6 de abril de 2013

Os Segredos de Landara - Bruna Camporezi

Lido em: Março de 2013
Título: Os Segredos de Landara - Redescobrindo o Passado - vol 1
Autora:  Bruna Camporezi
Editora: Novo Século
Gênero: Fantasia/Juvenil/Literatura Nacional
Ano: 2013
Páginas: 440
Nota
Sinopse: Acordar em um lugar sujo e completamente estranho parece algo insano demais, principalmente quando uma jovem percebe que está dentro de uma prisão e não consegue se recordar nem mesmo de seu próprio nome. Completamente perdida, sua única escolha é tentar se comunicar com os outros encarcerados, como James, um antigo prisioneiro que parece saber muito sobre ela. A garota descobre que está em Landara, uma ilha que abriga criaturas incríveis e civilizações bem peculiares. Para desvendar os mistérios desse lugar, terá que encontrar Klaus Leone, um cientista genial que há tempos esconde algo que poderá mudar o futuro da ilha. E ao contar com a ajuda de diversos companheiros, acabará se apaixonando por um deles. As descobertas de seu passado e sobre este mundo aumentam a cada página e, de forma surpreendente, acabam alterando o rumo da viagem, obrigando-a a enfrentar situações que ela só acreditava ser possível em sonhos. O que esta extraordinária ilha tem de tão oculta?
Resenha: A história começa quando uma garota acorda e se vê presa em uma cela... Não sabe quem é, onde está e nem o que faz alí... James, o prisioneiro da cela vizinha, acaba se aproximando dessa moça e explica que cada prisioneiro alí tem uma habilidade diferente, e que eles estão nessa enorme prisão controlada por Patrick, um sujeito psicótico que só tem interesse em adquirir poder para controlar tudo e todos. A prisão fica em Landara, uma ilha oculta, misteriosa e cheia de seres fantásticos que flutua pela Terra sem que os humanos dos continentes saibam de sua existência. Quem se arrisca a sair de Landara, para ir pro continente ao encontro dos humanos, perde a memória e os poderes que tem, e nada consegue detectar a existência dessa ilha.
A garota desmemoriada, perdida e confusa, acaba descobrindo que é uma grande e ilustre cientista com um conhecimento tão importante que Patrick o deseja para si, e agora, com a ajuda de James, o prisioneiro que tem um grande poder de influência que consegue ler mentes, e Thomas, uma criatura de Landara com forma humana mas com poderes, da espécie Homeára, consegue fugir da prisão para ir em busca de respostas e explicações com Klaus Leone, o cientista responsável por ter apagado a memória da jovem.
Eles embarcam numa grande aventura, cheia de perigos, muitas surpresas e muitas emoções!

A capa é muito bonita e mágica. Combina muito bem com descrições e detalhes do mundo criado pela autora. As criaturas são fantásticas, híbridas, tem poderes, voam, e eu gosto muito dessas características!
A cientista, que depois descobre que se chama Laura, é muito corajosa. Enfrenta o que tiver de enfrentar a fim de conseguir recuperar a memória para tentar dar fim a tirania de Patrick.
A história em si tem um enredo super bacana e original e a narrativa é bem fácil, simples e flui muito bem, mas ao prestar atenção no comportamento dos personagens nas situações em que eles se encontraram e em seus diálogos, tomei uma certa antipatia deles. Não entrou na minha cabeça uma cientista conceituada, nerd que sabe lutar e é super inteligente, que mesmo sem memória, pudesse ser tão imatura e infantil, com pensamentos e atitudes de uma adolescente de 13 anos de idade. E pelo livro ser narrado em primeira pessoa, ficou muito mais evidente. E isso se estende a James e Thomas, e outros... Não vejo problema no comportamento adolescente e/ou imaturo se fosse outro tipo de história, mas se tratando do enredo, da idade, das características físicas e da missão que eles têm, pra mim não desceu atitudes como roubar a roupa de Laura enquanto ela tomava banho no lago e sair correndo, ou até a própria Laura, quando já consegue recuperar seus poderes (controla tudo o que toca), ao se encontrar com a rainha, resolver se "divertir" a controlando e a mandando falar: 
"- Hey, brother, qual é a tua? Já é ou já era? Te manca da minha quebra ou arrebento tuas pernas, falou?"
A rainha não faz ideia do que isso que tinha acabado de falar significa (e nem eu). Pra mim isso foi forçar um humor sem sentido nenhum (porque, convenhamos, essas gírias não dizem nada com nada) numa personagem que não combina com esse comportamento e que ainda fica cheia de insinuações e provocações pra lá e pra cá, reparando nos músculos e nos corpos sarados dos caras, lhes dando tapas seguidos de risadinhas e coisas que pessoas mais maduras não fazem e nem acham graça. Sério.. Não curti essas coisas, e nem de alguns erros chatos de revisão que encontrei.
Derick ainda entra na história para dar aquele clima de romance que surgiu do além, mas não me simpatizei com o rapaz, pois por mais que ele seja um gato e gostosão, que com certeza vai arrancar suspiros alheios, e demonstre uma grande preocupação em cuidar e proteger Laura, me tirou a paciência. Um provocando o outro sem parar, com olhares, sussuros e pegadas calientes e pulando fora em seguida pra deixar o outro na mão até não querer mais... Ai, que coisa!
Passei um dos meus dedos levemente pelo canto de sua barriga e senti os músculos se contraindo com o arrepio. Aquilo me fez sorrir.
Apoiei meu rosto em seu peito e fechei meus olhos. Ah, se eu pudesse viajar daquele jeito... o tempo passaria tão rápido!
- Laura? - ele sussurou em meus ouvidos.
- Hum? - murmurei sem escutar direito.
- Karler está te chamando...
Acredito que os leitores mais jovens devam aproveitar e vibrar com esse tipo de coisa, mas não acho que um leitor mais adulto e maduro vá gostar. Talvez se a história tivesse um outro foco e os personagens fossem mais jovens com outros propósitos, eu encararia esses comportamentos numa boa, mas não acho que combinou. A história é muito criativa, muito original e é muito boa pra ter personagens que soaram tão crianções desse jeito pra mim. O mundo criado e todos os detalhes super caprichados me fizeram imaginar toda a magia de Landara e, pra mim, valeu muito a pena ler por causa deles e da premissa em si, onde enquanto uns querem o poder absoluto por considerarem isso a coisa mais importante do mundo, outros lutam pra serem quem são e pela liberdade, colocando o amor e a amizade a frente de tudo, mas, atitudes e diálogos dos personagens não foram nada coerentes na minha opinião... Mas mesmo assim ainda estou bem curiosa pra acompanhar a saga de Laura, que a propósito é uma trilogia, para saber que fim vai levar!

33 comentários

  1. Parabéns pela resenha Flávia! Estou ansiosa para ler Os Segredos de Landara e espero não me decepcionar. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi Flávia, sua linda!
    Já li outras resenhas do livro da Bruna por aí e todas com muito mimimi. Te confesso que gostei mais da sua,sério. Tu soube explorar os pontos positivos do livro e deixou claro que jovens iriam gostar mais.. É bom isso. Não é todo livro que é feito para os mais velhos ;)
    Sucesso gata.

    ResponderExcluir
  4. Oi Flávia :)
    Acho que suas resenhas são as únicas resenhas mais longas que leio e que não fico entediada. Gosto da mescla que vc faz c quotes do livro, ilustra bem.
    Você explorou muito bem os pontos positivos e negativos do livro, isso é ter compromisso com seus leitores, pois é exatamente pra isso que boas resenhas servem, pra expor ao leitor uma opinião crítica e que ele mesmo decida se quer ou não ler o livro.
    Você está de parabens :)
    Beijos amore, tenha um lindo final de semana =*

    @morenalilica
    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  5. eu só vejo gente morrendo de amores pelo livro.
    é a primeira vez que vejo uma resenha assim e gostei bastante flavinha, como todas as suas outras resenhas.
    afinal nem todo livro agrada todo mundo. e tem quem goste, não é por isso que um leitor vai deixar de gostar né? rsrsrs
    menina isso me lembra quando eu escrevi a resenha do diário do caçador, teve gente que adorou o livro, mas eu fui uma que não gostei tanto assim.
    ou seja, existe gosto pra tudo.
    bom fds flavinha.

    ResponderExcluir
  6. Bem, eu favoritei o livro, não por ser de parceria, mas simplesmente porque amei, apesar de ter colocado na resenha sobre essas gírias, achei muito nada haver, mas enfim... Outra coisa que me incomodou foi o fato da Laura lembrar de umas coisas e depois não lembrar, daí só conseguir prosseguir com a leitura quando a Bruna me explicou como afinal ocorreu essa recuperação de memória, que foi aos poucos, mas no livro eu fiquei confusa. Mas ainda sim (talvez por não ter lido tantos autores nacionais), eu amei a história, NO GERAL. Estou com uma super curiosidade de saber o fim dessa trilogia. Acho que erros acontecem, ninguém é perfeito, devemos dá uma chance aos autores, até pq como ela me disse, ela leu umas 15 vezes o livro atrás de erros, e quando foi pra revisão da editora vieram com erros, portanto, não foi culpa dela.

    ResponderExcluir
  7. Acho que mesmo sendo para mais jovens e eu tendo 22 anos, vou gostar dele pelo que falou na resenha.

    ResponderExcluir
  8. O livro está na minha fila de espera Flavia, eu estava bem entusiasmada, mas com vc citando esse ponto negativo no comportamento dos personagens, eu já comecei a ficar com um pé atrás.

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Fiquei meio em dúvida sobre o que dizer neste comentário, mas acho que seria: "Sua resenha expõe aquilo que mais me incomoda numa leitura: Os diálogos e atitudes sem sentido dentro da história!"
    Essa é uma das coisas que mais me irrita, sem dúvida nenhuma!

    Adorei a resenha, e apesar de suas criticas (é isso que gosto nas suas resenhas), vou ler o livro, para poder tirar minhas próprias conclusões. XD

    Bjss!

    ResponderExcluir
  10. Oi Flavinha;
    então... ja tinha visto algumas resenhas deste livro, mas confesso que não me chamou muito a atenção.
    E caramba, pelo quote que você colocou... "Hey qual é brother?" de onde saiu isso?
    Mesmo sem ler o livro, ja me pareceu forçado um dialogo assim, a menos que fosse dito por aqueles personagens bad boy, né? Mas acho que não é o caso. Eu não sei se eu leria... não sei mesmo.

    Beijokass

    Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  11. Olá Flávia! Tudo certinho??
    Entendo seu ponto de vista.

    É uma pena não ter gostado tanto do livro. Agradeço pela resenha, mas agora, gostaria de me explicar como autora.
    Criei a história pensando nos adolescentes, e criei meus personagens para se identificarem com eles. Minha história fala de coragem, de fazer o que é certo independente de sua vontade. Fala sobre a importância de se cumprir promessas e da força das palavras. Explica que é preciso muito mais do que coragem para conseguir ir em frente, é preciso ter um refugio às vezes. Esse refugio foi representado por Tayler e Dylin.
    Derick também é um refugio de Laura, um incentivo a continuar lutando. Quis mostrar que o amor vem quando menos esperamos e que nem mesmo o amor pode interferir em nossas obrigações. É isso que tento passar aos jovens.
    Quanto a parte de uma nerd saber lutar... Mais uma vez minha ideia era quebrar esse pensamento comum, de que nerd é bobo. Faço engenharia e sei o quanto os estudantes são fantásticos. Vejo vários praticando artes marciais (inclusive eu). Laura começou a aprender a lutar pelo fato de ser sempre perseguida por Patrick. Ela precisava se proteger. Por isso fazia aulas.
    Quanto às piadas, sinto muito por não ter tirado um sorriso de seu rosto. É sempre o que mais quero como escritora. Colocar um sorriso nos rostos de quem não conseguiria fazer pessoalmente. Peço desculpas por não ter conseguido com você.
    Os erros de digitação, bom, isso é com a editora. Arrumaremos todos na segunda edição. Já conversei com eles.
    Agora, ao que se refere a infantilidade de James e Thomas, bom, convivo com pessoas adultas que fazem brincadeiras piores! E eu morro de rir!! Kkkkk! Mas isso é de cada pessoa, e mais uma vez peço desculpas por não ter gostado.

    O que mais? Ah, sim, sobre a rainha. Bom, é preciso do contexto para entender, e você não colocou na resenha, então espero que seus leitores se deem a oportunidade de tirar suas próprias conclusões.

    Bom Flávia, mais uma vez agradeço pela resenha. Sinto muito por não ter gostado.
    Tenho certeza que vai se encantar com a continuação.
    Espero ter tirado um pouco esse ressentimento pelo livro.
    Grande beijo, lindona!
    E beijos a todos seus leitores!!! :)

    ResponderExcluir
  12. adorei a resenha, vc é bem sincera! Sempre ouvi falar muito bem desse livro.
    Abraço:
    littleclumsyprincess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. ótima resenha, não li mas acho interessante a história pela sinopse e resenhas.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá Flávia,ótima resenha,quero muito ler.
    Vou te mandar um e-mail ok?
    Beijos:*
    Ariane- www.diariodostreze.blogspot.com
    Tem postagem nova,visita ?.

    ResponderExcluir
  15. Primeiramente parabéns pelo blog ele ta incrível e qria fazer um pedido se vc puder pfv vc poderia dar uma olhadinha no meu blog e se gostar dele siga o tbm desde já agradeço pela atenção obg
    http://donskedar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Adorei a sinceridade na resenha Flávia. Eu estou querendo muito ler esse livro, gostei do enredo original e achei super legal a ideia do nerd que sabe lugar, acho uma quebra em alguns preconceitos. hahaha
    Sua resenha como sempre dispensa comentários e elogios.
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Adorei a sua sinceridade. Ja li algumas resenhas deste livro e nunca encontrei nada tão sincero. Realmente é uma pena um enredo tão bom com diálogos tão fraquinhos... mesmo assim quero muito ler este livro, apesar que depois da sua resenha, ela não será mais um dos cobiçados... este vai esperar um pouquinho mais!!!

    bjo^^

    ResponderExcluir
  18. muitoo booom
    doida pra ler esse livro
    adoreiii
    http://cantinhodanina19.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Fiquei mais curiosa ainda.
    Quero muito ler esse livro.

    ResponderExcluir
  21. SEGUIDORA: ANDRESSA NUNES

    Resenha bem interessante, abordando pontos fortes do livro, despertando o interesse dos leitores.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Não curti muito essa capa mas achei bem interessante a premissa como você também achou, se tiver alguma oportunidade para lê-l não vou deixar passar ^^

    Beijos.
    Guilherme - Um Compulsivo Leitor

    ResponderExcluir
  24. Oiii Flávia!!!

    Eu adoro toda a sua sinceridade!
    Confesso que no começo da sua resenha super me empolguei com a história, como vc mesma disse, a premissa é ótima. Mas Saber do tipo de brincadeira que os personagens, adultos, fazem me desanimou total pra comprar o livro.
    Fiquei curiosa pra ler sim, mas não chegaria a comprar.

    Bjoo

    ResponderExcluir
  25. Fiquei bastante curiosa pela história,a capa é linda e sua resenha está ótima,Parabéns pela sinceridade! Mais na verdade eu não sei se teria coragem de comprar o livro. :)

    ResponderExcluir
  26. Eu gosto de histórias assim, mas também me irrito com esses tipos de personagens, adultos com pensamentos e ações de adolescentes insuportáveis. Pelo menos o enredo e o mundo criado pela autora é interessante, sem falar na narrativa fácil e rápida. Acho que no todo está aprovado.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  27. O livro despertou a minha curiosidade. A capa é linda, a resenha é ótima e a história incrível hahaha quero muuuuuuuuito ler :)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  28. Parabéns pela resenha!! Uma amiga minha já tinha me falado sobre o livro e eu não tinha gostado muito, mas dps de ler a resenha me interessou bastante!!

    ResponderExcluir
  29. Eu tinha me interessado bastante pelo livro, com o cenário de prisão em uma ilha com seres fantástico e a perda de memória.
    Provavelmente não iria gostar mto do senso de humor um pouco infantil, mas vou dar uma chance ao livro.
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  30. Não conhecia bem o livro. só tinha visto algumas resenhas muito superficiais, mas com a sua deu pra ter uma noção de como é... Legal!

    Vou add no skoob... ; )

    ResponderExcluir