4 de maio de 2013

Divergente - Veronica Roth

Lido em: Abril de 2013
Título: Divergente -  Divergente - Livro 1
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco  
Tradutor: Lucas Peterson
Gênero: Distopia
Ano: 2012
Páginas: 502
Nota
Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.
A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.
E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.
Resenha: Divergente é o primeiro volume da trilogia distópica de Veronica Roth lançado pela Editora Rocco aqui no Brasil. A história traz uma Chicago futurista onde a sociedade foi dividida em cinco facções que evidenciam as virtudes dos cidadãos de forma que todos ficassem separados de acordo com a personalidade e interesse de cada um: Abnegação, facção onde as pessoas são altruístas e sempre colocam o outro em primeiro lugar, abdicando de suas próprias vontades se necessário, visando o bem do povo como um todo; Amizade, onde todos são compreensíveis e pacíficos, vivem felizes, praticam o bem e sempre encorajam os outros; Audácia, cujos cidadãos são corajosos, ousados e são treinados como soldados para defenderem o povo justamente por serem audaciosos e conhecidos por enfrentarem qualquer parada; Franqueza, que, por colocarem a verdade e sinceridade acima de tudo e treinados para nunca mentir, são os responsáveis pela criação de leis na sociedade; e por último, a Erudição, facção que representa a inteligência e a cultura, onde as pessoas passam a vida se dedicando ao conhecimento. E há ainda os sem-facção, indivíduos que não se dão bem nos testes e são excluídos e condenados a viverem às margens da sociedade, e dependem da boa vontade e da caridade da facção que se importam com eles, a Abnegação. Obviamente alguns interesses entram em conflito e algumas facções se tornam inimigas...
Ao completar 16 anos, os jovens são submetidos a testes de aptidão para descobrirem a facção que se encaixam melhor e tem o direito de escolherem se querem continuar na facção onde nasceram ou se querem partir pra uma vida nova, desde que deixem pra trás a antiga facção e tudo que existe nela, inclusive a própria família... E esse direito de escolha é o que vai definir esses jovens e seu lugar na sociedade, desde que se esforcem pra isso...
Beatrice é uma garota que nasceu na Abnegação e está prestes a realizar seus testes de aptidão para descobrir quem é e o lugar a que pertence, porém, ao finalizar os testes, o resultado é inconclusivo, o que a define como uma Divergente, pois ela tem valores e virtudes que a fazem se encaixar em mais de uma facção, e isso agora deve ser mantido em segredo, pois os Divergentes são um risco para a sociedade (por um motivo que não fica claro) e são caçados quando descobertos...
Beatrice, ao escolher sua facção, se torna Tris, e o que deveria ser um treinamento para sua nova vida, se torna uma trama envolta por um grande esquema político liderado por Jeanine, a líder da Erudição, cheio de perigos, segredos e muita ação...

Divergente é narrado em primeira pessoa por Beatrice/Tris e podemos notar a evolução da personagem, que começa tímida, desconfiada, indecisa e sem grandes pretensões, mas no decorrer da história, ela vai descobrindo aos poucos quem é na realidade e o que está fazendo, e se mostra alguém bem diferente. É possível perceber que apesar de ela lutar pra descobrir e derrubar toda aquela opressão com ajuda de seus aliados, ela não quer ser uma grande heroína, ela só quer se encontrar e ser feliz com sua escolha, sem frescura, sem chatice.
Os personagens são todos muito bem construídos e muitos próximos de pessoas comuns, pois ao mesmo tempo que são corajosos e determinados, também possuem seus defeitos e fraquezas. Pude perceber que a autora não deixa brecha para que fiquemos apegados a alguém, pois se o pobre coitado tiver que apanhar ou morrer, que assim seja. Nota especial para Quatro, que é a frieza em pessoa, mas ao se aproximar de Tris gradualmente, se revela alguém muito diferente e digno de minha admiração eterna, por mais seco que seja. ♥
O treinamento dos iniciados é um pouco arrastado, cheio de detalhes, mas só assim para conhecer a personalidade de cada um deles. Curti o fato de a sociedade ser dividida pelos interesses e personalidade dos sujeitos, e não pela classe social como sempre vemos por aí, com exceção dos pobres sem facção, claro.
O ritmo da narrativa é frenético, empolgante, viciante, do tipo que você lê desesperadamente e não quer parar. São 500 páginas que podem ser lidas num único dia (eu acho que li de uma vez em umas 5 ou 6hrs), tranquilamente. Eu lia e ficava louca pra passar pra próxima página, pro próximo capítulo e morri de saudades quando o livro chegou ao fim e não tinha mais. E quando o capítulo terminava e eu julgava pensar que nada mais iria acontecer, a autora se superava e algo inesperado e surpreendente acontecia pra me deixar mais ansiosa ainda pelo próximo capítulo. Há também um toque de romance que vai se desenvolvendo aos poucos e isso é um ponto que aprovo bastante, pois detesto sentimentos que surgem do nada sem explicação. E triangulo amoroso entre os personagens principais? Forget this shit! Isso non ecxiste aqui! #todos comemoram #eu comemoro

Por ser uma distopia, é um pouco difícil não comparar com outras histórias do gênero escritas por outros autores, afinal, o que muda são os personagens, os interesses e o rumo que a história leva. A crítica a sociedade, a luta pela liberdade e o governo controlador, que dita o que pode e o que não pode ser feito, são fatores comuns nessas histórias, então, por mais difícil que seja, são livros que devem ser lidos sem a intenção de comparar. Então, depois de pensar bastante e levar o gênero em consideração, não acho que houve falta de originalidade aqui como muitos por aí dizem... Culpem o gênero e os elementos que sempre existem nele.

Esse foi um livro que superou todas as minhas expectativas. A Rocco fez um trabalho muito bacana na edição e a diagramação também é ótima. Eu só não recomendo que vocês leiam o que está nas orelhas do livro antes de lerem a história, pois é um grande spoiler...
Recomendo muito a leitura, entrou pra lista dos favoritos e foi uma das melhores leituras do ano pra mim!

48 comentários

  1. Sou lindo, tan na nan, e absoluto (8)
    Já vou comentar pq não sou obrigado....
    Gostei da resenha, gostei da ideia do livro e acho que Divergente não é mais do mesmo, como eu pensava !!!
    Acho mais que valido eu ler ele logo, agora só falta um $$$$
    Tem também o fato que Insurgente é mais sanguinolento, e acho que é um plus pra história!!!
    Beijos Flaavinha !!! ;)

    ResponderExcluir
  2. Quem disse que Divergent peca em originalidade? Discordo. Está no mesmo pé que Jogos Vorazes para mim! Também não consegui parar de ler, acredita? Rsrs...
    Levei mais tempo que você, mas certamente terminaria em poucas horas se não estivesse numa viagem!
    Beijos!
    A resenha está instigante, como sempre...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gente sem senso, né? rsrsrs
      ja vi gente falando que é uma copia de jogos vorazes, com toque de harry potter e nem sei mais o que.. como se a autora tivesse pegado um pouquinho de cada historia pra pegar carona no sucesso alheio.. e nao achei que foi bem assim... fala sério...

      Excluir
  3. Oi Flávia, tudo bem? Eu simplesmente amei esse livro tanto quanto Jogos Vorazes e não acho que a autora copiou JV, achei que ela foi bem original em criar as facções e tal. Acho que eu escolheria a Erudição ou.. a Amizade, tem mais a minha cara.

    Eu não consegui desgrudar desse livro, é muito bom e preciso urgentemente de Insurgente!

    Sábado dia 17 vai ter um evento de Divergente aqui perto e eu vou! Espero que seja legal e que eu ganhe várias coisitas! *-*

    Beijokas :*
    Blog da Mylloka

    ResponderExcluir
  4. eu não estava muito inspirada a ler esse livro não..
    mas so tenho visto resenhas interessantes sobre ele e aos poucos estou mudando meus pensamentos rsrs
    espero ter a oportunidade de ler-lo em breve =))

    Beeijinho. Dreeh
    Livros e tudo o que há de bom

    ResponderExcluir
  5. Tenho vontade de ler este livro! Essa capa é muito bonita e já li pouquíssimos livros da Rocco. *-*
    Ótima resenha, Flavi!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Oi Flávia !!
    Eu adoro Distopia, mas comecei a ler essa e não curti muito... Vou tentar novamente porque a sua resenha me deixou mega curiosa :)

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha Flávia. Divergente parece ser bem construído e apesar de não ser fã de distopias, fiquei bem interessada. Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi Flavia
    Ah, adorei.
    Entrou pra minha lista.
    Sabe que raramente leio a contra capa dos livros, que dirá as orelhas...eles acabam contando quase o livro todo e eu detesto isso. Gosto de surpresas!
    Beijao, querida e bom domingo!

    ResponderExcluir
  9. gente ;w; todo mundo ja leu esse livro e toda resenha que eu vejo eu piro
    mas coitada de mim que nem leu o primeiro ainda

    ResponderExcluir
  10. A capa me lembra Jogos Vorazes, mas a estória é diferente. Acho que daria uma chance ao livro.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu ganhei um top comentarista e podia escolher entre esse livro e outro, escolhi o outro. Sua resenha me fez me arrepender disso e.e

    Odeio ler as orelhas antes de ler o livro, principalmente quando tem spoiler ^^

    ResponderExcluir
  12. AAAAAAAAAAAAAAAh Acredita que eu ainda não li O.o
    Eu tenho esse livro a séculos aqui em casa, mas ainda não tive tanta vontade assim de ler. Esses dias que eu vi muitas resenhas legais e me bateu uma super curiosidade. Mas acho que vou esperar comprar Insurgente para começar os dois. hahah
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Soube desta história incrível há algum tempo, minha curiosidade sobre distopias só aumenta, mas até agora não consegui ler nenhuma, nem a mais famosa (Jogos Vorazes). A capa é linda, tanto de Divergente, quanto de Insurgente. A resenha está ótima como sempre. XD

    Bjss!

    ResponderExcluir
  14. Eu adoro distopia e não vejo a hora de poder ler Divergente.
    Achei muito legal a sociedade ser divida de acordo com a personalidade e característica das pessoas, achei bem original e interessante. E pelo que vejo se apagar a personagens não é uma boa ideia, espero não fracassar neste quesito rs.
    Só vejo resenhas e comentários positivos em relação ao livro, o que só faz aumentar minha vontade de ler. E ainda tem Insurgente, vou ver se compro logo é os dois.
    Adorei a resenha!
    Só digo que necessito de Divergente, tipo pra ontem rsrs
    Bjus!

    ResponderExcluir
  15. Hey Flá
    Gente 500 páginas?
    Juro que achei fino quando vi na livraria.
    Estou muito curiosa para ler, e espero fazer antes do filme.
    Adorei a resenha e fiquei curiosa sobre a diagramação.

    É de praxe rolar comparações, nada escapa. Infelizmente, porque que não gosta de um.. provavelmente vai querer deixar de lado os outros tb por causa de comparação.

    bjs e uma ótima semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  16. Oie Flavia,
    Estou bem curiosa para ler este livro, não sou tão fã de distopias, mas acho que essa eu vou gostar :) todo mundo esta dizendo que os personagens são mtoo bem construídos :)

    bjinhos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  17. Sabe até agora não li Divergente e estou começando a achar que estou perdendo algo rs
    Sabe quando todo mundo que leu gostou e você começa a pensar: Acho que eu tenho que ler rs

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  18. Quando penso que esse blog não pode ficar mais perfeito, fico séculos sem computador, e quando volto aqui "BUM" uma bomba na minha cara. O blog está mais que perfeito, parabéns *---*
    AAAAAA Divergente, li esse livro em 1 dia, não parei nem para almoçar... eita vício!
    Concordo com você, por ser uma distopia, fica difícil não comparar com outros livros. Por exemplo, quando comecei a ler, pensei que seria algo parecido com Jogos Vorazes, e foi por isso que me interessei, mas depois vi que era bastante diferente, mas não menos interessante.
    O livro é perfeito, o ruim é a demora para eu conseguir ler Insurgente. A pilha de livros no canto do meu guarda roupa não me deixa :(
    Bem, parabéns pelo blog novamente, está perfeito!
    xoxo, Carol Santos.

    ResponderExcluir
  19. Só críticas ótimas ao livro.
    Mas só lerei depois que lançarem todos os títulos.
    Passei da idade de ficar sofrendo esperando a continuação kkkkk

    Beijos
    Isa
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  20. Eu não sou fã de distopias, sou daquelas que amam um bom romance mesmo, hehe.
    Mas não dá pra negar que 9 entre 10 blogueiros falam muito bem desta série...

    Van - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  21. Oiiie!
    Ah, mais uma resenha linda sobre esse livro!
    Estou ansiosa para lê-lo!
    Mas o bendito ainda não chegou! OMG!
    Rs....
    Assim que eu ler eu volto pra te contar se ele atendeu às minhas expectativas! Rs...
    beijocas!

    ResponderExcluir
  22. Flávia, adorei sua resenha, fiquei bastante curiosa com esse livro!
    Gosto desses que nos prendem e não nos deixam para de ler! haha
    Mesmo não sendo dos meus estilos favoritos, gostei do enredo e com oportunidade vou ler!

    Beijoos
    Pri
    Baú de Histórias

    ResponderExcluir
  23. Ola Flavinha !!!
    Bom dia .

    Esse livro e simplesmente lindo eu adorei depois de ler Jogos Vorazes Divergente e a melhor distopia que li ano passado, li a continuação no final do mês passado e fiquei com água na boca para ler o final desse história maravilhosa.
    Adorei sua resenha. Parabéns.

    ResponderExcluir
  24. Oi Flavia! Divergente só recebe elogios, e com você não foi diferente, pelo que vejo é a melhor distopia que temos atualmente e não vejo a hora de ler. Saber que o ritmo é alucinante é melhor ainda, não gosto de livros que nos prendem em uma narrativa lenta e cansativa. Bjos!!

    ResponderExcluir
  25. Fiquei bastante curiosa acho que vou adquirir .

    ResponderExcluir
  26. Acho que vc já tinha visto a minha resenha antes, se não me engano, e já tinha visto o quanto eu amei né?! O livro é com certeza sensacional! *-*

    Bju

    ResponderExcluir
  27. Eu me interessei por esse livro ao vê-lo na livraria. Fui tomar um café lá e aproveitei para ler os primeiros capítulos e fiquei muito interessada, embora estas distopias atuais pareçam muito; adooooroooo!!
    Estava com receio de ler resenhas, porque o pessoal exagera nos spoilers, mas agora li a sua e fiquei tranquila. Me deixou com muita vontade de ler o livro. Gostei muito de saber que não existe o clichê do triângulo amoroso, ultimamente parece que quase todo livro jovem precisa ter um. Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Eu estou louco para ler a série Divergente. A única distopia que li foi A Revolução dos Bichos mas queria ler alguma que tivesse uma pegada menos histórica.
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Antes mesmo de chegar no Brasil eu desejava avidamente esse livro. Acho que passei um ano esperando ele, sério! Achava incrível a sinopse, a capa, tudo. Quando finalmente pude comprar e ler, bem, não é como que eu tivesse me decepcionado, mas ainda assim, a expectativa era grande demais. A história é maravilhosa, sim, tem várias coisas legais, mas achei que a autora investiu mais mesmo foi no final. Achei que essa de ficar só em uma facção foi meio massante, mas não que desmereça o livro, a Veronica escreve super bem! Mas talvez pelo final genial e assustador que eu acho que Insurgente deve ter muito mais coisas para mostrar. Estou tentando não criar tantas expectativas de novo.. haha

    ps: não parei pra pensar nesse lado, realmente, não há triângulo amoroso! *---* #todos comemoram hahahaha

    ResponderExcluir
  30. Adorei a leitura desse livro, é muito bom mesmo. A história é diferente, o clima é gostoso, as cenas são muito legais. Gostei de tudo nele *-*

    ResponderExcluir
  31. tô louca pra ler esse livro <3
    me apaixonei por ele assim que o vi na livraria!

    beijos beijos e bom resto de semana ;*
    http://manualdosvinte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Estou super animada pra começar a ler Divergente, confesso que não li muitas distopias até hoje, mas Divergente me chamou a atenção pelo sucesso que vem fazendo!
    A história parece ser bem dinâmica e sem monotonia pois algo novo sempre está acontecendo!
    Espero poder lê-lo em breve!
    Até mais!

    ResponderExcluir
  33. Tô me sentindo "um peixe fora da água" por não ter lido Divergente, hahaha! Estou muito ansiosa pela série, pois ouvi falar muito bem sobre ela, e agora então estou desejando desesperadamente ler essa trilogia, pois é o tipo de leitura que com certeza prende a atenção do leitor, e é desse tipo de livro que eu gosto! E quero saber logo o nome do terceiro volume - que como a autora brincou "Detergente" ahahahha! Louquíssima pra lê-lo! Beijos!

    ResponderExcluir
  34. Nem sabia sobre o livro, estava olhando por curiosidade, mas lendo aqui, fiquei com vontade de participar, adorei, não sou muito boa com fazer resenhas, mas de fato nunca tentei, mas foi boa o suficiente para me despertar o interesse pelo livro, espero ter sorte. E vocês estão de parabéns.

    ResponderExcluir
  35. Eu comecei a ler ele em inglês, mas me deu preguiça hahaha espero terminar de ler em breve, pq ja me apaixonei pela parte que li!

    ResponderExcluir
  36. Distopias estão com tudo! Se passar numa cidade real como Chicago já é um grande ponto positivo e fiquei bem curioso sobre qual seria o perigo que um "Divergente" pode ser para dar motivo a perseguição. Creio que colocarei na pilha.

    ResponderExcluir
  37. Acho esse livro incrível,e quero muito lê-lo.Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  38. Fiquei com tanta vontade de ler esse livro que li ele por pdf. E agora estou morrendo de vontade de tê-lo em minhas mãos pra ler novamente. Me apaixonei na história. E a capa é bela. *-*
    Agora é esperar pra ler o segundo, né? Já me disseram que ele é tão bom igual o primeiro. Tomara que seja mesmo. :)

    http://desventurasembooks.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  39. Quero muito ler esse livro, a capa é linda demaais, parece ser uma história bem interessante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  40. ai meu deus... só me deixou mais curiosas.li em PDF mais eu nao conto, nada como um bom livro ( de papel ) nas maos em uma tarde chuvosa. a historia é magnifica.

    ResponderExcluir
  41. Gostei bastante da resenha me iluminou a ter vontade de ler essa seriee não associar com jogos forazes que eu odiei =P

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    Bjs

    ResponderExcluir
  42. Adorei a resenha, me esclareceu sobre algumas coisinhas e me deixou com ainda mais vontade de ler!

    ResponderExcluir
  43. Eu adoro distopias e não vejo a hora de ler essa. Já li tantas resenhas positivas que fico morrendo de ansiedade. Gostei muito da sua resenha, como sempre perfeita!

    Beijos

    ResponderExcluir
  44. Eu comprei esse livro no inicio do ano, e estava muito receosa em começar a leitura... Mas quando comecei, ah!!!! Vale muito a pena, o livro é muito bom, a autora tem uma escrito incrível eu adorei!
    Gostei muito da resenha! Estou louca pra ler Insurgente.

    ResponderExcluir
  45. Depois de muitas resenhas positivas, fiquei super curiosa com o livro! Amo distopias e essa é uma boa pedida!
    A$$im que puder irei comprar e desfrutar da história!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  46. Oiee :)
    Ganhei esse livro num amigo secreto (muito obrigada querida amiga secreta ♥) e estou louca para lê-lo. Acho que vou comprar (ou ver se consigo ganhar) o segundo livro para ler o primeiro..rsrs
    A história parece ser maravilhosa...
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  47. Estou gostando de ler livros sobre distopia, ouvi falar muito de divergente na bienal do livro do ano passado, mas infelizmente ainda não li o livro, ele está na lista de minhas futuras leituras, acho legal o pessoal ser dividido por sua personalidade, Gostei da sua resenha.

    ResponderExcluir