17 de junho de 2014

Geek Love: O Manual do Amor Nerd - Eric Smith

Lido em: Junho de 2014
Título: Geek Love: O Manual do Amor Nerd
Autor: Eric Smith
Editora: Gente
Gênero: Autoajuda/Humor
Ano: 2014
Páginas: 208
Nota
Sinopse: Eric Smith sabe mais do que ninguém que existem prazeres imensos na vida geek. Amigos incríveis, conversas até de madrugada sobre realidades alternativas ou até mesmo o simples prazer de ler aquele lançamento de quadrinhos. No entanto, chega um momento na vida de todo nerd em que o amor bate à porta e daí vem a hora de jogar o xadrez tridimensional que é o mundo dos solteiros. Não se desespere, jovem Padawan! Deixe Smith guiá-lo por esse caminho e descubra que amar é muito mais do que flores e bombons. Afinal, nada é normal na vida do nerd, e o amor não é senão o mais extraordinário dos fenômenos humanos.

Resenha: Geek Love: O Manual do Amor Nerd não se trata de um livro de autoajuda qualquer. Escrito pelo nerd mais do que assumido e co-fundador do site Geekadelphia (um site gringo com todas as novidades/curiosidades nerds e geeks ever), Eric Smith criou um guia bastante bem humorado e com muitas referências ao mundo geek, cheio de dicas "infalíveis" a fim de ajudar o garoto nerd encalhado (Player 1) ou que simplesmente não tem sorte com as garotas (Player 2). Resumindo a história: Os nerds solteirões não devem desistir, jamais! O amor pode ser como a justiça: "tarda mas não falha". Se a hora dele ainda não chegou, talvez seja porque não esteja seguindo as regras básicas, e este manual vem como uma luz, algo que pode abrir os olhos daqueles que não sabem o que estão fazendo de errado para que avalie o que pode estar atrapalhando um possível relacionamento que poderia vir a surgir.

O guia é engraçado, tem dicas úteis para todos os solteiros nerds e desesperados, ou para aqueles que só querem dar uma espiada a título de curiosidade ou diversão (e diversão não falta). Porém, não consigo imaginar um garoto recorrendo a um livro desse tipo. Isso porque nunca na minha vida inteira conheci ou soube de um cara que procurasse um livro de autoajuda em busca de socorro na questão dos relacionamentos amorosos, a menos que o tal livro servisse para ajudar a nivelar aquele sofá que perdeu um dos pés.
A primeira vista, é "coisa de mulherzinha". O livro parece uma revista pois além das páginas grossas e brilhantes, é todo colorido, ilustrado com imagens em 8-bits pixelizadas, e fofo, mas ao ler fica claro que é um livro destinado ao público masculino, mesmo que existam toques que também servem para a mulherada. Cada capítulo do livro é destinado a um passo por vez, orientando e mostrando ao leitor que tudo deve começar do início, do nível mais fácil até o mais difícil.

Acredito que somente nerds level very hard irão reconhecer todos as referências a personagens, filmes, games, livros e etc que o autor utiliza como exemplo nas situações que cria e nas soluções que dá ao leitor, mas até mesmos os mais n00bs serão capazes de tirar algum proveito de todas as lições.
O que mais achei válido no livro foi a crítica implícita do autor aos relacionamentos de hoje em dia, baseados na tecnologia, em que namoros, conversas e demonstrações de amor são feitas através de mensagens no celular ou pelas redes sociais da vida que parecem servir como base e serem vitais para a existência de qualquer relacionamento que venha a surgir em vez de serem usadas como um artifício ou ferramenta de auxílio.
Dicas valiosas e super importantes sobre levar indiscrições, lamentações ridículas e até a famosa "lavação de roupa suja" ao público também são dadas usando de toques e elementos geeks. Que atire a primeira pedra aquele que não conhece alguém que vive em função de um reles status de relacionamento, ou que faz questão de fazer do Facebook um muro de lamentações quando briga ou leva um chute nos fundilhos daquele que deveria ser o merecedor do seu amor eterno... #quedó #sqn
Parece que aquele namoro clássico com jantares a luz de velas e coisas consideradas "cafonas" é algo que beira a extinção, entre nerds ou não, se é que não desapareceu de vez já que presença física e calor humano cederam lugar a auto-isolação, emoticons e aos diálogos infinitos por inbox ou whatsapp... 
Enfim... é uma leitura válida pela diversão, pela nostalgia e pela crítica aos relacionamentos que só funcionam a base de internet. É possível tirar algum proveito desde que o leitor, seja ele homem ou mulher, tenha uma mente aberta para entender que é impossível seguir regras para conseguir e manter relacionamentos, afinal, cada um tem sua própria individualidade e forma de encarar a vida, mas antes de sair por aí procurando alguém, é preciso ter senso, se conhecer bem e se gostar antes de tudo. O que vier em seguida é pra completar e ser eterno enquanto durar...


8 comentários

  1. Oi Flá!
    Adorei a resenha e concordo plenamente com você sobre o fato do crescimento dos relacionamentos estarem mais focados na internet hoje, e posso dizer que sinto um pouco a falta de calor humano de vez em quando, conversar olhando para as pessoas mesmo, ao invés de ser pela tela de um computador.
    Abraços e uma ótima copa aí em BH.

    ResponderExcluir
  2. Oii
    Adoreiii o livro! Nossa, fiquei pensando no meu namorado o tempo todo. Ele com certeza está nesse nivel hard dos geeks, pq ele com certeeeeeza reconheceria todas essas referencias hahahaha

    ResponderExcluir
  3. HAHHAH! Nunca tinha visto nada igual, preciso desse livro! hahahah Um manual para nerds/geeks desencaharem! rs' Muito bom, muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Que capa fofa <3 com certeza lerei, pois achei muito interessante. Porem ficaria perdida, pois não entendo nada do universo Nerd!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, com certeza eu compraria esse livro só de olhar pra capa! hahaha...
    Gostei da sua resenha, fiquei curiosa pra ler!
    Estou começando com meu blog, dá uma passadinha lá se puder?
    O link é esse aqui: http://entrelinhasdasestrelas.blogspot.com.br/
    Obrigada, beijos! :)

    ResponderExcluir
  6. Oi,

    esse livro parece ser até divertido, e pela capa já dá para perceber que a diagramação deve ser bem legal, super colorida e tals, mas eu não leria e, caso lesse, provavelmente não gostaria. Sou desconfiada com livros de autoajuda, ainda mais os que tratam de relacionamento, e como passo looooooonge do mundo nerd, ia acabar ficando perdida em todas as referências e odiando o livro.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. eu to doida por esse livro. tipo eu já tive diversos relacionamentos que só se baseavam na net pq em off nunca dava certo huasuhuh mas graças a deus essa fase passou e to casada.
    (passei pelo chefão :minha sogra) e venci uhuhsauh

    ResponderExcluir
  8. Acho esse livro uma fofura!
    Espero ler em breve, parece bem divertido e uma leitura descontraída. O que eu preciso depois daqueles livros que amo policiais, suspense... enfim.
    Quero ele s2

    ResponderExcluir