12 de outubro de 2015

Muito mais que 5inco Minutos - Kéfera Buchmann

Título: Muito mais que 5inco Minutos
Autora: Kéfera Buchmann
Editora: Paralela
Gênero: Biografia/Humor/Autoajuda
Ano: 2015
Páginas: 144
Nota
Onde comprar: Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: Você conhece a Kéfera? Pois deveria! Com 22 anos, Kéfera Buchmann reúne quase doze milhões de seguidores nas suas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter e Instagram). Só o seu canal no YouTube, “5inco minutos” (procura aí na internet), tem cinco milhões de assinantes e é o quarto mais visto do Brasil. Tá achando pouco? Ela ainda recebe diariamente centenas de mensagens de fãs do Brasil todo e é parada na rua a todo momento. Se o YouTube é de fato a nova televisão, como acha muita gente, hoje Kéfera é o equivalente aos antigos astros globais. Tão conhecida e amada quanto eles. Neste livro, que tem literalmente a sua cara, Kéfera parte de sua vida para falar de relacionamentos, bullying, moda e gafes e conta uma série de histórias divertidas com as quais é impossível não se identificar.

Resenha: Kéfera Buchmann é fênomeno no Youtube desde que gravou seu primeiro vídeo manifestando seu ódio eterno pela irritante vuvuzela há pouco mais de cinco anos atrás. Desde então ela não parou. Expor sua opinião sobre diversos temas sem papas na língua de forma hilária, fazendo caras e bocas, xingado palavrões, fazendo gestos obscenos, zoando a própria mãe (Zeiva, tão maluca quanto), trollando o namorado e etc, é sua marca registrada.
Kéfera é atriz, chegou a ser apresentadora do finado Coletivation na MTV, já apresentou peças no teatro, já foi capa e matéria de revista, dá entrevistas a torto e a direta, recebe milhares de mensagens de fãs em suas redes sociais e mal pode andar na rua sem que alguém não a reconheça e a aborde. Definitivamente, Kéfera conquistou milhões de fãs e se tornou uma celebridade na web, e agora, fora dela também.

Em seus vídeos, Kéfera atinge - em grande maioria - o público adolescente que se identifica e compartilha de sua opinião, pois são situações do cotidiano que acabam fazendo parte da vida de qualquer um. Ela é sempre bem articulada e formula suas opiniões de forma muito engraçada e cativante. É impossível não se identificar e curtir.


No livro, a youtuber fala principalmente sobre sua vida antes da criação de seu canal, voltando lá em sua infância quando se considerava uma menina totalmente fora dos padrões da sociedade, estranha, feia, gorda, usava óculos, rejeitada e excluída por todo mundo, enfrentando bullying frequentemente, sofrendo com crises existenciais da pré adolescência, ficando com a autoestima lá no chão e totalmente desprovida de amor próprio. Mas com otimismo, coragem e força de vontade ela deu a volta por cima, e hoje lá está ela, arrasando, linda, bem sucedida e querida por milhões de pessoas, mantendo sua essência, tendo um bom coração e conquistando o público com seu jeito revoltado e irreverente de ser, mostrando que por mais que determinados dilemas possam tirar o sono de alguém, no final, tudo dá certo, basta querer e correr atrás. Tem exemplo mais legal?

São coisas simples que todos nós passamos ou vamos passar um dia pois tudo isso faz parte da vida. É inevitável. E baseado em suas experiências, ela conta o que passou, deixando conselhos e alertas e até espaços para que o livro seja preenchido com segredos e afins, e tudo isso com a mesma linguagem bem humorada dos vídeos, onde ela sempre solta um palavrão ou parece estar fora de si (no melhor sentido da coisa). Logo, o livro tem um pé na autoajuda que, ao meu ver, é super válido para as garotas que, de alguma forma, tenham passado por situações parecidas, se sentem inspiradas e até agradecidas por ela, ainda que muito jovem, ter podido ensinar algo já que serviu de exemplo. Por mais desvairada que seja, ela ainda consegue ser sensata o bastante para reconhecer erros, acertos e falar a respeito de tudo com naturalidade, sinceridade e muito bom humor.


O livro é bem curtinho, fácil e rápido de ser lido. A Kéfera de hoje volta alguns anos atrás para contar e analisar com "olhar crítico" as situações pelas quais passou, o que aprendeu e como lidou com elas, e faz com que vários leitores/seguidores que têm a idade que ela tinha na época (ou não), possam enxergar a si próprios, logo, o conteúdo do livro não é irrelevante, fútil e muito menos inútil. E ainda que alguém não conheça, não seja fã ou, na pior das hipóteses, seja um hater, pode tirar alguma lição de suas palavras, pois são coisas comuns, que acontecem com pessoas normais e tenho certeza que muitos vão concordar com as opiniões dela ou se identificar com alguma coisa que ela vivenciou, independente do teor.

O único porém é que alguns trechos do livro não são inéditos. É possível saber dos tais fatos através dos vídeos, então pra quem espera algo que vai muito além dos cinco minutos, ou que irá se deparar com os "bastidores da fama", pode não ter as expectativas superadas. É importante que quem invista nessa leitura, saiba que se trata de algo mais voltado a autoajuda do que uma história da vida dela sob holofotes.
"Depois de toda a loucura da minha infância e de toda a reviravolta que minha vida deu, perdi o contato com a maioria das pessoas que me conheciam quando eu não era 'descolada' o suficiente para ser vista como alguém legal. E que se danem. Muitas dessas pessoas nunca somaram nada na minha vida. Pelo contrário, só subtraíram."
- Pág. 91
O projeto gráfico do livro é uma graça. Algumas páginas apresentam o texto em vermelho para diferenciar o que é um conselho do que é uma situação que ela vivenciou, os títulos dos capítulos são vermelhos, alguns parágrafos possuem a carinha de sua cachorrinha Vilma Teresa como divisor e há várias fotos espalhadas pelo livro com detalhes em vermelho.
Ao fim ela deixa um gancho para um segundo livro e acredito que nele será possível saber um pouco do que acontece por trás da câmera e como está sendo sua vida pós Youtube.


Não acho que seja um livro inteiramente direcionado aos fãs, mas ao público adolescente em geral. Não é preciso ser fã da Kéfera para sabermos que a primeira paixão dá aquele frio na barriga, que o primeiro beijo pode ser nojento mas será inesquecível, que a virgindade é um assunto delicado, que o gostinho do "dar a volta por cima" é muito melhor do que o da vingança, que devemos nos aceitar como somos e nos amarmos antes de tudo, que jamais devemos nos submeter a humilhações vindas por pessoas sem caráter e que se acham superiores, ou ainda que nunca devemos julgar ninguém sem conhecermos o outro lado da história. Acredito que esse pensamento sirva inclusive para aqueles que desprezaram e trataram com repulsa o sucesso de vendas do livro alegando não se tratar de literatura (assim como falam de qualquer um que "pegue carona na fama" para escrever). Não digo que seja um livro revolucionário e épico que deva ganhar dezenas de prêmios literários, mas é uma leitura válida, sim. Então, pra você que acha que o lançamento desse livro se trata de um tipo "golpe" de publicidade pra ela lucrar ainda mais com a imagem que construiu, conforme-se. Ela não está errada e muito menos cometendo crimes. O mundo é daqueles que correm atrás dos seus sonhos e sabem aproveitar as oportunidades quando elas batem à porta. Então, chuuuuupa!

Ainda que eu não seja o público alvo da youtuber e não me encaixar na questão do bullying e complexo com aparência que ela sofreu na infância e na adolescência, gosto dos vídeos dela por me fazerem rir (e alto) e gostei bastante da leitura pela mensagem que passa. Se eu tivesse lido esse livro lá pelos meus 13, 14 anos em vez de perder tempo com Queridas, Caprichos e Todateens da vida, talvez eu teria enxergado muito do que vivi com relação ao meu primeiro namoro com outros olhos, e quem sabe eu não teria feito outras escolhas?
Então, recomendo a leitura.

Nenhum comentário

Postar um comentário