinte
Gênero: Drama/Juvenil
Ano: 2007
Páginas: 190
Nota: 
Sinopse (da orelha do livro): É muito difícil descrever a história de O menino do pijama listrado. Normalmente o texto de orelha traz alguma dica sobre o livro, alguma informação, mas nesse caso acreditamos que isso poderia prejudicar sua leitura, e talvez seja melhor realizá-la sem que você saiba nada sobre a trama.
Caso você comece a lê-lo, embarcará em uma jornada ao lado de um garoto de nove anos chamado Bruno (embora este livro não seja recomendado a garotos de nove anos). E cedo ou tarde chegará com Bruno a uma cerca.
Cercas como essa existem no mundo todo. Esperamos que você nunca se depare com uma delas.

Resenha: O Menino do Pijama Listrado, escrito pelo autor John Boyne foi lançado no Brasil pela Companhia das Letras, mas este ano foi reimpresso pela 46ª vez, saindo pelo selo voltado ao público juvenil da editora, a Seguinte. O livro é um grande sucesso de vendas desde seu lançamento e publicação em 2007 e também ganhou uma adaptação cinematográfica bastante satisfatória se comparada ao livro.
A capa tem uma textura diferente, que lembra tecido e as páginas são amareladas. A diagramação é simples e os diálogos são apresentados com aspas em vez de travessão. Os capítulos são curtos e trazem no título uma ideia do que virá, e vez ou outra aparecem símbolos que ilustram o que o protagonista vê, mesmo que não saiba o que significam. Não encontrei erros e só tenho que dar os parabéns a editora pelo cuidado com a parte impressa do livro que, assim como a história, é simples mas muito bonita.

Depois de muito pensar, resolvi fazer a resenha desse livro de forma diferente... Qualquer detalhe do enredo que mostre onde o autor quer chegar seria um grande spoiler, então, vou abrir mão de maiores informações...
Pelo que consta na orelha do livro (vide sinopse acima) é impossível saber do que se trata, e quando investi nessa leitura, eu realmente não fazia ideia do que esperar. Talvez por isso eu tenha gostado e aproveitado bem mais. Acredito que se alguém já saiba do que se trata, mesmo que não tenha lido ainda, irá perder o melhor da história, que é justamente a descoberta das coisas aos poucos e de forma bastante inocente junto com Bruno, afinal, a história, mesmo que seja narrada em terceira pessoa, é contada pelo ponto de vista dele, que tem apenas 9 anos e não entende nem tem a menor noção do que se passa no mundo lá fora, nem mesmo quando chega até a cerca depois de uma exaustiva "exploração" e encontra Shmuel, um garotinho de pijama que, coincidentemente, nasceu no mesmo dia em que Bruno nasceu.

Então, caso você não tenha lido e ainda não saiba do que se trata (ou talvez saiba, mas não tenha noção da forma como a história é conduzida), recomendo que compre seu exemplar, pegue emprestado com um amigo (só não se esqueça do contrato de empréstimo nesse caso) e leia, deixando-se envolver e surpreender, como aconteceu comigo. Não procure por resenhas que revelam parte do enredo a fim de decidir se é uma leitura válida ou não, a menos que você não se importe com spoilers, pois como disse, a graça da história é justamente descobrir o que está acontecendo pela percepção do garoto. Pegue e leia, e só depois tire sua conclusão.

O Menino do Pijama Listrado é o tipo de livro do qual podemos vivenciar a história pelo ponto de vista de Bruno e pelos fragmentos de situações que ele presencia. Bruno é muito inocente e sem maldade, como qualquer criança, e é afastado de assuntos considerados impróprios para sua idade. Dessa forma, todas as informações são limitadas de acordo com sua percepção ou com informações vagas que recebe, o que faz com que ele não compreenda a gravidade da situação em que o mundo se encontra.
Vale ressaltar que por mais que o protagonista seja uma criança, não quer dizer que o livro é infantil, ou que deva ser lido por e para crianças. É um livro voltado para jovens e adultos devido ao seu teor que requer certa maturidade para captar os detalhes em cada descrição feita com bastante maestria pelo autor, até que tudo seja compreendido, mas não necessariamente aceito. Dessa forma, o leitor vai desvendando a história, que mesmo que seja contada com simplicidade e sutileza, é bastante intensa e carregada de emoções.



5 comentários

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro e sua resenha aumenta ainda mais a curiosidade.
    Beijos !
    seforasilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Flávia,

    Estou lendo esse livro no momento. Queria realizar esse leitura há muito tempo, pois eu sei do que se trata a história, pelo fato de ter assistido o filme. Estou sentindo muitas emoções, mesmo já sabendo o que irá acontecer. Um livro é sempre mais detalhado e sempre nos permite "sentir mais".

    Beijos! - Tão doce e tão amarga.


    ResponderExcluir
  3. Já o li, e derramei muitas lágrimas, é lindo e nos mostra uma coisa a cada capítulo!
    Dá uma passadinha no meu blog quando puder: http://sexofraldaserocknroll.blogspot.com.br/
    Bjs Linda ***

    ResponderExcluir
  4. Olááá
    Como vai?
    Adorei sua resenha, esse livro é tocante e lindo, muuuito essencial para qualquer idade, inclusive o filme tbm
    Que bom que gostou da leitura

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/10/tag-encontre-o-livro.html

    ResponderExcluir
  5. Bela resenha, já vi muitas pessoas falando bem desse livro, mas fico protelando em ler, pois o nome não me atrai muito. Acho que agora você me convenceu, mais um que entra na minha lista.
    Bjs Flávinha!

    ResponderExcluir