3 de julho de 2017

O Bom do Amor - Chris Melo e Laís Soares

Título: O Bom do Amor
Autora: Chris Melo
Ilustradora: Laís Soares
Editora: Fábrica 231/Rocco
Gênero: Tirinhas/Romance/Nacional
Ano: 2017
Páginas: 88
Nota:
Sinopse: “O bom do amor é aumentar o volume do rádio quando a música preferida do outro toca.” “O bom do amor é gostar de dormir agarradinho no inverno e saber dividir o ventilador no verão.” “O bom do amor é apreciar cada qualidade, mesmo rodeada de defeitos.” O bom do amor reúne tirinhas de Chris Melo, autora de romances de sucesso entre o público feminino, e aquarelas de Laís Soares que retratam, de forma delicada, sincera e bem-humorada, os pequenos gestos que dão real significado a palavras como companheirismo e cumplicidade na vida de um casal. A cada página, o leitor encontra uma tirinha mostrando uma situação do dia a dia que comprova que o amor – e a felicidade – está nos pequenos prazeres do cotidiano.

Resenha: Quem lembra daqueles albúns de figurinhas do "Amar é..." que fez o maior sucesso nos anos 80? A proposta de O Bom do Amor, da autora Chris Melo em parceria com a ilustradora Laís Soares, é bem parecida, mas com um toque bastante original e que tem tudo a ver com a atualidade!

O Bom do Amor é um daqueles livros cujo propósito não é apenas ser fofo, mas mostrar através de frases verdadeiras e ilustrações delicadas que o amor é algo simples e descomplicado, e ter alguém com quem dividir os pequenos e grandes momentos do cotidiano, ou da vida, independente que sejam bons ou ruins, é algo imensurável.

É um livro curtinho que pode ser lido em questão de minutos, mas embora pequeno, tráz uma reflexão bastante relevante quando o assunto é relacionamento.
As frases que acompanham as ilustrações descrevem muitos dos momentos que um casal pode vivenciar quando se amam de forma intensa e verdadeira, mesmo que haja altos e baixos ou que entre eles haja algumas diferenças. As ilustrações em aquarela são muito fofas e retratam com uma fidelidade sem igual o cotidiano de um casal que é "gente como a gente", com desejos, anseios e sonhos bem próximos aos de qualquer pessoa que está num relacionamento e só espera ser, e fazer, o outro feliz.
O bom do amor
é cuidar e ser cuidado.
- Pág. 49
A edição é linda demais. As ilustrações são coloridas em tons leves e traços delicados, as páginas são brancas, lisinhas e com uma gramatura superior as dos livros tradicionais.

Confesso que depois dessa leitura, olhei pro meu próprio relacionamento e percebi que sou resistente em muitos aspectos, e acabei considerando o livro uma motivação para que eu saia da minha "zona de conforto" e me esforce pra ser mais receptiva, mais paciente e mais amorosa com aquele com quem sou casada há doze anos, que amo demais mas demonstro de menos...

O Bom do Amor é um livrinho cheio de sensibilidade, que emociona e nos toca com detalhes pequenos e frases simples, mas muito verdadeiras e que ilustram com perfeição o significado do que o companheirismo deve ser. Simplesmente apaixonante!

Nenhum comentário

Postar um comentário