28 de julho de 2014

Desejos - Alexandra Bullen

Lido em: Julho de 2014
Título: Desejos - Desejo - Livro 1
Autora: Alexandra Bullen
Editora: Galera Record
Gênero: Infanto juvenil/Fantasia
Ano: 2014
Páginas: 381
Nota
Sinopse: Para Olivia Larsen, nada poderia mudar o fato de que sua irmã gêmea, Violet, se foi. Até que um misterioso vestido de festa é deixado à sua porta, e ele é capaz de lhe conceder um único desejo. A única coisa que Olivia quer é ter a irmã de volta. Agora, as garotas têm uma nova chance de viver tudo o que sempre sonharam. De quebra, descobrem que existem mais dois vestidos com o mesmo poder, ou seja, mais dois desejos novinhos em folha! Mas mágica não pode resolver tudo e Olivia precisa confrontar os fantasmas de seu passado para aprender a rir, amar e viver novamente.

Resenha: Desejos é o primeiro livro da duologia Desejo, escrita por Alexandra Bullen e publicado pelo selo Júnior, voltado ao público infanto juvenil, da Galera Record.
Olivia e seus pais se mudaram de Massachusetts para São Francisco depois que Violet, a irmã gêmea de Olivia, morreu acidentalmente. Todos estão inconformados com o ocorrido e parecem não conseguir levar a vida adiante. Até que certo dia, sua mãe anuncia que a família teria que ir a uma festa da empresa que trabalha e Olivia recorre ao guarda roupa de Violet para procurar algo decente. Olivia encontra um vestido maravilhoso que Violet nunca chegou a usar, mas como precisava de conserto, resolveu procurar algum lugar que reparasse o estrago que tinha ali. Até que Olivia se depara com o "Mariposa Missionária", um ateliê esquisito do qual Posey é a responsável. Mesmo não sendo bem recebida, Olivia deixa o vestido lá, mas ao receber de volta, não é o mesmo: ela se depara com um vestido mágico que é capaz de lhe conceder um desejo, e Olivia logo deseja ter a irmã de volta. Violet volta como um fantasma e acaba tentando ajudar Olivia a aproveitar sua vida, mas nem tudo são flores e nem sempre a solução para os problemas são encontradas na magia... A partir dali, vida e morte das irmãs nunca mais serão as mesmas.

Vou confessar que meu interesse por Desejos foi primeiramente devido a capa. Depois li a sinopse e pensei "uma história juvenil fofa para me fazer relembrar do tempo que passava assistindo aos filmes da sessão da tarde". Mas, as aparências enganam. Logo nas primeiras páginas já fiquei entediada pois a leitura não me prendeu. Não conseguia achar graça numa história que, a princípio deu a impressão que seria divertida, mas que só trouxe uma protagonista boba, chata, insossa, com um comportamento irritante e digna de pena. Violet é mais divertida, e mesmo que seja mandona, tenta deixar Olivia pra cima com várias dicas pra lhe ajudar a ser mais popular na escola, como se quisesse que Olivia fosse igual a ela não só na aparência, mas também na personalidade, mas Olivia continua naquele marasmo. Violet, talvez por ter sido a irmã extrovertida em vida, quer ajudar Olivia, que sempre foi mais tímida, a seguir em frente, a crescer, a ser feliz, mas Olivia não se desenvolve e acredito que, no fundo, o que Violet, por ter tido a vida interrompida tão jovem, queria era continuar podendo viver através da irmã que está mais pra lá do que pra cá. Olivia vai contando sobre sua rotina depois da tragédia e sempre se coloca como a vítima infeliz e chorona que simplesmente não tem iniciativa para se entrosar com os outros a menos que Violet dê um empurrãozinho. É muito mimimi pra uma personagem só. Até quando as coisas dão certo, lá está Olivia se lamentando pelos cantos...
Quando a família se muda e Olivia começa a estudar na escola Golden Gate, ela conhece Miles. Os dois se dão bem e tudo, mas Soren é quem ganha o coração de Olivia e tudo indica que o sentimento é recíproco.
Soren não me convenceu como sendo o mocinho. Ele é popular mas não encontrei nada que explicasse o que ele tem de tão especial assim para que alguém se interessasse por ele. Ser skatista e ter olhos verdes não é motivo... Talvez ter namorada seja um... Calla, a garota mais popular da escola acaba se tornando amiga de Olivia, e ela é namorada de quem? Soren, claro! Clichê? Sim ou claro?
Nenhum dos demais personagens ao meu ver tiveram um destaque muito satisfatório, não foram bem construídos e fiquei com a impressão de que estavam ali apenas para preencher o espaço. Se tivessem sido um pouco mais aprofundados talvez trariam graça à trama, mas não foi o que aconteceu.
A ideia dos vestidos e da magia que os cercava também não foi algo convincente e grande parte da história se resumiu a Olivia tentando agradar Calla enquanto mantém em segredo sua paixão por Soren até que as coisas saem dos eixos. Senti falta de explicações sobre como o tal vestido se tornou mágico e um maior aprofundamento na questão dessa magia no decorrer do livro, que passou a focar no romance deixando a verdadeira mágica para escanteio. Nem a interação entre as irmãs foi tão especial como esperei. O que percebe-se claramente é que mesmo sendo gêmeas, uma não tem nada a ver com a outra.
Por essas e outras, acredito que somente quem vá aproveitar e curtir a história sejam garotas na pré adolescências, afinal, é uma fase um tanto confusa, chata e complicada e nem sempre existem motivos plausíveis para determinadas atitudes.

A capa é bonita e faz com que o leitor imagine que irá se deparar com um conto de fadas e não nego que seja, mesmo que só até certo ponto. A revisão pecou em alguns pontos e encontrei alguns erros que me incomodaram um pouco. Também acho que houve bastante enrolação para que o livro tivesse tantas páginas levando em consideração que o enredo é muito simples.
A história só começou a ficar interessante no final, em que a ideia de que não podemos mudar o passado, que atitudes devem ser avaliadas e afins começa a ser levantada, mas ainda assim o livro não me ganhou. Não é aquele tipo de livro que lemos de uma vez felizes da vida, muito pelo contrário, pois por diversas vezes senti vontade de abandonar a leitura por achar tudo muito enfadonho. Haja paciência.

Para quem curte histórias mais superficiais e rasas, voltadas para o público infanto juvenil pode até aproveitar bastante, eu mesma sou fã de histórias voltadas para esse público, desde que bem construídas, empolgantes, divertidas e que prendam a atenção. Fiquei um pouco cabisbaixa por acreditar que poderia encontrar algo divertido assim e que realmente valesse a pena de se ler, mas infelizmente, não foi o caso de Desejos. Não pra mim... :/



6 comentários

  1. oi Flávia, tudo bem? Não conhecia essa série, mas achei a ideia bem interessante!! Sua resenha é ótima e muito informativa, adorei!!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  2. A capa do livro é linda, eu adorei! Mas não gostei muito da premissa do livro, então vou deixar esse passar...

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  3. Oi Flávia :)

    Todas as resenhas que li de Desejos falaram bem, mas nada incrível. Você é a primeira que eu vejo que realmente não gostou. Não lerei, pois sei que será tempo desperdiçado. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Flávia!
    Meu, parabéns pela resenha. Tiro o meu chapéu pra ti pela sinceridade.
    Quanto ao livro, queria lê-lo há algum tempinho, mas acabei desistindo porque imaginei que não fosse curtir tanto assim. E pelo que você disse, realmente seria uma leitura bem arrastada. É uma pena, porque a capa é linda e a ideia que se tem dele é totalmente diferente da encontrada.

    Um beijo enorme,
    Doce Sabor dos Livros - Aguardo a sua visita!

    ResponderExcluir
  5. Essa capa é tão linda!!!!!!!!! Uma pena que a leitura não tenha he valido à pena.

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  6. O livro parece não ser bom, mesmo assim, a resenha foi ótima!
    http://garotaper-feita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir