O Príncipe das Sombras - Sylvain Reynard

15 de julho de 2020

Título: O Príncipe das Sombras - Noites em Florença #0.5
Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Gênero: Fantasia/Romance
Ano: 2015
Páginas: 128
Nota:★★★★☆
Sinopse: Um conjunto muito valioso de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia, de Dante Alighieri, é exposto na Galleria degli Uffizi, em Florença. O dono das peças é o famoso professor de literatura Gabriel Emerson. Quando se deixou persuadir por sua amada esposa, Julianne, concordando em dividir com o mundo a beleza daquelas obras de arte, Gabriel jamais poderia imaginar que estaria atraindo para si um poderoso inimigo.
Mais de um século antes, aquelas mesmas ilustrações foram roubadas de seu verdadeiro dono, o Príncipe de Florença, uma criatura sobrenatural e misteriosa que governa o submundo da cidade e há muito não sabe o que é o amor. Agora um dos seres mais perigosos da Itália está disposto a recuperar o que lhe pertence e se vingar de Gabriel e Julianne. Mas logo seus planos são frustrados. Um atentado o obriga a deixar os Emersons de lado, afinal ele precisa resolver assuntos muito mais importantes. Tanto seu principado quanto sua própria vida parecem estar em risco. Passado na cidade mais artística da Itália, O príncipe das sombras é uma incrível introdução à nova série de Sylvain Reynard, Noites em Florença, e vai deixar os leitores com gostinho de quero mais.

Resenha: O Príncipe das Sombras se trata de uma introdução à série sobrenatural Noites em Florença do autor canadense Sylvain Reynard (da trilogia O Inferno de Gabriel) publicada no Brasil pela Editora Arqueiro.
Em 2011, no submundo de Florença, um vampiro antigo está atrás do casal Gabriel e Julianne (personagens da série anterior do autor). Os dois estão em posse de ilustrações valiosas e originais da Divina Comédia, obras de autoria de Botticelli, mas o que eles não sabiam era que essas ilustrações haviam sido roubadas de seu verdadeiro dono em 1870. Por acreditar que Gabriel está envolvido no roubo, o Príncipe de Florença planeja uma vingança para recuperar o que é seu e parte atrás do casal, mas uma ameaça seguida por um ataque à cidade interrompe seus planos e ele é obrigado a desviar seu foco do casal Emerson e bolar uma estratégia para descobrir quem atacou a cidade. Logo sua vida está em jogo, mas ele não vai desistir de proteger os assuntos de seu interesse, mesmo que tudo indique que uma guerra está a caminho.
Narrado em terceira pessoa de forma bem poética e tendo como pano de fundo a cidade italiana de Florença, o leitor é introduzido aos personagens e à atmosfera da nova série do autor de uma forma intensa, romântica e envolvente.
É bem notável que o Príncipe apareça como uma criatura sobrenatural perigosa, cruel e que segue seus instintos. Ele não sabe o que é desculpar alguém ou ter misericórdia, e não hesita em passar por cima de qualquer um que possa atrapalhar seus objetivos. Mas ele começa a ter um lado que não imaginou possuir sendo despertado dentro de si. A vida frágil e delicada de Julianne somada ao seu relacionamento com Gabriel passa a ser observada com objetivo de vingança. O Príncipe passa a presenciar seus momentos mais íntimos, sendo testemunha do desejo intenso que eles nutrem um pelo outro e acaba se lembrando de alguém em sua juventude que já havia o olhado com o mesmo carinho, mas que, devido ao tempo, ele havia se esquecido e deixado de saber o que era amor. Logo alguns sentimentos há muito escondidos e reprimidos vêm à tona.

O Príncipe das Sombras é um conto rápido de ser lido e cumpre com seu papel introdutório, pelo charme do Príncipe e, principalmente, por encantar o leitor com as descrições acerca do cenário e das belezas que só a Itália tem.
Os capítulos são curtos e ao final do livro há um glossário com uma pequena lista de personagens, termos e nomes usados na história para que o leitor possa saber quem é quem ou o que é o lugar ou função mencionados.

A caçada do Príncipe por respostas ainda não é resolvida, claro, e muito da personalidade e da própria vida do protagonista não são revelados, logo a curiosidade para saber mais sobre o que está por vir é imensa. Acredito que se a história viesse como um prólogo do primeiro livro da série seria melhor, pois ela traz informações que acrescentam e são importantes para que o leitor se situe melhor ao iniciar a leitura do primeiro livro da série, A Transformação de Raven, já lançado pela Arqueiro.
Mesmo que não a leitura não seja obrigatória para o entendimento da série em geral, por ser um conto extra, de alguma forma, pode fazer falta para quem gostar e quiser acompanhar os personagens nessa nova jornada.
0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário