4 de fevereiro de 2015

Novidades de Fevereiro - Bestseller, Civilização Brasileira e Paz e Terra (GER)

Bestseller

Jamie Dornan: Tons de desejo - Alice Montgomery
Jamie Dornan está prestes a se tornar um dos maiores símbolos sexuais do cinema ao dar vida ao Sr. Grey, o polêmico e irresistível personagem de Cinquenta tons de cinza. No entanto, o jovem ator se mantém quase tão enigmático quanto o personagem que interpretará.
O livro de Alice Montgomery vai revelar tudo que os fãs querem saber sobre o misterioso Jamie, desde sua infância trágica até seu trabalho como modelo da Calvin Klein, passando por seu namoro com Keira Knightley e o casamento com Amelia Warner. Como o papel de um famoso bilionário sadomasoquista se relaciona com a imagem real de marido e pai de família exemplar? E como Jamie lidará com a fama após Cinquenta tons de cinza o levar ao estrelato?



O Plano - Lyn-Genet Recitas
Descubra os alimentos que fazem você engordar e perca peso de maneira rápida e permanenteNeste livro revolucionário, a especialista em nutrição Lyn-Genet Recitas revela o surpreendente segredo sobre o que de fato faz as pessoas engordarem. Surpreendentemente, não são carboidratos, alimentos gordurosos e calorias que provocam o ganho de peso. Muitos dos alimentos que são tipicamente considerados “saudáveis” podem ser, na verdade, prejudiciais, quando combinados com a química corporal única de cada pessoa. Com este programa totalmente inovador de vinte dias, o leitor saberá como perder peso de maneira rápida e permanente, descobrindo os alimentos que funcionam ou não para o seu próprio corpo. Com planejamentos detalhados, conselhos eficientes e diversas receitas, Lyn-Genet prova que é possível perder 230 gramas por dia enquanto se aprecia porções generosas de seus pratos preferidos, além de ajudar a identificar os alimentos “ativadores”, que causam ganho de peso, inflamações e vários outros sintomas.

Civilização Brasileira

A fascinação das palavras - Julio Cortázar e Omar Prego Gadea
Julio Cortázar e Omar Prego Gadea se encontraram pela última vez em 20 de janeiro de 1984. Eles haviam se conhecido dez anos antes, em um vernissage, em Paris. Em 1982, depois da morte de Carol Dunlop, companheira do escritor argentino, nasceu a ideia desta obra – “um livro muito doido”, segundo Cortázar. Os dois amigos combinaram, então, de escrever um texto “a quatro mãos”, sem temas proibidos. A conversa foi interrompida somente com o falecimento do autor, em 12 de fevereiro de 1984.


Fiéis às nossas emoções - Robert C. Solomon
A história de nossas vidas é a história de nossas paixões. Amamos, somos tomados por curiosidade científica e fervor religioso, tememos a morte e o luto dos que nos cercam, somos humilhados pela inveja, o ciúme e o ressentimento.
Neste livro, Robert C. Solomon analisa as paixões de uma maneira original e surpreendente. E também indica a possibilidade de tornar a vida emocional mais coerente com os valores pessoais, mantendo a fidelidade aos sentimentos e cultivando a integridade emocional.


Paz e Terra

A Europa alemã: A crise do euro e as novas perspectivas de poder - Ulrich Beck
Em um famoso discurso proferido em Hamburgo em 1953, Thomas Mann advertiu os alemães sobre o perigo de quererem voltar a almejar uma “Europa alemã”. E que muito menos catastrófico seria que conseguissem obter uma “Alemanha europeia”. Mas no rastro da crise do euro, foi justamente o que aconteceu. Com uma política “Merkiavélica”, brinca o autor em referência à liderança de Angela Merkel, a Alemanha se tornou hegemônica na Europa, tanto do ponto de vista político como do ideológico. Como líder econômica do continente pode ditar aos países da zona do euro as condições para a obtenção de novos créditos, incluindo o esvaziamento dos direitos de coparticipação dos parlamentos grego, italiano, espanhol e até mesmo do alemão.
Quais as consequências da polêmica política de contenção alemã para o equilíbrio de poder europeu? Que soluções são possíveis no conflito entre os arquitetos da Europa e os ortodoxos do Estado nacional? Como conciliar os imperativos da solução da crise e da democracia face ao risco-Europa? São essas as questões que Ulrich Beck aborda. E ele conclui que é preciso um novo contrato social europeu: um contrato que, através da própria ideia de Europa, garanta mais liberdade, mais segurança social e mais democracia.

Nenhum comentário

Postar um comentário