Resumo do Mês - Dezembro (2021, vai com Deus, meu chapa!)

1 de janeiro de 2022


Eu achei que não fosse dar conta. E admito que deixei muita coisa atrasada e pra última hora. E nem foi só pela falta de ânimo e tempo, mas também procrastinei até não poder mais ao longo do ano. Mas o que importa é que entre mortos e feridos, salvaram-se todos. Acho que tudo o que deixei de fazer durante o ano eu fiz em Dezembro, mas pra me dedicar às pendências do blog, eu acabei tendo que deixar de fazer algumas coisas que eu devia ou queria ter feito, incluindo enrolar séculos pra arrumar a casa, e até dei uma pausa do Desafio das Décadas senão não ia dar conta de terminar as leituras pra resenhar. Teve livro que comecei a ler no meio do ano mas só fui terminar agora (oie, Destruidor de Mundos!), então dá pra ter noção. Dia 24, por exemplo, tava eu lá na cozinha sofrendo pra fazer as comidas tudo sozinha de um lado, e de outro lado, com o kindle na mão. Um olho no livro e outro nas panelas.

Também fiquei aqui dando graças por minha vó ter ficado uns dias aqui em casa me dando um help, dei conta de tanta coisa que me senti lá no início do blog, quando eu lia de 15 a 20 livros no mês bem tranquila e serelepe, mas depois que a penca foi nascendo e me pondo louca, eu nunca mais pude fazer isso.

Queria poder manter esse ritmo, mas nem vou criar expectativas pra não morrer de frustração.
O Desafio Literário da Seguinte eu só não completei por causa de 1 único livro, que foi o livro que comprei há mais de 2 anos. Poderia ter pegado um livro fininho esquecido na estante e ler rapidão pra contar como feito? Poderia, mas não fiz. Mas já foi um avanço ter chegado até aqui levando em consideração que o Desafio que fiz ano passado eu não cheguei nem perto da metade.

Enfim, pra ano que vem ainda tenho 3 pendências pra poder entregar, com prazo curtíssimo que eu nunca tinha visto na minha vida, então já tô aqui pensando que tô escrevendo demais enquanto o tempo que deveria estar aproveitando pra ler, passa.
E por falar em tempo, até que enfim esse ano acabou, ninguém aguenta mais. Vamo ver se em 2022 a gente pode ter esperança de que as coisas vão melhorar, porque tá difícil...

0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário