12 de outubro de 2017

Mister O - Lauren Blakely

Título: Mister O
Autora: Lauren Blakely
Editora: Faro Editorial
Gênero: Romance
Ano: 2017
Páginas: 272
Nota:
Sinopse: Nick Hammer tem a vida que todo cara sempre sonhou: dinheiro e mulheres lindas aos seus pés, que não esperam nada em troca além do melhor sexo de suas vidas. E tudo isso graças ao seu personagem, Mister Orgasmo, que saiu das páginas dos gibis para ganhar um programa na televisão. Agora Nick se tornou o mentor sexual de homens ao redor do mundo e o objeto de desejo de todas as mulheres. Para para Nick, e seu alter ego Mister O, a receita é simples: dar prazer, sempre!
Mas tudo isso pode estar em risco quando um pedido acontece. Harper, A irmã de seu melhor amigo, Spencer Holiday, também quer aprender as valiosas lições de Nick e Mister O. Harper é divertida, inteligente, linda e irresistivelmente sexy. E lutar contra o desejo de ter ela em sua cama será o pior pesadelo de Nick. Mister O vai conseguir “salvar” essa mocinha e ainda não ferrar a relação com o seu melhor amigo? Um romance divertido, leve, sexy e que vai arrancar suspiros dos leitores. Afinal, não dizem que o amor e a amizade andam lado a lado? Talvez eles até possam dormir na mesma cama.

Resenha: Desde a adolescência, Nick Hammer sempre foi aquele garoto nerd que adorava desenhar. Ele se tornou um cartunista de sucesso quando decidiu criar o Mister Orgasmo, e hoje, solteiro e bem sucedido, leva o público à loucura com as animações que passam na TV. Nick não poderia deixar de colocar um pouco de si em seu personagem já que sempre gostou de levar a mulherada ao delírio com sua especialidade. Ele é adorado pelos homens por todas as artimanhas que ele tem na manga e, claro, muito desejado pelas mulheres pelo seu talento super peculiar.
Tudo ia muito bem na vida dele, mas as coisas mudam um pouco de cenário quando Harper Holiday, irmã de Spencer (de Big Rock), aparece a fim de conselhos amorosos. Ela trabalha com mágica em eventos infantis e, por não ter muita experiência ou contato com homens e relacionamentos, sempre que alguém se aproxima, ela começa a agir feito boba, trava, fala um monte de coisas nada a ver e acaba passando vergonha, então, talvez, Nick poderia ajudá-la nesse quesito como seu ilustre e sábio professor. O problema é que Nick sempre teve uma queda pela moça, mas a amizade e o parentesco com o melhor amigo, que já o ameaçou caso ele se aproxime com segundas intenções de Harper, nunca foram algo favorável à investidas, assim, ele sempre evita pensar nela pra não estragar as coisas e pra não ser atacado por Spencer. Quando Harper demonstra que é mais ousada do que se imaginava, Nick não consegue se controlar... Mas pra que lutar contra esse desejo?

Embora a experiência com Mister O seja mais legal se Big Rock for lido primeiro (por causa de algumas cenas específicas, dos personagens anteriores e da ligação que possuem com os desse livro e tal), a história é independente e pode ser lida tranquilamente fora de ordem ou sem ter lido o anterior.
A escrita é fluída e cativante, os personagens são bem construídos e possuem algum diferencial com relação aos outros.

Pelo ponto de vista de Nick, vamos acompanhando o envolvimento dele com Harper que, além de ter muita química, é muito engraçado. Eles se completam e estão conectados física e emocionalmente, mas ainda há aquela leve resistência por causa da amizade e os dilemas que envolvem isso.
A ideia da autora em narrar a história pelo ponto de vista masculino é super bacana, principalmente porque fica bem evidente e realista o quanto os homens não têm muita capacidade de entender muito bem as mulheres, se sentindo confusos com sinais, expressões e sentimentos, por mais especialistas e incrivelmente generosos que possam ser.

Mesmo que Nick aproveite de seus dons quando o assunto é sexo e seja um mulherengo de carteirinha, ele não faz o tipo aproveitador. Ele cria desenhos indecentes, sua mente é indecente, e o que ele faz com as mulheres é mais indecente ainda, mas ele é um doce de sujeito que jamais magoaria alguém. Pode até parecer um pouco contraditório, mas acho que não há nada errado em aproveitar a vida quando se é solteiro e quando não existe um compromisso até que um sentimento maior seja despertado...
Harper é encantadora, divertida, bonita, inteligente, sexy e fazer par com Nick fez com que seu lado indecente fosse aflorado - e muito -, coisa que ela andava precisando, cá entre nós... Uma coisa que gostei bastante na construção de Harper é a certeza do que ela quer pra própria vida, seja pessoal ou profissional. Ela é decidida e não se deixa levar.
A tensão sexual entre eles é explosiva, os diálogos são espirituosos e eles como casal foi algo ótimo de se acompanhar.

A autora acertou em cheio ao presentear as leitoras com personagens irresistíveis e sexys, cenas deliciosamente quentes e uma história tão encantadora quanto viciante. Pras leitoras fogosas de plantão, Mister O é leitura mais do que indicada pra se aproveitar ao máximo e, se possível, se recomponham depois!

Um comentário

  1. Amei a resenha e essa capa também rsrs

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir