13 de julho de 2016

Games - South Park - The Stick of Truth

Título: South Park - The Stick of Truth
Desenvolvedora: Obsidian Entertainment
Plataformas: PC/PS3/XBOX 360
Categoria: RPG
Ano: 2014
Classificação Indicativa: +18 anos
Nota: 
Sinopse: Dos perigosos campos de batalha do parquinho da quarta série, surgirá um jovem herói que está destinado a ser o salvador de South Park. Dos criadores de South Park, Trey Parker e Matt Stone, vem aí uma missão épica para se tornar... descolado. Apresentando South Park: The Stick of Truth.
Durante milhares de anos, uma batalha foi travada. Uma única razão faz com que humanos e elfos continuem em uma guerra sem fim: O Cajado da Verdade. Mas o curso da guerra está prestes a mudar. A notícia da vinda de um novo garoto se espalha e sua chegada foi anunciada pelas estrelas. À medida que os caminhões de mudança se afastam, sua aventura começa.
Apronte-se com armas lendárias para derrotar pessoas-caranguejo, gnomos-das-cuecas, hippies e outras forças do mal. Encontre o Cajado da Verdade e conquiste a posição de novo amigo de Stan, Kyle, Cartman e Kenny. Obtenha sucesso na missão e você será o salvador de South Park, consolidando o seu status social na Escola de South Park. Falhe e você ficará eternamente conhecido... como um perdedor.


Não tenho muito o que falar de South Park, o seriado é o mais politicamente incorreto, sujo e indecente que já existiu e quem conhece sabe muito bem do que estou falando, e sua versão em game não é nada diferente...
Em South Park - Stick of Truth, as crianças estão de volta num jogo de RPG e embarcam numa missão em busca do "Graveto da Verdade", uma arma mui poderosa capaz de por fim na guerra entre humanos e elfos. Nosso papel como jogador, um garotinho novato na cidade com passado misterioso mas tão incorreto quanto os outros, é explorar a vizinhança a fim de completar missões e enfrentar adversários no RPG ao vivo criado por Cartman, Stan, Kyle, Kenny e Butters, onde cada um tem seu papel como herói no maior estilo de Senhor dos Anéis, e de quebra, se tornar popular.



Após conhecermos a história da guerra, escolhemos nossa função (o job) entre Guerreiro, Mago, Ladrão e Judeu (essa última é a mais poderosa inclusive) e embarcamos numa aventura maluca tendo que lidar com inimigos "perigosos" que surgem no nosso caminho, desde outras crianças a animais geneticamente modificados, alienígenas, zumbis e outros seres esquisitos, enquanto fazemos explorações para juntarmos dinheiro para comprar o que precisamos (ou não) e encontrar itens como pentelhos, revistas, "consolos" de todos os formatos, cores e tamanhos, roupas, disfarces, equipamentos de melhoria para completarmos nossa missão e etc, assim como as pequenas tarefas que os personagens secundários que aparecem nos dão. Tudo baseado numa temática medieval e fantástica mas com o toque nonsense da franquia.



Tudo é representado com o pior humor negro que a série oferece desde sua existência, englobando provocações e insultos direcionados a raças, orientação sexual, religiões, tribos e etc, além dos diálogos hilários e absurdos de sempre. Quem não é fã ou nunca viu o desenho pode achar bastante ofensivo, principalmente pelos personagens serem crianças. E claro, Cartman é o pior deles. Não existe criança mais mal educada, racista, homofóbica e preconceituosa do que ele (e não é pra menos já que ele foi inspirado no próprio Hitler) e suas piadinhas são terríveis.

Os cenários já são os conhecidos da série, então exploramos as casas dos personagens, a Escola Elementar, a Delegacia, a Igreja, restaurantes, esgotos, somos abduzidos por ET's que insistem em nos enfiar sondas anais e afins. Chega a ser clássico.



As batalhas acontecem através de turnos onde o jogador tem sua vez e pode escolher entre atacar ou curar um amigo, e a medida que o jogo avança, o nível de dificuldade aumenta.

Eu particularmente, no início, senti um pouco de dificuldade nos controles (minha versão é pra PC) mesmo que haja tutoriais e bastante treino para pegarmos as manhas do jogo, e por ser um RPG é extremamente necessário ler todas as conversas e orientações dadas, caso contrário ficamos perdidos. A medida que o jogo avança conseguimos novas habilidades e é possível personalizar nosso personagem.



O jogo tem uma qualidade gráfica muito boa sendo idêntica à animação e é bastante divertido e cômico, mas é voltado para os fãs da série, mesmo. Quem não curte o humor do desenho talvez não vá curtir. O motivo de ser direcionado a maiores de 18 anos é óbvio... Em The Stick of Truth nos deparamos com muito palavreado e cenas grotescas, que vão desde fazer cocô (e ainda podemos colocar a "badalhoca" no inventário para jogarmos nos nossos inimigos para causar nojo), pegar no flagra pessoas peladas se masturbando em suas casas, usando drogas, fazendo sexo explícito, até coisas ainda piores! Mas, mesmo com toda a acidez e sujeira típica de South Park, o game é hilário, e cumpre com a promessa de entreter sendo um dos melhores e mais fiéis ao estilo do RPG.

A continuação, South Park: The Fractured But Whole, será lançada em Outubro de 2017 e vai trazer os meninos em meio ao universo dos super heróis (Eric Cartman em seu alter ego Guaxinim, e companhia). Nem preciso falar que já estou mega ansiosa e curiosa.

Nenhum comentário

Postar um comentário