16 de março de 2012

Férias - Marian Keyes

Lido em: Setembro de 2011
Título: Férias - Família Walsh #2
Autor: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Chick Lit
Ano: 2007
Páginas: 559
Nota:
Sinopse: Rachel Walsh tem 27 anos e a grande mágoa de calçar 40. Ela namora Luke Costello, um homem que usa calças de couro justas. E é amiga - pode-se mesmo dizer muy amiga - de drogas. Até que a sua vida vai para o Claustro - a versão irlandesa da Clínica Betty Ford. Ela fica uma fera. Afinal, não é magra o bastante para ser uma toxicômana, certo? Mas, olhando para o lado positivo das coisas, esses centros de reabilitação são cheios de banheiras de hidromassagem, academia e artistas semifissurados (ao menos ela assim ouviu dizer). De mais a mais, bem que já está mesmo na hora de tirar umas feriazinhas. Rachel encontra mais homens de meia-idade usando suéteres marrons e sessões de terapia em grupo do que poderia supor a sua vã filosofia. E o pior é que parecem esperar que ela entre no esquema! Mas quem quer abrir as janelas da alma, quando a vista está longe de ser espetacular? Cheia de dor-de-cotovelo (o nome do cotovelo é Luke), ela busca salvação em Chris, um Homem com um Passado. Um homem que pode dar mais trabalho do que vale... Rachel é levada da dependência química para o terreno desconhecido da maturidade, passando por uma ou duas histórias de amor, neste romance que é, a um tempo, comovente, forte e muito, muito engraçado.

Resenha: Em Férias, segundo livro destinado a família Walsh escrito por Marian Keys e publicado no Brasil pela Bertrand, a protagonista é Rachel Walsh, a história se passa alguns anos depois do que aconteceu em Melancia.

Rachel é a "ovelha negra" da família Walsh e por ser usuária de drogas, acaba tendo uma overdose, vai parar no hospital e deixa sua família maluca de preocupação.
Rachel, assim como todos os dependentes químicos, não entende e nem aceita que é viciada e precisa de ajuda e tratamento para essa "doença".
Diante disso, Rachel vai passar "férias" no Claustro, um centro de recuperação para dependentes.
No começo ela não concorda em ir, mas acaba indo acreditando que o lugar se tratava de um spa desregrado, cheio de loosho, gente hyka e famo$a, e que lá poderia continuar fazendo o que bem entendesse de sua vida medíocre...

Mas quando Rachel chega lá, vê que as coisas são bem diferentes do que pensou... Ela conhece gente nova, cada um com sua personalidade e problemas distintos, começa a entender que a vida não é só sexo, drogas e rock'n roll e passa a avaliar sua vida e tudo o que já fez até então de outra forma e com outros olhos...

O livro, apesar de tratar de um assunto um pouco "delicado", também traz muito humor (é sério, ri alto várias vezes rsrsrs), romance, questões sobre autoestima, problemas familiares, e sobre coisas na vida que devemos avaliar se valem a pena ou não...

E ao contrário das lembranças de Claire em Melancia, os flashbacks de Rachel acrescentam alguma coisa à história que na maioria das vezes são importantes pra entendermos o que se passa.

Confesso que fiquei mais de um ano com esse livro parado na estante por causa da minha decepção com Melancia, mas depois que li, me enganei e Marian Keyes subiu no meu conceito! :)
Só achei o livro um pouco grosso... Mas vindo de Marian Keys, é normal hahaha!

7 comentários

  1. Fico feliz que a Marian tenha subido no teu conceito, hehe, eu amoo ela.
    Estou com esse livro aqui e pretendo ler ele em breve. Todos os livros dela são grossos, mas passa tão rápido e a leitura é tão leve que nem parece que são tantas páginas.
    ótima resenha!

    Um beijão
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
  2. Pois é Lara. Depois de ler Férias é que comprei os outros livros da Marian, pq se fosse parar em Melancia, nao tinha dado nada por ela rsrsrs... De todos que já li, só não gostei mesmo do Melancia.
    Mas ainda falta Casorio, Um Bestseller pra chamar de meu, Cheio de charme, É agora ou nunca e Sushi.
    Mas leio esse ano ainda :D

    ResponderExcluir
  3. Oi Flávia,
    Que bom que a sua opinião sobre a Marian Keys mudou! Também tenho o livro Férias e confesso que estava com medo da sua opinião sobre os livros da autora depois da sua decepção com Melancia. Fiquei muito feliz em saber que a escrita da autora melhora com o tempo.
    Ótima Resenha!
    Beijos


    ResponderExcluir
  4. UAU,
    Depois de ler a resenha de Melancia vim direto para a de Férias e já subiu muito no meu conceito. Miriam deu um giro de 360º então hehe
    Comprei ele para dar de presente para uma amiga, espero que ela goste. Eu ia dar Melancia, mas como você falou tão mal, fiquei com medo de ela não gostar.
    Bjs Flavia.

    ResponderExcluir
  5. É uma grande diferença de Melancia...O tema é forte, mas espero que seja legal. Com certeza irei ler um dia!Mais pra lista!!!!

    ResponderExcluir
  6. Você falou super mal de Melancia e agora gostou desse, sinal de que os autores nem sempre acertam.
    Falando em férias, eu to precisando, minhas férias da escola só começam no inicio de fevereiro, porque aqui na bahia teve greve dos professores :@

    ResponderExcluir
  7. Adoooooro esse livro! Ele é simplesmente, um de meus favoritos. E ah, também gosto muito de Melancia, rs.
    Beijos
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir