21 de junho de 2017

Big Rock - Lauren Blakely

Título: Big Rock
Autora: Lauren Blakely
Editora: Faro Editorial
Gênero: New Adult
Ano: 2017
Páginas: 224
Nota:
Sinopse: “A maioria dos homens não entendem as mulheres.”
Spencer Holiday sabe disso. E ele também sabe do que as mulheres gostam.
E não pense você que se trata só de mais um playboy conquistador. Tá, ok, ele é um playboy conquistador, mas ele não sacaneia as mulheres, apenas dá aquilo que elas querem, sem mentiras, sem criar falsas expectativas. “A vida é assim, sempre como uma troca, certo?”
Quer dizer, a vida ERA assim.
Agora que seu pai está envolvido na venda multimilionária dos negócios da família, ele tem de mudar. Spencer precisa largar sua vida de playboy e mulherengo e parecer um empresário de sucesso, recatado, de boa família, sem um passado – ou um presente - comprometedor... pelo menos durante esse processo.
Tentando agradar o futuro comprador da rede de joalherias da família, o antiquado sr. Offerman, ele fala demais e acaba se envolvendo numa confusão. E agora a sua sócia terá que fingir ser sua noiva, até que esse contrato seja assinado. O problema é que ele nunca olhou para Charlotte dessa maneira – e talvez por isso eles sejam os melhores amigos e sócios. Nunca tinha olhado... até agora.

Resenha: Spencer Holiday é um típico playboy, um eterno conquistador que não economiza quando o assunto é exibir suas qualidades avantajadas e seu belo desempenho entre quatro paredes. Ele é rico, bem sucedido, bonito e dá às mulheres exatamente o que elas querem, sem mentiras ou falsas promessas, e assim todos aproveitam, sem mágoas ou corações partidos.
Ele é sócio de Charlotte, sua melhor amiga que estudou com ele, e o bar deles é um sucesso absoluto.
O que Spencer não esperava era se envolver na venda da famosa joalheria de seu pai, e que isso o privaria da sua vida de curtição já que a imagem de um mulherengo desregrado não seria nada adequada para os negócios, principalmente quando o comprador é um homem que repudia a libertinagem e presa as tradições familiares. Assim, Spencer se une a Charlotte para se passarem por noivos por uma semana até que o contrato seja assinado, e também por que ela precisa da ajuda dele pra ficar livre do seu ex namorado, mas, claro, o relacionamento falso vai além do que eles pretendiam pois Spencer começa a enxergar a amiga com outros olhos...

A escrita da autora é super leve, fluída e muito divertida, trazendo não só uma história bacana entre um casal, mas também abordando a dinâmica familiar e os membros da família de Spencer de forma adorável. É aquele tipo de história que envolve desde o início, os personagens cativam com suas personalidades e simpatia, e somando isso ao toque de muito bom humor, o resultado é mais do que satisfatório. Em alguns momentos cheguei a pensar no casal Monica e Chandler pelo motivo de serem grandes amigos e que acabaram descobrindo que também podem ser perfeitos como casal.

A narrativa é em primeira pessoa pelo ponto de vista de Spencer, o que já é um ponto diferente. Não pelo fato de que a visão fica por conta dele, o que isenta o leitor de saber o que se passa pela cabeça de Charlotte, mas pela forma como esse ponto de vista é trabalhado, sendo detalhado de uma forma em que nos simpatizamos e nos importamos pelo que se passa com ele. Os pensamentos, os diálogos interessantes e bem bolados, e até mesmo o caráter de Spencer foram construídos de forma super especial e inteligente e é impossível não nos apegarmos a ele, por mais que ele pareça ser um maluco convencido no começo.

Spencer é ótimo pois consegue usar seus atributos a seu favor sem que isso soe de forma negativa. Embora ele seja rico, lindo, bem dotado e afins, ele não é um babaca que se aproveita de ninguém, muito pelo contrário. Ele tem um coração de ouro e enxerga a maioria das coisas como uma troca, sem maldade ou intenção de se aproveitar. Ele é realmente um personagem único e isso me fez admirá-lo muito.
Charlotte é doce, amigável e bem sucedida, e combina com Spencer como ninguém. Eles têm química e a dinâmica entre eles é perfeita, super natural e muito engraçada.

Ainda não tenho uma opinião concreta sobre a capa, pois ao mesmo tempo que ela arranca suspiros e olhares curiosos, ela não é nada discreta, mas curti muito o formato do título.

Não é sempre que encontramos livros desse gênero sob um ponto de vista masculino tentando entender não só as mulheres, mas os próprios conflitos internos e sentimentos. Então, pra quem curte comédias românticas divertidas e com toques super calientes, é livro mais do que indicado.

Nenhum comentário

Postar um comentário