4 de junho de 2014

Inferno - Meg Cabot

Lido em: Maio de 2014
Título: Inferno - Abandono #2
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Gênero: Sobrenatural/Romance
Ano: 2014
Páginas: 336
Nota:
Sinopse: Dividida. Apaixonada. Apavorada.
Pierce Oliviera está apaixonada pelo Senhor da Morte. O misterioso e imortal John Hayden é responsável por guiar as almas dos mortos no pós-vida e, agora, também tornou-se responsável pela segurança de Pierce.
No entanto, a pacata cidadezinha de Isla Huesos guarda segredos bastante obscuros e perigos inimagináveis, e à medida que Pierce e John se envolvem um com o outro, maior é o risco que correm.

Resenha: Inferno é o segundo volume da trilogia Abandono escrita pela autora Meg Cabot e lançada no Brasil pela Galera Record. Dando sequência ao primeiro livro, Abandono, Pierce agora está vivendo no submundo como rainha e companheira de John Hayden. Além de ser senhor dos mortos, John agora é responsável pela segurança de Pierce visto que as Fúrias estão atrás dela em busca de vingança. Porém, mesmo que ela esteja em segurança no mundo inferior junto com seu amado, seus familiares que nem sabem de seu paradeiro podem estar correndo um grande perigo. Agora Pierce, dividida, precisa dar um jeito de "negociar" sua liberdade a fim de salvar seu primo com quem teve visões tão sombrias quanto o próprio mundo onde está vivendo, pois por mais apaixonada que esteja, também está tomada pelo pavor do que está acontecendo em Isla Huesos, principalmente quando descobre que o lugar guarda muitos segredos...

Partindo daí, a história vai se desenrolando mostrando ao leitor uma protagonista que continua insegura e que de certa forma testa a paciência do leitor com sua imprudência, pois ela vai levando um relacionamento com um cara misterioso que mesmo protegendo-a, mente, manipula a situação e ainda esconde o máximo de informações possíveis sobre seu passado e como foi parar nesse "cargo" que ele ocupa no inferno. Só não digo que ele daria a vida por ela, pois quem está "morto" não poderia fazer esse sacrifício. Como disse na resenha anterior, Pierce não é aquele tipo de personagem que tem grande destaque ainda mais pelo fato de que suas qualidades são pequenas demais se comparadas aos absurdos que ela considera importantes. O problema é que ela acha que basta que John entenda melhor as coisas pra mudar seu jeito controlador, maníaco e possessivo pra tudo ficar bem. Como pode ela cogitar a possibilidade de passar a eternidade ao lado de alguém que quer mantê-la presa e sem deixar saber quem ele é na verdade? Fiquei incomodada com isso.
John, além de senhor do submundo também parece se sentir como um tipo de senhor da razão e da verdade. Ele é o cara que faz o estilo rebelde e sua preocupação em cuidar e proteger Pierce é tão grande que ele parece nem se importar com o que ela quer, basta que ela demonstre (nem que seja de mentirinha), que quer ficar ali pra sempre e pronto, é suficiente. Ele me soou muito mais como um maníaco com seu comportamento e suas atitudes machistas do que qualquer outra coisa...

Eu gostei do primeiro livro e acho que se as coisas tivessem seguido o mesmo rumo teria gostado bem mais de Inferno. Não curti muto a forma com que esse romance foi conduzido pois me pareceu algo muito doentio.
Apesar do humor (que gosto bastante) estar presente, Inferno conta com um pouquinho mais ação e até um suspense, mas nada tããão incrível assim, e os demais personagens colaboram com isso, tanto os novos quanto os antigos.
A narrativa é feita em primeira pessoa e, mesmo que quase não aconteça nada, flui muito bem. É simples mas ao mesmo tempo rica em detalhes que fazem o leitor imaginar todo o cenário e os personagens com bastante nitidez.
O final é angustiante e mesmo que a história não tenha superado minhas expectativas, fiquei curiosa pelos próximos acontecimentos que vão continuar em "Awaken".

A diagramação mantém o padrão do primeiro livro, os capítulos são curtos e sempre são iniciados com trechos dos cantos de Dante Alighieri. Existem alguns erros de revisão espalhados pelo livro, mas nada tão terrível que prejudique a leitura. A capa é muito linda e é um capricho só pois o título e nome da autora tem destaque metalizado e em alto relevo.

Não vou dizer que é leitura obrigatória, principalmente aos fãs da autora (como eu). Acredito que a forma como cada um encara um relacionamento e tudo o que é admissível ou inaceitável dentro dele pode refletir em como a leitura será encarada. Eu particularmente não curti muito o lado romântico da história, e achei tudo sem muitas emoções... Até que o final foi se aproximando e o passado de John veio a tona... Aí sim melhorou e considerei uma classificação maior pois, enfim, minha atenção foi despertada.



9 comentários

  1. Oi Flávia!
    Eu li Abandono e gostei bastante e estava um pouco ansiosa pela continuação.
    A sua resenha me ajudou quanto às minhas expectativas. Quando for ler Inferno, elas não precisam estar muito altas né?!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito das obras de Meg Cabot. Não li essa, e tudo o que sei é por resenha, essa sua creio que foi a primeira que li desse segundo livro. Vou continuar acompanhando por resenhas.

    ResponderExcluir
  3. Eu não sou fã de romance e nunca li nada da Meg Cabot. Apesar da história ser interessante, não sei se leria ele.
    formula-amor.blogspt.com

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto da Meg acho seus livros bem escritos(na maior parte do tempo...) e engraçados.
    Eu ainda não li o primeiro, mas ja tenho ele, esperando os outros pra começar a leitura.
    Uma pena o 'mocinho' ter se tornado tão possesivo neste volume, mas quem sabe no proximo ele volte ao 'normal',
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    já li esse livro e adorei. Mas concordo quanto a toda a insegurança e ingenuidade da Pierce. O relacionamento dela com John é meio deturbado e controlador mesmo, chega a ser um pouco assustador mesmo. Diferente de você, gostei mais desse livro do que do primeiro. Ele tem um pouco mais de ação. O final foi mesmo angustiante e fiquei até brava pelo outro livro ainda não ter sido lançado, preciso lê-lo! Ótima resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. adoro livros rico em detalhes pq sou mega detalhista ai já viu uhasuhsa. ah cara romance quase doentio??? opa vou ficar de olho, e nossa já é o segundo, vou ver se dou uma conferida no primeiro qualquer dia.

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  7. Não gosto de livros desse gênero, mas mesmo assim tentei dar uma lida na resenha pra ver se me animava... o que não aconteceu... DEFINITIVAMENTE nao curto! hahahah


    iniciodeconversa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Não sei de onde essa Meg tem tanta inspiração pra escrever, esse livro seria uma espécie de purgatório? hahah ou melhor dizendo uma sala em que a pessoa espera o julgamento. Pretendo lê-lo!

    ResponderExcluir
  9. Como já falei, preciso desse livro <3
    É Meg né... rs O ruim é os livros dela que são bem carinhos... então é difícil comprar todos, mas essa é uma série que quero com certeza ter <3

    ResponderExcluir