16 de maio de 2013

Hex Hall: A Maldição - Rachel Hawkins

Lido em: Junho de 2013
Título: A Maldição - Hex Hall - Livro 2
Autora: Rachel Hawkins
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia/Sobrenatural/Juvenil
Ano: 2013
Páginas: 320
Nota:
Sinopse: Sophie Mercer pensava ser uma bruxa. Por isso foi mandada para Hex Hall, um reformatório para Prodígios - vampiros, fadas... - problemáticos. Mas isso foi antes de ela descobrir um terrível segredo de família... e que estava apaixonada por certo agente do L'Occhio di Dio, uma organização decidida a varrer da Terra os seres sobrenaturais. Agora, de férias com o pai, ela precisa decidir o que fazer com os próprios poderes, um noivo de última hora e uma conspiração que ameaça a paz entre mortais e mágicos.
Resenha: Atenção! Essa resenha pode ter spoilers do primeiro livro da trilogia, Hex Hall - Sortilégio.
Depois da grande confusão em que Sophie se meteu em que quase foi morta, descobriu que Archer, o garoto por quem ficou apaixonada, faz parte d'O Olho, e da chocante descoberta sobre sua avó Alice, o que resultou na morte de Elodie, a garota agora sai de férias com seu pai, Jenna, sua melhor amiga e vampira, e Cal, o zelador de Hex Hall e, pasmem, seu noivo! Sim, o noivado arranjado pelos pais aconteceu sem Sophie nem sonhar com isso, mas a sorte é que por mais que os dois fossem prometidos um ao outro, cabe a eles seguirem em frente com isso ou não. Todos vão para a Abadia Thorne, e lá ela conhece os irmãos Nick e Daisy, dois demônios que não se lembram de nada do que aconteceu em suas vidas antes deles terem sido transformados e que são protegidos pelo Conselho.
Sophie ainda não esqueceu Archer e por mais que tenha sido proibida de manter qualquer contato com o rapaz, ainda fica balançada quando ele aparece escondido para lhe visitar.
Nesse segundo volume, talvez por todas as descobertas e provações horripilantes que Sophie passou, ela está mais madura, tanto que insiste em passar por uma Remoção para que fique livre de seus poderes de uma vez por todas para que não arrisque causar mais problemas trágicos, ou mortes... Agora, na Abadia, Sophie, junto com seu pai que tenta lhe mostrar que há outros meios de conter essa magia sem ter que passar pela Remoção, passa a treinar e trabalhar seus poderes a fim de poder controlá-lo, pois agora sabe que uma guerra entre O Olho (a organização contra os seres sobrenaturais) e os Prodígios (os próprios seres sobrenaturais) está por vir e sem treinamento poderia estragar tudo, como sempre fez. E em meio a um treinamento duro, um noivado inesperado, um romance proibido, uma perseguição infernal e muitos segredos acerca de uma trama literalmente diabólica, Sophie irá fazer de tudo para escapar de toda essa confusão.
Por ter ficado super envolvida e completamente encantada com o primeiro livro, coloquei muitas expectativas na continuação, porém, por mais que a história seja muito boa e com uma narrativa super fluída, viciante e envolvente, achei que poderia ser melhor. Uma coisa que me incomodou foi que para Sophie aprender a controlar e usar seus poderes, ela precisaria de concentração, e outras coisas que pra mim não passou de uma cópia descarada do próprio feitiço do Patrono. Quem leu e sabe do que se trata vai identificar a mesma coisa ao ler esse livro...
Outro ponto que acho válido ser citado, é o que diz respeito ao título em inglês, "Demonglass", que aqui foi alterado para "A Maldição". O que Sophie realmente é e o que enfrenta por causa disso talvez seja um tipo de maldição, sim, mas o título em inglês cita o único elemento capaz de matá-la e é tão importante quanto. Por que Sophie só pode morrer se for atingida pelo "Vidro do Demônio"? Leia e descubra, por favor.
A capa também combina perfeitamente com a história e não poderia ser mais adequada.
Achei o romance da história aceitável mas bem clichê, pois Archer representa o cara bad boy, proibido, cheio de segredos e nada confiável, mas que continua fazendo o coração de Sophie palpitar, enquanto Cal, o noivo, é o cara certinho e aprovado pelo pai.
Todo o sarcasmo e humor tão presentes no primeiro livro se perderam um pouco nesse segundo, exceto nas cenas em que Sophie se depara com Elodie, que agora é uma fantasma que vaga por aí... Sophie continua cheia de ironia, mas achei que bem menos se comparada a primeira Sophie. Talvez seja por que amadureceu e a história tenha ficado mais séria e pesada por conta da guerra e da conspiração que existem, mas senti falta de mais humor.
A autora expõe questões como homossexualidade e preconceito com uma naturalidade e sutileza imensas, e isso me agrada muito, principalmente porque trazem uma história de amor e sacrifício de partir o coração, emocionante.
A diagramação é simples, as páginas são amareladas, as letras são grandes, o que torna a leitura fácil e rápida, e a tradução e revisão foram ótimas.
No mais, a história continuou bem empolgante e viciante, e estou ansiosa para ler a continuação "Spell Bound" que não faço ideia de quando será lançado aqui pra gente.

13 comentários

  1. Como eu ainda não li o primeiro livro, então pulei a parte de spoiler da sua resenha e fui logo para a sua avaliação do livro.
    Quando eu ler o primeiro livro, eu volto nessa resenha e leio. xD
    Mas a cada resenha dessa série me deixa mais curiosa ainda. haha

    http://resenhando-books.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!!!, Deus seja louvado na sua vida, o seu blog e as resenhas são maravilhosos amei sucesso
    já estou te seguindo - OBRIGADO PELA VISITA
    Curta e participe do meu blog e fan page
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, Hex Hall sempre me chamou a atenção, quando a resenha do primeiro eu já adorei, e mesmo o segundo tendo perdido uma estrela, vejo que não perdeu a qualidade, e ainda quero muito ler!
    A resenha maravilhosa XD

    Bjss!

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Gostei da resenha.
    Estou super ansiosa para ler este livro!!
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Flávia!
    Eu morro de vontade de ler o primeiro livro, está nos meus desejados há tempos! Mas ainda não consegui comprar, infelizmente.
    Dei uma lida por cima na resenha, e já olhei uma coisa: parece que a autora aborda várias temáticas além do sobrenatural, não é? Gostei!
    E uma coisa que eu TENHO que destacar: finalmente eles começaram a usar essas capas lindas. <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esses livros, mas me deu uma baaaita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  7. Ok! Tem spoilers e eu ainda não li o primeiro, então não lerei essa resenha. Mas eu tive que passar só pra dizer que essa capa é muito legal! =D

    Beijos
    Isa
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Oiee..
    gostei muito da capa também..
    Um dia ainda vou ler uma história assim..eu geralmente leio outras histórias...mas sempre fico curiosa com essas..
    Mas gosto de bruxas..rs

    Ficou otima a resenha..

    Beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Hum...não sei se leria esse livro ou o anterior.Não me despertaram muita atenção. Enfim, estou buscando leituras com algum conteúdo novo e evitando clichês...
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  10. Hum...não sei se leria esse livro ou o anterior. Não me atraiu muito...estou evitando clichês e procurando histórias com conteúdo inédito.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  11. Adoro livros que inventam novas realidades! Parece ser legal, gostei demais da capa, principalmente a parte de cima com o gatinho preto <3
    Visita lá, e se gostar, comenta/segue também:
    http://sea-of-books.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Fla, que saudade que estava de ler uma resenha sua. Embora nao tenha lido o primeiro livro da serie ainda, Hex Hall está entre meus favoritos há mil vidas, acho que agora vou tomar vergonha e comprar o livro logo xD
    Beeijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi
    Ainda não li o primeiro livro mais sempre vejo o pessoal falando bem dele :)
    Gostei da sua resenha e fiquei curiosa pra ler o livro
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir