20 de maio de 2013

Insurgente - Veronica Roth

Lido em: Maio de 2013
Título: Insurgente - Divergente - Livro 2
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco  
Tradutor: Lucas Peterson
Gênero: Distopia
Ano: 2013
Páginas: 512
Nota
Sinopse: Uma escolha pode te transformar - ou destruir. Mas toda escolha carrega consequências, e, enquanto uma sensação de inquietação assola as facções ao seu redor, Tris Prior precisa persistir em sua tentativa de salvar as pessoas que ama - e a si mesma - ao lidar com questões relacionadas à mágoa e ao perdão, à identidade e à lealdade, à política e ao amor.
Resenha: Insurgente é o segundo volume da trilogia distópica de Veronica Roth lançado pela Editora Rocco aqui no Brasil que dá sequência a Divergente, contando a história de Tris Prior após sua iniciação na facção que escolheu, as consequências dessa escolha e o rumo que a guerra que foi travada está tomando, e isso tudo com uma Chicago bem futurística como pano de fundo, dividida em cinco facções que separam os cidadãos de acordo com suas virtudes.
Tris, Quatro e o restante dos sobreviventes do grupo estão a caminho de abrigo na sede da Amizade (facção que prega a compreensão, a paz e a felicidade, e que está de portas abertas para receber quem precisa de uma força) após o ataque da Erudição, mas ao descobrirem que estão submetidos a algumas condições em troca de refúgio, começam a bolar um plano a fim de saírem de lá e acabarem com a tirania de Jeanine, a líder da facção inimiga, que está atrás de uma informação super confidencial e importante que estava guardada na facção da Abnegação. Eles se unem aos sem facção, muitos deles divergentes, e decidem enfrentar o inimigo e quem mais estiver aliado a ele...

Depois da guerra que aconteceu no primeiro livro, em que Tris ficou completamente abalada por ter matado alguém, ela agora demonstra ser alguém fria e despreocupada com as consequências de seus atos.
Porém, mesmo com essa personalidade "nova", Tris não deixa que seu romance com Quatro escorra por água abaixo, por mais que eles se desentendam com mais frequência. E por todos estarem mais maduros, o romance resiste, mesmo que não seja o foco principal. Quatro (ou Tobias, seu verdadeiro nome), inclusive, nos surpreende com segredos que vêm a tona.
"Não posso falar que preciso dele. O fato é que não posso precisar dele. Na realidade, não podemos precisar um do outro, porque quem sabe quanto tempo vamos durar nesta guerra?" - pág. 166
Uma coisa que achei válido comentar é que a facção da Amizade lembra o estilo de vida dos Hippies nos anos 60 e aquele movimento "Paz e Amor". Até um "soro especial" pra manter a pessoa "leve, alta e feliz" existe alí... E confesso ter dado umas risadas com isso e com as sensações que Tris experimentou com essa "felicidade" .
O ritmo da narrativa continua frenético, empolgante, viciante, e deixa claro uma evolução por parte da autora no que diz respeito a complexidade da trama e até na escrita. Todos os detalhes são importantes e fundamentais, e vários acontecimentos, principalmente por serem narrados em primeira pessoa, deixa o leitor agoniado, com os nervos a flor da pele.
"- Insurgente. Substantivo. Uma pessoa que age em oposição à autoridade estabelecida, mas que não é necessariamente considerada agressiva." - pág. 445
Por ser um volume que se inicia de onde o primeiro parou, eu recomendo que a leitura seja feita em sequência, pois os fatos não ficam sendo repetidos para refrescar nossa memória. Por um lado, isso é ótimo, pois quanto menos enrolação, melhor, mas os esquecidos poderão ter um pouquinho de dificuldade de se situarem para pegar o ritmo da coisa.
A capa é finíssima e traz o símbolo da Amizade. A diagramação é simples e as folhas amareladas com letras grandes colaboram pra tornar a leitura mais rápida, mesmo que o livro tenha mais de 500 páginas. A revisão também é perfeita.
Muitas questões, como mágoa, perdão e coragem pra seguir em frente são abordadas de forma bem adequada, aproveitando a fragilidade das pessoas em meio a guerra, evidenciando seus sentimentos e nos deixando mais próximos aos personagens, o que os torna mais vivos e reais.
O final fica em aberto, pois pede a continuação com urgência! E por favor, necessito o quanto antes de Allegiant!
Super recomendo e assim como Divergente, entrou pra lista das distopias favoritas!

34 comentários

  1. Nossa, que nomes horríveis os das facções na tradução! Rs. Prefiro muito mais os originais! Mas deve ser porque me acostumei ao inglês neste livro, então tenho antipatia mesmo! Rs.
    Bom, Flávia, o que posso dizer da resenha? Está fenomenal! Quero ler Insurgent logo, mas tenho preguiça pelo tempo curto e as páginas muito extensas!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Uma história que fascina só pela resenha, divergente é um livro que quero muito ler, e tenho grandes expectativas nele. Percebi, por suas resenhas, que ambos os livros, divergente e insurgente, vão superar as minhas expectativas.
    Gosto muito quando o livro (sequência), não possui muitas retrospectivas, a história flui bem melhor.

    Ótima resenha XD
    Bjss!

    ResponderExcluir
  3. Hellou, Fla :D
    Gostei da resenha e adorei a plantinha da maconha ali hahaha O mais importante pra mim, dos pontos que você ressaltou, é o livro começar de onde o outro parou. Ninguém merece essas porcarias que parece que cada livro da série é o mesmo livor que o anterior, com o mesmo ritmo e a mesma merda de desenvolvimento. #desabafo
    Espero que essa série seja uma surpresa pra mim *o* E que a Tris seja uma protagonista apaixonante, pelo que parece ser, e não uma sonsa -.-
    Beijos
    E me deseje sorte pra eu ganhar um sorteio dos dois volumes *o*

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho visto as pessoas comentarem sobre essa série em toda parte, daí eu venho ficando curiosa com ela ultimamente. Provavelmente, mais cedo ou mais tarde, não vou aguentar mais e vou ler. haha

    Beijos,
    http://resenhando-books.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Cara, se vc me dissesse que o livro é ruim, não adiantaria pq eu tenho certeza que o livro é maravilhoso! Divergente foi sensacional e um dos melhores livros lidos ever... Pq Insurgente seria diferente!? Necessito logo! *-*

    Bju

    ResponderExcluir
  6. Foi o que disse na resenha de Divergente... eu estou louco louco louco para ler uma distopia nesta pegada só não li pq o money não deixa comprar mas quem sabe não consiga nesta promoção que seu blog está realizando?
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Bom saber que a continuação não perde o rumo, ritmo e estilo. É decepcionante quando curtimos um primeiro volume e nos decepcionamos com o segundo, mas aprece que Insurgente é bem legal. Achei engraçada a sua comparação com os hippies, fiquei curiosa. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo: "mas parece que Insurgente"

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Ai deus, quero muito ler esse livro! Preciso dele ):
    Eu ri na parte "leve, alta e feliz" HUDSAIOOUI Dorgas HSDAUIO
    Adorei sua resenha, muito bem escrita, empolgante e divertida. Gosto de distopias com bastante ação, crueldade e apenas uma pequena introdução de romance, por isso gosto muito de Divergente. Ao ler o primeiro livro, no final a gente vê o quanto a autora prepara para nós, acho que em Insurgente deve continuar frenético e cheio de surpresas (espero).

    ResponderExcluir
  10. Flavinha, como sempre suas resenhas são fodásticas.
    E ta aí mais uma série que sou louca pra ler, são tantas. rs
    E cada resenha que leio sua e da Cida, me deixam louca. rs

    Beijoos

    Jaque - Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  11. Oi Flavia, este gênero literário está arrebentando, tem muita coisa boa. Esta serie é um que eu quero conhecer.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. vejo uma plantinha no meio da resenha ashshuhu
    cara todos falando bem desse livro ;w; e eu nem li o outro. pelo visto vou pirar nesses livros <3
    eu particularmente fico animada quando a continuação é tão boa sabe.

    ResponderExcluir
  13. Oie Flavia,
    estou doida para ler essa série, estou começando a ler o primeiro livro agora em ebook :D
    Adorei a resenha, só me deixou com mais vontade ainda rs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Flavia,
    Bom depois que li Divergente, estou ansiosa esperando pela oportunidade de ler Insurgente.
    Esses são dos melhores livros que li de distopia.
    Gosto da Tris e do Quatro, acho ele um bom casal, mas fiquei feliz em ver que em Insurgente não é focado muito no romance deles e estou curiosa a respeito das revelações de Quatro.
    E ainda bem que a narrativa continua excitante!
    Beijos,
    Katielle

    ResponderExcluir
  15. Meu queridinho! Sou apaixonada por Divergente e achei Insurgente ainda melhor. <3
    Concordo, Flávia. Ri muito quando a Tris estava na Amizade, a parte do soro é muito divertida. Momentos como esses quebram a constante tensão que há na história. Ah, e eu fiquei ainda mais in love pelo Quatro! Haha *-*

    Beijocas, flor.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Esse segundo livro veio com tudo! Pelo visto está bom demais, e isso é ótimo. Odeio quando a trilogia não vem com uma boa arrancada para o final, e esse deu uma e uma ótima! Pelo que entendi né...Querendo demais ler, deve estar muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Nunca li nenhum livro dessa série. :x
    Pelo o que pude perceber, você AMOU a leitura e isso é bom, pois demonstra que a autora soube manter o ritmo do livro anterior e ainda evoluiu. Legal saber...
    Tenho apenas uma leve curiosidade acerca dessa série. Espero ler o primeiro livro em breve e gostar. (:
    Gostei de saber sua opinião.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  18. Louco pra ler... mas acho que vou esperar lancar os tres.. tenho tanta serie pra terminar ainda.. Uma pessoa que age contra a autoridade estabelecida.. oaksdoasd

    :D
    adorei a resenha..

    Guilherme Kunz
    www.tematoa.com
    FanPage

    ResponderExcluir
  19. menina, vi esse livro na livraria e fiquei completamente apaixonada por ele! já tinha adicionado ele na minha Wishlist..rsrs.
    Adorei quando passando por seu blog vi a promoção <3
    espero que possamos interagir mais :)

    beijos beijos e bom resto de semana ;*
    http://manualdosvinte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Ainda não li nenhum dos livros da trilogia, mas vontade não falta.
    Confesso que essa é a primeira vez que me interesso por alguma distopia, não tem como ignorar, um livro que vem fazendo tanto sucesso assim!
    O que eu achei de positivo no que você falou na resenha é a fluidez da história, é bem chato ficar voltando e explicando tudo de novo, a mudança nas atitudes da protagonista também achei bem interessante, e a histórica parece ser bem dinâmica, sem monotonias! e quando a história já é boa e ainda tem romance pra complementar fica melhor ainda!!
    Espero ler em breve!
    Bejos!

    ResponderExcluir
  21. Com essa resenha a minha curiosidade despertou mais ainda!
    Além de The Hunger Games, não li nada do gênero distopia, por isso estou mais ansiosa do que nunca!
    E não tem jeito: um livro me conquista MUITO pela capa, e essa série tem capas D-I-V-I-N-A-S!!!
    E os trechos que você citou aí... meu Deus! PRECISO LER ESSA TRILOGIA AGORA! hahaha
    Espero ter sorte e poder ler logo, afinal, você classificou ele como favorito, e isso já me dá esperanças a mais! E antes de ler um bom livro, adoro ler boas resenhas, que me convençam que o livro é bom e vale mesmo a pena lê-lo... E a sua resenha me convenceu muito! Parabéns! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  22. Livro que saiu a pouco tempo, apesar de ter participado da cortesia no Skoob nem me dei o trabalho de ler a sinopse, mas olhando o blog ( dica de um amigo ) resolvi ler a resenha, e sim, fiquei curiosa, e com vontade de ler, espero que eu tenha sorte para ler esse livro. E vocês estão de parabéns. (:

    ResponderExcluir
  23. Deve ser tãããão bom *___* amei a resenha

    ResponderExcluir
  24. Como adoro livros volumosos! Me desculpe, mas li apenas o ultimo parágrafo da sua resenha "Por ser um volume que se inicia de onde o primeiro parou...", quero começar esta série e tive medo dos espólios. Adorei isto de começar o segundo no exato momento que o primeiro acabou, é como se fossem um único livro? E a capa está ainda mais bonita que o primeiro!

    ResponderExcluir
  25. Ainda não li,mais gostaria muito de ler.Adoro esse novo estilo,chamado de distopia.É bem diferente.Adorei.

    ResponderExcluir
  26. Me deixando mais curiosa ainda. Os fãs daqui de Goiânia da distopia já me encheram de spoilers. :s
    Mas mesmo estou morrendo de vontade de lê-lo. E agora estou mais ainda ansiosa. hihi.
    Beijos.

    http://desventurasembooks.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  27. ai meu deus... só me deixou mais curiosas.li em PDF mais eu nao conto, nada como um bom livro !

    ResponderExcluir
  28. Depois dessa resenha fiquei bem mais curiosa pra ler essa serie
    preciso hahahahahaha ^^
    quero ver a Tris bem fria nesse livro =P

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Havia lido uma resenha que havia dito que se decepcionou com o segundo volume, mas mesmo assim estou super ansiosa para ler ^^ Adorei a resenha.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  30. Achei muito legal a forma como você comparou a Amizade com os hippies, faz muito sentido! Eu só li o primeiro livro, mas só de ler sua resenha, fiquei mais ansiosa ainda para poder ler ele! Você já leu Four Free? Eu vou começar em breve, queria saber se tem alguma resenha por aqui ^^

    ResponderExcluir
  31. Primeiramente adorei a capa do livro!
    Nunca li nenhum livro da série, mas sua resenha está me convencendo a ler a história!
    Gosto muito de distopia...

    Preciso urgentemente!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  32. Oiee
    Ainda não li o primeiro, estou querendo ter o segundo aqui comigo primeiro, ai eu não fico morrendo esperando o segundo...rsrs..A história parece ser maravilhosa, e o povo fala muuito bem desse livro..
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  33. Acho que dos 3 livros da trilogia esse é o que tem a capa mais bonita. Ainda não li o divergente mas espero ler logo para que eu leia insurgente.

    ResponderExcluir