11 de dezembro de 2013

O Lírio Dourado - Richelle Mead

Lido em: Novembro de 2013
Título: O Lírio Dourado - Bloodlines #2
Autora: Richelle Mead
Editora: Seguinte
Gênero: Ficção/Literatura Juvenil
Ano: 2013
Páginas: 448
Nota: 
Sinopse: Em sua última missão, a alquimista Sydney Sage foi enviada a um colégio interno na Califórnia para proteger a princesa Moroi Jill Dragomir, e assim evitar uma guerra civil entre os vampiros que certamente afetaria a humanidade. Porém, a convivência com Jill, Eddie e principalmente Adrian leva Sydney a perceber que talvez os Moroi não sejam criaturas tão terríveis assim - e ela passa a questionar os dogmas que lhe foram ensinados desde a infância. Tudo se torna ainda mais complicado quando Sydney descobre que talvez tenha a chave para evitar a transformação em Strigoi, vampiros malignos e imortais, mas esse poder mágico a assusta. Igualmente difícil é seu novo romance com Brayden, um cara bonito e inteligente que parece combinar com Sydney em todos os sentidos. Porém, por mais perfeito que ele seja, Sydney se sente atraída por outra pessoa - alguém proibido para ela. E quando um segredo chocante ameaça deixar o mundo dos vampiros em pedaços, a lealdade de Sydney será colocada mais uma vez à prova. Ela confiará nos alquimistas ou em seu coração?

Resenha: Depois de descobrir quem estava por trás das tatuagens que davam algumas habilidades para humanos, Sidney está de volta para continuar sua aventura no mundo dos vampiros. A garota alquimista parece ter finalmente a chave para evitar a transformação dos Moroi em Strigoi e isso vai despertar a ambição de muita gente. Enquanto várias coisas acontecem na vida de Sidney, Brayden, um garoto muito interessante aos olhos dela, aparece para fazer um pouco de amor brotar em seu coração, sentimento ainda não experimentado pela jovem. O Lírio Dourado dá continuidade a série Bloodlines com muito mistério e divide o coração da protagonista entre fazer o que é preciso ou colocar seus sentimentos em primeiro lugar.

Quando li Laços de Sangue fiquei surpreso, pois não achava que seria fisgado por Richelle Mead. A narrativa fluiu muito, a história foi envolvente e me senti apaixonado pelo mundo dos alquimistas e vampiros. Ao ler O Lírio Dourado percebi que Bloodlines se tornou uma das minhas séries queridinhas.

A narrativa continua fluida e passando pelos meus olhos quase como se eu nem notasse. É meio clichê dizer isso, mas Richelle Mead escreve muito bem e sabe como fazer cada página do livro valer a pena. Toda a história passa tão rápido da primeira até a última página que ao chegar no fim fiquei triste por saber que terei que esperar até abril de 2014 para ler a continuação.

Sidney foi uma personagem que não me cativou em Laços de Sangue e ainda não conseguiu mudar sua imagem. A garota está longe de ser odiável, pelo contrário, é muito sensata e toma decisões bem coerentes o tempo todo. O problema é que as atitudes de Sidney visam sempre o bem alheio antes do próprio, o que acabou deixando a personagem muito mecânica. Nessa sequência a alquimista está mais sentimental (sem mimimi,claro) e pude acompanhar um lado um pouco mais pessoal dela. E o melhor disso é que os sentimentos da garota nunca ultrapassam a barreira da coerência.

Adrian Ivashkov, o Moroi que todos amam, também mudou meu conceito. O cara continua sendo egocêntrico na medida certa, fazendo com que eu goste ainda mais dele. A personalidade dele evoluiu e agora é notável que Adrian é um ser pensante por trás de todo aquele cigarro e cachaça, o que contribuiu para meu apreço crescer. Ok, a personalidade, falas e atitudes do vampiro beiram o clichê, mas e daí? Quem não gosta de algumas coisas clichês de vez em quando? (risos)

Diferente do primeiro livro, O Lírio Dourado tem um ritmo mais acelerado. Quem leu Laços de Sangue pôde notar que a história demora pra engrenar, mas quando isso acontece, não para. Foi muito bom ter nessa sequência um ritmo melhor com a adição de um novo mistério envolvendo o mundo dos Moroi, Strigoi, Dampiros e humanos. Sim, leitores, Richelle trouxe ainda mais questões para deixar a série Bloodlines melhor. A única ressalva é o ressurgimento de Dimitri. Sinto que o dono de um sex appeal incrível não vai deixar a série até seu fim, mas e se cansarem dele por ele ser um conhecido de longa data? Vou arrastar essa dúvida comigo até o final.

Quem ainda não leu Academia de Vampiros e não quer ler essa série com medo de spoilers tem que ficar ciente que em Laços de Sangue não dá pra notar se algum fato foi revelado, mas em O Lírio Dourado alguns spoilers básicos sobre a série anterior foram dados. Eu sou teimoso, comecei Bloodlines e só agora, depois do segundo livro, vou começar Academia de Vampiros e creio que irei amar igualmente.

11 comentários

  1. NOSSA, parece ser perfeito esse livro *_*
    To doido pelo primeiro e louco por esse <3
    Amei a resenha Lucas!!!!!!!!!!!
    http://www.umsonholiterario.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lucas! Resenha perfeita como sempre!
    Não tive nenhuma vontade de ler livros da autora, estou com uma ressaca enorme de vampiros... Quem sabe um dia?
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. ah vampiros <3
    sou apaixonada por vampiros, necessito dos livros dessa serie.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  4. Nossa eu ja tinha visto o livro mais nunca tinha lido uma resenha, e agora mais uma vez, acrescento mais 2 livros na minha lista. Esse livro parece ser muito bom e term vampiros <3 Então já quero *----*

    meupequenomundodeblablabla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. To louca pra ler o essa trilogia,a série ADV é a minha paixão;Alias,eu amo o Adrian.

    ResponderExcluir
  6. Porque será que tem tantos sobrenaturais por ai? Mas quer saber, eu gosto!! Adoro vampiros, fantasmas, lobisomens, bruxos, imortais e tals (se forem gatissímos então! rs)
    Adorei a resenha, ainda não li nem academia de vampiros nem Bloodlines! Mas com certeza já está adicionada a minha (nada) pequena lista de desejos!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um bom livro, o tipo que eu gostaria, se bem que parece te rum pouco de semelhança com instrumentos mortais, acho que as pessoas andam abordando muito o sobre natural.
    abraços!!!
    seforasilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. A autora sabe criar personagens e um mundo diferente. Amo os poderes que ela dá para os personagens. Não li essa série pois fiquei um pouco chateada com a série Academia de Vampiros, com o final dela. Mas, um dia dou sequencia e leio essa.

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nada dessa autora mas essa serie parece ser boa..ameeii as capas!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lucas, parabéns pela resenha, muito boa, cada vez me sinto com mais vontade de ler a série. AV é diva demais, e essa tbm não deve ficar pra trás. Bjs

    ResponderExcluir
  11. Lucas do céu!!!

    Amei! Virei fã da autora lendo laços de sangue. Estou com esse livro aqui e to vendo que terei que ler urgentemente.
    Amei sua resenha!
    Beijinhos
    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir