15 de junho de 2015

Toda Sua - Sylvia Day

Lido em: Março de 2015
Título: Toda Sua - Crossfire #1
Autora: Sylvia Day
Editora: Paralela
Gênero: Romance/Erótico
Ano: 2013
Páginas: 274
Nota
Sinopse: Ele era inteligente, bem-sucedido, rico e muito lindo.Fiquei obcecada por ele como nunca tinha ficado por ninguém, por nada. Ansiava por seu toque como uma droga, mesmo sabendo que aquilo me acabaria me destruindo. Eu tinha meus problemas, e ele fez com que viessem à tona muito facilmente. Gideon sabia. Ele também tinha seus problemas. E nós acabaríamos sendo o espelho que refletia os traumas – e os desejos – mais secretos do outro.Seu amor me transformou, e eu rezava para que nosso passado não nos separasse... 

Resenha: Toda Sua é o primeiro livro da série Crossfire da autora Sylvia Day e lançada no Brasil pela editora Paralela. Nesta leitura vamos conhecer os personagens, seus traumas e a turbulenta paixão que os envolve.
Eva Tramell é uma jovem que tem uma situação financeira boa por causa de sua mãe e os casamentos com homens ricos que ela já teve. Ela gosta de sua liberdade e independência, mora com seu melhor amigo, Cary, que conheceu quando ambos procuravam ajuda e, está para iniciar um novo emprego em uma agência publicitária na sede da Crossfire Building.
Através deste novo emprego que ela vai conhecer Gideon Cross, bilionário e dono da empresa. Um encontro inesperado causará neles sentimentos antes desconhecidos, e a entrega mútua da paixão que os consome irá despertar traumas que estavam adormecidos, tornando-os tão reais que a relação poderá ter uma interferência enorme a ponto de os separar ou os unir como um só...

O livro é narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Eva. Minha opinião sobre a narração é que seria melhor ter uma visão mais ampla dos acontecimentos, principalmente se tratando do mistério que cerca os personagens e que, aos poucos, vai sendo desvendado.
Os personagens podem ser clichês - homem bilionário que se apaixona pela mocinha - mas há um diferencial que os destaca: Gideon, mesmo sendo rico e desejado por todas, despertará afeição no leitor pois, mesmo parecendo forte e inabalável, possui traumas que o acompanha e o assombra, revelando seu lado fragilizado diante de sua máscara de ferro.
Eva, por outro lado, já instiga qualquer um que esteja começando a ler a dar tapas na cara dela, pois é uma mocinha um tanto irritante. Mas, por ter tido um passado um tanto perturbador e ficar evidente que ela está superando, posso dizer que ela é forte e obstinada.

A autora presenteia seus leitores com um romance cheio de erotismo, sem medir palavras, o que provoca uma viajem certeira e inebriante, mesclando paixão e sexo. Assuntos polêmicos como homosexualidade, estupro e traumas que deixam marcas também acompanham este romance, fazendo com que tudo se torne mais interessante e instigante, principalmente por terem sido tratados com a importância necessária.
É difícil não comparar este romance com o de E. L. James, já que a autora afirmou que Cinquenta Tons de Cinza foi sua inspiração para a sua série Crossfire, porém, a história de Eva e Gideon tem muito mais paixão e fogo.

A diagramação é simples e os diálogos são apresentados em forma de aspas em vez de travessão. Particularmente eu não gosto muito por me confundir um pouco mas os livros lançados pelo selo Paralela procuram manter o estilo original da obra e é comum que os diálogos em livros em inglês sejam assim. A fonte tem um tamanho confortável e as são folhas amarelas. A revisão está impecável e a capa segue o mesmo padrão da original.

A leitura foi bem agradável e prazerosa, com personagens que podem possivelmente irritar o leitor, mas, na minha concepção, os considero realistas. São através dos erros e acertos que ambos os personagens sofrem e através disso somos capazes de aprender e enxergar quem realmente nos ama e valoriza.
Estou bastante curiosa para ler a continuação, já que o final deste foi bem perturbador. Pra quem gosta do gênero erótico, cuja trama é bem desenvolvida e envolvente, recomendo!

2 comentários

  1. Ainda não li esse livro, mas esse é daqueles que tenho curiosidade e um dia quero ler, isso que comentou da narração em primeira pessoa é verdade o leitor fica com a visão "menos ampla".Quando eu ler aviso o que achei RSrs
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Li os 3 primeiros livros e esse primeiro é o melhor deles.

    SUA ESTANTE

    ResponderExcluir