26 de dezembro de 2014

Reconstruindo Amelia - Kimberly McCreight

Lido em: Dezembro de 2014
Título: Reconstruindo Amelia
Autora: Kimberly McCreight
Editora: Arqueiro
Gênero: Thriller
Ano: 2014
Páginas: 352
Nota
Sinopse: Kate Baron, uma bem-sucedida advo­gada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema. Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição?
Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas.
Amelia está morta.
Aparentemente incapaz de lidar com a suspensão, a garota subiu no telhado e se jogou. O atraso de Kate para chegar a Grace Hall foi tempo suficiente para o suicídio. Pelo menos essa é a versão do colégio e da polícia.
Em choque, Kate tenta compreender por que Amelia decidiu pôr fim à própria vida. Por tantos anos, as duas sempre estiveram unidas para enfrentar qualquer problema. Por que aquele ato impulsivo agora?
Suas convicções sobre a tragédia e a pró­pria filha estão prestes a mudar quan­do, pouco tempo depois do funeral, ela recebe uma mensagem de texto no celular:
Amelia não pulou.
Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Fa­cebook da filha, Reconstruindo Amelia é um thriller empolgante que vai surpreender o leitor até a última página.

Resenha: Reconstruindo Amelia é um thriller escrito pela autora Kimberly McCreight e publicado no Brasil pela Editora Arqueiro.
Amelia Baron é uma adolescente de 15 anos, muito esperta, aluna modelo que estuda no Grace Hall, um dos melhores colégios de Nova York e uma amiga leal. Ela mora com a mãe, Kate, uma advogada bem sucedida, viciada em trabalho e mãe solteira que esconde detalhes sobre o pai da garota.
Enquanto Kate estava em uma reunião, recebe uma ligação com a informação de que Amelia teria sido suspensa. Acreditando se tratar de um enorme mal entendido, afinal, Amelia é um exemplo de dedicação aos estudos, Kate segue para o colégio, mas, ao chegar lá, é surpreendida com a pior notícia de sua vida: Amelia havia se jogado do telhado e está morta. A explicação era de que Amelia não aceitou a suspensão e não soube lidar com isso, se suicidando. Kate não se convenceu, nada fazia sentido, jamais poderia imaginar que tal coisa pudesse levar Amelia a cometer tal atrocidade... Ela e a filha eram tão próximas, tão ligadas, se conheciam tão bem... Como Amelia pôde? Mas um tempo depois, Kate recebe uma mensagem anônima em seu celular com o aviso de que Amelia não teria pulado...

Partindo desta premissa, a história é narrada alternadamente entre Kate (no presente) e Amelia (no passado), e também com postagens num blog, publicações no Facebook, mensagens de texto e afins que Kate começa a investigar conhecendo, assim, um outro lado de Amelia que ela desconhecia até então, uma menina complexada, envolvida em relacionamentos conturbados e com várias dúvidas sobre si mesma e sobre seu pai. Kate descobre que sua filha escondia vários segredos e não era nem de longe quem ela pensava. Ela mal conhecia a filha...
A narrativa flui bem e realmente é envolvente, e mostra um mundo obscuro e muito cruel, que mesmo sendo "virtual" está ao alcance de todos e afeta nossas vidas de alguma forma. É um avanço que tráz consigo várias consequências, e esse é um pensamento bem assustador.
Uma coisa que não me agradou muito foi a comparação com Garota Exemplar, da autora Gyllian Flynn. Por mais que a história seja envolvente, alguns pontos, pelo menos pra mim, não foram tão coerentes assim. Estranhei o fato de Kate ser uma workaholic mas conseguir a proeza de ser uma boa mãe, presente, dedicada, disponível e que supostamente conhece tão bem sua filha. Digo isso porque eu trabalho em casa e não consigo dar a devida atenção aos meus próprios e fiquei me perguntando que tipo de superpoder é esse. O fato de que Kate esconde informações sobre o pai de Amelia me incomodou por saber que sempre podia esperar que alguma coisa relacionada a isso fosse acontecer a qualquer momento.

Reconstruindo Amelia é um mistério intenso e emocionante, que aborda amor, amizade e sexualidade de forma crua sem poupar o leitor dos conflitos psicológicos presentes e que nos faz refletir sobre se realmente conhecemos as pessoas com quem convivemos.

3 comentários

  1. Oi Flávia, tudo bem?

    Eu estou louco para ler este livro. Apesar de você não ter gostando tanto quanto as outras pessoas, eu ainda sinto que vou gostar do livro. Beijos!

    https://euvivolendo.blogspot.com,br/

    ResponderExcluir
  2. Oii
    Já ouvi falar desse livro na escola e me apaixonei pela trama, estou louca para compra-lo. Mesmo que você não tenha gostado muito, acho que vou aproveitar bastante...

    P.s. Feliz ano novo, tudo de bom para você e que seu blog faça cada vez mais sucesso. Deixei uma mensagem muito boa e reflexiva no meu blog, se quiser dar uma olhada…

    Beijos

    estantedorefugio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Esse livro esta na minha wish list. Estou louca para ler.

    ResponderExcluir